T
Tatiane Souza


"Eu nunca me senti assim Não consigo ter o suficiente, então fique comigo Não é como se tivéssemos grandes planos Vamos dirigir em torno da cidade de mãos dadas E você precisa saber Você é a única, tudo bem, tudo bem E você preciso saber Que você me mantém acordado a noite toda, a noite toda Oh, meu coração dói tanto Eu te amo, amor, tanto, tanto Oh, oh, meu coração dói tanto Eu te amo, amor, tanto, tanto...."


Короткий рассказ 18+.

#romance #amor #Taehyung #bts #Jungkook #Taekook #Vkook #Songfic #flufly # #tae #kook
Короткий рассказ
1
418 ПРОСМОТРОВ
Завершено
reading time
AA Поделиться

🥰💜

Já se passava das três horas da madrugada e Jeon Jungkook ainda estava acordado, a alguns dias não conseguia dormir a insônia insistia em lhe fazer companhia. Algo estava o incomodando, ele sabia muito bem o que era, mas ainda estava em fase de negação. Sentia o coração doer como se algo estivesse comprimindo-o, e a sensação de sufocamento estava quase o enlouquecendo.

Mas ao olhar para o lado e ver todo encolhidinho enrolado com seu edredom o garoto que vinha ocupando seus pensamentos vinte e quatro horas por dia, todos esses sentimentos se transformavam, os batimentos cardíacos acelerados uma euforia se instalava no seu ser e ele tinha certeza que ele gostaria de presenciar esse momento para sempre.

Quando conheceu Kim Taehyung a seis meses atrás nunca imaginou que estaria na situação em que se encontrava, completamente apaixonado, rendido ou qualquer outro termo que possa se usar. Se conheceram por acaso quando Jeon estava distraído tomando um sorvete de casquinha caminhando pelo parque e esbarrou no Kim manchando toda a camisa do mesmo, e depois de vários pedidos de desculpa, uma tentativa falha de limpar a camisa do outro o que acabou piorando a situação, e uma conversa civilizada, trocaram o número de telefone e a partir daí ambos já estavam trocando mensagem praticamente todos os dias.
Depois de dois meses já estavam trocando beijos e carícias no apartamento de Jeon, e o que era para ser algo casual se transformou em Kim Taehyung dormindo pelo menos quatro vezes na semana na casa de Jungkook. Eles não tinham nada oficial e nem rotulado, ambos decidiram assim, mas agora o mais novo entre os dois encontrava-se perdido em seus pensamentos tentando entender como chegou a tal ponto, logo ele que não era de se apegar a ninguém, seus amigos até debochavam de si, era rotulado como coração de gelo, pois com seus vinte e quatro anos de vida nunca teve um relacionamento sério com ninguém, nunca namorou. E não é como se ele se orgulhasse disso, apenas ninguém havia despertado tal interesse em si.

Acordando de seus devaneios ele encarou Taehyung deitado em sua cama e só com aquela visão seu coração passou a bater fortemente. Já cansado de tudo isso Jeon decidiu tomar uma atitude, então assim que o dia amanhecesse teria uma conversa séria com o Kim, queria chama- lo de namorado e apresentar aos amigos como tal, queria que ele fosse seu, assim como também seria dele e rezava para que seus sentimentos fossem correspondidos. Então decidiu que se entregaria ao sono e assim que o dia nascesse ele iria resolver tudo isso.

[...]

Jeon Sentiu os primeiros raios de sol bater em seu rosto Não se lembrava de ter deixado as cortinas abertas, mas abrir os olhos preguiçosamente teve a linda visão de Kim Taehyung Escorado na janela com uma xícara fumegante de café em mãos e vestido apenas com uma cueca box preta e uma camiseta sua que cobria apenas uma parte das coxas do mais velho, e como amava ver ele vestido com sua roupas, que ficavam um tanto larga nele, olhando o horizonte pensativo, Ele podia jurar que nunca teve uma visão tão linda em toda a sua vida, não tinha mais como negar estava perdidamente apaixonado. O mais velho virou em sua direção com um sorriso enorme no rosto que abalava com todas suas estruturas, caminhou em passos lentos até si, sentando em seu colo dando-lhe um selinho casto nos lábios.

A rotina deles era basicamente a mesma ao acordar, o mais velho fazia um café esperava Jeon acordar trocavam algumas carícias e logo em seguida ele ia embora. Mas ele não queria isso hoje queria ficar agarrado com o Kim o dia todo já que era final de semana e ambos não precisavam ir trabalhar. Insistiu para Taehyung passar o dia consigo, mas o mesmo negou afirmando que tinha marcado de passar o dia com Jimin um amigo seu. No mesmo instante Jeon emburrou, sabia que não adiantava nada insistir pois era sempre isso o Kim lhe trocando por esse “Jimin”, um cara que ele já detestava sem nem mesmo conhecer.

Assim que Taehyung foi embora ele se repreendeu pois não tinha o direito de sentir ciúmes eles não tinham nada sério era apenas um lance casual. Jeon passou a tarde inteira jogado no sofá comendo besteira e assistindo filmes do qual gostava, por volta das 17:30 da tarde resolveu vasculhar as redes sociais e se deparou com algo que fez seu coração se comprimir em seu peito e um sentimento ruim invadir sua alma, uma foto de Taehyung e Jimin com os rostos bem próximos com a seguinte legenda, “ Você é minha alma gêmea”, aquilo acabou com o resto do dia de Jungkook. Tomado pelo sentimento ruim que crescia em seu interior ele decidiu que daria um basta em seu relacionamento com o Kim, iria sofrer por um tempo mas logo estaria levando a vida normalmente como levava antes de conhecer o outro. Ele sabia que estava tomando uma medida um tanto quando drástica demais, sabia que deveria conversar com o Kim expressar seus sentimentos e se os mesmos não fossem correspondidos seguiria em frente, essa era a coisa certa a se fazer. Mas tomado por todo esse sentimento ruim que invadiu seu corpo ele tomou a pior decisão possível, é na verdade o ciúmes era uma merda mesmo.

[...]

Uma semana, esse era a quantidades de dias exatos que Jeon estava ignorando Taehyung, não respondia suas mensagens e quando respondia era para dar alguma desculpa para não se encontrarem. Um completo babaca era o que ele estava sendo e tinha noção disso, mas precisava de um tempo para por os pensamentos em ordem, porém ele não levou em consideração os sentimentos de Taehyung não parou para pensar em como ele estava se sentindo ao ser completamente esnobado durante uma semana toda sem ao menos uma explicação decente.

E por esse motivo se surpreendeu ao chegar em seu apartamento depois de um dia extremamente cansativo e cheio e dar de cara com Kim Taehyung sentado em frente à porta de seu apartamento, seu semblante era sério e quando seus olhares se encontraram Jeon achou que poderia desmaiar, ficar todos esses dias longe do mais velho foi uma tortura não tinha noção do quanto sentia falta do Kim até ver ele ali em sua frente era como se o mundo tivesse parado ao seu redor e só existisse os dois ali naquele momento.
Taehyung se levantou eles continuavam se encarando, Jeon deu um passo hesitante para frente, e quando o mais velho ia abrir a boca para dizer algo, Jungkook rompeu o espaço entre eles pensando o Kim contra a porta e depositando um selar demorado em seus lábios e logo se tornou em um beijo necessitado e cheio de saudades por parte de ambos, e como sentiram saudade um do outro. Após alguns longos minutos o beijo foi rompido e ambos permaneceram com as testas coladas e olhos fechados, Taehyung foi o primeiro a romper o silêncio.

- Jeon, nós precisamos conversar... – respirou fundo – e tem que ser agora!
A única reação de Jeon foi assentir e se soltar do corpo que sentiu tanta saudade, abriu a porta dando espaço para o mesmo adentrar seu apartamento. Sentaram se no sofá e ficaram um tempo perdidos em seus próprios pensamentos, quando Taehyung decidiu mais uma vez quebras o silêncio entre ele...

- Jeon,... – foi interrompido pelo mais novo.

- Tae você quer namorar comigo. – perguntou de uma vez de forma afobada.
Taehyung franzio o cenho de forma confusa sem entender onde Jeon queria chegar, afinal ele havia o ignorado durante a semana toda e sabe até quando ele ia continuar se não tivesse tomado uma atitude.

- O que? – perguntou confuso – Jeon você me ignorou por uma maldita semana inteira e agora do nada me pede em namoro! – estava incrédulo – Eu não tô entendendo.

Jungkook endireitou a postura no sofá, respirou fundo tomando coragem para o que ia dizer.

- Taehyung eu estou completamente apaixonado por você – soltou o ar que estava preso em seus pulmões, o Kim estava chocado jamais esperava uma declaração dessas vinda do mais novo – Eu não sei explicar o que está acontecendo comigo, porque eu nunca me senti assim antes, é uma sensação que ao mesmo tempo que é angustiante é maravilhosa – sorriu entre as frases que saíam pela sua boca – Eu não consigo parar de pensar em você em como eu me sinto bem estando ao seu lado, em como você preenche cada vazio que tem aqui no meu coração, eu nunca desejei alguém como eu desejo estar com você, em te apresentar para meus amigos e parentes como meu namorado. Por favor Tae namora comigo, seja somente meu como eu também vou ser somente seu, aliás eu já sou completamente seu. – Jungkook terminou sua fala e olhou para Taehyung com um olhar cheio de esperança, de que seu amor fosse correspondido.

Taehyung estava estático o coração acelerado as mãos suando, de todas as possibilidades que imaginou ao ir até o apartamento de Jungkook, essa foi a última coisa que se passou pela sua cabeça. Jungkook estava ali bem diante de si se declarando o pedindo em namoro, era tanta coisa para assimilar que seu cérebro entrou em 8, por mais que tentasse não consegui raciocinar direito. Já Jeon estava quase em desespero tinha que mostrar ao Kim o quanto estava perdidamente apaixonado por ele, apaixonado era pouco tinha certeza que amava Taehyung, e então resolveu continuar com sua declaração.

- Tae, você precisa saber que você é único, que eu passo a noite acordado só para poder ficar te observando enquanto você dorme. E que eu amo acordar e ver você vestido com minhas roupas você fica tão lindo – Jeon respirou fundo já tinha os olhos marejados estava em uma mistura de sentimentos muito louca – Para mim já não é mais o suficiente ter você pela metade eu te quero por inteiro, então fica comigo Tae, fica comigo seja meu namorado, você faz meu coração doer de um jeito tão bom eu te amo Kim Taehyung.

Jeon havia tirado um peso enorme de dentro do seu coração e a única coisa que que poderia fazer agora era torcer para que Taehyung aceitasse seu pedido.
Então algo despertou em Taehyung e ele chorou desabou, chorava de soluçar com as mãos cobrindo o rosto. Jeon se desesperou tentou levar as mãos até o mais velho mas parou na metade do percurso quando Taehyung tirou as mãosdo rosto e o olhou ainda chorando.

- Você é um idiota Jeon Jungkook- disse em meio ao choro, o coração de Jeon chegou a parar por alguns segundos, então era isso Taehyung estava com raiva de si e seu amor não era recíproco eles realmente iriam ter um fim – Como você faz isso comigo, eu fiquei uma semana toda achando que tinha feito alguma coisa errada, achei que ia chegar aqui e você iria terminar tudo o que tínhamos. Você sabe como eu me senti? – Quando Jeon pensou em dizer algo Taehyung se jogou em seu braços, ainda chorando o apertou em um abraço forte como se tivesse medo de que o outro desaparecesse, e Jungkook não demorou nem um minuto para retribuir o abraço ambos os corações batiam forte.

- Desculpa – Jeon pediu de maneira suave.

- Eu também te amo Kookie – disse com o rosto colado no peito de Jeon, esse que afastou o outro de maneira delicada de seu corpo e colocou ambas as mãos em seu rosto.

- O que? – e ele chorou, um choro de alívio de felicidade e sabe se lá mais o que, estava transbordando – Repete, por favor!

Taehyung que estava com o rosto vermelho e levemente inchados por causa do choro, abriu um sorriso lindo e retangular do jeito que Jungkook amava.

- Eu te amo Jeon! Amo como você me faz sentir especial, amo o jeito que você me toca e me trata como se eu fosse uma joia rara – Taehyung levou as mão até a bochecha de Jeon e fez uma leve carícia e em seguida depositou um selinho em seus lábios e colou suas testas – Você tem ideia de como eu me senti essa semana e o medo que eu estava que tudo isso entre nós acabasse? – Sussurrou.

- Desculpa! Isso tudo é muito novo para mim eu fiquei confuso. Eu vi uma foto sua e do Jimin dizendo que vocês eram almas gêmeas – estava com vergonha de admitir isso ao mais velho – e então eu fiquei com tanto ciúmes, e achei que vocês tinham algum tipo de relacionamento mais sério, até porque nós não tínhamos nada definido era pra ser só um lance casual – Taehyung soltou um sorrisinho baixinho – Mas agora falando isso em voz alta eu me sinto um verdadeiro idiota.

- Kookie, o Jimin é meu melhor amigo é como um irmão para mim, e ele está passando por um momento difícil – Jeon estava envergonhado não conseguia olhar para o outro – Ei olha para mim, ele é uma pessoa incrível e tenho certeza de que quando você conhecer ele você vai entender – Jeon assentiu em afirmação – Na verdade foi ele quem me incentivou a vir aqui atrás de você e disse que eu não deveria deixar o amor da minha vida escapar por meus dedos.

JungKook sorriu estava aliviado Taehyung também o amava, por Deus parecia surreal ele estava flutuando.

- Eu adoraria conhece- lo também Tae, afinal eu tenho que agradecer pelo maravilhoso conselho.

- Você irá, mas agora vem aqui que eu quero beijar meu namorado.

Jeon ajeitou Taehyung em seu colo e selou seus lábios, se beijaram de forma lenta e delicada um beijo repleto de carícias e sentimento, não tinham pressa pois teriam muito tempo para aproveitarem a companhia um do outro. E ali naquela noite eles se amaram de uma maneira tão intensa sem medos, e com a certeza de que agora pertenciam um ao outro de todas as formas. Tinham certeza absoluta de que fariam de tudo para estarem para sempre juntos.
“Eu nunca me senti assim
Não consigo ter o suficiente, então fique comigo
Não é como se tivéssemos grandes planos
Vamos dirigir em torno da cidade de mãos dadas”

10 мая 2021 г. 12:02:02 0 Отчет Добавить Подписаться
0
Конец

Об авторе

Прокомментируйте

Отправить!
Нет комментариев. Будьте первым!
~

Похожие истории