VIDA DE PRETO Seguir história

jpsantsil Jp Santsil

O passado que passou ou que ainda passará O presente que ficou a sabedoria do lugar As vitórias do passado ainda ficam na lembrança Lembrança de um preto velho que um dia foi criança


Poesia Sátira Todo o público.

#ancestralidade #sabedoria #Preto-Velho
Conto
2
1.9mil VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

VIDA DE PRETO

O passado do meu povo é triste
O passado do meu povo não passa
O passado do meu povo se firma
O quilombo não é mais nas matas



O passado do meu povo é de luta
O passado do meu povo oprimido
O passado do meu povo tem glórias
Só que as vitórias não se encontram nos livros



O meu povo vira a cara para o passado
O passado de injustiça não passou
Os quilombolas hoje estão alienados
O ideal dos quilombos parece que acabou



A cultura do meu povo hoje é esquecida
As lembranças do passado parecem não ter mais vida
Os Orixás que um dia tiveram glória e louvor
Parecem ser lembranças de um preto velho pescador



Vida de preto!
Diga lá, diga lá meu preto velho
Diga meu preto!
Ou será que já foi para o cemitério



O passado que passou ou que ainda passará
O presente que ficou a sabedoria do lugar
As vitórias do passado ainda ficam na lembrança
Lembrança de um preto velho que um dia foi criança



Tudo com tempo tem tempo foi assim que eu ouvir
Num terreiro, numa roça onde eu vim me redimir
A sabedoria do meu povo só vai deixar de passar
Quando lembrar do passado e reverenciar os Orixás



Vida de preto!
A caridade, a justiça, o respeito



Diga meu preto!
Ou será que já foi para o cemitério



Diga lá, diga lá meu preto velho

31 de Outubro de 2019 às 17:05 0 Denunciar Insira 1
Fim

Conheça o autor

Jp Santsil Nasceu em Salvador, capital do Estado da Bahia, tendo se dedicado mais da metade de sua vida a projetos de ativismo social, educacional, cultural e ecológico com crianças e jovens em estado de risco e extrema pobreza nas favelas e comunidades carentes do Brasil e Ecuador. Atualmente vive e é cidadão do Estado de Israel, oriente médio asiático, onde se dedica a projetos ecologicamente sustentáveis. ​

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~