Todos tem seu preço Подписаться

lasaphyra Lasaphyra

Sebastian é um ladrão de longa data infiltrado na mais rica e bem protegida mansão da Inglaterra, pertecente a uma das famílias mais antigas da história desse pais, os Phantomhive. Mas mesmo com toda sua experiência e habilidades que o tornam um mordomo tão capaz que as suspeitas lhe faltam, ele não esperava encontrar um obstáculo tão difícil de superar quanto esses dois irmãos, herdeiros da fortuna Phantomhive, que além de ocuparem todo seu tempo de várias maneiras, ainda atrapalham suas investidas para descobrir onde o dinheiro da família está escondido.


Фанфик Аниме/Манга 18+.

#gay #yaoi #homosexual #anime #manga #incesto #vincent #boyslove #kuroshitsuji #sebaciel #ciel #shounenai #phantomhive #sebastian #blackbutler #258 #ação #vincentphantomhive #sebaxciel #shounen #seba_ciel #shota #meyrin
29
7503 ПРОСМОТРОВ
Завершено
reading time
AA Поделиться

A nova babá

Era mais um belo dia na mansão Phantomhive, uma das famílias mais ricas da inglaterra. A bela e enorme construção quase reluzia como um castelo nos dias em que casas milimalistas e planejadas eram encontradas aos montes pelas ruas, então além de patrimônio da família, aquele lugar também era um patrimônio cultural.


E como uma nobre família da inglaterra, com títulos e principalmente… Marca, tinham muito cuidado ao deixar qualquer um se aproximar tanto da casa quanto dos negócios e principalmente de seus preciosos herdeiros, os pequenos gêmeos Phantomhive, conhecidos pelos seus rostinhos angelicais e atitudes demoníacas, sempre expulsando babás atrás de babás e cuidadores atrás de cuidadores.


Pregavam peças, trocavam de lugar, tinham chegado uma vez a fazer seu cão Sebastian correr atrás de um dos mordomo colocando salsichas em seus bolsos sem que ele percebesse, o mesmo sumiu do mapa no dia e nunca mais voltou. Mas isso não era de propósito, na verdade sempre queriam chamar a atenção, até porque seus pais estavam quase sempre ocupados com os negócios, e mesmo que fossem pais carinhosos não tinham muito tempo para gastar com seus filhos.


Mas mesmo que tudo em volta dos Phantomhive fosse tão belo e requintado, não era só admiração que a família despertava, muitos olhares invejosos e oportunistas apareciam vez ou outra. Tanto tentativas de sequestro, quanto roubos e golpes já tinham sido tentados contra eles e isso sempre os fez aumentar os cuidados ao redor daquela casa, era quase impossível passar pelos seus muros sem ser de total confiança, e diziam até que por conta disso, o cofre daquela mansão era tão seguro quanto o melhor banco do país, e melhor do que isso, dentro dele havia um valor maior do que qualquer um também, tanto em dinheiro quanto em jóias, títulos de nobreza e escrituras de imóveis. E isso era quase uma lenda entre os ladrões que conheciam a família, apesar de nenhum nunca ter conseguido sequer passar pelos muros de fora da mansão, ao menos nenhum havia… Até hoje.



O longo jardim dava lugar a alguns carros de luxo estacionados em frente a porta principal onde vários homens de ótima índole saiam meio decepcionados de volta a seus caminhos. Ao mesmo tempo, dentro da casa num dos escritórios Vicent Phantomhive, o senhor daquela casa apertava a mão de seu mais novo empregado.


- Entre todos os entrevistados hoje você foi o mais apto ao trabalho, é uma honra tê-lo conosco senhor Michaelis.


O homem a sua frente sorria tão radiante que ninguém imaginaria seu verdadeiro propósito ali


- A honra é toda minha Senhor Phantomhive, como mordomo eu espero poder servi-lo por muitos anos – sua voz doce e grave ecoava no cômodo gentilmente convencendo Vicent que tomou a melhor decisão possível


- É disso que estou falando! Você tem um… um Jenesequá que os outros não tem


- Oh, je suis encore plus honoré par cela (Oh, fico ainda mais honrado por isso) – Fez o homem suspirar ao ouvir


- C'est de ça que je parle (É disso que eu estou falando) - Disse até um pouco admirado - Vamos lá então, vou lhe apresentar os principais comodos da mansão pessoalmente, e aos meninos também


- É claro~


Os dois homens igualmente altos e belos seguiam entre os corredores ornamentados da mansão, algumas empregadas se curvavam a Vincent nesse caminho enquanto ele mostrava tanto a sala de jantar, quanto a de visitas, a cozinha, e finalmente o salão principal onde a escada se encontrava e uma visão da porta principal era vista claramente como num conto de fadas.


- Você tem uma bela casa Senhor Phantomhive, é extremamente aconchegante e… - olhava um dos vasos com detalhes em ouro e completou levantando uma sobrancelha – requintada, devo dizer.


- Ora obrigado Sebastian~ Quer dizer… Eu…


Enquanto o dono dali se empolgava falando sobre suas pinturas e tapetes únicos com tanto orgulho e devoção a mente de Sebastian estava em outro lugar…


- (Cada cômodo tem ao menos uma janela, rotas de fuga não serão difíceis, e também quase tudo aqui é interligado mas com certeza eles tem passagens secretas que dão melhor acesso a estrutura interna da casa, talvez tenham um porão? Não… o cofre não estaria lá, seria óbvio demais, no quarto dos donos também não, perigoso demais… Está num lugar onde ninguém suspeitaria… Mas onde?)


Refletia internamente mesmo que seu rosto concordasse a cada vírgula dita por Vincent que ainda tagarelava ao seu lado animadamente


- (Haaa… ele não cala a boca? Ricos são tão falantes quanto a suas posses não é? E pensar que foi tão fácil entrar aqui. Eles se dizem ter uma segurança impecável mas foi só forjar alguns documentos e apresentar minha ficha falsa de serviçal impecável e submisso. Vai ser moleza roubar esse bando de nariz empinado. E como vou ser o mordomo principal vou ter bastante tempo sozinho pra circular livremente e checar cada local) Incrivel - emanou quando Vicent pareceu terminar


- Obrigado! - disse feliz da vida e então o levou até o meio do salão onde o encarou num sorriso confiante – Bem agora só falta os gêmeos, eles vão adorar você! Eles tem bom gosto como eu


- huhuh tenho certeza que sim.


- Só espero que eles não peguem muito pesado com você no começo – disse sentindo o celular vibrar e checando sua tela vendo uma ligação importante


- Desculpe… - riu meio confuso - … Mas porque eles iriam “pegar pesado” comigo? Do que exatamente…?


- Oh! Eu não lhe disse? Você vai ser o mordomo pessoal deles~


- O que?!


- Eu tenho certeza de que acabei de lhe dizer hahah – foi atendendo, realmente tinha lhe dito mas Sebastian estava perdido em pensamentos e nisso o disse saindo dali – Tudo bem não se preocupe! Eles vão adorar você!


- Ah! Espera! - estendeu a mão para o homem que logo desapareceu num corredor falando ao telefone – Eu vou ser babá? - estava desacreditado mas nem teve tempo para raciocinar já que assim que a voz do homem sumiu entre os corredores um suave coro infantil ressou atrás de si


- Você é a nova babá?
- Você é a nova babá?


Franziu as sobrancelhas e virou devagar o corpo voltando seu olhar para a escada onde dois meninos o olhavam com seus olhos igualmente brilhantes e azuis, usavam o mesmo penteado, as mesma roupas e o mesmo rosto. A única coisa que os diferenciava era o fato de um deles estar segurando forte a mão do irmão e se escondendo um pouco atrás do mesmo com um olhar mais meigo, enquanto este outro encarava Sebastian com confiança. Logo entendeu que estavam ouvindo a conversa desde o início, não pareciam bobos nem nada afinal, então apenas respirou fundo e os encarou de volta num olhar quase decepcionado ao responder.


- Parece que sim...

27 февраля 2018 г. 2:16:05 1 Отчет Добавить 6
Прочтите следующую главу O corvo e a aranha

Прокомментируйте

Отправить!
Maria Vilaça Maria Vilaça
Mano do céu quando que eles vão entender que o Sebastian não pode sair por aí falando que gosta assim deles? Ainda mais com a meyrin pegando ele assim no pulo. Não dava mesmo. Tá certo que ele foi bem frio quanto a isso, mas poha não é culpa dele eles tarem ouvindo também. Que coisa. Enfim, amando a fic. Toda essa tensão tá me matando, mas finalmente to acompanhando certinho de novo os capítulos. Ainda acho que vai ter uma virada no final de quem vai salvar todo mundo e eu quero muito ver o que vai rolar. Até o próximo~
12 декабря 2018 г. 12:48:27
~

Вы наслаждаетесь чтением?

У вас все ещё остались 47 главы в этой истории.
Чтобы продолжить, пожалуйста, зарегистрируйтесь или войдите. Бесплатно!

Войти через Facebook Войти через Twitter

или используйте обычную регистрационную форму