Mentira Подписаться

foxbella Fox Bella

men.ti.ra substantivo feminino 1 - Ato ou efeito de mentir. 2 - Afirmação que se opõe à verdade; informação enganosa ou controvertida. 3 - Costume ou hábito de contar mentiras. 4 - Aquilo que dá falsa ideia. 5 - O que ilude. 6 - Opinião sem fundamento.


Фанфик 18+.

#Multishipp #GaaLee #KonoHana #NaruHina #SasuSaku #KankuTen #Drama #ShikaTema #NejiTen #Naruto
12
6767 ПРОСМОТРОВ
В процессе - Новая глава Каждый вторник
reading time
AA Поделиться

Capítulo Um.

Há mais ou menos um mês, venho remoendo as palavras de Neji Hyuuga, “— Pare de se importar comigo!”, e eu, como a boa idiota que sou, “— Mas eu só quero ficar contigo.”, e então, vem o último tiro, para acabar com o meu coração, “— ENTÃO PARE DE ACHAR QUE VAMOS FICAR JUNTOS!”. É, seria eu uma idiota por ainda nutrir sentimentos por ele? Creio que sim, porém, aguentei um mês, posso aguentar essa perda, esse coração partido, essa angústia e esse sentimento ruim. Realmente, sou uma completa idiota. Se a Temari sonhar que estou chorando de novo, eu vou levar uma bronca. Falando na megera, ela está me ligando.

— Alô! — Dou uma pequena fungada, e secos as lágrimas na barra da blusa.

— Chorando, Tenten?!?! Af, deixa pra lá. Atende a porta! — Ela nem me deixa responder e desliga na minha cara. Se não fosse minha amiga meu soco-inglês iria voar na cara dela.

Saio do meu quarto e desço as escadas que dão direto para a sala. Abro a porta e Temari me abraça. Não um abraço para me dizer “Oi”. Mas sim um para me confortar... Ela sempre sabe do que eu preciso, e quando preciso.

— Tudo bem, meninas? — Disse minha mãe, saindo da cozinha e secando as mãos com um pano de prato.

— Claro, Dona Mitsashi! Vamos para o quarto da Tem. Ok? — Disse Temari já me arrastando pelos degraus.

— Vou fazer uns bolinhos, vão querer? — Pergunta minha mãe.

— Claro que sim! Seus bolos são os melhores, Tia! — Temari diz sorrindo para minha mãe.

Ela me leva até meu quarto, com toda a “delicadeza” que ela tem.

— Vai me contar? — Ela senta na minha cama e me olha fixamente.

— Olha Tema... — Eu desvio do olhar dela.

— Okay, okay... Realmente, hoje não estou para insistências. Mas saiba que sempre pode contar comigo. — Chocada... Não, eu estou mais do que chocada... TEMARI NO SABAKU NÃO INSISTINDO?!?!

— QUEM É VOCÊ, E O QUE FEZ COM AQUELA MEGERA? — Grito apontando o dedo na cara dela.

— O sua Vaca! — Ela se levanta e me mostra a língua. — Megera é tua... Sua mãe não merece isso, ela é muito legal, não sei como pariu um ser chato como você! — Ela se senta de novo.

— Magoou! — Finjo uma cara do choro.

— Oh bebê, vem cá! — Ela abre os braços, chamando-me para um abraço.

E eu a abraço, nossa amizade é cheia de abraços! EU ADORO ABRAÇAR! E Tema aprendeu a gostar comigo. Ela odiava, agora ela quem me chama para abraçá-la. Enquanto nos abraçávamos, minha mãe entra no quarto.

— Acho que vocês precisam de namorados, estão muito carentes, Deus! — Minha mãe cruza os braços e se escora no batente da porta. — Os bolinhos estão prontos. — Ela sai e fecha a porta.

— Vamos comer? — Pergunto à Tema.

— Bora! — Ela se levanta. E com a mesma “delicadeza” que me trouxe para o quarto, levou-me à sala.

Comemos muito bolo. Minha mãe fez eles em forminhas de cupcake, muito bonitinhos (e deliciosos). Eu comi uns 10 e a Tema uns 12. Ela ainda teve a audácia de levar todo o resto... NÃO DEIXOU NADA PARA MIM! NADA! ZERO! VOCÊS TÃO ENTENDENDO A AUDÁCIA DA MENINA?!?! VEM NA MINHA CASA E COME OS MEUS BOLINHOS! TÔ INDIGNADA!

— Espero que fique balofa com tudo isso! — Mando língua para ela enquanto a acompanho até a casa, corrigindo, SENHORA casa, dos No Sabaku.

— Minha querida... Eu sou magra de ruim, vou engordar nada! — Ela ri da minha cara. Pura verdade o que ela disse. Ela é magra e come igual pedreiro. Eu não entendo... se comer igual a ela, viro uma orca... Vida injusta!

— Humilha mesmo! — Mando língua, de novo.

— Vou cortar tua língua, menina! — Ela faz um “V” com os dedos e abre e fecha, imitando uma tesoura.

O caminho até a casa da Tema foi desse jeitinho, cheio de provocações e trocas de “afeto”, mas quando chegamos, nos abraçamos. Já disse que eu amo abraços? Então... Eu amo abraços!

— Quer entrar? — Ela diz abrindo a porta.

— Ah, tenho que voltar para casa, minha mãe está me esperando... — Digo, e me abraço sem graça por causa do olhar reprovador dela.

— Tenten, eu sei que vai para casa, porém não é por causa da sua mãe. Não chorou o suficiente em um mês? — Ela me encara, e como uma boa covarde, eu desvio o meu olhar para meus sapatos. — Quando estiver pronta para me contar, eu estarei aqui, você sabe que não vou te julgar, no máximo te dar uns chocalhões, mas nunca te julgar, entendeu? — Ela continua me encarando firmemente e eu desviando de seu olhar.

— Eu sei que sim, Tema... Obrigado, por sempre me aguentar! — Eu levanto o rosto, sorrindo abertamente.

— Bem, pelo menos vá de Taxi, está escuro agora. — Ela diz sorrindo de canto.

— Eu posso levá-la, claro, se quiser. — Diz um moreno, que não conheço, aparecendo atrás da Tema.

— Que feio, Kankuro! Ouvindo a conversa dos outros? — Temari estava brava. Ela apontou o dedo na cara dele. E que cara bonita. Oi? Tenten, foca no fato que ele ouviu a sua conversa, fique brava com isso!

— Eu só ouvi quando você falou para ela ir de Taxi! Eu já estou de saída, então, posso levá-la se quiser... — Ele olha para mim com um sorriso sem graça.

— Ah, não quero incomodar, peço um Taxi mesmo! — Digo já pegando o meu celular.

— Não, o Kankuro te leva! Vai que o taxista é um estuprador... Vai que ele te assalta? — Temari tem cada idéia... — Vai que- — Corto ela.

— Okay, okay... Eu não peço o Taxi, sua doida! — Suspiro e guardo meu celular.

— Tchau para vocês. E voltem vivos para suas casinhas. — Ela fecha a porta, me deixando a sós com o tal de Kankuro.

— Bem, vamos? — Ele aponta um carro preto, que não sei a marca, pois para mim é tudo igual.

Entramos no carro e ele dá a partida. Começamos a conversar, descobri que ele é o irmão mais velho da Temari, tem 23 anos, 2 anos mais velho que eu, e a Tema. É diretor executivo da Kazekage, uma das empresas mais bem-sucedidas do mundo. E tem uma paixão por marionetes, tanto que ele constrói as dele. Quando chegamos em frente à minha casa, trocamos nossos números de celular, e nos despedimos. Quando entro em casa, corro para o meu quarto. Fecho a porta e me jogo na cama, feliz, BEM feliz. Resolvo mandar uma mensagem.

Você

Obrigado pela carona! Adorei conversar com você!

[22:59]

Quando ouvi o celular vibrar, indicando uma nova mensagem, fiquei ansiosa, queria que fosse Kankuro a me responder.

Kankuro No Sabaku

Não foi nada, Ten, também adorei ter a sua companhia. Podemos marcar outro dia, o que acha?

[23:00]

Não vou mentir, eu dei um grito aqui. Faz muito tempo que não saio com alguém além da Temari.

Você

Podemos marcar, amanhã você tem algum compromisso?

[23:01]

Mandei a mensagem, ansiosa pela resposta.

Kankuro No Sabaku

De manhã estarei na empresa. Que tal um jantar? Estará livre?

[23:02]

Se eu pulei da cama? Claro que sim! Fazia tempo que não saia para jantar, principalmente com um homem.

Você

Um jantar parece ótimo! Estarei sim, marcado?

[23:02]

Adorei que ele responde rápido. Temari demora anos para me retribuir um “Oi”.

Kankuro No Sabaku

Claro! Te buscarei as sete, tudo bem?

[23:03]

Pensar? Meus dedos se moveram sozinhos.

Você

Sim! Estarei esperando!

[23:03]

Tenho que falar com a Tema, preciso de ajuda, nem sei o que vestir, calçar, qual penteado vou usar, maquiagem. Enquanto eu me preocupava, ele mandou outra mensagem.

Kankuro No Sabaku

Boa noite, Ten!

[23:04]

“Boa noite” ... Quero ver eu conseguir dormir agora!

Você

Boa noite, Kankuro!

[23:04]

E acabaram as mensagens. Estou ansiosa, quero ver se terei mesmo essa “Boa noite” com esse nervosismo todo. Preciso falar com a Tema, mas se eu ligar a essa hora ela me mata, certeza!

Então vou pegar um livrinho e esperar o sono vir. Já que se eu ficar no celular, eu não durmo mesmo.

26 февраля 2018 г. 1:48:27 0 Отчет Добавить 1
Прочтите следующую главу Capítulo Dois.

Прокомментируйте

Отправить!
Нет комментариев. Будьте первым!
~

Вы наслаждаетесь чтением?

У вас все ещё остались 1 главы в этой истории.
Чтобы продолжить, пожалуйста, зарегистрируйтесь или войдите. Бесплатно!

Войти через Facebook Войти через Twitter

или используйте обычную регистрационную форму