(2019) Paladar Requintado Подписаться

alicealamo Alice Alamo

É difícil achar no mundo alguém que entenda por completo seus gostos, ainda mais quando são peculiares, quando fogem do comum. Por isso, quando Sasuke se sentou à mesa em um dos famosos banquetes de Hannibal Lecter, sua surpresa e deleite não podiam ter sido maiores... E isso exigia que, de alguma forma, retribuísse o agrado.



Фанфик Аниме/Манга 18+. © Imagem de Nick Keller (Child): http://2015.chromacon.co.nz/portfolio/nick-keller/

#naruto #sasuke #serialkiller #crossover #hannibal #juntaink
Короткий рассказ
4
4.3k ПРОСМОТРОВ
Завершено
reading time
AA Поделиться

Capítulo Único

Notas da História: Fanfic feita para o Desafio de Crossover (#juntaink), utilizando as obras Naruto e Hannibal.


Sasuke sorriu de canto enquanto a música tocava ao fundo. Na televisão, a notícia de que Will Graham havia sido solto lhe tirou uma risada irônica enquanto seu gato pulava de um banco a outro.

Voltou a mexer o pincel no ar e encarou a tela de pano em branco como se lhe faltasse algo, vida mais especificamente. Buscou com os olhos a paleta de cores que havia deixado preparada e estalou a língua no céu da boca ao perceber que o vermelho já estava acabando.

Aquela era uma encomenda especial, feita pelo próprio Hannibal Lecter na semana anterior depois de um delicioso banquete. O psiquiatra o interessava, muito, e o tinha encantado desde o primeiro momento quando a carne passou por seus dentes, quando a boca salivou mais ao detectar o gosto que tanto amava, quando não conteve o gemido de deleite ao deixar a imaginação tentar recriar o modo como o renomado homem sentado à ponta da mesa devia ter matado cada uma das pessoas servidas à mesa. Pessoas, no plural, eram muitos pratos, muita variedade, mesmo o melhor cozinheiro com o melhor abate poderia aproveitar tanto de uma única presa.

Não escondeu seu apreço, muito menos sua compreensão. E, como um bom artista, fez questão de ir cumprimentar o chefe ao final do banquete. Apertou a mão de Hannibal com um sorriso mínimo enquanto os olhos astutos dele viam além de sua máscara habitual, e Sasuke o analisou da mesma forma como ele fazia consigo.

— Espero que venha para um próximo banquete — Hannibal falou de forma polida e bebericou seu vinho antes dos olhos captarem a imagem de Jack Crawford entrando no salão.

Sasuke reconheceu o detetive e umedeceu os lábios antes de deixar sua taça vazia na bandeja de um dos garçons. Hannibal mantinha o perigo por perto, e isso tornava tudo ainda mais divertido.

— Na verdade, espero poder te mostrar minha arte em nosso próximo encontro — respondeu, e Hannibal fez um leve gesto com a cabeça.

— Seria um prazer. Também gosta de banquetes?

— Preciso confessar que sou um apreciador melhor que um cozinheiro. Cada prato seu estava delicioso, fazia muito tempo que eu não encontrava alguém que soubesse como valorizar a carne de animais tão… peculiares. Imagino que tenha encontrado uma melhor utilidade para eles na sua cozinha.

Hannibal sorriu, e Sasuke se arrepiou com a presença dele. Era como estar diante de outro predador, de um que sente prazer ao matar e sabe como fazê-lo com graça e elegância. Era maravilhoso sentir o coração batendo pela adrenalina, colocar o próprio cérebro em uma reação de luta ou fuga enquanto mantinha à face a máscara de civilidade ao discutir com tal assassino. Adorava jogos perigosos, amava pessoas que despertassem em seu âmago aquela curiosidade de ver até onde o ser humano podia ir.

— E qual a sua arte?

— Eu pinto. Ficaria admirado em saber quantas cores você pode extrair do material, quantos… pigmentos diferentes cada um deles pode te oferecer.

— Parece mesmo fascinante. A arte de obter pigmentos da natureza é antiga, dominá-la por si só já te faz um grande artista. Gostaria mesmo de ver seus quadros um dia. Você os expõe?

Sasuke sorriu, e Hannibal estreitou o olhar pela satisfação e pelo mistério que o sorriso transmitia.

— Eu vendo. Achará minhas obras em casas muito ricas, Doutor Lecter. São peças para… colecionadores. — Riu breve, e Hannibal deixou um leve som de compreensão escapar dos lábios. — Talvez eu possa fazer um ao senhor, como um agradecimento pelo banquete. Esta noite foi uma surpresa maravilhosa para o meu paladar, me sinto no dever de recompensá-lo.

Hannibal riu, e Sasuke não soube dizer se era verdadeiro ou apenas uma encenação. Ainda assim, ele lhe sorriu e então concordou:

— Ficarei muito feliz de aceitar uma obra de arte sua.

— Algo em mente que deseja que eu retrate?

— De um artista para outro, eu deixarei que me mostre o seu trabalho como desejar. Estou curioso para saber que imagem crio em sua mente. Mas, se me permite, acho que posso sugerir onde encontrar seus materiais.

Ah sim… Já esperava por aquela resposta. Estava há muito tempo no meio dos lobos para entender algumas de suas peculiaridades, principalmente a curiosidade que nutriam pelo trabalho alheio, pelo modo como suas mentes absorviam e expressavam o mundo.

Levantou-se de seu pequeno banco. O quadro de um metro por sessenta e cinco centímetros estava quase pronto, mas faltava algumas pequenas correções. Assobiou enquanto os passos eram abafados pela meia branca na madeira escura. Abriu sua pequena despensa e retirou de lá três pequenos potes. Acariciou o gato antes de entrar no quarto gelado onde um homem estava profundamente sedado sobre a maca. Não o olhou, não precisa olhá-lo para pegar a seringa e conectá-la ao acesso venoso e retirar precisos cinco milímetros de sangue.

Sentou-se mais uma vez e abriu cada recipiente com cuidado. Despejou o sangue com cuidado em dois deles e usou um dos pincéis de menor numeração para misturar a tinta.

Seu gato miou, irritado, e Sasuke estreitou o olhar ao vê-lo sair da sala.

— Você não reclama quando está no seu prato.

Voltou os olhos à tela, molhou o pincel e contornou as asas dos anjos com vermelho sangue. A cena do julgamento estava quase perfeita, tons sombrios e divinos partilhavam o mesmo espaço, a arrogância e a superioridade dos anjos explícita ao oferecerem um pouco de luz aos meros humanos que não viam que a mão estendida era apenas um convite ao abate. Ah, aquele quadro estava lindo…

Sua barriga roncou com o aroma que preencheu a sala. Seria mesmo maravilhoso ser convidado para outro banquete, podia até mesmo oferecer levar parte da carne já que o que conseguia de seu material era limitado, e o corpo sobre sua maca estava fresco, apenas com um pouco de sangue, pele e unhas faltando.

Afastou-se para admirar a obra e sentiu que uma pequena parte faltava. A televisão voltou a noticiar sobre o pobre Will Graham, e Sasuke sorriu ao então adicionar um pequeno veado ao canto esquerdo da tela, rindo da própria piada.

Pronto, estava enfim finalizado. Só esperava que Hannibal apreciasse sua arte, afinal, ambos sabiam bem como lidar com críticos injustos... O homem cujo nome Hannibal havia lhe soprado no banquete era o mesmo que tinha se recusado a comparecer, alegando que os jantares de Hannibal eram superestimados.

Sasuke agora estava curioso… Hannibal usaria a língua dele no próximo jantar? Ah, sim… por favor, sim, amava língua com legumes ao vapor...

27 марта 2019 г. 23:32:49 8 Отчет Добавить 4
Конец

Об авторе

Alice Alamo 23 anos, escritora de tudo aquilo em que puder me arriscar <3

Прокомментируйте

Отправить!
Ayzu Saki Ayzu Saki
Estou em um clima bem Hannibal ultimamente, então essa foi a primeira que li. Ficou sensacional - nenhuma surpresa aqui -, e apesar de ser bem curta foi bem fluída de ler. É muito difícil entrar na mente de alguém assim para escrever sob a perspectiva dele. Sasuke me lembrou Bryan Hughes, de Criminal Minds, que usava o sangue das vítimas para fazer pinturas, e também, de alguma forma, o personagem principal de 'Perfume' (se não leu esse, recomendo demais). Enfim, adorei e deu vontade de assistir Hannibal de novo agora haha
2 апреля 2019 г. 21:30:10

  • Alice Alamo Alice Alamo
    Olá, pequeno cacto <3 <3 <3 Mano, eu to muito no clima de Hannibal!! To assistindo a série e amando! Mano, eu assisti Perfume! Será que estamos falando da mesma obra? Porque se for... meu deus! Aquele filme me deixa doida até hoje hahahaha. Fico muito feliz por você ter gostado! Ainda tenho que ler a sua, eu tava em semanas de provas então foi bemmmmm tenso. Muito obrigada pelo comentário <3 Beijoss 18 апреля 2019 г. 17:38:50
A Louca dos Cavalos A Louca dos Cavalos
Eu amei demais essa história. Caramba!! Ficou sensacional, completamente palpável a tensão entre os personagens e a troca de denominações. Super fiquei de cara ao compreender de onde provinha as tintas vermelhas que Sasuke pintava os quadros. Ficou super incrível. Pareceu até ser parte do fandom, não pareceu coisa alguma ser crossover, pareceram tão corretos. <3 Parabéns! Deve ser uma autora de renome pelo que já deu para perceber e por sua fama não ser pequena. Só uma curiosidade: o quadro não apodreceria? Ou o cheiro de podre do sangue não viria a tornar odor com o passar do tempo?! Fiquei curiosa como seria a composição correta. Nossa, adorei demais. Muito obrigada pela leitura! Bjss de cavalinhos <3
31 марта 2019 г. 20:46:56

  • Alice Alamo Alice Alamo
    Oii! Ahhhhh que bom que o crossover deu certo!! Eu fiquei sentindo que tinha conseguido juntar os universos, mas não tinha certeza e fiquei aqui roendo as unhas para saber se tinha rolado mesmo. Eita! Fama? hahahhaha Ah, sobre o quadro, o sangue não apodrece, ele apenas coagula. E o cheiro fica forte nos primeiros dias, mas depois é que nem sangue seco, não tem cheiro. E bem, quem compra esses quadros sabe que o Sasuke é um serial killer então acho que eles não ligam hahahahaha Muito obrigada pelo comentário! Desculpa a demora, eu tava em semana de provas e tava bem corrido ^^" 18 апреля 2019 г. 17:15:39
Ellie Blue Ellie Blue
Deuses, Alice! Caralho, eu realmente não esperava essa perfeição (mentira, eu esperava muito, até porque eu não só tinha esperanças, como também tinha certeza). Eu acredito que a escolha dos universos a serem misturados foi perfeita. Cara, eu amo o Hannibal, remete muito a minha infância, sabe? E, sim, eu falei infância, Hannibal Lecter foi o canibal da minha vida, amo demais essa personagem e não paro de amá-la por nada. Cara, uma coisa que eu amo muito também, é o Sasuke artista. Tá, tudo bem que os instrumentos que ele usa para fazer seus quadros não são, hm, convencionais, mas okay, okay, vou respeitar a liberdade artística dele dessa vez. Eu to louquinho real por essa história macabra, esse clima sombrio que adoro. Ai, Alice, por que tão perfeita? Eu sempre me apaixono por suas fics, isso é muito injusto.
31 марта 2019 г. 19:36:09

  • Alice Alamo Alice Alamo
    Olá, Ellie <3 Ahhhhhhh que fofa você!!! Fico tão feliz que tenha gostado!! Eu to assistindo Hannibal agora, acredita? E aí não deu outra, eu só consegui pensar no Sasuke hahahahah. Mano, eu me assustei pra caramba com ele na infância, sou meio que traumatizada, só to vendo a série porque me apaixonei pela dinâmica e pela psicologia dela. Sasuke artista conquista meu coração <3 Muito obrigada mesmo pelo comentário, animou meu dia quando li e hoje de novo quando vim responder <3 Beijoss 18 апреля 2019 г. 17:13:09
Junio Salles Junio Salles
Olá. Confesso que não tinha muita expectativa quando vi que a história era bem curtinha. Mas fiquei surpreso com o resultado final depois que li. Adoro história de psicopatas e você juntou as duas muito bem. É quase um colab de matéria prima entre os dois. Adorei também o tom sarcástico que usa no Sasuke as vezes bem como o fato dele ter um gato que come carne humana. Parabéns.
29 марта 2019 г. 6:40:09

  • Alice Alamo Alice Alamo
    Olá! Desculpe a demora em responder, eu tava em semana de provas e foi bem corrido. Fico feliz que a história tenha te surpreendido, eu preferi algo curto tanto pelo tempo quanto pelo plot. Muito obrigada pelo comentário! 18 апреля 2019 г. 17:10:53
~