Se eu voltar Подписаться

mliang Feng Min

A última coisa de que Kitana lembrava era da sua imensa vontade de se libertar da maldição de Quan-chi. Depois do ferimento causado por Raiden, ela sente sua humanidade voltar. Ela vê o seu corpo sendo carregado por Raiden e chegando no hospital das Forças Especiais, mas não sente nada. Tudo o que ela pode fazer é assistir ao esforço dos médicos para salvar sua vida, enquanto seus amigos aguardam na sala de espera... E percebe que muitas coisas mudaram durante sua ausência. Pelos próximos 3 dias, Kitana precisa compreender o que aconteceu antes do grave ferimento e também o que aconteceu depois. Ela sabe que precisa fazer a escolha mais difícil de todas. ✓ Kitana + Sub-Zero.


Фанфик Игры Всех возростов.

#mortalkombat #compromisso #amizades #romance #família #passado #saúde #coma #edenia #plano-terreno #raiden #liu-kang #sub-zero #kitana #mortal-kombat
0
4613 ПРОСМОТРОВ
Завершено
reading time
AA Поделиться

Um

Que lugar terrível era aquele em que estava e quão fétido era. Tanta maldade, tanta dor sofrimento em um só local. Aos poucos eu via aqueles que eu chamava de amigos voltarem à vida, aquela vontade começou a inquietar o meu coração. Eu estava me sentindo só, mesmo com o Liu do meu lado, mas até que chegou o dia em que ele foi também, graças á descoberta de um segredo de Quan-chi que Raiden agora estava usando para libertar os guerreiros do Plano Terreno desse poder maligno.

Só restava eu e minha mãe naquele lugar. Sindel não se importava comigo, ela tinha sede de ter seguidores e o que ela mais queria era acabar com o Plano Terreno. Quando Raiden ia buscar um dos espectros travava uma batalha com Sindel e com outros bichos asquerosos. Tudo o que eu mais sonhava naquele momento era me libertar e nunca conseguia ir até Raiden, pois Sindel não deixava, então outro ia e chegava primeiro do que eu.

Chegou o dia em que tive que dar um basta em tudo aquilo e fui até minha mãe.

- Quero me libertar!

- Como assim – perguntou Sindel assustada.

- Cansei dessa condição, todos os meus amigos se libertarem, estou sozinha aqui...

- Você tem a mim...

- Você é uma egoísta, não se importa com o meu sofrimento. A pessoa que eu amo também se foi não quero mais ficar aqui.

- Que mais ama? – Sindel começou a gargalhar – aqui ninguém ama ninguém. Deixe essa ideia tola.

- Não! Eu irei agora

Dizendo isso eu saí de sua presença e fui me afastando dela. Ela, por sua vez, me alcançou pelos cabelos e me agarrou. Meu corpo estava preso naquele emaranhado de fios de cabelo, tentava de todas as maneiras sair, mas sem sucesso. Reuni todas as minhas forças e consegui me libertar, começamos aí um combate e acabei saindo por vencedora e saí deixando-a desmaiada. Peguei um anel que fazia um portal para o Plano Terreno e o usei.

Eu já estava próximo da base das Forças Especiais, nos Estados Unidos. Consegui ver a Sonya, Kenshi e Johnny Cage conversando, tentei procurar Liu Kang, mas ele não estava lá com eles. Aos poucos consegui chegar mais perto até que ouvi Kenshi dizer:

- Há mais alguém aqui!

- Como assim, Kenshi? Só estamos nós três, quem seria?

Sonya me viu.

- Kitana! – ela gritou

Os três vieram em minha direção e saí correndo, pois vi que iriam me machucar até que parei na frente deles e falei:

- Por favor! Libertem-me dessa condição que me encontro.

Os três pararam e se entreolharam. Johnny, com um olhar piedoso disse:

- Vamos te levar a Raiden, mas você precisa ser forte. A energia usada para tal feito pode trazer sequelas.

Eu disse que não me importava e tudo o que queria era voltar a ser humana. Levaram-me até onde Raiden estava e seu rosto transparecia grande alegria a me ver a procura de libertação.

Raiden me levou num lugar deserto e apenas me disse:

- Você precisa ser muito forte para o que vou fazer.

- Serei o necessário.

Raiden tirou de uma mala como que um instrumento cortante e pontiagudo. Olhei para tal coisa e me assustei e disse:

- O que vai fazer comigo?

- Eu disse que você terá que ser forte.

Sem delongas, apenas senti algo como que estivesse rasgando o meu tórax. Sim ele estava fazendo isso com aquele instrumento. A dor era agonizante, ele cortou quase de um ombro a outro, uma energia muito forte estava sendo ativada, eu conseguia ver todo vestígio de espectro que estava em mim desaparecendo. Ao terminar o processo, cambaleei e caí no chão, desfalecida.

29 сентября 2018 г. 15:34:56 0 Отчет Добавить 0
Прочтите следующую главу Dois

Прокомментируйте

Отправить!
Нет комментариев. Будьте первым!
~

Вы наслаждаетесь чтением?

У вас все ещё остались 14 главы в этой истории.
Чтобы продолжить, пожалуйста, зарегистрируйтесь или войдите. Бесплатно!

Войти через Facebook Войти через Twitter

или используйте обычную регистрационную форму