Capuz Vermelho Подписаться

kim_ SandMiss 🌜

Esqueça tudo que você sabe sobre a história da chapeuzinho vermelho. Esqueça a garota frágil, a vovózinha, o caçador e o lobo mau. Eu estou aqui para contar a vocês a verdadeira história, a história de um belo garoto de pele branca como neve, de uma paixão incondicional. Eu estou aqui para revelar a vocês a verdade por trás do conto, uma história sem um "Era uma vez.." ou "Viveram felizes para sempre". Eu estou aqui para contar a história do capuz vermelho. O que você pensa que sabe, não é nem a metade. História também postada na plataforma Spirit Fanfics


Фанфик Группы / Singers 13+.

#Releitura #gay #yaoi #exo #d-o #kyungsoo #jongin #kai #kaisoo
22
4768 ПРОСМОТРОВ
В процессе
reading time
AA Поделиться

Capítulo I


"Pela estrada a fora eu vou bem sozinha, levar esses doces para a vovózinha..."

A canção é interrompida por um homem que entra no caminho do pequeno ser de cabelos pretos como a noite.

— Como vai garotinha? Onde você vai com tanta empolgação? – Pergunta com a grave voz.

— Eu vou levar esses doces para a minha avó que está doente – Fala balançando a pequena cesta de palha na frente do corpo.

— Você não sabe que essa floresta é um lugar muito perigoso para uma garotinha como você estar andando sozinha? Bom, para mim tanto faz, eu vou acompanhar você até a casa de sua avó – Fala estendendo as mãos com grandes garras.

Seus olhos se tornam inteiramente negros fazendo com que ele fique com uma aparência extremamente assustadora. Talvez fosse assustadora para qualquer um, mas não para aquele pequeno adolescente com aparência infantil.

O demônio sorri imaginando que aquela seria uma presa fácil, mas antes que a enrrugada mão toque a pele alva ela cai no chão se juntando a cabeça do mesmo, o sangue do ser das trevas mancha a branca neve que cobre todo o chão e o pequeno se ajoelha ao lado do corpo inerte.

— Você deveria ter olhado melhor velhote – riu — Eu sou um garoto.

Então as mãos foram de encontro ao capuz vermelho e o arrumaram sobre a cabeça, o número "988" foi sussurrado aos ventos e um sorriso brotou no rosto do pequeno garoto que volta a andar saltitante pela floresta enquanto canta uma solene música, que é murmurada pela doce e melodiosa voz que atrai todo e qualquer demônio que habita aquela floresta diretamente para a morte.

"Pela estrada a fora eu vou bem sozinha, levar esses doces para a vovózinha, ela mora longe, o caminho é deserto e o lobo mau passeia aqui por perto"

12 ноября 2018 г. 2:13:06 4 Отчет Добавить 3
Прочтите следующую главу Capítulo II

Прокомментируйте

Отправить!
natinha natinha
eita gosteiii
25 ноября 2018 г. 20:03:54

  • SandMiss 🌜 SandMiss 🌜
    Que bom! Até a proxima! Bjinhos de luz! 28 ноября 2018 г. 10:57:03
under therain under therain
Gente... Que baque foi esse, meu céu
11 ноября 2018 г. 20:48:27

  • SandMiss 🌜 SandMiss 🌜
    Que bom que gostou! Hoje mesmo vou postar o próximo, espero ver você mais vezes <3 Bjinhos de luz 12 ноября 2018 г. 10:13:49
~

Вы наслаждаетесь чтением?

У вас все ещё остались 5 главы в этой истории.
Чтобы продолжить, пожалуйста, зарегистрируйтесь или войдите. Бесплатно!

Войти через Facebook Войти через Twitter

или используйте обычную регистрационную форму