Aquele Que Eu Amo Подписаться

miisayama Misayama

Forte, alto e musculoso é assim que Sasuke Uchiha se auto proclama e o mais importante, Gay assumido. Naruto é o mais novo aluno da Faculdade de Administração e consequentemente da classe de Sasuke. Um esbarro no corredor e um convite pra sair foi assim que começou. Em Aquele Que Eu Amo as notas que compõem a música do amor são tocadas por dois jovens que em contraste com a dança, descobrem um sentimento capaz de superar barreiras.


Фанфик Аниме/Манга 13+.

#amor #musica #sasunarusasu #Sasuke-Seme #Naruto-Uke #Danca
4
3.3k ПРОСМОТРОВ
В процессе - Новая глава Каждые 30 дней
reading time
AA Поделиться

Espaço de Dança Uchiha

Massageie as têmporas suspirando enquanto vejo Sakura caminhando em direção a nós.

Lá vem sua gata, oh! – meu amigo tira sarro de mim, Suigetsu era um idiota, mas por incrível que pareça eu gostava dele, talvez por eu ser idiota também.

Cala a porra da boca Suigetsu, eu odeio aquele cabelo de chiclete mal mascado. – respondo vendo ela chegar mais perto de mim e me cumprimentar como sempre.

Oi Sasuke-kun! – ela ajeita seu decote se esfregando em mim enquanto acha que eu tô gostando.

Você é pior que grude Sakura! Vaza daqui! – digo olhando pra ela – Eu sou gay, minha filha! Quantas vezes eu tenho que repetir isso, hein? Me deixa em paz! – digo furioso empurrando a de perto de mim. Sakura era uma idiota homofóbica que eu geralmente detesto, eu já repeti não sei quantas vezes a ela que eu sou gay. Eu gosto de homens e ela parece que não entende. Será que ela acha que vai me “curar” é?

Isso é inadmissível Sasuke! Como, como você é gay? Eu não aceito! Não aceito que não goste de mim! É porque você ainda não me conhece amor, hein vem comigo – ela sorri safada se aproximando do meu rosto e pegando na minha mão. – Hein, vem comigo que eu te faço esquecer rapidinho que e gay e você vai passar a me amar, somente a mim. – fala me olhando e já me puxando.

Solto minha mão bruscamente da sua enquanto ela me olha furiosa pelo ato.

Ei gato, bora pra aula! – Suigetsu me chama. – Você sabe, Kakashi odeia que atrasem em suas aulas, mesmo que seja sempre ele o atrasado. – Ele me puxa em direção a sala de aula. – Desculpa chiclete rosa, mas o meu amigo Gay aqui, vai pra aula! Bora! – Ele frisa bem o 'Gay' pra ver se aquela idiota me deixa em paz e eu sigo com ele pra aula agradecendo mentalmente ao meu amigo ali.

Atrasado. Era assim que eu me encontrava enquanto corria desesperado em direção a Faculdade. Porque eu tinha que dormir mais que a cama hein!? Aí que saco! Culpa do Neji, que fica me mandando mensagem a noite toda! Aquele idiota! E eu sou mais idiota ainda de ficar respondendo e não ir dormir mais cedo, sabendo que hoje era o primeiro dia de aula e quem sabe um novo começo.

Acabei de chegar em frente ao Campus e respirei fundo ficando um pouco mais calmo, adentrando o local que era enorme e observei, pessoas de todas as idades andando, conversando e outros sentados em bancos estudando alguma matéria. Procurei pelo banheiro pra me arrumar um pouco antes de entrar na sala de aula. Já estava com o horário nas mãos que minha vó fez questão de levar lá em casa ontem e peguei o olhando pra que sala eu ia agora.

Sala 2B. Bloco 1 – falei a mim mesmo e sai do banheiro procurando o local.

Puta que pariu! – xinguei mentalmente. – Como eu odeio essa matéria! – suspirei na carteira olhando o professor Kakashi falar sobre algo que eu não compreendia. – Preciso sair daqui agora, antes que eu morra de tediooo.

Sensei. – levantei a mão chamando Kakashi.

Sim, Sasuke.- ele me olha. – Quer responder sobre o tema?

Não, preciso ir no banheiro, você sabe não dá pra fazer certas coisas na sala de aula. – falei e vi todos da sala da um sorrisinho.

Vai bater uma punheta lá é Sasuke? – Suigetsu pergunta de lá do fundão. – Qual é! – todos da sala começam a rir e eu também.

Pode ir Sasuke. – ele fala e olha pra sala toda que para de rir. – Nós não precisamos saber dos detalhes.

Valeu brother! – Levantei da carteira mais rápido que o flash e sai da sala.

Até agora não achei essa... – esbarro em alguém e acabo deixando os livros caírem.

Me desculpa. – a pessoa em quem esbarrei fala. – Deixa que eu pego pra você.

Pode deixar. – me abaixo e começo a juntar meus livros e ele me ajuda. Nossas mãos acabaram se tocando e eu olhei pra ele.

Obrigado. – agradeço meio sem graça e ele me entrega os livros. – Hã, você é estudante daqui, certo? – pergunto.

Sim, sou aluno do 3° Período de Administração, Sasuke, Uchiha Sasuke. – ele se apresenta e me estende a mão pra cumprimentar. Aperto sua mão e digo lhe meu nome também.

Naruto, Uzumaki Naruto. – falo e dou um sorriso pra ele. Nossa eu nunca tinha visto alguém tão bonito quanto esse Sasuke. Ele é moreno, alto, forte e musculoso, bem o tipo de garoto que eu pegaria, ele me lembra o Neji, mas só que mais bonito, muito mais bonito.

Aí eu tô muito atrasado. – digo. – Será que você pode me ajudar Sasuke é que sou novo aqui e não conheço a Faculdade, você sabe onde fica essa sala 2B? Bloco 1 – Mostro lhe o papel em minha mão.

Loirinho, você tá com sorte. – ele me responde sorrindo e enfiando as mãos no bolso da jaqueta. Tenho quase certeza que ele é o garoto mais popular daqui só pelo seu jeito bad boy.

Eu tô é!? – rio pelo jeito dele.

E claro que está. Olha eu sou dessa mesma turma. – ele fala se aproximando de mim e passando seu braço pelo meu ombro. – Vem, vou te levar até lá.

Você é sempre assim é? Atirado desse jeito? – olho pra ele que me guia até a sala, ele olha e sorrir pra mim, um sorriso que meu Kami, que sorriso!

Vamos dizer que não, você tem sorte loiro, você tá andando com o cara mais popular dessa Faculdade inteira. – fala convencido. – Chegamos. – ele para de frente pra sala e entra. Fico olhando pra ele com vergonha de entrar, pelo fato de estar atrasado.

Ei loiro, vai ficar parado aí que nem poste sem luz? – pergunta e me puxa pra dentro da sala. – Sensei, acho que esse aqui e o novo aluno. – ele comenta com um cara de cabelos prateados e uma máscara no rosto.

Hum, como no você se chama rapaz? – o de cabelos prateados pergunta.

Naruto Uzumaki. – respondo e vejo Sasuke sentando numa carteira, eu disse que ele tem jeito de bad boy, até a forma de se sentar todo largado é de um.

Bem Naruto-kun, eu sou Kakashi Hatake e sou o professor de Matemática Financeira. Você gostaria de se apresentar pra classe? – pergunta.

Hã, meu nome é Naruto Uzumaki. Tenho 19 anos e espero que possamos nos dar bem. – digo olhando pra turma. Eu detestava isso, era sempre assim, meus pais viajavam a trabalho e me carregavam junto com eles pra tudo quanto é canto. Na outra Faculdade em Nova York, eu tinha feito vários amigos dentre eles, Neji, Hinata, Kiba, Shino e Lee, sem falar na louca da Ino, de quem eu sentia falta. Aliás, eu sinto falta de todos eles, droga, porque é sempre assim?

Muito bem Naruto, tem um lugar vazio ali, perto do Sasuke. Sente se ali por favor.

Caminho em direção a carteira vazia perto de Sasuke e sento colocando meus livros em cima da mesa e minha bolsa no chão do meu lado.

Ei loiro quando terminar a aula vou te levar num lugar. – Sasuke sussurra pra mim.

'Cê tá doido é? – falo com espanto. – Eu mal te conheço, vai que você quer me sequestrar. – digo um pouco alto e Kakashi me olha.

Algum problema aí Naruto? – pergunta parando de escrever no quadro e me olhando. Acabo ficando sem graça, esse idiota do Sasuke, mal conheço e já me mete em encrenca, acabo olhando pro mesmo e estreitando os olhos vendo ele sorrir com a cena.

Não sensei, desculpa. – digo.

Hum. – é a única coisa que me diz antes de voltar a escrever.

Como eu disse loiro, vou te levar num lugar depois da aula e fique tranquilo, eu não sou sequestrador de loiros indefesos. – fala e se ajeita na carteira, bem ajeitar não é bem a palavra, já que ele se sentava todo largado e ficava mastigando um algo que eu não sabia o que era.

Mas quem aquele loiro pensa que é!? – Sakura resmunga olhando Naruto e Sasuke sentando junto no intervalo. – Eu aqui o ano inteiro tentando uma aproximação com o Sasuke-kun e esse loiro oxigenado mal chega e já tem a atenção toda do Sasuke pra si. Acabo me aproximando e escutando a conversa dos dois.

Então quer dizer que o loiro aqui já viajou por vários países! – Sasuke falava rindo e me olhava.- Me diga loiro, pra que mudar tanto assim de lugar? – me pergunta se arrumando no banco pra me olhar mais de perto. Eu acabei sentando com os amigos de Sasuke na hora do intervalo, já que mal me conhecia e o 'moreno aqui já me considerava seu melhor amigo.

Bem, vamos dizer que meus pais são bem ricos, tipo muito ricos mesmo, então eles precisam viajar a negócio e como não gostam de me deixar sozinho, eles me carregam com eles. – digo simplista comendo meu bolo. – A única coisa ruim de tudo isso e que não tenho amigos, bom não até minha última viagem a Nova York onde conheci pessoas incríveis com quem criei laços realmente fortes. – falo me lembrando da Ino, eu tinha uma conexão realmente forte com ela e deixá-la foi muito difícil.

Aquela loira era ótima dançando, já perdi as contas o quanto todos nós adorávamos disputar pra ver quem mandava bem no Hip Hop. Ela era espontânea, esperta e muito linda, mas não se enganem, eu sou gay, não assumido assim, mas sou. Tenho medo de me assumir pros meus pais, eles não admitiriam um filho gay, a não, eles me deserdariam na hora.

Vestiu o que eu pedi? – Sasuke pergunta me avaliando. – Loiro!

Sasuke! Eu mal te conheço e você vem com esse papo de que quer me levar pra conhecer um lugar, quem me garante que você não vai me sequestrar? – me indigno um pouco. O cara mal me conhece e quer me levar a algum lugar que eu não sei qual é e ele não tem a menor intenção de dizer também.

Eu pedi pra você vir com calça moletom, camiseta e de tênis, porque você não veio do jeito que eu pedi?. – Eu já tava começando a ficar com um pouco de raiva de Sasuke agora.

Sasuke! Eu vou assim do jeito que eu tô! – eu estava vestido com uma calça jeans meio apertada, uma camisa polo e jaqueta.

Ah não vai não! – ele me empurra pra dentro do apartamento de novo. Eu tinha combinado dele ir me buscar. Droga!

Sasuke deixa eu ir assim!

Não! Você vai do jeito que eu pedi!

Sasuke! – ele acaba rindo do jeito que eu falei meio manhoso.

Você não vai me convencer loiro! – fala me empurrando até meu quarto e me jogando na cama indo até meu guarda roupa.

Você é muito idiota! – falo.

E lindo pra porra também! Veste isso aqui logo! – eu acabo corando com a fala dele.

É mais o tanto que você é lindo, você é idiota! – dou conta do que digo e corro com as roupas pro banheiro indo trocar lá dentro.

Foi só um dia e eu estava gostando da amizade de Sasuke. Por incrível que pareça é como se eu e ele nos conhecêssemos desde crianças e eu realmente gosto da sensação. Por fim, acabei trocando de roupa e vesti o que ele queria, se ele ia me levar a algum lugar que precisasse usar esse tipo de roupa, então não ia contestar.

Pronto! – sai do banheiro vestido e isso me lembrou da época que eu dançava Hip Hop com meus amigos em Nova York.

Nossa loiro, como você é gato! – Sasuke fala na maior naturalidade e isso me deixa apreensivo e com o coração batendo muito mais forte.

Seu idiota! Cala a boca e vamos logo pra esse tal lugar! – Esse idiota como ele fica falando essas coisas pra mim?

Vamos loiro! – ele sorri e me puxa pelo braço. – Acho que vai gostar de onde eu vou te levar, e só pra você saber Suigetsu é o único além de mim que sabe desse lugar e agora você também saberá, então pode se sentir especial. – ele sorri presunçoso e descontraído enquanto sobe na moto e eu subo atrás dele.

É um teme mesmo – falo e rio. – Sério Sasuke, que lugar é esse que você diz hein? E porque eu deveria me sentir especial, hum? – seguro na cintura dele e ele da partida na moto.

É um segredo loiro. – ele responde enquanto segue em direção ao nosso destino. – E eu não sou um Teme, seu Dobe!

Sasuke! - grito e ele ri alto.

Chegamos! – ele desce da moto e tira o capacete e foi a visão mais linda que eu já tive de alguém, os cabelos de Sasuke bagunçados e ele com um sorriso pequeno, porém muito sexy.

Vai ficar aí só me admirando é? – ele pergunta chegando bem perto de mim e rindo ladino. – Vamos desce logo daí que pra eu te mostrar esse lugar de uma vez.

Desci da moto e observei o local. Estávamos em frente a um galpão, o lugar era muito grande e cheio de grafites pintados.

Vem vamos entrar. – Sasuke diz e eu sigo atrás dele. Ele acaba abrindo uma porta e o que eu vi foi, várias e várias pessoas rindo e se descontraindo enquanto tocava, espera o que?

Isso é Hip Hop tocando? – pergunto surpreso e olho pra ele.

É isso aí loiro! Bem Vindo ao Espaço de Dança Uchiha. – ele abre os braços sorrindo e corre em direção a um pequeno grupo aonde tinha algumas pessoas dançando e eu o segui observando tudo.

Era realmente grande o galpão, eu nunca pensei que poderia existir algo desse tipo, não aqui nesse lugar. Quer dizer, não que nós morávamos em um lugar ruim pelo contrário, a área em que nos encontravamos era considerado o melhor condomínio. Tinha sido uma surpresa e tanto.

Sasuke estava no meio de um grupo. Ele era um cara grande e bonito, mas parece que havia pelo menos mais três cópias dele ou ele era a cópia deles, três morenos realmente lindos parecidos com Sasuke conversavam e observavam duas pessoas dançando e em algumas partes da música eles ficavam bem eufóricos, eu me aproximei e vi eles me olharem.

Wow! Carne nova no pedaço, é? – um moreno alto de cabelo de rabo de cavalo grita.

Ah, esqueci de apresentar vocês né loiro! Que cabeça a minha! – Sasuke bate na testa. – Itachi esse é o Naruto! – diz me apresentando. – Loiro, esses são meus irmãos, Itachi, com essa cara de cavalo dele. Itachi olha como se dissesse “seu cu, seu emo de merda” e Sasuke ri.– Óbito, e Shisui, ah e tem nossa mama também Hashirama e nosso pai Madara que é quem rege essa cambada toda aqui – fala apontando pra cada um dos irmãos.

Puta que pariu Sasuke, mas tu fala hein? – Óbito levanta e me cumprimenta. – E ae Naru, posso te chamar assim?

Ah, claro sem problemas! O Sasuke me chama de loiro o tempo todo desde que me conheceu, que no caso foi hoje mesmo, né emo? – Agora eu também tinha algo pelo qual chamar Sasuke, valeu Itachi! – agradeci em pensamento.

Ah não! emo não! Tá vendo Itachi? Tá vendo o que você fez? – Sasuke me aponta. – Por favor loiro, só não me chama de emo, ok?

Ta bom emo! – brinco e todos riem.

Quem sabe isso não é um novo começo, não é? – penso e rio olhando pra todos. É isso pode funcionar. – digo feliz e me enturmando mais com eles.





12 июня 2019 г. 14:44:55 3 Отчет Добавить 0
Продолжение следует… Новая глава Каждые 30 дней.

Об авторе

Misayama Pra mim não existe NaruSasu. O simples pensamento do Sasuke Uke me dá agonia. Eu só consigo ler SasuNaruSasu. Estudante de Administração. Amo escrever. Adoro tomar chá e observar o pôr do sol toda tarde.

Прокомментируйте

Отправить!
jaqueline ribeiro jaqueline ribeiro
Adorei tudo bjs já estou ansiosa pelo próximo.

  • Misayama Misayama
    Obrigada! Com certeza vou postar mais! :3 13 июня 2019 г. 17:11:42
~

Похожие истории