luraywriter Luray Armstrong

Katsuki Bakugou e Eijirou Kirishima são melhores amigos que se conheceram no ensino médio e que agora moram juntos, enquanto estudam em suas respectivas faculdades. Em meio a gay panics, surtos, abraços e carinhos numa vida doméstica e convivência diária, eles vão deixando uma outra forma de amor permear a amizade.


Фанфик Аниме/Манга 18+.

#gay #kiribaku #bnha
2
7.8k ПРОСМОТРОВ
Завершено
reading time
AA Поделиться

CAPÍTULO 1

notas:

Todos os capitulos são inspirados nos prompts desse post do tumblr
https://athxna-writes.tumblr.com/post/611341376778649600/fluffyhumorous-prompts

Creditos da fanart de capa:

https://chocorottish.tumblr.com/
Essa fic ta sendo postada hoje como comemoração dos meus 4 anos como ficwriter!
Espero que gostem!





Katsuki ouviu o grito da cozinha, alto e apavorado.

Que porra Eijirou estava fazendo ele não tinha ideia. Mas como precisava estudar, era melhor ir logo checar o que era para evitar novos gritos atrapalhando sua concentração.

Katsuki entrou na cozinha do apartamento que compartilhava com seu melhor amigo de longa data para vê-lo sentado ao lado da pia comendo sorvete, todo torto por causa do armário logo acima, o espaço pequeno de forma alguma feito para comportar a montanha de músculos que era Eijirou.

Mas que DIABOS aquele idiota estava fazendo? Será que tanta tinta para cabelo tinha finalmente derretido o cérebro dele como Katsuki suspeitava que iria?!

— Eijirou, que porra você ta fazendo?

— Nada. Só comendo sorvete aqui sentado. — o ruivo de farmácia lhe olhou com um sorriso inocente.

Katsuki suspirou.

— Em cima da pia?

— É confortável!

Katsuki pegou a sandália em seu pé, segurando com força e olhou para Eijirou.

— Cadê a barata?

Eijirou deixou um beicinho se formar em seus lábios e apontou para debaixo da mesa da cozinha.

Katsuki se abaixou e notou uma barata enorme subindo por um dos pés da mesa. Okay, Eijirou merecia um desconto. Aquela coisa era nojenta.

Katsuki acertou uma chinelada na barata, que caiu no chão, e aproveitou para pisar nela com o outro pé e terminar de matar, escutando o barulho estalado embaixo da sandália.

Ele logo varreu e apanhou a barata morta para colocar no lixo, ouvindo Eijirou gritar:

— AEEE, É ELE, O GRANDE KATSUKI ACERTA MAIS UMA VEZ SENHORAS E SENHORES. ASSASSINO A SANGUE FRIO, PROTEGE A VIDA DOS CIDADÃOS DA CIDADE, ELE FAZ JUSTIÇA COM AS PRÓPRIAS MÃOS. ELE É TIPO O BATMAN, MEUS AMIGOS. UM HOMEM VIRIL, FORTE, CORAJOSO —

— Eijirou, cala a boca, pelo amor de deus. — Katsuki interrompeu.

Deixou a pá e a vassoura de lado no canto da cozinha e assistiu Eijirou descer de cima da pia com um sorriso no rosto.

— Obrigado!! — Eijirou gritou, com um sorriso enorme enfeitando seus lábios.

— Para de gritar, inferno. Amanhã eu tenho prova, tô estudando. — Katsuki resmungou.

— Ah, tudo bem. — Eijirou falou mais baixo, sem graça. — Obrigado, meu herói. — Eijirou falou baixinho, deixando um beijo na bochecha de Katsuki ao passar por ele e ir pro próprio quarto.

Katsuki engoliu em seco e voltou ao quarto para estudar, ignorando suas bochechas coradas.



4 июня 2020 г. 21:12:34 0 Отчет Добавить Подписаться
1
Прочтите следующую главу Capítulo 2

Прокомментируйте

Отправить!
Нет комментариев. Будьте первым!
~

Вы наслаждаетесь чтением?

У вас все ещё остались 20 главы в этой истории.
Чтобы продолжить, пожалуйста, зарегистрируйтесь или войдите. Бесплатно!

Войти через Facebook Войти через Twitter

или используйте обычную регистрационную форму