Camboy Seguir história

bucetinhadobyun 𝕤𝕞𝕚𝕝𝕖 𝕠𝕟 𝕞𝕪 𝕗𝕒𝕔𝕖 ⁹⁹

Baekhyun era completamente lindo, perfeito e maravilhoso, sabia muito bem disso e usava a seu favor todas as tardes na frente daquela webcam em seu quarto com estampa de heróis. Ele era o rei, o astro principal daquele show, hipnotizava a todos os telespectadores e os levava a loucura mesmo com gestos sutis.


Fanfiction Para maiores de 21 anos apenas (adultos).

#exo #pwp #baekhyun #dirty-talk #webcam #baekhyuncentric #Camboy #Pornstar
Conto
1
428 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Hot star

Ajeitou os fios e olhou o visual do dia, uma camisa preta e calça jeans, mas não ficariam em seu corpo por mais que cinco minutos, já que logo estaria com trajes melhores. Ou no caso, sem qualquer um, como seus fãs preferiam. O corte favorito deles aquele ano era o mullet e apenas por isso decidiu manter mais do que por alguns meses, e isso ainda lhe rendeu mais espectadores e consequentemente mais dinheiro.

— É hora do show Baekhyun. — disse sentando-se na cama e ligando a webcam, logo seus fãs mais devotos surgiram comentando elogios e insinuações.

Aquilo o fez sorrir, naquele momento faria exatamente o que lhe pedissem, como um agradecimento pela boa quantia que arrecadou aquele mês. Percorreu os olhos pelo chat enquanto acariciava o pau por cima da calça, todos os brinquedos que poderia utilizar o aguardavam espalhados na cama, viu então um pedido tímido de uma moça pedindo que dissesse um boa noite para ela.

— Boa noite minha baby girl. — disse com a voz arrastada e extremamente sedutora, quase como se estivesse gemendo, os lábios próximos ao microfone.

Logo a mesma comentou que estava molhada com aquilo e isso o fez rir, enquanto ainda se masturbava por cima do pano de pernas abertas, acabou por ficar duro e mordeu o inferior jogando a cabeça para trás. Seus fãs adoravam quando fazia isso, os levava ao orgasmo sem qualquer esforço. Abaixou a cabeça e olhou o chat, um rapaz pediu que tirasse a camisa ao som de uma música sensual, levantou-se e escolheu uma música no spotify, em seguida tirou a camisa lentamente e a jogou em um canto do quarto. Seu abs definido levou os espectadores a loucura como sempre, e ele sorriu satisfeito, mais duzentos dólares foram depositados.

— O que os meus babys querem, hum? O oppa vai ser bonzinho hoje. — disse e voltou a sentar na cama.

Um comentário saltou, pedindo quase implorando que ele ficasse sem a calça e mostrasse o seu pau que parecia sufocado na calça, ele então levantou-se e abriu o botão lentamente, depois desceu o zíper e a calça, gemendo com o alto por acabar descendo a cueca também. Os espectadores tiveram um orgasmo apenas com aquilo, completamente excitados e ansiando por mais, ele então masturbou-se um pouco apenas para provocá-los com os olhos fechados e os lábios entreabertos.

— O oppa também queria foder cada um de vocês, bem fundo... — disse um gemido escapou, mais dinheiro entrou em sua conta. — Como queria que estivessem aqui... Caralho! — rosnou quando seu pau pulsou e ele então olhou o chat de novo, não paravam de comentar o quanto estavam excitados e mais notificações de depósitos foram aparecendo. — Querem que o oppa mostre? — pegou uma vagina de brinquedo e tirou a calça e a cueca por completo, em seguida posicionou-se na cama de lado para que a câmera o pegasse. Esfregou a cabecinha no clitóris, gemendo grave e arrastado e depois olhou diretamente para a câmera, penetrando sem hesitar na entradinha e estocando a mesma, fundo, rápido e duro. Isso foi o suficiente para que alguns tivessem seu primeiro orgasmo, mas ele estava apenas se aquecendo. — Como os meus babys são apertadinhos, porra! — e meteu mais fundo, sentindo o interior do objeto o apertar, gemendo por conta disso. E continuou naquele ritmo, sua bunda se contraindo, seus quadris se movendo como se sua vida dependesse disso, o coração acelerando e o suor começando a se mover em sua testa. Sentou na cama e abriu bem as pernas, voltando a meter bem fundo, mesmo que lentamente, naquele objeto que era supostamente o espectador. E ele fodia aquilo de uma forma, que por um segundo ele mesmo acreditou estar fodendo um dos seus fãs. Não demorou até que ele tivesse seu primeiro orgasmo, fazendo sua porra sair em jatos e escorrer pelo objeto, enquanto seu peito subia e descia tentando normalizar a respiração. — Gostaram? O que querem que o oppa faça agora? — aproximou-se do visor curvando-se, deixando seu abs e pau a vista para os espectadores. — Ok, vou usar o vibrador. — sentou-se na cama e pegou o vibrador, ligando-o e o passando por toda a extensão do seu caralho que estava ficando duro de novo, gemendo sempre que o objeto alcançava suas bolas e a cabecinha. Seu caralho pulsou quando ele usou dois vibradores, sugestão de uma das espectadoras, quase fodendo aqueles objetos movendo o quadril contra eles com a cabeça jogada para trás, gemendo sem parar com o imenso prazer que sentia. Ele estava tão suado e excitado, que sua pele já brilhava e o tornava mais gostoso do que normalmente era, e isso fez com que mais espectadores gozassem por sua calça. Olhando para a câmera e gemendo, ele gozou em jatos outra vez e alguns pingos caíram em sua barriga, o fazendo rir maliciosamente. — Bom... Pela hora eu precisarei encerrar a transmissão por hoje, espero que tenham gostado de foder com o oppa de vocês, na semana faremos de novo. — disse próximo ao microfone enquanto olhava o visor. — O oppa ama vocês, babys, muito.

Deu uma piscadela e encerrou a transmissão, guardando os objetos utilizados e seguindo para o banheiro, estava quase na hora de trabalhar no bar servindo bebidas. De dia ele dormia, de tarde fazia transmissão e a noite servia bebidas, e ele gostava disso... Tão conhecido, amado e ao mesmo tempo tão esquecido e desconhecido, ao menos tinha um dinheiro no fim do mês que o permitia manter seus pequenos luxos.

23 de Outubro de 2019 às 05:56 0 Denunciar Insira 1
Fim

Conheça o autor

𝕤𝕞𝕚𝕝𝕖 𝕠𝕟 𝕞𝕪 𝕗𝕒𝕔𝕖 ⁹⁹ Gosto de escrever, ouvir música e apreciar fanarts. ♥

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~