Fockxie Подписаться

cephex Stolas

"bio: softporn - pan - nsfw" Sasuke tinha uma queda por um garoto desconhecido que fazia postagens para maiores no Twitter, isso até descobrir sua verdadeira identidade. Então essa queda virou um penhasco.


Фанфик Аниме/Манга 18+.

#sasunarusasu #sns #naruto #sasuke # #pwp
1
4.7k ПРОСМОТРОВ
Завершено
reading time
AA Поделиться

O crush de Sasuke

Sasuke gemeu involuntariamente ao ver surgir na barra de notificações de seu celular um aviso sobre uma nova postagem da conta do Twitter do qual era um dos muitos seguidores. Ele não se orgulhava de stalkear muitas vezes na noite aquela mesma pessoa, mas não podia fazer muita coisa quando era um adolescente com os hormônios à flor da pele.

Então, certa noite quando sua insônia tinha atacado novamente viu um retweet dele em sua timeline. Como sempre fazia, seu plano era ir lá e silenciar a pessoa que estava retweetando pornô, afinal não iria gostar nem um pouco de cair numa cilada na hora da aula, mas acabou abrindo o vídeo sem querer e seu martírio começou ali.

Era um vídeo curto, apenas trinta segundos.

Trinta segundos onde um garoto vestindo apenas meias arrastão pretas e uma saia da mesma cor era fodido com força.

E isso era tão fodidamente sexy. Seus gemidos eram tão fodidamente sexy.

Ao fim dos trinta segundos Sasuke já estava duro como uma rocha e com a boca seca. Se pegou stalkeando a conta logo depois e apenas notou que estava se tocando enquanto olhava suas fotos ridiculamente sensuais quando já tinha gozado.

Se martirizou por seguir a conta e ativar as notificações? Sim. Desfez isso? Jamais.

Naquela época não tinha se importado em ver ele sendo surrado e com as palmadas que a outra pessoa dava em seu traseiro maravilhoso, mas depois de alguns tempos simplesmente achava muito mais interessante quando ele se masturbava do que quando tinha alguém com ele.

Não se importava em admitir para si mesmo que eram ciúmes ridículos, principalmente por nem mesmo saber como era o rosto dele, mas o que podia fazer?

As vezes ele estava sozinho, as vezes ele tinha alguém. As vezes estava vestido como uma garota e algumas vezes ele fodia alguém. E era sempre tão fodidamente sexy.

Porque às vezes — quase sempre — o garoto se imaginava ali com ele e era incrível.

Mesmo que fosse muito ridículo e platônico.

Daquela vez o outro havia postado uma foto do seu braço ao lado de um vibrador que era realmente bem grande e a pergunta “Vocês acham que eu aguento?”

Sasuke prendeu a respiração e respondeu que não. Porque era bem grande e ele não sabia se algum ser humano conseguiria suportar aquilo.

A maioria das respostas também eram como a sua, mas trinta minutos depois ele já dava a resposta à eles, em forma de um pequeno vídeo.

“Acho que vocês estão errados”

E oh sim, ele estava muito errado. Muito errado mesmo. E de pau duro.

#

Já na aula do outro dia Sasuke estava acabado e com mais olheiras que Gaara, o garoto estranho do fim da sala que parecia nunca ter dormido na vida. Se dissesse que não era culpa do fockxie estaria mentindo. Mas a culpa também era sua, quem mandou ficar fuçando a conta até às três da manhã?

Naruto como sempre estava ao seu lado, babando sobre a mesa. Ele era um garoto bonito, Sasuke admitia. Apesar de ser idiota demais as vezes.

Ele tinha aquela boca rosada que algumas vezes era por causa do batom clarinho e em outras não. Era magro, mas não muito e seu sorriso era bonito. Muito bonito. Mas Naruto era seu melhor amigo e sua paixão platônica desde que se entendia por gente, então prefeita deixar assim. Platônico.

Apesar do Hyuuga o irritar com aqueles olhares escrotos para a bunda do loiro. Mas não era como se pudesse julgá-lo, pois o traseiro de Naruto era realmente uma escultura renascentista. Ele todo era uma.

Sasuke suspirou imaginando como ter que ser um adolescente hormonal apaixonado pelo melhor amigo e com uma queda catastrófica por um cara que nem conhecia era um saco.

Então finalmente o sinal tocou e Naruto, que estava de olhos fechados até aquele momento, acordou como se apenas estivesse esperando que a aula guardar para guardar suas coisas, logo depois o encarando.

Seus olhos desfocados e o cabelo bagunçado era algo que Sasuke realmente não precisava naquele momento. Mas teve.

— Lá em casa hoje? — perguntou mesmo já sabendo a resposta.

Ele e Naruto tinham uma tradição: três ou quatro vezes na semana se reuniam para jogar videogame, se revezando um na casa do outro para que suas mães não reclamassem tanto e naquele dia eles iriam para a casa de Sasuke.

#

Naruto estava ali, deitado em sua cama e com aquele traseiro lindo empinado enquanto ganhava mais uma partida. O problema não era Sasuke, era Naruto que estava o desconcentrado.

O moreno bufou e jogou o console no colchão, se jogando de costas sem perceber que a camisa tinha subido um pouco, mostrando o abdômen definido.

— Vamos lá — pediu Naruto, animado por finalmente estar conseguindo dar uma surra no amigo, mesmo que não fosse exatamente como ele queria — mais uma?

O Uchiha negou, precisava de um banho porque além de estar ficando quente ainda precisava de uma água fria no corpo para tentar acalmar os ânimos.

Enquanto isso Naruto se jogou sobre a cama frustrado, abraçando o travesseiro do moreno. Seu cheiro era tão bom.

Naruto sempre gostou de Sasuke, ele era um cara legal, inteligente e sempre o entendeu, mesmo quando contou a ele que era gender fluid. No entanto, por mais que soubesse que tinha uma quedinha pelo melhor amigo resolveu deixar aquilo de lado por algum tempo.

Achou que era alguma confusão de sua cabeça pelo garoto ser tão amável.

Não era.

Se passaram anos, meses, dias e horas e Naruto continuava gostando do garoto. Já tinha ficado tanto com outros caras, quanto com garotas e sua cabeça (a de cima e a de baixo) continuavam pensando nele.

Enquanto o amigo estava ocupado entrou no twitter. Pouca gente conhecida (mais especificamente Ino que havia pegado seu celular certa vez) sabia sobre sua conta “mais dezoito” na rede social. Não que Naruto fosse narcisista ou qualquer outra coisa, mas gostava sim de tirar as fotos e postar aqueles vídeos. Se sentia bonito e por mais que fosse conteúdo para maiores que postava, era querido. Nada o incomodava e não era um problema para ele desde que não revelava seu rosto. Claro, não queria que os conhecidos o reconhecessem porque afinal não era tão desenvolto assim, sentia-se tímido apenas em pensar na possibilidade.

No entanto pensar na reação do melhor amigo caso descobrisse seu pequeno segredinho tanto o deixava amedrontado quanto curioso, mas não era como se fosse contar. Não tão cedo.

Abriu a conta e resolveu postar algumas coisas, nada demais, apenas algumas fotos que havia tirado na noite anterior.

Nas primeiras eram apenas fotos de sua boca, aberta de uma forma sensual. Como se estivesse pronto para chupar alguém. Tinha gostado delas.

Assim que o tweet foi enviado o celular do amigo vibrou sobre um dos travesseiros. Suspirou, imaginando que era mais uma das garotas que viviam correndo atrás de sua paixão. Naruto pensava às vezes que o garoto tinha açúcar, já que tanta gente corria atrás.

Postou uma enquete sobre o que seus seguidores queriam mais tarde. Vídeos ou fotos.

O celular do Uchiha vibrou novamente.

Será que era algo importante? Deu de ombros. Se fosse alguma piranha correndo atrás dele, o loiro que não iria ajudar.

Riu ao ver o comentário de uma garota em sua enquete dizendo que “desde que fosse ele, seria lindo”. Ele amava aquelas pessoas. Eram apaixonantes.

Respondeu com um meme. Na verdade era a foto de um pau com corações em forma de olhos e uma boquinha desenhados.

Mas estranhou ao ouvir o celular do amigo vibrar novamente.

— Sasuke seu celular tá vibrando que nem louco aqui! — gritou para que o amigo ouvisse mesmo por cima do barulho da ducha.

Não esperou que ele respondesse e ligou o celular, se deparando com o padrão de bloqueio. Não se intimidou, apesar de ter notado que eram notificações do twitter.

Seu coração tremeu como um louco dentro do peito.

Deslizou o polegar sobre a tela repetindo o padrão que estava acostumado a ver Sasuke repetindo e quase teve uma parada respiratória ali mesmo.

Eram notificações da sua conta.

Sasuke tinha as notificações de sua conta ligadas.

Nunca esteve tão feliz durante sua vida inteira, uma ideia maluca brotando em sua cabecinha atrapalhada assim que a porta do banheiro foi destrancada e um moreno alto e lindo passou por ela.

#

Sasuke abriu a porta e deu de cara com um Naruto sorridente. O problema era que não era qualquer sorriso, era aquele sorriso malicioso que ele só dava quando queria alguma coisa e o moreno não esconderia que suas pernas tremeram quando viu aquilo.

— O que você tem?

— Eu tive uma ideia — ele revelou, os olhos brilhando.

O Uchiha franziu a testa assustado, para logo em seguida arqueá-las quando o loiro o puxou pela mão e o sentou na cama.

— E qual seria essa ideia?

— Você vai ver — sorriu.

O moreno deu de ombros e aguardou, não estranhando nem um pouco aquela animação repentina, afinal Naruto era uma pilha sobrecarregada.

Certo, estava calmo. Isso até o garoto loiro tirar a camisa e começar a tirar o jeans em seguida.

— Naruto que porra é essa?

Tinha que perguntar, afinal ver aquela pele lisinha e bronzeada na sua frente daquele jeito deveria ser alguma alucinação não é?

— O quê? — o garoto perguntou, parecendo chateado — não acredito que você não 'tá me reconhecendo.

Sasuke o encarou sem entender e desceu o olhar pelo corpo do rapaz. Como o esperado sua pele era uniforme e os músculos apesar de não serem definidos demais eram bem trabalhados. No entanto, que Naruto era lindo ele já sabia, mas o Uchiha teve alguns pequenos infartos ao notar os sinais próximos ao mamilo, assim como a marca de uma pequena cicatriz no quadril e aquela bundinha maravilhosa.

Se jogou para trás, tapando o rosto com as mãos. Será que tinha morrido? Devia estar morto, não era possível.

— Você viu meu celular? — perguntou incrédulo. Que vergonha.

— Não acredito que eu tô aqui na sua frente quase sem roupa nenhuma e você tá me perguntando se eu vi seu celular.

Naruto parecia ofendido. E triste. Mas porra, Naruto estava apenas de boxer na sua frente e ele também era seu crush do Twitter. Não era fácil porra.

Mesmo assim sentou na cama novamente e olhou para o garoto parado quase próximo demais.

— Desculpa, mas… sei lá — olhou o garoto de cima à baixo. Desde os fios loiros até os pés descalços no chão. Como ele conseguia ser tão lindo?

Naruto o encarou e revirou os olhos, sem demorar muito para subir em seu colo e tomar seus lábios em um beijo afoito. A língua macia invadindo sua boca assim que teve a chance e caralho ele era muito gostoso.

Sem conter suas mãos Sasuke agarrou o traseiro do garoto com força, apertando-o e trazendo o corpo bronzeado cada vez mais perto. Suas mãos pareciam afundar naquela carne macia.

Quase ficou louco ao ouvir um gemido fraco vindo do outro.

Suas respirações estavam pesadas e quando o outro se afastou ele não poderia estar mais bonito: ofegante e com os lábios inchados.

Sasuke queria beijar mais ainda aquela boca maravilhosa. Aquela coisinha incrível que agora lhe dirigia um sorriso ainda mais malicioso que antes, se é que era possível.

Algo elétrico percorreu a coluna de Sasuke e correu por suas pernas enquanto algum sangue fluía para seu pênis. Só um único sorriso foi capaz daquilo.

Insano.

Não que tenha conseguido observar o rosto por muito tempo, porque de uma hora para outra ele já estava enfiado em seu pescoço, passando o nariz por ali e fazendo todo o seu corpo arrepiar.

— Caralho — ele não falou, ele ronronou — por que você é tão gostoso?

Sasuke estremeceu com a fala, segurando um suspiro apaixonado. Que merda.

Agarrou firme a bunda redondinha e gemeu quando a língua do outro se arrastou por sua pele feito brasa até alcançar a orelha. Era como se fosse se partir ao meio. Queria jogar Naruto na cama e fazer tudo o que tinha sonhado durante todo aquele tempo, tanto com ele quando com seu alter ego. Talvez durassem semanas para sair dali se realmente o fizessem, mas nem ao menos teve tempo de propor, o corpo entrando em pane apenas de ouvi-lo sussurrar em seu ouvido.

— Não se mova — ronronou mais uma vez — de forma nenhuma.

As mãos de Naruto percorreram seu abdômen até o peito, erguendo a camisa branca que usava, os dedos quentes percorrendo cada pequeno centímetro de pele e enviando sinais claros para o membro ainda escondido do moreno.

Enquanto isso o Uchiha observava o loiro em seu colo. Os mamilos rosados próximos de seu peito enquanto o outro mordiscava seu maxilar, queixo e finalmente os lábios. Sugando-os como se fossem algo incrivelmente delicioso, até finalmente beijá-lo decentemente.

Sasuke ainda queria jogá-lo sobre o colchão.

Deixou um gemido alto escapar de seus lábios quando Naruto deu uma rebolada em seu colo, o provocando. Então mais uma vez, e outras seguidas sem parar enquanto se beijavam e os lábios dele eram incríveis. Ele era incrível.

Não conteve um murmúrio indignado quando o rapaz se afastou, levando aquele corpo lindo para longe e — mais uma fodida vez — sorrindo. Lambendo os lábios como se não quisesse deixar nenhum resquício da saliva que haviam trocado ser desperdiçado.

Maldito.

Então ele fez. Naruto se ajoelhou e abriu suas pernas, se encaixando ali e encarando o claro volume sob o jeans. Então lambeu os lábios de novo e passou o rosto ali entre suas pernas, como um gatinho manhoso.

Sasuke arfou, obviamente. E quis chorar também por não entender como aquilo estava acontecendo.

— Você não tem ideia do quanto eu imaginei isso acontecendo — ele declarou, sua voz normalmente alta e alegre agora carregada de tesão — sério. Eu imaginei de tantas formas…

Enquanto falava Naruto abria o zíper de sua calça, o encarando com aqueles olhos azuis cheios de fogo e consequentemente fazendo Sasuke pegar fogo.

— Eu também. Você não tem…

Nada. Não conseguia falar nada, não conseguia pensar em nada. A única coisa que preenchia sua mente era a boca de Naruto tomando seu membro quase todo de uma vez. Sugando, lambendo, degustando como se fosse a melhor coisa que havia provado na vida.

Queria olhar para o mais novo e ver o quão promíscuo ele deveria parecer enquanto o chupava com força, mas era impossível quando todos os seus músculos estavam tensos porque segurava os gemidos com força demais.

Quando o garoto loiro afastou sua boca do pênis do moreno ele pode ouvir o som molhado de característico que ele fez com a boca, um “plop” pornográfico e incrivelmente sexy.

— O que dizia? — Naruto o instigou, a voz arranhada pelo recente esforço.

Ele era um provocador maldito que continuava o masturbando mesmo enquanto o moreno nem mesmo conseguia pensar, ainda mais elaborar uma resposta.

— Eu dizia que estou apaixonado por você. — admitiu entrecortado entre um arfar e outro.

Sua intenção não era provocar o loiro, apenas expor um fato, mas o olhar que ele lhe lançou era bem mais que qualquer sorriso malicioso, era uma explosão diabólica. Como se prometesse tudo naquele único olhar.

Naruto levantou mais uma vez, retirando a boxer vermelha que vestia e em seguida sentando no colo de Sasuke, o empurrando conta o colchão, enquanto enfiava três dedos na própria boca e os molhava como o bom garoto que era. O moreno poderia observar aquilo a vida toda, ainda mais quando o outro levou a mão até a própria entrada e se estimulou, soltando um sibilar trêmulo ao penetrar um dedo.

Sasuke grunhiu de ansiedade.

— Você é um filho da mãe isso sim — Naruto gemeu indignado — falar essas coisas assim do nada. Quer me matar?

O moreno esperou ansioso até que o loiro estivesse pronto, para até que enfim se posicionar sobre seu membro, descendo lentamente e engolindo o Uchiha em um aperto gostoso que quase o fez gozar ali mesmo.

Sasuke segurou o rosto de Naruto entre as mãos, olhando fundo naqueles olhos azuis como o céu.

— Naruto você não está entendendo — falou pausadamente, o cheiro do garoto também era malditamente bom e estava deixando seu cérebro enevoado — eu gosto de você desde que eu te conheço. Eu te amo pra caralho seu tapado.

Queria fazer o loiro entender que não era qualquer coisa para ele estarem daquela forma, unidos em um só. Ele o amava com todas as suas forças e agora seria difícil para o garoto se livrar dele. Mas não podia prever que veria os olhos grandes de Naruto se enchendo de água enquanto suas bochechas coravam como tomates.

Ele o agarrou pelo pescoço e o abraçou tão apertado que Sasuke pensou que explodiria. Mas não demorou muito, logo Naruto estava se movimentando sobre ele, devagar como se quisesse aproveitar cada segundo enquanto o olhava nos olhos.

Olhar aquelas pedras azuis enquanto ele subia e descia sobre si era sem preço. Parecia que estava se afundando e morrendo.

— Deveria ter me dito isso antes — ralhou o loiro — assim poderíamos ter aproveitado por mais tempo.

Sasuke revirou os olhos. Claro que ele falaria algo assim, era Naruto afinal. No entanto, nem ao menos teve tempo de reclamar, em um solavanco rápido ele subiu e desceu em uma estocada profunda, engolindo-o por inteiro.

O corpo dele era quente, incrivelmente quente. Deliciosamente quente. Até seus gemidos eram maravilhosos, principalmente quando em uma estocada ele gemeu profundo e longo, rouco de uma forma irresistível.

Sasuke não consegui se segurar mais, agarrou o loiro pelo traseiro e o jogou na cama, invertendo suas posições e colocando as pernas do loiro sobre os ombros, começou a fodê-lo com força. Rápido.

O som das peles se chocando era lindo. Ainda mais quando estavam sozinhos em casa, não precisavam se preocupar com gemidos ou barulhos altos demais.

— Mais forte pelo amor de Deus— o loiro implorou, agarrando seus cabelos.

Sasuke lembrou do primeiro vídeo que havia visto na conta dele do Twitter e riu sacana. Seria uma bela vingança.

Se pegou arremetendo com força no corpo bronzeado enquanto suas costas eram rasgadas pelas unhas curtas do outro. Não parou, não diminuiu o ritmo e a cada vez que ouvia o garoto implorar por mais era como se estivesse em um paraíso diferente. Quando as mãos dele passaram de suas costas para sua bunda foi o êxtase. Ele apertou com força levando até o último milímetro de Sasuke para dentro dele, como se não aguentasse mais, então o moreno explodiu. Suas bolas franzindo com os jatos que soltava dentro do “melhor amigo”.

Saiu de dentro do loiro lentamente e observou aquela imagem: Naruto de pau duro ainda, cansado e ofegante com as bochechas coradas e seu gozo escorrendo de sua entrada. Com certeza estava sonhando.

Com os dedos juntou toda o material esbranquiçado que escorria de Naruto e os enterrou novamente na entrada do garoto, fazendo-o soltar um gemido manhoso.

Olhou o membro rosado e teso a sua frente com a boca seca. Queria prová-lo e o fez, sugando primeiro a cabecinha que despontava ansiosa e molhada, enquanto o loiro se contorcia sobre a cama.

As pernas de Naruto eram bem torneadas e não se fez de rogado ao agarrar e apertar elas enquanto colocava toda a extensão na boca, para fazê-lo finalmente gozar quando bateu em sua garganta.

Foi como o esperado, e Naruto era delicioso de todas as formas possíveis e impossíveis.

Sasuke deitou ao seu lado na cama e quase ronronou quando o garoto se aninhou em seu peito, entrelaçando suas pernas.

— Eu estou tão feliz — o loiro sussurro próximo do seu pescoço, passando o rosto por ali — droga eu te amo tanto. Tanto.

Ele falou de forma tão profunda e feliz que Sasuke não conseguiu conter o sorriso largo.

E assim dormiram, cansados, sujos e com os peitos cheios de felicidade por finalmente conseguirem preencher os corações com o que queriam.

4 сентября 2018 г. 21:18:24 0 Отчет Добавить 2
Конец

Об авторе

Stolas Gosto de escrever, criar personagens ou enredos diferentes, porém não tenho disciplina e grande parte das minhas histórias acabam se perdendo no mar do esquecimento.

Прокомментируйте

Отправить!
Нет комментариев. Будьте первым!
~