silvamaro Gabriel Amaro

Inko, Inka e Katze precisam embarcar em uma aventura para impedir os planos sinistros do Doutor Mistério! História participante do desafio "O roteiro de Inko, Inka, Katze" da Copa dos Autores 2020.


Киносценарии Всех возростов.

#theinkoinkakatzescript #theauthorscup
1
4.3k ПРОСМОТРОВ
Завершено
reading time
AA Поделиться

Inko, Inka e Katze Contra o Doutor Mistério

1 INT. SALA DE ARQUIVOS - MANHÃ 1

Ainda no começo de seu turno, Inko empurra um carro de ferramentas; seus dedos teclam no tablet em suas mãos, mas ele não olha a tela. Ele passa entre estantes repletas de gavetas longas, admira os arquivos e bate os pés, ansioso.

INKO

(Olhando aos lados)

Cadê a Inka? Eu já acionei o alarme há tempos.

Inka entra pela porta da sala e corre em passos curtos até Inko, ajeitando o chapéu na cabeça e tirando o cabelo do rosto.

INKA

Qual é o problema? Eu estava no meio de um lanche delicioso. Apertou o botão sem querer?

INKO

(Virando a tela do computador para Inka)

Dá uma olhada nisso.

Inka lança um olhar preocupado ao Inko e lê o conteúdo da página, fica cada vez mais boquiaberta.

INKA

Dez livros desapareceram do nosso arquivo?

INKO

Talvez mais, esses foram os que eu notei até agora. Alguém conseguiu acessar nosso banco de dados.

INKA

Como alguém pode ser tão mau? São histórias!

INKO

(Suspirando com pesar)

Vamos deixar os julgamentos para quando encontrarmos o culpado.

INKA

E o que vamos...

INKO

(Guardando o tablet em uma pasta pendurada no ombro)

Antes que você me pergunte, me adiantei: nossa melhor chance é descobrir se Katze sabe de algo.

INKA

É verdade! Ele tá sempre acordado de madrugada. Precisamos salvar nossos livros.

Inko e Inka abandonam o carrinho de ferramentas e se apressam para a saída da sala.


2 EXT. TERRAÇO DA SEDE - MANHÃ 2

Inko e Inka abrem a porta do terraço e caminham entre tubos de ventilação expostos, tentam localizar Katze durante os primeiros minutos. Cansados pela urgência e acalorados pelo sol potente da manhã, desistem e se apoiam no parapeito.

INKA

(Ofegando)

Onde está aquele gato espertinho? Tinha certeza de que acharíamos ele aqui.

INKO

Ainda temos alguns lugares para procurar.

INKA

Então vamos logo! Estamos com pressa!

INKO

Podemos procurar na sala do...

Katze pula por um dos tubos de ventilação e se aproxima da dupla, seu pelo escuro brilhando na luz do sol. Com o focinho levantado e o rabo abanante, passa para o parapeito e se esfrega no braço de Inko.

INKO

Katze! Estávamos procurando você. Pode nos dizer se viu algo suspeito durante a madrugada?

Katze ronrona baixo antes de se sentar e encarar os dois amigos.

INKA

Acho que ele tá pedindo um petisco. Tão fofo!

INKO

Não temos tempo! Katze, um petisco e você conta tudo?

O felino solta um miado de confirmação e Inko revira os bolsos da calça jeans; consegue um último petisco e o oferece ao gato. Katze devora sua refeição em poucas mordidas.

INKO

Agora você nos ajuda. Promessa é promessa.

INKA

Se você pressionar tanto ele, vai acabar precisando de outro petisco...

INKO

(Revirando os olhos)

Tá bom! Por favor, Katze.

Katze agita o rabo elegante e salta para outro tubo de ventilação, indicando que a dupla deveria seguir o caminho trilhado por ele. Ele pula na direção da saída do terraço e cheira um pedaço de tecido verde-escuro que está quase sendo levado pelo vento, perto de um dos tubos.

INKA

(Apontando para o tecido)

Ei, como não vimos isso antes?

Inko se abaixa para inspecionar o tecido e ajeita os óculos no rosto.

INKO

Parece um pedaço da roupa do invasor. Ele pode ter cortado em um dos tubos. Nossa primeira pista!

O trio corre para a saída do terraço em busca do invasor.


3 INT. SALA DA ADMINISTRAÇÃO - TARDE 3

Inko, Inka e Katze adentram a sala da administração da sede e caminham com cautela, todos procuram sinais do invasor. A sala é ampla e ocupada por computadores e baús trancados.

INKO

Katze, tem certeza de que ele veio pra cá? Isso não é nada bom.

INKA

Não é aqui que guardamos os...

INKO

Sim! Exatamente!

Katze sobe em um dos computadores e arranha o teclado de leve, chamando a atenção da dupla.

INKA

Vai lá ver o que ele tá dizendo!

INKO

(Se aproximando do computador)

Nosso sistema de segurança foi desativado há alguns minutos. E agora? Preciso pensar...

INKA

Sem tempo! Se quisermos salvar os livros, precisamos encontrar o invasor agora. Vamos, vamos!

INKO

Procura algum sinal de roubo com o Katze. Vou ver se consigo restaurar o sistema.

Enquanto Inko senta-se para tentar resolver os problemas de segurança no computador, Inka e Katze percorrem a sala checando cada um dos baús. Todos os compartimentos estão intactos, com exceção de apenas um deles. Inka arregala os olhos e se apressa ao encontro de Inko, sendo acompanhada de perto pelo gato.

INKA

Ei! O que nós guardamos no baú sete?

INKO

(Ajeitando os óculos)

Sete... Ah, não. Tá vazio?

INKA

Completamente vazio. É muito ruim?

INKO

É péssimo. Ele pegou o portal.

INKA

(Boquiaberta)

Aquele portal?

INKO

Esse portal. Se ele conseguir ativá-lo, vai ter acesso irrestrito ao universo dos livros.

INKA

Ele precisa dos livros para...

INKO

Sim! Ele pegou dez livros para acessar dez universos.

Repentinamente, um alarme agudo soa dos computadores e Inko estuda o monitor novamente. Ele se levanta da cadeira e parte para a saída da sala.

INKO

(Correndo)

Ele tá na saída da sede! Rápido!

Inka segura seu chapéu e acompanha o amigo com Katze.


4 EXT. JARDIM DA SEDE - TARDE 4

Assim que o trio abandona a sede e se vê no pequeno jardim que leva à saída, se deparam com um homem alto, coberto por capa escura e uma túnica verde-escura. Seu rosto está coberto por uma máscara branca enfeitada por um ponto de interrogação escuro, com buracos para os olhos. Ele carrega duas bolsas idênticas, uma em cada lado do corpo.

INKA

(Ofegante enquanto ajeita o chapéu)

Ei! Não vai sair daqui com os livros e muito menos com o portal!

INKO

(Se apoiando nos joelhos para se recuperar da corrida)

Quem é você?!

DOUTOR MISTÉRIO

Eu sou o Doutor Mistério. Invadi a sede de vocês em busca de passagem para universos distantes. Não me decepcionei.

INKO

Isso estava trancado por motivos sérios. Não podemos desestabilizar a ordem de cada universo criado pelos autores.

INKA

Resumindo: devolva tudo que pegou agora mesmo.

O homem se distancia do trio em passos curtos, andando de costas para a saída e mantendo os olhos fixos nos guardiões dos livros. Inko, Inka e Katze avançam na mesma medida.

DOUTOR MISTÉRIO

Essa magia não pode ser exclusiva de vocês. Eu tenho o direito de visitar cada um desses universos.

INKO

(Arrumando os óculos e avançando)

A magia não é nossa! A magia foi e continua sendo criada por cada autor que constrói seu próprio universo. Nós só organizamos e catalogamos tudo.

INKA

Por que estamos conversando? Ele vai fugir!

DOUTOR MISTÉRIO

Eu não faria isso se não fosse necessário. Sinto muito.

INKA

Inko, vamos logo!

INKO

Mas por que seria necessário? O que você quer?

DOUTOR MISTÉRIO

Não é problema de vocês. Adeus!

INKA

Katze!

Katze avança ao ouvir o chamado de Inka e, antes que o Doutor Mistério alcançasse a saída do jardim, arranha uma de suas mãos e o faz derrubar a bolsa do lado esquerdo. O invasor não pausa sua fuga e escapa pelo portão; o trio o observa montar em uma motocicleta e desaparecer na rua deserta.

INKO

Tenho quase certeza de que podemos localizar a motocicleta através das câmeras.

INKA

O que ele deixou cair?

O trio retorna ao jardim e inspeciona a bolsa derrubada.

INKO

Oito livros. Ele fugiu com o portal e os outros dois.

INKA

(Suspirando em frustração)

E agora?

INKO

Agora nós trabalhamos para encontrá-lo. Ele não sabe como o portal funciona, não vai ser capaz de o ativar tão rápido.

Determinados, os três retornam à sede decididos a encontrar o invasor e impedir o futuro caos nos universos literários.

18 октября 2020 г. 23:44:42 0 Отчет Добавить Подписаться
5
Конец

Об авторе

Gabriel Amaro Oi. Sou Gabriel, tenho 24 anos e sou estudante de Letras - Português/Inglês na UFRJ. Eu escrevo desde uns 10 anos e quero dividir minhas ideias malucas com o mundo. Apesar de escrever de tudo, meu foco sempre foi fantasia, sci-fi e terror. Odeio finais felizes, mas nunca se sabe quando vou surtar e seguir por esse caminho.

Прокомментируйте

Отправить!
Нет комментариев. Будьте первым!
~