venyoom luna.

🏰 ۫ ֶָ֪ jungkook não se importa em escapar das aulas com seu senpai, desde que consiga ser fodido como tanto almeja dentro daquela sala esquecida com o aroma de maracujá sobrepondo o cheiro de mofo. ❝me ouvir falar sujeitas no teu ouvido te excita tanto assim, lobinho?❞ ♥︎¹_ jikook. pwp. threeshot. abo. jk!bottom. alfa×ômega _ 𖦹 𖥻 © 2020, venyoom (@vodskate on wattpad).


Эротика Всех возростов. © venyoom (@vodskate on wattpad)

#omegaxalfa #abo #jikook # #jimin #jungkook #jkbottom #jmtop #pwp #threeshot #erotica #yaoi #kookmin #s-senpai #venyoom #gay
1
612 ПРОСМОТРОВ
В процессе - Новая глава Каждый понедельник
reading time
AA Поделиться

ꏍ 🌺 ۫ ֶָ֪ 001◃

o corpinho grande sendo enrabado contra a parede lisa estava na lista de melhores paisagens a se apreciar. sim, jimin tem uma lista, e jungkook está em quase todas as linhas. quando está sonolento, chorando ─ apenas de prazer ─, gozando, estudando...


oh, droga.


o ômega se mantém perfeitamente belo em cada situação distinta, isto é um fato.


podia ver as presinhas projetadas fincadas em seu próprio lábio inferior, tendo pequenos filetes de sangue escorrendo das minúsculas aberturas. para jungkook, a dor não era nada além de uma ardência mínima, uma vez que a libido o tornava inatingível por qualquer coisa que não fosse prazer, prazer e mais prazer.


─ jimin-san... ─ o ômega clama, anestesiado. a carne nua de sua bundinha têm o agarre firme das mãos do alfa massageando-as, apenas sentindo a textura macia entre os dedos.


─ que rabinho mais gostoso, meu amor. ─ murmurou rente a orelha do rapaz, sentindo a lubrificação de jungkook melar seus dedos quase no mesmo segundo. ─ oh.. ─ exclama com surpresa, os lábios se esticam com um sorriso revestido por malícia e satisfação. ─ me ouvir falar sujeiras no teu ouvido te excita tanto assim, lobinho?


recebe uma lamúria em confirmação, caindo diretamente em seu membro exposto, pulsante e melado. a calça desabotoada e a cueca verde escuro descidas até suas coxas foram obras do mesmo ômega que está manhando baixinho enquanto arranha a parede com suas unhas curtas. poxa, ele só queria que o alfa o fodesse de uma vez para poder voltar a aula. acabaria se atrasando se não fossem rápidos.


─ jimin s-senpai, vai l...logo. ─ mandou impaciente, tentando espiar o menor por cima do ombro esquerdo. sua audição apurada captou o som molhado da masturbação do lourinho, lhe fazendo gemer em antecipação. estava tão desespero para ter o mais velho lhe comendo bem forte depois de passar o final de semana inteiro sem ver o alfa. sua mãe que o perdoe por ter fugido para a sala escondida nos fundos da escola.


─ não seja apressado. ─ reclamou. o cheiro de mofo da localidade ardia seu olfato sensível, mas o aroma cítrico de maracujá do ômega ofuscava todo e qualquer cheiro incômodo. ─ apenas deixe eu apreciar essa bunda gostosa, vai.


─ não temos tempo pra isso, alfa. ─ apoiou o antebraço na parede, encarregando a outra de achar o membro de jimin atrás de seu corpo. quando achou, tomou posse da extensão avantajada com gana, pincelando a cabecinha inchada em seu cuzinho molhadinho.


jimin rosnou gutural, sentindo as presas afiadas coçarem sua gengiva, raspando nos lábios grossos. solta um suspiro deleitoso quando afasta as bandas do rabo durinho do ômega, assim, lhe dando mais liberdade para esfregar a glande em sua entradinha.


─ o-ownn... ─ o ômega apoia a testa no braço que apoiava na parede, sentindo suas pernas vacilarem. ─ mete esse caralho em mim de uma vez, porra.


o alfa não faz nada além do pedido. investiu o quadril para frente com rudeza, invadindo-o. o corpo de jungkook solavancou junto com a estocada, gemendo altíssimo. ouviu o alerta do park, mas não se importou em choramingar com a ardência gostosa, por seu inteiror estar apertando o caralho dentro de si. era tão gostoso que suas pernas mal o mantinham de pé, tremendo todinho.


o slick de jungkook tornou tudo facílimo. produzia tanta lubrificação que escorria por suas coxas em abundância de acordo com o tesão que sentia.


a pegada bruta do alfa tomou lugar em sua cinturinha, o puxando de encontro a sua pélvis em sintonia com suas investidas igualmente selvagem.


jungkook gostava assim, completamente carnal. não importava se depois que saíssem desta sala fingiriam que não se conhecem pelos corredores, tampouco que sua mãe é a diretora do colégio e que ela jamais poderia descobrir sobre seus atos pecaminosos com o amável senpai. contando que sempre se encontrasse às escondidas, tudo seria magnificamente libertador.


─ gguk-chan, porra. seu rabo me aperta tão bem, lobinho... ─ resvalou os lábios avermelhados na nuca arrepiada, adentrando a blusa do uniforme de jungkook com sua mão. acariciou a barriga lisa, metendo com força ao sentir o tremor do ômega. havia achado seu pontinho. ─ posso gozar dentro de você?


─ n-não... ─ tentou dizer, mas sua glândula sensível sendo atingida com tanto gosto o amoleceu inteiro. jimin respondeu algo em compreensão, fungando o pescocinho do ômega.


não gostava muito de maracujá antes de conhecer o ômega de aroma cítrico. adorava cheirar o pescocinho do jeon, tanto que não se segurava em puxá-lo para algum cantinho escondido no colégio, apenas para agarrar o quadril e aspirar seu aroma entorpecedor. havia viciado-se com tão pouco...


─ s-senpai... mais rápido...


─ já vai gozar, lobinho? deixe-me cuidar disso para você. ─ provocou com a respiração pesada, deslizando a palma fria pelo peitoral quente do ômega. desceu até sua virilha, o mantendo bem empinadinho. encaminhou a mão livre aos fios despojados do jeon, empunhando um monte do cabelo embaraçado.


─ alfa, droga... eu te odeio! ─ gemeu, apoiando as duas mãos na parede ao sentir a dor prazerosa na nuca.


─ pode me odiar, jungguk-chan. eu sei que você é apaixonado pelo meu pau te comendo assim. ─ ditou pretensioso. não era uma mentira, de fato, portanto o ômega se contentou em apenas controlar as lamúrias como desculpa para não respondê-lo.


o som molhado da penetração ecoava pelos ouvidos do alfa, servindo como combustível para entalar seu pau no interior do ômega. o choque da pélvis de jimin de encontro ao rabinho do maior causava estalos altos, e isto não estava sob o controle dos rapazes. o máximo que jungkook conseguia fazer era conter os gemidos para suspiros, chamando por seu senpai.


─ porra, eu estou gozando! se você parar agora eu te mato, alfa. ─ rosnou, enfiando as presas na carne do lábio inferior mais vez, sentindo o sabor metálico invadir seu paladar. adornou a base do próprio pau, movendo o punho com movimento precisos e calculados.


─ goze gostoso para o seu alfa, gguk-chan. ─ usou seu tom autoritário, amuando o maior que deixou um grito morrer em sua garganta, esguichando jatos de porra leitosa na parede da sala vazia. tremeu dos pés a cabeça, sendo estimulado pelo caralho de jimin acertando seu pontinho sensível.


deixou o corpinho vacilar, sendo mantido de pé pelo pegada do alfa em sua cintura. respirou pesado, pondo a cabeça em ordem aos poucos. constatou que foram rápidos o suficiente ao conferir o horário em seu relógio de pulso. daria tempo de se recompor e voltar para a sala de aula.


─ está satisfeito, lobinho?


pergunta sorridente, uma mania quase irritante. independente da situação, o alfa estaria com os dentes branquinhos à mostra, não importa o quão seria a ocasião for.


─ você não imagina o quanto. ─ obriga seu corpo a virar para o loirinho, vendo o pênis teso ainda engatilhado. ─ pelo visto você ainda não está. vem aqui.


puxou jimin para um beijo carregado de saudade. oh, sim, sentia falta de seus toques, acima de tudo. detestava finais semana, porque significava dois dias e meio sem ver o alfa chatinho que o fode maravilhosamente bem.


o ósculo possuía o gosto conhecido de sangue, consequência das mordidas inconscientes de jungkook se deixando levar pela luxúria. jimin limpou cada vestígio do líquido rubro dos lábios do ômega, sentindo quando ele envolveu a sua ereção com a destra, fazendo gestos contínuos de sobe e desce. aquilo fora suficiente para acabar atando ali, findando o grudar de bocas para gemer gutural ao gozar na mão potente do jeon. era doloroso, mas ainda assim, bom para um santo caralho.


─ porra... ─ praguejou, sem fôlego. selou os lábios do moreno, murmurando algo sobre o quão incrível o lobinho era. algo também comum da carência constante do alfa. ─ vamos voltar para a sala, sim? alguém pode desconfiar se chegarmos juntos.


─ mamãe me mataria se soubesse disso, mas eu não estou nem aí. ─ subiu as roupas, notando um rastro molhado quase imperceptível em sua calça, causado por seu próprio slick. bufou com este detalhe, rezando para que niguém notasse também. quando percebeu que jimin também tinha ajeitado suas roupas, grudou-se nele novamente. ─ eu devo estar parecendo um chiclete ambulante. ─ brincou com um pingo de verdade, sabendo que o cheiro de hortelã do alfa já estava impregnado em seu corpo.


como explicaria isto? ah, que se dane.


─ posso te mascar todinho, então?


─ até mais, alfa.


31 мая 2021 г. 19:12:44 0 Отчет Добавить Подписаться
0
Продолжение следует… Новая глава Каждый понедельник.

Об авторе

luna. ꏍ 🐷 ۫ ֶָ֪ 𝕝𝘶𝗻⍺!_ 𝗥𝘖𝘊𝗞。👩‍🎤 ۬ ּ ²

Прокомментируйте

Отправить!
Нет комментариев. Будьте первым!
~