True Love Подписаться

iaranaruhina02 Iara Coelho

"..Era um dia muito bonito. O céu estava ensolarado e quase sem nuvens, deixando o azul anil ainda mais bonito. Dava pra se ouvir o canto de alguns pássaros aqui e ali por toda Konoha. Mas - como diz o velho ditado - aquilo tudo era apenas a calmaria antes da tempestade.."


Фанфик Аниме/Манга 18+.

#drama #fns #konohana #naruhina #naruto
4
6333 ПРОСМОТРОВ
В процессе - Новая глава Каждые 10 дней
reading time
AA Поделиться

Prólogo - Um Dia Bonito


Iaaaeeee seus lindoooosssss
Eu tive essa idéia já faz algum tempo, tipo um há muito tempo mesmo kkkkk
Espero q gostem 😘

************************************


Prólogo


Aquele parecia ser um dia qualquer. Um dia normal, como qualquer outro. Ledo engano, ninguém imaginava a tragédia que estava prestes a acontecer. Era um dia muito bonito. O céu estava ensolarado e quase sem nuvens, deixando o azul anil ainda mais bonito. Dava pra se ouvir o canto de alguns pássaros aqui e ali por toda Konoha. Mas - como diz o velho ditado - aquilo tudo era apenas a calmaria antes da tempestade. Assim, sem nem imaginar o que estava por vir, as duas irmãs saíram para o banco. Hinata, de 23 anos, estava super feliz. Finalmente havia ingressado para a faculdade que tanto desejava. Agora estava indo tirar o dinheiro que havia guardado a vida inteira para a faculdade. Super feliz pela conquista da irmã, Hanabi de 18 anos resolveu acompanhá-la. As duas eram muito unidas e quase inseparáveis. Hanabi estava um pouco triste por ter que ficar longe da irmã, mas tinha planos de passar para a mesma faculdade, assim estariam mais um pouco juntas.


Pararam no meio do caminho pra comprar sorvetes. Conversaram, riram, se divertiram melando a cara uma da outra de sorvete. Hanabi começou, atacando um pouco de seu sorvete de chocolate na bochecha da irmã, mas Hinata apenas relevou. Tinha pena de sujar a irmã. Hanabi sorriu travessa e sujou-a novamente, desta vez no nariz. Hinata resolveu não deixar barato e sujou sua testa com sorvete de creme. E assim ficaram uns bons quinze minutos, pareciam duas crianças.


Depois de se limparem - e rirem bastante - no banheiro da sorveteria, voltaram para seu destino original: o banco.

Chegaram e foram super bem atendidas pelos funcionários. Hinata pegou tudo o que precisava e já iriam partir satisfeitas.


Porém, um grande grupo de pessoas entram mascarados e com armas de grosso calibre, assustando a todos os presentes.


- Senhoras e senhores, boa tarde à todos. Peço-vos encarecidamente que larguem tudo o que estavam fazendo e coloquem ambas as mãos para cima. Isso é um assalto. - Disse o homem que vinha à frente do grupo.


Hinata gelou. Olhou de esguelha para a irmã e percebeu que Hanabi tinha uma expressão grave e quase desafiadora. Se preocupou imediatamente, pois a imouto era muito cabeça quente. Colocou-se disfarçadamente à frente da irmã menor.


Rapidamente os homens limparam todos os funcionários e todos os clientes. Quando um deles pegou a bolsa de Hinata, Hanabi fez uma careta. O assaltante parou à sua frente.


- Algum problema, menininha?


Hinata engoliu em seco e segurou a mão da irmã, apertando-a.


- P-Problema nenhum, S-Senhor..


O assaltante a olhou. Seus olhos lhe lembravam um tubarão. Arrepiou-se.


- Não falei com você. - Dirigiu-se novamente à mais nova e pôs a arma em sua cabeça. Hinata sentiu que as pernas viravam gelatinas - E então, algum problema mocinha?


Hanabi, a contragosto, desviou o olhar para o chão e negou com a cabeça.


- Ótimo. - Retirou-se e Hinata respirou aliviada - Chefe, tudo limpo.


O homem que vinha a frente retirou a máscara. Todos ficaram perplexos.


- Meu nome é Pain, e agradeço a todos pela contribuição. Nós somos a Akatsuki. Agora, desejo a todos uma ótima morte.


Hinata arregalou os olhos. O homem chamado Pain fez um sinal com a mão e imediatamente os assaltantes começaram a atirar. Hinata se meteu na frente da irmã e caiu por cima dela. Sentiu uma dor aguda em seu ombro e em suas costas. Hanabi levou apenas um tiro de raspão no braço. Os tiros continuaram. Hinata pegou sua mão manchada com seu próprio sangue e começou a passar por todo o rosto e braços da mais nova.


- F-Finja.. - Proferiu baixinho e desmaiou.


Os tiros cessaram e Hanabi percebeu que os assaltantes estavam checando alguns feridos. Imediatamente prendeu a respiração e fechou os olhos.


- Tudo certo, chefe.


- Ótimo! - Pain Suspirou - Agora vamos sair daqui. Odeio gente morta.


Rapidamente saíram em seus carros velozes. A polícia os perseguiram, mas acabaram perdendo todos de vista.


Hanabi percebeu que tinham ido embora e rapidamente segurou Hinata em seu colo.


- Hina.. Hina acorda!! - Lágrimas salgadas desciam copiosamente por seu rosto - HINATA!!!


Paramédicos vieram socorrê-la e imediatamente levaram Hinata em uma ambulância. Ela ainda estava viva, mas seu estado era gravíssimo. Hanabi também foi levada para o hospital.


Enquanto Hinata foi imediatamente para a ala cirúrgica, Hanabi foi levada à enfermaria para fazer um curativo. Assim que foi feito, saiu correndo para saber o que tinha acontecido com a irmã. Encontrou seu pai e seu primo Neji na sala de espera. Correu para abraça-los.


- Otou-san, Neji!! - Os abraçou forte, soluçando pelo choro incontrolado.


Neji também chorava copiosamente, enquanto Hiashi sentia a pior dor que já havia sentido na vida.


"Kami, minha mulher já se foi. Por favor, não leve minha filha também.." - Pedia em pensamento.


Então, depois de horas de desespero e sem notícias, um médico se dirigiu à eles.


- Sr. Hyuuga?


O já grisalho pai levantou-se imediatamente.


- Sim?


- Sou Uzumaki Naruto, médico responsável pela cirurgia de Hinata.


- Oh, e como está minha filha, doutor? - Perguntou, desesperadamente preocupado.


O homem loiro suspirou.


- A cirurgia em si correu bem. A situação de Hinata continua bastante delicada, porém está fora de perigo.


- Graças a Kami! - Suspirou aliviado e abraçou a filha caçula - Então, podemos vê-la? Ela está consciente?


Naruto abaixou a cabeça.


- Infelizmente não. Sua filha perdeu muito sangue, teve um ferimento no pulmão esquerdo, ocasionando uma parada cardiorrespiratória. Sinto muito em lhe dar essa notícia, mas Hinata entrou em coma. Não sabemos quando ou se ela irá reagir.


Hanabi já derramava lágrimas abundantes antes mesmo do loiro terminar de falar.


- Não.. Não.. Não, otou-san.. - Soluçava.


- Sugiro que vocês voltem para casa e descansem. Qualquer avanço no caso de Hinata, avisaremos imediatamente.


Hiashi apenas assentiu mecanicamente. Ele não conseguia mais sentir nada. Aconchegou Hanabi em seu abraço e seguiu com ela e Neji para fora do hospital.


Rezava que Kami lhe desse um pouco de esperança, pois não suportaria perder Hinata assim como perdeu a esposa. 

27 марта 2018 г. 2:30:25 3 Отчет Добавить 3
Продолжение следует… Новая глава Каждые 10 дней.

Об авторе

Iara Coelho Um pouco tímida e retraída. Escrevo por paixão e amo ler também. Aberta para novas amizades

Прокомментируйте

Отправить!
Tatu Albuquerque Tatu Albuquerque
IARA SUA ARROMBADA OLHA O QUE CÊ FAZ COM AS MINHAS NENÉNS
26 марта 2018 г. 21:31:16
~