igorazevedo1997 Igor Azevedo

Uma reflexão a respeito da data de hoje (31), também reconhecida como o meu aniversário.


Короткий рассказ Всех возростов.

#25 #IgorAzevedo #Igor
Короткий рассказ
3
6.0k ПРОСМОТРОВ
Завершено
reading time
AA Поделиться

25

Eu mal dormi de ontem para hoje. A ansiedade, de alguma forma, me consumia. Tudo parecia ser novo para mim, um recomeço, na verdade. A madrugada era esperançosa, acalentadora. Como se, pela primeira vez, ela tivesse sido feita para mim. Tenho acostumado a dormir o mais cedo que posso por conta do corpo febril do dia, mas hoje fiz a proeza de estar de olhos bem abertos no primeiro minuto do dia 31. Um evento raro, por sinal. Não aguento os próprios pés quando não descanso o suficiente. Mas na data de hoje, aguentarei o que puder com um sorriso no rosto. É que hoje é o seu dia. E assim foi nos últimos 25 anos de sua vida.

25 anos. 25 primaveras que valeram à pena! Muita coisa mudou de lá pra cá. Você cresceu, viveu, renasceu muitas vezes. Sofreu, mas foi feliz. Tudo, no fim, valeu à pena. E como valeu!

Você lutou, se esforçou, correu atrás, deu seu melhor. Sua caminhada não se fez só de vitórias, mas você foi resiliente. Sempre se fez sua fortaleza, mesmo nos dias em que se encontrou rodeado de amigos. E nos dias vazios, refletiu a si mesmo o seu valor, o seu próprio esforço em tentar construir a solidez nos tempos mais líquidos. Sua vida foi feita de ciclos, sendo estes bons ou ruins. A terapia que o diga... você fez questão de se conhecer melhor só para ser feliz consigo mesmo e saber o quê te afligia... E era tanta coisa... A luta pelo autoconhecimento foi enorme! Não adiantou todas as vezes, mas você tentou! E nunca desistiu de tentar todas aquelas vezes que sua própria mente te dizia que não valeria à pena. E hoje tem dado certo!

Sabe... Há algo que eu admiro em você. Você não se deixou perder! Ainda é aquele menino cheio de sonhos, que sorriu um dia vendo a sessão de guloseimas na rara saída ao centro da cidade. Você não se esqueceu de você, muito menos dos seus sonhos. Seus sonhos? Ah, seus sonhos... Houve aquelas fases em que você praticamente desistiu de todos eles... Mas foi como uma bagagem de ida e volta: você chegou, despejou tudo num canto, como se não precisasse e não fosse voltar mais, mas voltou. Porque soube que sem aquilo não era você. Você não é nada sem aqueles velhos e cansados sonhos. Esses sempre serão seus combustíveis e te proporcionarão risos em meio às lágrimas, luz em meio à qualquer escuridão. E haja momentos de escuridão! Você viveu todos eles ali, sozinho. No canto de um quarto escuro, cantando uma canção qualquer para se esquecer de si mesmo porque doía. Isso é ser forte. Você é forte. Extremamente forte! Aguentou até aqui o que não pôde, mas se fez aguentar. 25 anos estão aí para te provar o quanto você cresceu e se tornou um grande homem. Domando suas próprias responsabilidades, vencendo o seu próprio cansaço, correndo atrás dos seus sonhos. Muito ainda te dói e te faz chorar. Mas te digo que: você tem sim, motivos para sorrir. Você veio de muito longe e a caminhada tem sido cansativa. E você só vai parar quando souber que chegou em casa, depois de uma longa viagem. Até lá, encare os fatos: há muito o que aprender ainda. Nada é certeza, porém há apenas uma: você se deve o orgulho de quem se tornou. Porque você é todo aquele amor que tentou dar aos outros, mesmo este um dia tendo sido negado! E todas as vezes que tentou amar e se permitiu, foi impedido. Você é toda a luz que ilumina a vida de quem estar por perto. E sim, você merece ser feliz e nunca, nunca irá desistir! Você é imenso e merece o mundo!


De: eu, para: eu.

31 января 2022 г. 8:58:15 0 Отчет Добавить Подписаться
3
Конец

Об авторе

Igor Azevedo Igor sempre brincou de professor e escritor. Na infância, sonhava com o lançamento de um livro, mas pelas poucas condições e pouca idade que possuía, seu sonho parecia impossível, porém nunca esquecido. Na adolescência, não costumava ler por influência das tecnologias que geravam um desinteresse latente pela arte da escrita. Tudo isso acabou quando Igor sentiu a necessidade de se esvair do mundo, quando a Literatura era a única saída, o suficiente para transformá-lo em amante da arte.

Прокомментируйте

Отправить!
Нет комментариев. Будьте первым!
~