Comeback Подписаться

aikimsoo Ai KimSoo

Exo está de volta. Seu comeback está sendo finalmente ensaiado e os meninos não veem a hora de poderem mostrar o que tanto preparam, contudo, o pré-comeback não está uma mil maravilhas. Intrigas. Assuntos não resolvidos. Conversas inacabadas. Como irão fazer pra voltarem a ser, digamos, sincronizados?


Фанфик Группы / Singers 18+.

#gay #yaoi #kaisoo #kai #jongin #kyungsoo #aikimsoo
Короткий рассказ
3
2925 ПРОСМОТРОВ
Завершено
reading time
AA Поделиться

KaiSoo Monster

O comeback do Exo estava sendo montado. Os meninos descobriram que teriam um conceito novo e ficaram curiosos sobre como seriam as coreografias de Monster e Lucky one. Era o primeiro dia de ensaio da coreografia Monster e os 9 ouviam atentamente as coordenadas do coreógrafo deles.

-Agora vamos ao começo. É bem fácil. Se aproximem um do outro. - o coreógrafo falou e todos se aproximaram. - Pronto, agora eu vou fazer a arrumação. Sehun e Lay, venham pra frente. - ele mandou e os dois foram. - Chanyeol e D.O fiquem ao lado deles.

O coreógrafo começou a arrumar o restante. Depois de botar os outros atrás dos 4 primeiros, ele voltou sua atenção para os 4 na frente.

-Sehun e Chanyeol, fiquem atrás. Kyungsoo e Lay, fiquem na frente. - e ao ouvir os comandos, os 4 se arrumaram normalmente, enquanto um moreno arqueava a sobrancelha diante a curiosidade do que fariam. - D.O, linceça rapidinho. - o coreógrafo pediu e D.O cedeu espaço. - Todos prestem atenção no que eu vou fazer. Olhem pro espelho e prestem atenção. - o homem ditou.

O coreógrafo parou na frente de Chanyeol e então abaixou, dobrando levemente as pernas. A intenção não era ficar de cócoras e sim parecer com alguém que tenha que se abaixar para pegar algo e fica com preguiça. Todos continuaram fitando o espelho para prestar atenção no que o homem fazia.

-Chanyeol, agora eu quero que você coloque uma mão nas minhas costas e a outra um pouco mais pro final do meu quadril. - o homem comandou e Chanyeol o fez, enquanto sentia sua perna ser segurada. - Agora a gente faz como se estivesse recebendo eletricidade. - explicou e fez os movimentos. - Pegaram? Quero ver vocês agora. - ele mandou e voltou a se erguer, puxando Kyungsoo para o seu lugar.

O baixinho de olhos arregalados se sentia levemente incomodado com a posição que teria de se encontrar. Chanyeol e os demais não estavam com muitas objeções. Quer dizer, o grandão orelhudo se encontrava contente com a forma como teria de dançar com Kyungsoo, porque tinha brigado com Baekhyun há um mês e o outro ainda não tinha voltado para pedir desculpas.-

Vamos. 1, 2 e...

-ESPERA! - a voz de Kai se fez presente. Todos o olharam confusos, porque ele sempre era o primeiro a pegar os passos.

-Alguma dúvida, Kai? - o mais velho questionou.

-Hyung, eu tenho uma objeção na verdade. - o moreno falou e coçou a cabeça sem graça. "Como faço pra convencê-lo?" se perguntava.

-Objeção a que? Você nunca tem objeção nenhuma. - Chanyeol questionou, mas já imaginava qual seria. Podia ser brincalhão, mas não era lerdo, ainda mais por dividir o quarto com o dono da objeção e o dono do que levou a objeção.

-Tem sempre uma primeira vez. Eu só não entendo a razão do Chanyeol-huyng estar na frente, se ele não é um dos melhores dançarinos. O Lay-hyung e o Sehun estão na frente e eles são dançarinos principais igual a mim. - soltou de uma vez. Sua razão não era aquela e nunca seria, porque não se importava com as posições que ficasse na dança, apenas queria dançar.

-Kai! - Suho o repreendeu. - Desde quando você é assim? O Chanyeol dança razoavelmente bem e o passo é fácil.

-Mas quebra a lógica, hyung! Se os dançarinos principais estão na linha da frente, o que estou fazendo aqui atrás? - apressou-se a indagar.

-D.O não é dançarino principal igual a mim, então não vejo a razão de quebrar a lógica. Dois dançarinos e dois não dançarinos. - Chanyeol argumentou, com intenção de provocar Kai e Baek, e Sehun balançou a cabeça em negação. Já tinha entendido a intenção dos que discutiam.

-Aish Kai, por que você tem razão hein? Façam assim, Kai pra frente com Suho e vocês dois pra trás. - o coreógrafo mandou e apontou para Chanyeol e D.O, fazendo sinal para que eles fossem para trás. -Mas o Suho-hyung não dança muito bem também. - Kai soltou. Ele não queria dizer aquilo de nenhum dos amigos, mas ele não podia suportar a ideia daquele passo ser feito com o seu Kyungsoo sendo tocado por Chanyeol.

Todos olhavam incrédulos para Kai, menos Sehun. O maknae percebia nitidamente o ciúme do amigo. De certa forma entendia, porque Chanyeol e Baekhyun tinham brigado por culpa de ciúmes do segundo e desde então Chanyeol vinha monopolizando D.O para si. Jongin vivia reclamando com Sehun que as pessoas estavam deixando de gostar de Kaisoo para passar a shippar Chansoo por culpa do grandão de orelhas grandes.


-Flashback on-

-Mas você quer o que também? Agora você namora a Krystal e não tem mais nenhum relacionamento amoroso com o Kyungsoo-hyung. - Sehun dizia enquanto brincava com Vivi. Os dois amigos tinham saído naquele domingo para levar os cachorros ao parque. Enquanto brincava com Vivi, sentiu um tapa forte na cabeça e olhou para Kai completamente indignado.

-Você sabe muito bem que eu não namoro com a Krystal! Tudo é fachada! Eu nunca tive nada com a Krystal e nunca vou ter! Você sabe muito bem de quem eu gosto. - o moreno reclamava.

-Eu sei, mas ele não sabe. - Sehun ressaltou e viu o amigo abrir a boca para falar algo, mas depois fechá-la. - Você foi um babaca em não ter contado pra mais ninguém que o namoro é de fachada. Você realmente acha que as pessoas vão ficar shippando KaiSoo, quando se tem um ChanSoo mais real? É só olhar pro SeBaek. O pessoal está me shippando com o hyung só porque ele se aproximou de mim pra causar ciúmes no Chanyeol. Isso deve ser a mesma coisa com o ChanSoo. O Yoda deve ta se aproximando do hyung pra causar ciúmes, como se já não bastasse a razão dele estar separado do Baek-hyung ser por culpa de ciúmes. Aish, vocês hyungs são tão burros. Não conhecem a palavra "conversar"? - Sehun praguejou. Tinha paciência para aqueles dramas não.

-Eu concordo plenamente que os hyungs precisam se acertar logo. O Baekkie-hyung não deveria ficar com ciúmes do Chanyeol-hyung por flertar com o avatar do jogo. Aquilo era parte da missão né? Eu acho...

-Você e o D.O precisam conversar também. Eu não estou falando só deles, estou falando de vocês dois também. Até quando vai ficar guardando seus sentimentos pelo D.O? Você viu que ele nunca se incomodou com o meu relacionamento com o Luhan e nem com o do Xiumin-hyung e Chen-hyung. - Sehun falou e começou a rir ao sentir Vivi lamber seu rosto.

-Mas eu fico com medo. A gente é muito amigo e eu fico com receio de tudo se desfazer por culpa de um sentimento meu. - Jongin disse triste enquanto bagunçava os pelos de Monggu - Eu pensei que o hyung iria mostrar algum sentimento quando visse a notícia do namoro e viria me perguntar se era verdade, mas pelo contrário, ele me deu parabéns...

-Você lembra que ele é ator né? - o maknae indagou. - E que vocês nem se viram quando a notícia de fato saiu. Ele teve tempo o suficiente pra se preparar, então para de cu doce e vai logo falar com ele. O não você já tem, o que custa ir atrás do sim? Você é muito otário, só você não percebe o quanto Kaisoo é real e não um fanservice. O hyung gosta de você e sempre gostou, mas é tímido demais pra chegar e tomar uma iniciativa. Quantas vezes você pediu algo a ele e foi negado? - questionou e viu o moreno pensar. - Nenhuma, Jongin, nenhuma... - resmungou cansado da lerdeza alheia.

-Ah, mas isso é...

-É por nada, Jongin, por nada além de sentimentos que ele tem por você. Acorda logo antes que seja tarde demais. Explique a ele que tudo não passa de algo bolado pelo CEO e que você na verdade o ama. Eu quero parar de servir como um objeto de ciúmes, porque depois o Hannie vai nem se importar com o fato de ninguém poder saber que a gente ainda mantém contato e vai invadir o dormitório pra me castrar. - falou e olhou para o amigo desesperado. Jongin riu. - Não ria, seu imbecil. A partir do momento que você se confessar pro D.O-hyung, vocês vão ficar juntos e o Chanyeol não vai ter mais ninguém pra usar. Agiliza logo isso ai, Jongin. - mandou irritado.


-Flashback off-


Desde a conversa que teve com Sehun, Jongin vinha pensando em tomar coragem. Ainda não tinha decidido nada, mas ao imaginar que Chanyeol poderia tocar seu Soo de uma forma mais íntima que o normal, se sentiu desesperado. "E se eles acabassem se gostando mesmo?" pensava desesperado.

-Kai, o que está havendo com você? Desde quando engoliu um rei e fica fazendo distinção de quem dança bem ou não?! - Suho questionou irritado. Ele não estava entendendo a atitude do mais novo. O moreno acabou abaixando a cabeça, mas logo a levantou.

-Desculpe hyung, mas eu só estou falando a verdade! O D.O-hyung dança melhor, então o certo seria ele ficar na frente comigo. - insistia.

-Olha, por você nunca falar nada e fazer tudo o que mandam, vou acatar ao seu pedido. Vamos trocar. D.O vem pra frente, Suho e Chanyeol ficam atrás. - o coreógrafo decidiu e olhou para todos como se os desafiasse a tentar argumentar contra ele de novo.

Jongin abriu um enorme sorriso ao perceber que tinha conseguido, enquando Kyungsoo ruborizava. O mais baixo foi para frente do mais novo e se abaixou, enquanto Jongin abria a perna e encaixava o corpo do seu precioso hyung com o seu. Não estavam colados, mas era notável como os corpos se encaixavam perfeitamente.

Após fazerem a posição inicial, Jongin passou o resto dos ensaios com um sorrisão no rosto. Tinha conseguido impedir que alguém tocasse no seu pequeno e em troca ele ainda o estava tocando. Não podia se ver mais feliz.

-Kai, fala pra Krystal que o diretor elogiou uma cena dela no filme. - Lay falou enquanto os 9 descansavam para voltar a ensaiar.

O sorriso do moreno se desfez e ele olhou para Kyungsoo, mas o mesmo conversava animadamente com Chanyeol. Aquilo o irritou, mas ele deu um sorriso forçado para o chinês e se levantou para ir ao banheiro. Entrou no lugar e se olhou no espelho. Estava frustrado de novo. Parou para pensar no que Sehun tinha falado e perceu que, de fato, Kyungsoo nunca o negou nada, sempre fez tudo o que pedia.

O que tinha levado o fanservice deles a existir fora justamente a forma como ambos se tratavam. Jongin sempre olhava seu pequeno hyung, enquanto o outro nunca o batia se fizesse alguma brincadeira, mesmo que implicasse com ele o tempo todo para ter sua atenção.

-Kai, você está se sentindo bem? - a voz da pessoa que confundia a mente do moreno se fez presente. Ele congelou. - Kai? - D.O voltou a chamar e se aproximou, embora não tocasse no amigo por vergonha. Jongin sempre exercia efeitos únicos no coração de Kyungsoo e era por essa razão que o pequeno se aproximou mantendo uma distância.

-Por que não volta a me chamar de Jongin? - o moreno murmurou. Desde que Kyungsoo tinha voltado do Japão com Chen e a notícia do namoro com a Krystal surgiu, D.O parou de chamá- lo pelo nome. Aquilo deixava o moreno muito triste.

-Eu parei de chamar? - Kyungsoo questionou e comemorou por dentro, porque pensou que sua voz iria entregar sua mentira.

-Sim. É como se tivesse nos afastado. - Jongin respondeu não percebendo a mentira do mais velho. Talvez D.O fosse melhor atuando do que o mesmo pensava.

-Não estamos distantes, nossa agenda que...

-Você está muito próximo do Chanyeol-hyung e praticamente esqueceu de mim. - Jongin soltou seu drama e desviou o olhar da pia a tempo de ver os olhos do mais velho se arregalarem.

-O..O...O Chanyeol só... só está triste pelo o que aconteceu com ele e o Baekkie. - respondeu gaguejando e se repreendeu internamente.

-Isso...

-NÃO ACREDITO QUE VOCÊ LARGOU O MEU PRESENTE NA MESA E O BAEKKIE PEGOU! - Chen entrava no banheiro de forma escandalosa e isso interrompeu o que o mais novo iria dizer.

-ELE NÃO PEGOU, ChenCheny! - Xiumin entrou atrás e tentava convencer ao namorado que o presente estava consigo ainda. - Eu o deixei na mesa pra sempre lembrar de você.

-Magoou meus sentimentos, hyung. - Chen avisou olhando para o mais velho e fazendo bico.

-Não fica assim, desculpa. - Xiumin pediu e depositou um selar nos lábios do namorado bicudo.-Er... - D.O pigarreou para fazer com que o casal percebesse que não estavam sozinhos no banheiro.-Oh Kyung! - Chen virou para o amigo animado. - O que está achando da dança? Eu tô morrendo com a coordenação motora. - falou animado.

-Isso é porque você não serve pra dançar. - Xiumin provocou e recebeu língua. - E nem parece ser adulto também...

-Vão começar... - Jongin resmungou.

-Ah fica quieto. Vai me dizer que não tem essas briguinhas com a Krystal? Me poupe, Kai. – Chen brincou e recebeu um olhar mortal do moreno. – Que cara é essa de quem comeu e não gostou? Está brigado com a namorada?

-Não é nada. – resmungou baixinho.

-E que cena o Kai fez pra dançar com você hein, D.O? – Chen quis implicar, mas assim que procurou pelo mais baixo, o mesmo não estava no banheiro. – Ué, por onde ele passou que não vimos? – questionou confuso.

-Aish hyung. – Jongin praguejou novamente e saiu do banheiro deixando o casal para trás.

Depois daquele momento, dançaram novamente e aquele foi o único contato que Kai teve com seu precioso hyung. O moreno estava se tornando inquieto, porque só conseguia conversar com Kyungsoo nos ensaios, já que no dormitório o dono dos olhos grandes era completamente monopolizado pelos demais amigos. Aquilo era demais para ele.

-Hyung, podemos conversar? – questionou no ensaio do dia e viu que Kyungsoo queria negar, mas a resposta não veio pelo fato do coreógrafo os chamar para dançar novamente.

Jongin perdeu sua paciência naquele instante e resolveu cometer uma loucura. Se posicionaram para começar a dança e na hora de se posicionar por trás do seu hyung, mas sem tocá- lo, o moreno o agarrou pela cintura e fez com que a bunda de D.O se chocasse com sua cintura, bem onde tinha sua masculinidade. Na mesma hora Kyungsoo se ergueu e encarou Jongin com os olhos arregalados. O moreno o fitou, mas tinha olhos profundos de desejo pelo seu hyung e de raiva por estar sendo ignorado.

Talvez Sehun esteja certo e meu pequeno goste de mim, mas eu não percebi.” pensou.

-O que aconteceu aí? Pararam de dançar por quê? – o mais velho de todos questionou e viu os capricornianos soltarem um sorriso sem graça. – Vamos voltar a música. – decretou e ouviu os “alunos” resmungarem.

Todas as outras vezes que a música se seguiu, Kai repetia o mesmo movimento e Kyungsoo se sobressaltava. O coreógrafo e todos os integrantes começaram a ficar irritados por estarem tendo que voltar a dança por culpa dos dois, então o mais velho – presente ali – decretou que todos estavam liberados, menos os dois atrapalhões.

-Vocês vão dançar a música várias e várias vezes. Volto em uma hora e quero vocês dois me mostrando que consertaram o erro de vocês. – avisou e saiu da sala com uma cara emburrada.

-Mas que porra é essa, Kai? – D.O se sobressaltou. Podia ser tímido e tudo, mas quando se irritada, mudava completamente.

-Por que está me evitando?! – o moreno revidou. Os dois estavam sem paciência e isso era um pouco perigoso, porque eles falavam as coisas sem se importar em machucar o próximo.

-E por que não posso te evitar?! – Kyungsoo rebateu.

-Então admite que está me evitando.

-Interprete como quiser, só não quero você agarrando minha cintura e fazendo nossos quadris se chocarem! Parece que perdeu a noção das coisas e está fazendo tudo de acordo com a música. Nós não somos monstros, Kai. – o baixinho falou irritado e semicerrou seus olhos.

-E eu não sou um monstro! Eu só quero entender a razão por se afastar de mim. Por acaso tem algum amor platônico e depois que descobriu do meu namoro, está se sentindo mal? – questionou e viu o mais velho recuar, mas depois rir sem humor nenhum.

-Você se acha muito, sabia? E se eu tiver um amor platônico? E se na verdade eu estiver apenas chateado por ter pensado que éramos melhores amigos e que você não me contou seu segredo e eu só descobri quando todos descobriram? – retrucou.

-Você já foi mais inteligente, hyung. Não conhece a SM? O namoro do Baek-hyung com a Tae-noona não foi uma lição? – rebateu, se aproximando de Kyungsoo.

-Está querendo dizer que seu namoro é de fachada? – D.O perguntou surpreso. – Se é de fachada, então por que não contou a ninguém?

-Porque a pessoa que eu queria ser o primeiro a contar me deu parabéns e nem pareceu ficar chateado. Eu fiquei com o orgulho ferido e bastante magoado. – o moreno respondeu sincero e agora já estava bem próximo do seu hyung. Respirou fundo e tomou coragem. – O CEO pediu pra mim e a pra Krystal fingirmos ser namorados pra dar uma luz ao F(x) e pra ver se o Exo seria tão procurado nas redes sociais quanto o NCT, que iria lançar. – explicou.

-Não estou pedindo explicações, Jongin. – Kyungsoo murmurou e o moreno sorriu.

-Você me chamou de Jongin de novo. – o moreno sussurrou e sorriu feliz. – Hyung...

-Você está muito perto. – Kyungsoo o alertou e poderia dar um passo para trás se quisesse se afastar, mas ele não o fez.

-Eu gosto de você, hyung. – Jongin confessou sem mais nem menos. – Você gosta de mim? – questionou e segurou a cintura do mais velho.

-Jongin... é... complicado. – respondeu sem jeito e não obteve respostas, somente atos.

O mais novo colou os lábios aos seus semelhantes e inclinou a cabeça um pouco para o lado, em uma tentativa de melhorar mais o toque dos lábios. Sentiu uma pequena resistência em seu hyung, mas era pequena demais. Pediu passagem no beijo e ficou feliz em ver que foi concedida. Aproveitou para aproximar os corpos e abraçou o corpo menor no seu. Tinha desejado por tanto tempo aquele toque, que mal conseguia se controlar. O beijo teve fim graças ao mais velho, porque ele empurrou o mais novo e o fitou com uma expressão confusa.

-Jongin... isso é errado. Você namora. – Kyungsoo falou baixinho. Jongin sorriu e o virou para o espelho do estúdio de dança.

Jongin parou por trás do corpo menor que o seu e o abraçou, além de puxar o quadril alheio para se chocar com o seu. Kyungsoo arregalou os olhos ao sentir um leve volume entre suas nádegas e também pelo olhar felino que o mais novo deixava explicito em seu reflexo no espelho.

-Hyung, eu não namoro de verdade. Esquece isso, por favor. – sussurrou bem baixinho ao pé do ouvido do mais baixo. – Eu gosto de você desde que nos conhecemos.

-E por que nunca falou? – questionou.

-Porque eu gosto muito de você e nunca quis te perder. Eu tentei confessar algumas vezes, mas o medo batia e eu recuava. O Chanyeol-hyung acabou me atiçando ao ficar muito tempo perto de você e por isso eu estou aqui... querendo saber o que sente por mim e se podemos ficar juntos. – declarou e se afastou do corpo mais baixo para poder vira-lo e encará-lo no fundo dos olhos. – Você também gosta de mim, Soo? Mesmo que um pouquinho?

-Se eu não gostasse, não teria chorado quando soube que você estava namorando. – confessou dando um sorriso sem graça.

-Você chorou? Mas e seus parabéns...

-Eu sou um ator, Jongin. – D.O lembrou e o moreno riu. – Está rindo do quê?

-O Sehun me disse a mesma coisa. – explicou e parou de rir para admirar o rosto do seu amado. – Posso te beijar de novo, hyung?

-Essas coisas não se pedem, Jongin. – Kyungsoo resmungou e viu o mais novo rir, enquanto aproximava os rostos. Ambos voltaram a se beijar e dessa vez com volúpia.

Descobrir que os sentimentos eram correspondidos os deixou em um êxtase sem precedentes. Mesmo com falta de ar, se afastavam e distribuíam selares entre o rosto do outro. Acabaram rindo de como estavam clichês, mas logo voltaram a se beijar com desejo novamente. O clima começou a esquentar e antes que mais alguma coisa pudesse acontecer, ouviram o barulho da porta do estúdio se abrir e se soltaram em um rompate.

-Oh! Vejo que ensaiaram bastante hein? – o coreógrafo falou fitando o estado bagunçado dos dois. Ambos estavam ofegantes e com o cabelo bagunçado. O mais velho nem imaginava que a razão para toda aquela confusão física era por outro motivo. – Eu quero ver os dois dançando agora. Se posicionem. – ordenou e o casal nada pôde fazer se não obedecer a ordem.

Diferente de antes, os dois agora estavam bem mais sincronizados.

12 июня 2019 г. 22:09:02 0 Отчет Добавить 1
Конец

Об авторе

Прокомментируйте

Отправить!
Нет комментариев. Будьте первым!
~