Короткий рассказ
3
4.9k ПРОСМОТРОВ
Завершено
reading time
AA Поделиться

presente

— Naruto. Eu tenho um presente pra você.



Sasuke estendeu um pequeno embrulho a seu namorado, que por acaso estava muito feliz. Era aniversário de namoro deles e, o moreno quase nunca lembrava de comprar algo para ele, não ligava para datas. Mas para Naruto, importava e muito! Todos os anos, sem falta, o loiro fazia algo que considerava romântico e especial, um jantar, uma saída diferente ou um cartão. Todos os anos, durante cinco anos, Sasuke se sentia culpado por não fazer nada especial para Naruto, ele até tentava, mas sempre se achava um bobo e fingia que simplesmente havia esquecido a data.

Esse ano, resolveu realmente entregar o presente que havia levado tanto tempo para conseguir fazer, e ele tinha certeza que Naruto iria amar afinal, havia o visto compartilhar uma imagem de algo assim no facebook com a legenda de corações. Esse ano seria diferente.



— E o que seria isso?



O loiro pegou o pequeno embrulho com um enorme sorriso nos lábios, estava feliz com qualquer coisa que fosse afinal, isso o mostrava que Sasuke havia se lembrado da data especial deles.



— 365 motivos para te amar. — Respondeu com o rosto um pouco corado. — Você é um idiota romântico, achei que iria gostar.


— Ah Sasuke...



Naruto estava realmente bobo! Eram poucas as vezes que Sasuke era romântico daquele jeito, e todas as vezes em que ele era, dava vontade de simplesmente se jogar em cima dele e o beijar até o mesmo reclamar. E foi o que fez!

A reclamação de Sasuke não tardou a vir, e Naruto geralmente não ligava para aquilo e continuava a beijá-lo, mas não daquela vez. Ele queria muito ver os papeizinhos que estavam dentro da caixinha já fora do embrulho.

Respirou fundo e olhou para Sasuke antes de pegar o primeiro papelzinho, ele ainda estava sem jeito. Sorriu ao ler os primeiros papeizinhos da caixa, Sasuke realmente conseguia ser muito fofo, do seu jeito, quando queria. Os motivos eram:



“Seu sorriso, de alguma forma, ele consegue iluminar todo o ambiente.”


“Você nunca desiste de nada, mesmo quando isso parece impossível.”


“Tem uma personalidade incrível.”


“Consegue sempre falar o que é preciso para outra pessoa se sentir melhor.”


“Se importa mais com os outros do que consigo mesmo. Apesar de isso ser problemático muitas vezes.”



Sasuke sabia mesmo como acabar consigo. Estava quase a beira das lagrimas – sempre fora muito emotivo –, quando os próximos papeis foram abertos. Naruto gargalhou muito alto.



“Sua bunda, puta que pariu, que bunda gostosa.”


“Sua boca que faz um oral fodidamente bom.”


“Seu corpo tão quente que parece que provoco o diabo toda vez que fazemos sexo.”



Naruto não aguentou, tinham muito mais papéis daquele jeito Uchiha de ser, deixou a caixinha na mesa ao lado e agarrou o Uchiha selando levemente seus lábios.



— O que houve? — Perguntou confuso visto que o namorado não parava de rir. — Não gostou?



Viu o loiro balançar a cabeça em negativa. Ficou ainda mais confuso ao vê-lo seguir até o quarto e parar na porta o chamando com o indicador e um sorriso malicioso nos lábios.



— Vem provocar o diabo, vem.

26 июля 2018 г. 3:51:30 0 Отчет Добавить 3
Конец

Об авторе

emanuela ; tentando parar de procrastinar enquanto leio fanfic.

Прокомментируйте

Отправить!
Нет комментариев. Будьте первым!
~