We are experiencing some slowness issues in our website. We apologize and thank you for your patience while we continue to work hard to reestablish fast performance.
sweet-mary Mary

Nunca conheci ninguém que se parecesse comigo. Nunca recebi nenhuma música em dedicatória. Nunca morei em outra cidade. Nunca virei o ano na praia. Nunca recebi flores. Nunca gozei da popularidade. Nunca, porém, desisti dos meus sonhos. Nunca perdi a esperança. Nem sempre a mostro, mas carrego num baú bem escondido no meu peito a fé. O brilho dos meus olhos não é efeito de filtros, é o otimismo sobrevivente que se manifesta nas minhas íris. Nunca fui à princesa de ninguém, mas nasci na primavera, meus olhos são negros e brilhantes como a jabuticaba, doces e penetrantes como uma flor única cujos botões se abrem lentamente, a flor de novembro, a poesia escrita sem versos, acompanhando o espetáculo da própria vida. Uma flor que não existe outra igual no mundo. Guardada no verso que não morre quando escrito, mas assina a imortalidade e perdura. A flor de novembro se faz e refaz tal qual a ave fênix, das próprias cinzas ressurge a coragem. Essa sou eu, impaciente com meios termos. E este é o meu caderno.


Документальная проза Всех возростов.

#poesia #sonhos #traumas #pensamentos #frases #mulher #reflexões #escritora-mary #recomeço #desabafos #libertação #decepção-amorosa
2
4.0k ПРОСМОТРОВ
В процессе
reading time
AA Поделиться

Eu acredito em mim mesma

Curitiba, 02 de janeiro de 2016.

Ninguém pode me acusar de não acreditar em mim mesma porque se não acredito, não sei o que fiz a minha vida inteira.

Como qualquer pessoa de carne e osso eu tenho fraquezas e dúvidas. Se eu não tivesse suspeitas, não sei se poderia me considerar humana.

Quanto às fraquezas, às vezes o mundo vem e tenta cortar as minhas esperanças pela raiz, no entanto quem a vocês escreve é alguém que apesar de todos os ventos contrários e cicatrizes, ainda acredita.

Afinal, se eu não acreditar em mim, quem é que vai?

12 мая 2019 г. 22:15:55 0 Отчет Добавить Подписаться
1
Прочтите следующую главу Aconteça o que acontecer, eu vou continuar sorrindo.

Прокомментируйте

Отправить!
Нет комментариев. Будьте первым!
~

Вы наслаждаетесь чтением?

У вас все ещё остались 82 главы в этой истории.
Чтобы продолжить, пожалуйста, зарегистрируйтесь или войдите. Бесплатно!

Войти через Facebook Войти через Twitter

или используйте обычную регистрационную форму

Больше историй