Короткий рассказ
8
589 ПРОСМОТРОВ
Завершено
reading time
AA Поделиться

Carta de Despedida

Adeus a todos, principalmente aos que não se importam. Adeus aos que não lerão, aos que fingiram se importar enquanto ainda havia tempo e aos que acharam que se importavam. Adeus aos que por uma pressão biossociológica se viram obrigados a se importar, vocês não têm mais este fardo agora.


Adeus até mesmo para mim que por pura esperança e ingenuidade fui quem mais se importou. Adeus para o bom senso que me arremeteu em meia vida para enfim aceitar a triste realidade que a maioria não se importa. Adeus a todos personagens variantes de mim que muitas vezes criei só para que estes pudessem afastar a dura carga de ser eu.


Bem-vinda covardia, que me impede de criar coragem para dizer o definitivo e verdadeiro adeus, que me prende ao sofrimento e que me ajudar a interpretar o sorriso falso de todos os dias. Covardia ó minha fiel companheira como me agradaria lhe dizer adeus, mas estás em mim tão penetrada que de mim já faz parte.

19 апреля 2019 г. 12:41:40 5 Отчет Добавить 7
Конец

Об авторе

Junio Salles Nascido em Belo Horizonte, desde pequeno vivia em mundos de fantasia criados por mim mesmo em minha cabeça. Sempre preferi ficar sozinho imaginando e criando histórias baseadas no que lia nos livros ou assistia na TV. A maioria das histórias que criei não escrevi, mas agora de um tempo pra cá tenho passado pro papel esses roteiros que estão na minha cabeça. Espero que gostem

Прокомментируйте

Отправить!
~