0
2.1k ПРОСМОТРОВ
Завершено
reading time
AA Поделиться

Único

Os únicos barulhos que podiam ser escutados no cômodo apertado eram os estalos dos beijos desesperados e cheios de tesão. As mãos brutas do maior apalpavam o corpo pequeno de Baekhyun com vontade, descendo-as e enchendo com a carne farta das bunda e coxas, essas que eram cobertas apenas pela saia curta da fantasia de enfermeira. O casal estava em uma festa de halloween dada por um amigo em comum de ambos, e a tensão sexual que rondava os dois desde que se conheceram a meses atrás chegou ao auge quando se engancharam em uma dança um tanto alterados pelo álcool no sangue. Agora estavam em um dos armários de casacos do corredor da casa enorme, saciando os desejos pelo corpo um do outro.

A mão de Baekhyun repousava entrelaçada no cabelo alheio enquanto tinha a cabeça tombada para o lado, apreciando a boca de Chanyeol fazendo um estrago em seu pescoço. O Byun gemeu fino ao sentir a palma quente entre suas pernas, massageando gostoso seu membro coberto pela calcinha branca de renda.

ㅡ Gostoso ㅡ rosnou o Park contra o ouvido do outro e apertando o pau em sua mão, tendo como resposta um choramingo manhoso. ㅡ Que tal virar pra mim, delícia? Deixa eu dar um trato nesse teu rabo gostoso. ㅡ Para enfatizar, deu um tapa logo em seguida enchendo a mão com a banda grande.

O Byun foi prensado contra a parede, ficando empinadinho aos olhos de Chanyeol.

ㅡ Vem aqui, Channie. ㅡ chamou malicioso com a cabeça virada para o maior e rebolou provocante com os olhos alheios queimando em sua pele ㅡ Cuida do teu garoto, cuida.

As mãos do Park foram até o zíper do vestido branco e justo que o outro usava e desceu, deixando cair no chão e expondo as costas macias e a bunda bonita com a calcinha socada entre as nádegas.

Chanyeol colou o peito nas costas do Byun e levou as mãos para a lateral da peça íntima. Em um puxão, rasgou o pequeno tecido e o deixou em trapos.

ㅡ Ei!

ㅡ Calado, vadia

Sem dar tempo para o menor pensar, o Park se pôs de joelho e caiu de boca no cuzinho exposto, tirando um arfar de Baekhyun, este que encostou a testa na parede e ficou na pontinha dos pés empinado-se como pôde contra a língua gostosa. O maior mamava com gosto o buraquinho apertado, deixando-o bem molhadinho para seu pau. Com uma última chupada, levantou-se e tirou o pau das calças, vestindo a camisinha e pincelando a glande contra a entradinha que piscava. Adentrou só a cabecinha, tirando um rebolado do Byun e logo em seguida enfiou toda a extensão, fazendo o pequeno fechar os olhinhos em um gemido mudo, a boquinha aberta apenas soltava arfares com aquele pau lhe alargando e deixando todo abertinho.

Os quadris largos foram agarrados e Chanyeol começou as estocadas, fazendo o corpinho em suas mãos balançar pela força que era imposta. Baekhyun teve uma das pernas levantadas pelo Park, o que proporcionou que o pau fosse cada vez mais fundo e acertando seu pontinho doce várias vezes. O menor tentava abafar os gemidos mordendo os lábios bonitos, porém cada vez que sua próstata era acertada acabava deixando um quase grito sair. Para não serem descobertos ㅡ mesmo com a música alta do lado de fora ㅡ Chanyeol tomou os lábios alheios em um beijo molhado e meio desengonçado pelos movimentos repetitivos que impunha contra o Byun.

O maior acelerou o ritmo dos quadris ao mesmo tempo que levava a mão para o membro alheio que era prensado contra a parede, punhetando com rapidez. Não aguentando mais, Baekhyun estremeceu e gozou contra a mão que lhe acariciava.

Chanyeol se retirou do interior quente e tirou a camisinha, punhetando o membro e olhando de cima para o pequeno.

ㅡ Ajoelha

O menor cumpriu a ordem ainda com as pernas meio trêmulas por gozar recentemente e olhou para cima, especificamente para o pau delicioso em frente seu rosto. A mãozona foi para os cabelos vermelhos e Chanyeol segurou sua cabeça parada enquanto passava o membro pelo seus lábios que já estavam entreabertos à espera da carne pulsante. Porém ao contrário do que o pequeno pensava e queria, o Park não fodeu sua boca, apenas bateu uma punheta rápida em frente seu rosto, fazendo-lhe passar vontade e seguir os movimentos com os olhinhos sedentos.

ㅡ Que foi? A putinha quer meu caralho entalado na garganta? ㅡ perguntou dando batidinhas com a glande na linguinha que estava para fora, essa que Baekhyun não percebeu que colocou, sendo algo involuntário por estar doido de vontade pra mamar aquele pau. Assentiu obedientemente, fechando os olhos para aproveitar o gostinho de pré gozo que ficou em sua língua. ㅡ Que garotinho guloso você é. Abre a boquinha, vai.

O Park enfiou a extensão na cavidade quentinha e fechou os olhos, jogando a cabeça para trás. Já o menor, se apoiou nas coxas alheias e deu o seu melhor mamando aquele cassete gostoso. Mesmo que já tivesse gozado, o Byun estava duro novamente, por isso isso levou os dedinhos até o cuzinho que já estava alargado pelo pau do maior e se penetrou, gemeu abafado por sua boca cheia. Sentia-se tão excitado por estar ali pelado e mamando o pau de Chanyeol ao mesmo tempo que se dedava, enquanto tinha os olhos alheios queimando em sua pele exposta e com a possibilidade de entrar qualquer pessoa naquele cômodo por não lembrar de ter trancado. Realmente era um verdadeiro exibicionista.

Chanyeol mordia os lábios com a cena erótica que presenciava. Baekhyun era gostoso demais para o próprio bem.Aquele garoto já era só seu e de ninguém mais. Nunca deixaria alguém tomá-lo de si.

Apertou os cabelos em sua mão e passou a estocar com raiva contra a boca apertada, Baekhyun tinha lágrimas escorrendo pelo esforço e manchando sua maquiagem. O maior meteu todo o pau na garganta alheia deixando-o parado enquando gozava. O Byun também não aguentou toda aquela brutalidade e gozou mais forte que antes, esporrando contra seu próprio abdômen. Ao tirar o membro da boca alheia, Chanyeol pode ver o estrago que fez no Byun. A respiração acelerada, os olhos com lágrimas escorrendo e deixando rastros escuros nas bochechas devido o lápis de olho, as próprias em um tom avermelhado e os lábios inchados. Perfeito.

Pensou até se não tinha pegado pesado demais, porém essa dúvida se foi quando o pequeno sorriu malicioso e levou os dedinhos até a boca, chupando-os.

Esse moleque vai ser sua perdição.

7 ноября 2019 г. 21:52:30 0 Отчет Добавить 0
Конец

Об авторе

Laís Rodrigues × Trouxa que sofre por asiáticos e shipps gays × Only Exo-l × Quem shippa hétero e seho, vaza daqui x Fugitiva do spirit

Прокомментируйте

Отправить!
Нет комментариев. Будьте первым!
~

Больше историй