sophialoren Sophia Loren

Reiner estava muito pensativo, preocupando seu amigo, Bertolt. O motivo era um tanto inusitado. | Shingeki no Kyojin High School Junior |


Hayran Kurgu Anime/Manga Tüm halka açık.

#fuffly #dia-a-dia #Shingeki-no-Kyojin-High-School-Junior #shingeki-no-kyojin #snk
Kısa Hikaye
1
3.9k GÖRÜNTÜLEME
Tamamlandı
okuma zamanı
AA Paylaş

Capítulo Único: À tarde emocionante de Reiner Braun

— Reiner, o que houve? Por que está tão pensativo? — perguntou Bertolt enquanto seguia para a escola com seu amigo.

Reiner suspirou colocando as mãos no bolso da farda, que estavam mais leve do que gostaria. Olhou por um momento as feições interrogativas do mais alto.

— Sabe que dia foi anteontem?

— Dia de São Valentim — respondeu Bertolt cansado. Sim, se lembrava muito bem da pressão do outro para que ele deixasse a vergonha e chamasse Annie para sair. O que não aconteceu, já que ela chamou Eren para uma nova hambúrgueria que havia aberto. Mas não sabia o que isso tinha haver com o mal tempo de Reiner. — Mas-

Isso! Mas como eu não tenho ninguém, esse dia é uma piada! — riu meio maluco, assustando Bertolt. Será de que o fora da Historia foi tão grande que o traumatizou? Pensou o nascido em capricórnio. — Lembra-se da Gabi, a minha prima, e o pirralho do Falco?

Bertolt assentiu.

— Como eu estava muito ocioso, mamãe pediu para que eu acompanhasse a Gabi naquela tarde ao festival do bairro. Sabe, tudo bem, eu amo aquela pirralha e já fazia meses que não a via. A coitada tinha acabado de sair do hospital. — chutou uma pedra. — Bom, um dos motivos era para que ela não banzasse sozinha e acabasse comendo algo de errado ou sei lá, encontrasse um bandido. Mamãe é cheia de medos. Então fui com a menina no sol tórrido das uma da tarde. Gabi explodiu ao me ver e tal.

“Foi tudo uma beleza no início. Levei-a a vários jogos e consegui até um Playstation. Gabi ficou nas nuvens quando eu entreguei o jogo a ela. Ora, para que eu iria querer aquilo? Já basta mamãe ficar resmungando de tudo o que faço.”

“No meio do caminho encontramos o menino Falco... E foi quando tudo deu uma desandada. Não que o pobre garoto tenha feito algo de errado. Não, não! Ele estava tão perdido na multidão que parecia uma foca neném e peluda sem sua mãe.”

“Acolhi o menino e continuamos a andar. Lembra que eu disse das umas de minhas missões era não deixar a Gabi comer besteiras? Não sei bem o que aconteceu, mas no fim da tarde os dois estavam com fome e sumiram quando eu fui ao banheiro. — coçou os olhos com ambas as mãos, em puro desespero. — Eu quase morri de tanto susto quando os encontrei na área de alimentação do festival. Tinha tanta tranqueira na mesa que eu nem sabia como iria pagar tudo aquilo. Eu fiquei falido naquela noite.”

“O pior foi os olhares de pidão. Eu ia dar uma bronca nos dois pelo susto e a ruma de comida. Mas, aquele olhar de cãozinho que caiu na mudança... Ah, foi o meu fim. — chorou — Paguei o bom moço por alimentar meus pequenos dragões e dei um fim na festinha de comilança. Antes comi uma sobra de pão-yakisoba com tranquilidade, como se minha carteira não sangrasse.”

“Fiquei decepcionado com Gabi e Falco. Mas o que eu poderia fazer para restringir ainda mais uma menina que mal via a cidade por meses? Ou comia algo que não fosse comida de hospital? Já Falco, eu sei que ele só queria ver o sorriso daquela dragoa. Acho que só deixou de contar direito a parte do dinheiro.”

“Depois os levei são e salvo para casa, mas antes com as migalhas de minha mixaria, comprei remédios para os moleques não passassem mal. Não contei nada a minha mãe ou aos meus tios. Sinto que Gabi me ama ainda mais por isso. Sou o “irmão” em que ela pode contar até o fim dos tempos”.

“Voltei para casa falido. Não tenho ideia de como vou almoçar nas próximas semanas, pois se eu contar para mamãe que estou sem dinheiro, eu irei revelar o que realmente aconteceu naquela tarde. Não, não! — colocou novamente as mãos no rosto — Tenho amor por minha vida!”.

Bertolt piscou. Não sabia ao certo como reagir a metralhadora que o amigo tinha se tornado. De alguma forma era até engraçado de ver como aquele loiro parrudo era facilmente dobrado por sua prima. Se Gabi pedisse a Lua, Bertolt tinha certeza que de alguma forma Reiner entraria para NASA somente para pegar um pedregulho da Lua para ela.

— Entendo, Reiner. Seu dia dos namorados foi bem emocionante — bateu nos ombros largos do amigo — Enquanto o almoço, eu posso dividir o meu o quanto precisar. — sorriu. Sim, ele também era um idiota por entrar nesse ciclo. Mas não deixaria seu amigo em maus lençóis.

Reiner o olhou Bertolt como se ele fosse um anjo.

— Obrigado, cara! Fico te devendo essa!


×


Notas e complementos da autora: *Baseado na cena do capítulo 98 do mangá de Shingeki no Kyojin. Eu quis trazer uma cena parecida para a paródia (É bem provável que eu faça mais fics baseada nessa cena, colocando Zofia e Udo).

*A fic se passa no universo de Shingeki no Kyojin High School Junior.

*Gabi está em tratamento de leucemia, por isso vive tanto em hospitais e isolada. Considera Reiner seu irmão e confidente.

*Gabi e Falco têm oito anos (porque eu quero).

22 Şubat 2021 11:38:13 0 Rapor Yerleştirmek Hikayeyi takip edin
3
Son

Yazarla tanışın

Sophia Loren Só uma garota que gosta de escrever.

Yorum yap

İleti!
Henüz yorum yok. Bir şeyler söyleyen ilk kişi ol!
~