Just One More Breath Подписаться

luhander Luh Hander

Zack e Ryan são irmãos, mas acima de tudo melhores amigos, e Jogam no time titular do colégio. Uma vida perfeita. Depois de uma pequena confissão a vida de Ryan vida de cabeça pra baixo e todos os seus princípios e modos de pensar mudam.


LGBT+ 18+.

#incestogay #originais #original #incesto #gay
112
9.4k ПРОСМОТРОВ
Завершено
reading time
AA Поделиться

Capítulo 1

Segunda-Feira.

      Acordo com uma porrada na cabeça, levanto assustado e vejo Ryan rindo enquanto se escora na batente da porta. Olhei a minha volta e percebi que ele tinha tacado um travesseiro em mim.

      -Acorda logo. A mãe tá esperando lá embaixo. Disse que não vai levar a gente hoje, então se troca rápido. - Falou sorrindo sapeca.

      Desencostou da porta e saiu do quarto a tempo de não receber o travesseiro no rosto.

      Me revirei na cama e pequei meu celular pra responder as mensagens que me mandavam na madrugada, como se eu fosse responder mensagens de alguém invés de dormir. Ouço Ryan gritar de novo pra que eu levantasse e assim eu o fiz.

      Desço as escadas depois de ter colocado o uniforme escolar, que aliás era o meu primeiro dia de aula depois de dois meses de férias. Confesso que as férias estavam me desgastando mais do que se eu tivesse estudando. Tarefas domésticas não são para todos, inclusive para mim.

      Não, não sou novo na escola, na verdade moro aqui desde que me conheço por gente e não tenho o que reclamar. Tenho bons vizinhos e amigos pra vida toda. Bem, não amigos de verdade, mas aquelas pessoas que conversamos no corredor do colégio e amigos do futebol. Meu único amigo de verdade é Ryan. Tínhamos uma vida ótima, tirando o fato de termos perdido nosso pai a alguns anos atrás para uma guerra no Irã. Ele era do exército e morreu em uma missão. Gosto de pensar que morreu fazendo uma coisa que gosta e honrando o nosso país.

      Mas Ryan não pensava assim, queria ter tido mais tempo com ele, só um pouco mais. E quando falamos no nome dele, ele é o primeiro a se afastar pra não deixar levar pelas emoções e acabar por perder o controle.

      -Bom dia, família.- Disse alegre ao passar pela porta da cozinha.

      Dei um beijinho na cabeça de todos. Meu irmão quase gêmeo, Ryan, na irmã caçula, Stephanie e na minha mãe dei um beijinho em sua bochecha.

      -Bom dia. -Disseram em coro.

      -Zack, hoje tem treino depois do almoço.- Disse Ryan enquanto preparava sua tigela com cereal.

      Ryan era mais novo que eu 10 meses e acabou que ficamos na mesma sala no colégio. Tem os cabelos pretos e os olhos verdes, um centímetro e meio mais baixo que eu, porém tem o corpo bem trabalhado igual ao meu. Estávamos fazendo o segundo ano do ensino médio.

      Stephanie, nossa caçula, tem 14 anos, cabelos loiros longos, olhos cinza e a pele branca, que agora está vermelha do sol em excesso. Sim ela não consegue se bronzear, ficando somente toda vermelha.

      Minha mãe, Tereza, era de baixa estatura, alguns fios de cabelo grisalhos e os olhos extremamente negros. Não consigo entender como nenhum dos filhos tiveram a genética dela. Só Ryan que nasceu com os cabelos negros.

      E eu ... 1,80 de altura, cabelos loiros e olhos azuis, pouco bronzeado e minha barba, graças a Deus, já estava começando a nascer. Já Ryan tinha a sua quase fechada, porém não gostava de deixar muito grande.

      -Ah, tudo bem. Vamos almoçar por lá mesmo então.

      Comemos o café da manhã e logo depois fomos pra escola, eu Steh e Ryan.

      Éramos irmãos muito unidos, todos os três. Steh era a mais inteligente, Ryan o mais talentoso e eu ..., bem eu sei cozinhar e gosto de acreditar que sou o mais bonito, mesmo não sendo de todo verdade. Não é bem uma qualidade muito boa, mas na hora do sufoco eu que salvo a casa.

      Chegamos na escola sem problemas e teríamos que nos separar de Steh, porque ela ainda é do fundamental. Paramos de frente pra ela e começamos a arruma-la.

      -Aproveite seu dia, cuide-se e acima de tudo, não ligue pra meninas idiotas que implicarem com você. -Eu disse arrumando sua mochila em suas costas, já que eu tinha carregado a minha e a dela até a escola.

      -E quando acabar a aula vá direto pra casa. -Disse Ryan arrumando suas roupas.

      -Eu já sei. -Disse revirando os olhos. -Posso ir agora? -Disse fazendo mal criação.

      -Pode. -Disse ignorando sua ironia.

      Se virou e foi para seu rumo.

      -Crescem tão rápido. -Brincou Ryan enquanto ainda observava nossa pequena seguir seu caminho.

      -Vamos. -Coloquei a mão em seu ombro o virando.

      Fomos andando até nossa sala, falamos com nossos amigos e assistimos a aula. No final fomos para o refeitório e almoçamos. Tudo isso sem tirar o sorriso do rosto. Quando juntava eu, Ryan e Matt não tinha pra ninguém.

      Matt era nosso amigo. Um mulato mais alto que eu que não conseguia falar sério com ninguém. Sempre fazendo alguma piada ou tirando risadas das pessoas. Realmente o melhor. Usava um brinco na orelha direita como se fosse uma pedra de brilhante e seus olhos eram um mel muito bonito.

      E claro era o atacante do nosso time.

      Eu era o zagueiro e Ryan o goleiro. Todo mundo zoa com a cara dele dizendo que ele "adora segurar umas bolas". Coisa de quarta série. Mas que ainda sim deixa ele muito puto.

      Fomos para o campo. Aquela sensação gostosa de pisar com a chuteira no gramado pela primeira vez depois de tanto tempo. Aquele cheiro de grama recém molhada e novinha me dava vontade de chorar. Meu deus que drama, mas é verdade.

      -Ai meu deus! Que lindo! -Ryan se jogou no campo e ficou deitado cheirando a grama. - Zack olha isso! - Sim, acho que ele é mais dramático que eu.

      Depois da pequena cena de Ryan fomos jogar um jogo normal, sem rixa nem nada.       Titulares e reservas misturados. Alguns jogadores novos e outros velhos, mas o mesmo time de sempre.

      Acabando o treino fomos para o vestiário trocar de roupa e tomar um banho. Estava tudo normal até que...

      -E ai garotas, eu deixei alguma coisa aqui? - Perguntou Matt parando na nossa frente, completamente nu, fingindo procurar por alguma coisa. - Ah sim achei! - Veio até mim e Ryan que estávamos sentado no bando do vestiário. Se debruçou sobre a gente e nós dois saímos na mesma hora.

      -Matt seu idiota! Guarda isso! -Eu disse enrolando a toalha pronto pra bater naquela bunda grande dele. Mas Ryan foi mais rápido que eu.

      -Ei! - Gritou Matt chegando perto de Ryan e segurando seu rosto. - Só mais tarde gracinha. -Chegou seu rosto perto do dele simulando um quase beijo o que me deixou um pouco incomodado, mas não liguei muito.

      -Suas bixas. - Eu disse rindo e vestindo a camisa.

Saímos do vestiário e fomos comer alguma coisa na lanchonete que sempre íamos. Ficava na esquina perto de casa. Meu celular começou a tocar e eu atendi.

      -Alô?

      -Zack, volta pra casa. Quero ver algum filme.

      -Tudo bem, princesa. - Disse doce e desliguei o celular. - Ryan, vamos pra casa.

      -O que houve?- Perguntou curioso.

      -Steh está na TPM.

      Sim, quando ela dizia isso eu já sabia que não devia contradizê-la.

      -Tchau, Matt. Nos falamos depois.

      Pagamos a conta e fomos pra casa ver filme.

28 февраля 2018 г. 15:16:35 12 Отчет Добавить 14
Прочтите следующую главу Capítulo 2

Прокомментируйте

Отправить!
Álisson Lima Álisson Lima
Gente, amei.
17 сентября 2019 г. 1:26:50
Flokin Flokin
Já amei esses dois!! primeiro capítulo incrível 😍😍 extremamente ansiosa para os próximos (q eu vou ler agr inclusive hehehe)
1 ноября 2018 г. 22:10:09
Takkano Takkano
Um ótimo começo pra uma história que promete! Eu só to com uma dúvida... eles tão na quarta série; eu li direito? O.o
5 сентября 2018 г. 20:33:59

  • Luh Hander Luh Hander
    Jesus cristo aonde você leu isso? kkkkkkkkk 4 ноября 2018 г. 16:44:21
Ingrid Pessanha Ingrid Pessanha
vai ter continuação?

  • Luh Hander Luh Hander
    Agora mesmo!!!! 4 сентября 2018 г. 10:56:52
VO Victória Oliveira
man, eu já li essa maravilha em algum lugar...

  • Luh Hander Luh Hander
    ahh eu tenho ela no social spirit <3 4 сентября 2018 г. 10:57:09
Vitória Oliveira Vitória Oliveira
É a primeira história que estou lendo nessa plataforma, sinta-se lisonjeada, pois eu li e gostei, gostei muito!! Hahaha que vergonha de comentário >\\<

  • Luh Hander Luh Hander
    ahhhh muito obrigada pelo carinho!! Já já tem atualização. Acho que vou postar todos os capítulos de uma vez só! Espero que goste! e obrigada pelo comentário. 4 сентября 2018 г. 10:57:09
Karimy Lubarino Karimy Lubarino
Já tem um tempo que quero ler esta história, mas, cara, estou tão atolada!!! Bom, mas enfim consegui! Que coisa boa! rsrsrs Bom, esses dois parecem amigos mesmo antes de irmão e apesar de todo esse jeito de "guarda isso" kkkkkk são completamente gays, revelem-se, garotos! Aguardo por isso! :*

  • Luh Hander Luh Hander
    ahhh ausushuauhsa que bom que conseguiu ler!!! Vou atualizar a fic pra vocês espero que goste! 4 сентября 2018 г. 10:57:09
~

Вы наслаждаетесь чтением?

У вас все ещё остались 23 главы в этой истории.
Чтобы продолжить, пожалуйста, зарегистрируйтесь или войдите. Бесплатно!

Войти через Facebook Войти через Twitter

или используйте обычную регистрационную форму