talvez_quiabo Iago Rodrigues

Na calada da noite o mundo é dos demônios, isso não pode ficar assim, alguém precisa mudar isso, um Kirchner normal não pode fazer muita coisa, mas talvez um especial acabe com esse caos...


Ação Impróprio para crianças menores de 13 anos.
4
1.2mil VISUALIZAÇÕES
Em progresso
tempo de leitura
AA Compartilhar

Demônios de Inetsunare

Tudo começou a muitos anos atrás...
Na cidade de Inetsunare, Japão. Na calada da noite. Estava frio, os cidadãos estavam dormindo, alguns acordados, e alguns trabalhando. Era tempo de naturalmente usar duas cobertas. Respiração visível por causa do frio que congelava as mãos, bocas secas e pessoas acostumadas com o cotidiano pacífico.

Algumas horas se passaram. De repente o número de ligações para hospitais aumentaram radicalmente em toda a cidade. Pessoas começaram a desmaiar na rua sem motivo aparente, quando algumas chegaram aos hospitais da cidade elas já estavam mortas. Nenhum machucado foi encontrado nelas, nenhuma hemorragia, não havia motivo para elas estarem mortas.

Todos estavam preocupados, era como uma epidemia que só matava pessoas da cidade, em 12 horas mais da metade das pessoas da cidade faleceram.

Algumas pessoas saíram da cidade acreditando ser uma doença e que estariam salvas se estivessem longe, mas todos que estavam na cidade até os que fugiram depois morreram...
Idosos, crianças, ninguém escapou. A cidade se tornou um caos, carros batendo em todas as ruas. Em 48 horas todos sem exceção morreram de vez, na cidade ficou apenas pessoas que chegaram depois de outras cidades, policiais, bombeiros, médicos... todos que não estavam em Inetsunare continuaram vivos.

Foi um fato histórico, o mundo todo já estava sabendo o que aconteceu em Inetsunare.

Parentes que moravam fora da cidade ficaram indignados, ninguém sabia explicar o que aconteceu, alguns associavam o fato ao terrorismo, e outros falavam que era algo sobrenatural, ninguém sabia de fato o que estava acontecendo.

A cidade foi fechada, ninguém podia entrar, virou uma cidade fantasma, um ar angustiante, quem via a cidade sentia uma tristeza imensa, saber que milhões de pessoas morreram ali, é algo surreal, qualquer um sentiria o mínimo de tristeza pelas pessoas que foram mortas.

5 dias depois, perceberam que uma cratera estava sendo aberta no meio da cidade, novamente sem motivo nenhum, não tinha ocorrido nenhum terremoto, algo sem explicação, algumas pessoas acreditavam que a cidade estava amaldiçoada, tentaram tampar a cratera, mas tudo que jogavam lá dentro queimava, em poucas horas um cheiro de cinzas circulava na cidade, o ar quente que doía o pulmão, cidades próximas estavam com medo, o Japão inteiro estava em choque.

7 dias depois, a cratera já estava quase do tamanho da cidade, ela parou de aumentar, mas, um castelo escarlate gigante teria saído da cratera, ele tomou a cidade inteira, a partir daí o governo do Japão já tinha certeza que era algo sobrenatural e tentou esconder isso, dando o mínimo possível de informações aos cidadãos, todos que entravam no castelo não saiam mais, câmeras não funcionavam lá dentro, as paredes do castelo eram indestrutíveis, jogar uma bomba lá seria perigoso demais para as outras cidades próximas, o governo apenas deixou isso de lado, já que não estava interferindo em nada, selaram todas as entradas do castelo e avisaram que era estritamente proibido a entrada.

1 mês depois, as entradas que antes estavam seladas foram destruídas, aparentemente por algum tipo de animal, já que haviam marcas de garras, mas era bem diferente de qualquer outro animal.. o medo voltou, o governo não falou nada para não criar pânico.

1 mês e 7 dias, coisas parecidas com monstros foram avistadas nas redondezas do castelo, e é aqui que tudo só piora...

15 anos se passaram, os chamados "Demônios de Inetsunare" já se espalharam pelo mundo todo, eles se alimentam de humanos e só aparecem de noite,
em um certo momento uma organização foi erguida pela população com grandes mestres, e nesses lugares era ensinada a arte da guerra, basicamente exércitos contra os demônios, os Kirchners são especializados em matar os Demônios, todos eles usam uma arma especial, a arma de cada um tem a alma de um animal com qual o portador de identifica, não é possível colocar a alma dos animais em armas de fogo, as armas vão desde facas a katanas e machados, o traje de um Kirchner é uma blusa dourada, e por cima uma blusa curta vermelho sangue de manga comprida que não cobre a barriga, mostrando a blusa dourada por baixo, atrás da blusa vermelha tem o símbolo dos Kirchners, um círculo dourado rodeado de espinhos com marca de garras dentro, eles que protegem os cidadãos dos ataques dos demônios, garantindo a segurança de todos.

Hoje esta um dia chuvoso, falta 8 minutos para meia-noite, dois irmãos estavam brincando com uma bola na varanda de casa.

??? -Nejiki! você já percebeu que essa bola é meio oval?

Nejiki -Já, mas isso não vai me impedir de ganhar de você!
(Diz o rapaz com um sorriso no rosto)


Derrepente os dois irmãos ouvem um barulho de panela vindo da cozinha da casa, ambos ficam preocupados porque eles deveriam estar dormindo e a mãe deles com certeza bateria neles

Nejiki -G-Guyne
(Fala Nejiki sussurrando e com medo)
-É a mamãe?

Guyne -Vai lá olhar

Nejiki -Não! você é o irmão mais velho, então você que tem que ir

Guyne -Que lógica é essa? se eu sou o irmão mais velho você tem que fazer o que eu mando

Nejiki fica com raiva, mas vai olhar da onde veio o barulho, ele anda cuidadosamente até a cozinha e não vê ninguém.

Nejiki -Tudo bem, a mamãe nã-

Derrepente dá para ouvir um grito de desespero vindo da varanda, era a voz do Guyne, o coração de Nejiki começou a bater mais rápido, ele não pensou duas vezes e correu para a varanda gritando o nome de seu irmão.

Nejiki -GUYNEEEEEE!!!

Nejiki congela por um momento, ele viu uma figura segurando Guyne pela cabeça como se fosse uma sacola de mercado, um monstro horrível, ele devia ter pelo menos 2 metros de altura, Nejiki não conseguia se mexer, o medo tomou conta dele...

24 de Março de 2020 às 06:09 0 Denunciar Insira 4
Continua…

Conheça o autor

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Mais histórias

Criminal Criminal
O Muro O Muro
Born to kill Born to kill