Palavras ao vento Подписаться

gold_on_ice Alle C.

Uma coleção de pequenos textos ou cartas sem ordem cronológica. Ou, alternativamente, palavras escritas e jogadas ao vento sem a intenção de atingir alguém em particular, mas que esperançosamente possam tocar qualquer alguém.


Документальная проза Всех возростов.

#sentimentos #textos #cartas
4
5541 ПРОСМОТРОВ
В процессе - Новая глава Каждые 10 дней
reading time
AA Поделиться

#1 - Significante amor


Eu nunca soube ressignificar a palavra “amor” depois de você. Eu sei que você já. Uma, duas… um milhão de vezes você colocou representação atrás de representação, símbolo atrás de símbolo, coisa atrás de coisa e conseguiu me sobrescrever. Eu nunca fui capaz, eu nunca tive essa coragem de largar você pra trás e tentar buscar um novo significado para você e para quem você é. Eu nunca fui capaz, eu ainda sou incapaz. Eu te observo de longe, no silêncio de cada dia e de cada palavra que penso que poderia ter dito. Hoje já é muito tarde pra pensar sobre isso e considerar que eu poderia ter feito mais. Ainda escrevo pra você, ainda jogo palavras por aí e sei que elas não vão nunca te alcançar e te acertar. Eu nem sei se na realidade é isso que eu quero. Um dia, eu quis. E foi tanto querer que acho que não sei mais o que isso significa. Eu simplesmente não sei mais. Eu não sei te dar outro sentido. No final das contas, ainda é tudo ou nada em relação a você. Nada, aqui fora. Mas dentro ainda é tudo. Tudo o que sempre foi, deveria ter sido, era pra ser. Não foi. Eu não sei te colocar em outro lugar, eu não sei te jogar pra fora da minha consciência, eu não sei te reprimir. Todos os meus mecanismos de defesa falham, as engrenagens rodam em sentido contrário, estão todas enferrujadas e pararam de funcionar. Todos os meus mecanismos de defesa não são capazes de te manter fora de mim. Eu não sei te dar outro significado, eu não sei esquecer o lugar que você ocupou na minha vida. Você consumiu toda a minha reserva de “amor” ou tudo aquilo que eu poderia considerar como “amor”. Eu não sei mais dar amor pra ninguém, sem que encontre traços de você no amor que eu deveria dar aos outros. Tem traços de você em todas as minhas instâncias. Se houvesse uma forma de criar uma nova estrutura psíquica, com certeza seria uma com o seu nome. Eu não sei ressignificar você de outra forma, você sempre será “amor” pra mim.

4 июля 2018 г. 23:15:25 2 Отчет Добавить 4
Прочтите следующую главу #2 - (lacuna)

Прокомментируйте

Отправить!
Theodoré  Dominic Theodoré Dominic
que dor

~

Вы наслаждаетесь чтением?

У вас все ещё остались 8 главы в этой истории.
Чтобы продолжить, пожалуйста, зарегистрируйтесь или войдите. Бесплатно!

Войти через Facebook Войти через Twitter

или используйте обычную регистрационную форму

Похожие истории