0
3.6k ПРОСМОТРОВ
В процессе - Новая глава Каждую пятницу
reading time
AA Поделиться

Prólogo

Estou em um ambiente sombrio.


Absurdamente gélido e escuro, apesar de eu conseguir ver uma fisionomia plena ao fundo daquela sala.


Parece uma mulher, embora eu não tenha certeza disso.


Ela mantém um sorriso fraco carregado de dor e sofrimento.


Aos poucos seu rosto foi se esvaindo sendo consumido pelo breu..


Eu sinto uma insegurança angustiante em relação a moça que desaparecera..


A princípio sentia como se estivesse só, porém em seguida noto a presença de mais alguém comigo.


Parece ser uma criança, talvez um garoto de uns quatro ou cinco anos de idade, mas isso é incerto pra mim neste momento.


Estamos sentados um de frente para o outro, em meio a um líquido viscoso, em grande quantidade, atingindo nossos tornozelos, pairando um cheiro característico repugnante de ferro..


Começo a chorar em desespero e o menino tenta me acalmar, não surtindo um efeito imediato esperado.


A respiração naquele cubículo está cada vez mais restrita.


E vagarosamente vou perdendo meus sentidos, não conseguindo puxar o ar que tanto necessitava..


De repente, ao longe, escuto uma doce voz me chamando..



- Hey Dex, está tudo bem..



Vou acompanhando aquele grito que soava quase como um sussurro..


No entanto, de súbito uma gritaria invade minha consciência me fazendo sair aos poucos daquela profunda anestesia..



- DEXTER? ACORDA CACETE! VOCÊ TÁ SE MIJANDO DE NOVO, CARALHO!



Sei de quem é essa voz e essa postura comportamental super amistosa.. Mas não estou conseguindo organizar as ideias.. de forma lógica.


Sinto como se meu corpo estivesse petrificado.


Minha frequência cardíaca aumenta sem tardar.


Meus olhos não estão obedecendo meus comandos.


O barulho do ambiente parece estar distorcido,


E tudo isso está me causando um intenso pânico.



Subitamente, sem entender com,sou resgatado da sensação de horror profundo.


Abro meus olhos e me deparo com outros cinco pares de olhos esbugalhados mirando tensamente em minha direção.


São todos eles de uma mulher desconhecida vestida como uma enfermeira, minha irmã Deborah, minha atual namorada Rita e suas duas crias, Cody e Astor.



(...)



Havia feito um exame chamado polissonografia.


Controlaram meus sinais vitais e meu comportamento enquanto dormia.


Descobriu-se que sofro de Terror Noturno e Sonambulismo.


Disso eu já tinha conhecimento, mas acabou retornando depois de quase 20 anos.


O doutor afirmou que há possibilidade de ser uma perturbação inconsciente por questões traumáticas/psicológicas que podem ter acontecido em minha infância.



Mas..


O que pode ter acontecido de tão relevante e dramático em minha pobre vida, a fim de regredir tanto tempo depois?



Não sei o que é, porém..


Isto não sairáda minha mente tão cedo.

15 марта 2019 г. 18:21:45 0 Отчет Добавить 119
Прочтите следующую главу Muito bem adotado, obrigado.

Прокомментируйте

Отправить!
Нет комментариев. Будьте первым!
~

Вы наслаждаетесь чтением?

У вас все ещё остались 18 главы в этой истории.
Чтобы продолжить, пожалуйста, зарегистрируйтесь или войдите. Бесплатно!

Войти через Facebook Войти через Twitter

или используйте обычную регистрационную форму