Carne Vale (Carnaval) Seguir história

jpsantsil Jp Santsil

Carnaval Festa marcada de contraste Retratando a moderna sociedade Em um grande mar de desigualdades


Poesia Sátira Todo o público.

#ilusão #fantasia #carnaval
Conto
0
594 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Carne Vale (Carnaval)

Carnaval
Festa onde a carne vale
Onde as ruas e avenidas se transformam num grande baile
Baile de fantasias e “fantasias”
Onde a musicalidade impera em meio a prazeres e orgias


Carnaval
A festa da carne onde tudo vale
E o limite não tem limites
Nem sinais que advertem: PARE!


Carnaval
Festa onde a vaidade perdeu o manto
Onde rico, pobre, preto e branco
Se misturam e se igualam apenas como humanos


Carnaval
Festa marcada de contraste
Retratando a moderna sociedade
Em um grande mar de desigualdades


Mostrando que a escravidão ainda não acabou no Brasil
Vai da necessidade dos catadores de lata
Ao sofrimento do povo humilhado nas cordas do trio


E daquele povo preto que fez surgir o repique
E o toque do tambor


E que agora assiste excluído o que inventou
Ficando de fora dos cordões do carnaval de Salvador


Carnaval
Investimento, lucro, sustento e trabalho para uns
Alegria, felicidade, prazer e diversão para outros
Decepção, perda, sofrimento e morte para alguns


Como diz a melodia do grande Melodia:


“Carnaval, carnaval, carnaval
eu fico triste, quando chega o carnaval”

12 de Novembro de 2019 às 07:54 0 Denunciar Insira 3
Fim

Conheça o autor

Jp Santsil Nasceu em Salvador, capital do Estado da Bahia, tendo se dedicado mais da metade de sua vida a projetos de ativismo social, educacional, cultural e ecológico com crianças e jovens em estado de risco e extrema pobreza nas favelas e comunidades carentes do Brasil e Ecuador. Atualmente vive e é cidadão do Estado de Israel, oriente médio asiático, onde se dedica a projetos ecologicamente sustentáveis. ​

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~