Seus Olhos Verdes Seguir história

lalixori Marcela Sezini

Sabe quando sua vida muda de um dia para o outro? Assim aconteceu com Blanca. Feliz a mulher não imaginou que sua vida e a do seu grande amor mudaria de um dia para a noite.


Conto Todo o público.

#despedida #conto
Conto
0
490 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Seus Olhos Verdes

Lembro-me de tê-lo visto na saída do trabalho, seus cabelos estavam molhados por conta da chuva e suas roupas ensopadas. A água pingava de seus cabelos molhando seu rosto, você segurava uma pasta que deveria haver seus documentos de trabalho.
Naquela tarde você estava diferente.
Enquanto o observava, você caminhava tranquilamente debaixo da chuva, despreocupado, como se não estivesse se importando com nada e descobri mais tarde que realmente não estava.
Você parou um instante para conversar com o segurança do seu prédio antes de entrar. Seu sorriso estava sem vida e seus olhos que deveriam estar verdes, no momento estavam sem cor, sem brilho. Eu sabia naquele instante que alguma coisa estava errada.
Então você entrou no prédio e não saiu mais de lá.
A movimentação começou logo em frente ao seu prédio algum tempo depois. Ambulâncias, carros de polícias e bombeiros, nunca poderia imaginar que aquilo pudesse estar acontecendo com você. Você estava tão bem, tão alegre, no fundo, você parecia mesmo feliz.
Só parecia.
Os paramédicos desceram algum minuto depois, carregando você em uma maca, desacordado. Não poderia imaginar ou aceitar que aquilo estava acontecendo, a meu ver, nada daquilo parecia ser real.
Lembro-me que uma semana antes estávamos conversando sobre visitar sua família na serra, estávamos tão felizes, você estava feliz.
Será que tudo aquilo era mentira?
Suas palavras para mim, foram vazias, meu amor?
Não sei como foi que tudo isso aconteceu, não sei como eu não percebi que isso estava acontecendo. Eu estava tão cega assim?
Você dizia que nunca me deixaria, mas naquele dia você me deixou, quase sozinha.
Por que você nunca me disse meu amor? Por que passou por isso tudo sozinho? Sabia que poderíamos passar por isso junto, saiba que conseguiríamos enfrentar tudo juntos. Você não me disse, na verdade, nunca me falava como se sentia. Talvez assim pudéssemos ter evitado aquilo, ter ignorado o seu fim.
Você se lembra meu amor de quando falávamos que iriamos morrer juntos? Que seriamos enterrados um ao lado do outro? Lembra que passávamos noites inteiras falando sobre como queríamos viver juntos por toda a nossa eternidade?
Por que você não cumpriu a sua promessa? Tinha mesmo que fazer aquilo?
Iriamos nos encontrar naquela noite depois do trabalho, você tinha acabado de conseguir a promoção que tanto queria. Esse era um dos seus tantos sonhos, lembra? Pelo menos pensei que era, agora, já não sei mais o que passava pela sua cabeça. Já não sei o que o levou a cometer tal ato.
Lembro-me quando vi seus olhos verdes sem vida, você tinha mesmo que fazer isso comigo? É como se uma parte de mim também tivesse ido embora. Não aguentei quando me ligaram naquele dia e me contaram o que havia acontecido, o que você havia feito.
Eu era importante para você? Era tudo verdade o que me dizia todos os dias?
Então, porque me deixou? Porque me deixou sabendo o que havia dentro de mim? Iriamos construir nossos sonhos juntos lembra?
Sinto muito caso não tenha sido suficiente, me perdoe meu amor caso tenha feito alguma coisa de errado, mas principalmente me desculpe por não ter notado que havia algo diferente com você.
Quero que saiba que sempre, sempre me lembrarei de seus olhos verdes ao dormir e ao acordar. Saiba que nunca irei lhe esquecer, tenho uma parte de você ao meu lado e sempre terei e lhe prometo que farei de tudo para cuidar bem dela, assim como se sei que você faria.
Seremos felizes, meu amor. Tenha essa minha promessa em mente seja onde estiver.



21 de Outubro de 2019 às 16:31 4 Denunciar Insira 0
Fim

Conheça o autor

Marcela Sezini Escrevo desde os 11 anos e escrevo praticamente todos os gêneros. Amo ler e falar sobre livro com meus amigos.

Comentar algo

Publique!
MiRz Rz MiRz Rz
Olá, eu sou a MiRz do Sistema de Verificação do Inkspired. O Sistema de Verificação atua para ver se as histórias estão dentro das normas do site e ajudar os leitores a encontrar boas histórias no quesito de gramática e ortografia; verificar sua história significa colocá-la entre as melhores nesse aspecto. A verificação não é obrigatória para sua história continuar sendo exibida no site, portanto se não se interessar em obtê-la, basta ignorar essa mensagem e não alterar o seu texto. Caso queria que outras histórias suas sejam verificadas, é só contratar o serviço através do “Serviços de Autopublicação”. Sua história está marcada como “em revisão” pelos seguintes apontamentos retirados do seu texto: 1) Falta de vírgula. Seu texto está faltando uma vírgula ao separar duas orações com sujeitos diferentes, como em “[...] Enquanto o observava você caminhava tranquilamente [...]”. Nesse caso, deve ter uma vírgula entre “observava” e o “você”; faltam vírgulas também para separar os vocativos. 2) Expressão equivocada. A expressão “de baixo da chuva”, a forma correta é “debaixo”, pois trata-se de um advérbio de lugar, usado para indicar que algo ou alguém está inferior. Vale como substituto da expressão “sob”. 3) Concordância verbal. Em alguns momentos do texto, o seu verbo está no plural, mas o resto da sua frase no singular, como por exemplo, “[...] estávamos tão feliz [...]” no lugar de “[...] estávamos tão felizes [...]”, “[...] passávamos noite inteiras [...]”, no lugar de “[...] passávamos noites inteiras [...]”. 4) Uso equivocado do “porque”. Nas frases interrogativas com os “porques”, usamos “por que” quando ele ver no início ou no meio, e ao final, seguido pelo ponto de interrogação o “por quê?”. O uso do “porque” é apenas nas afirmativas. Eu citei apenas alguns exemplos presentes no texto, pode ter alguns outros que não foram abordados, por isso recomendo uma revisão mais minuciosa da história caso decida optar por revê-la. Você pode contratar os serviços de um Beta Reader em Serviços de Autopublicação aqui do Inkspired para analisar os erros mais profundos ou se quiser, pode conferir algumas dicas no livro “Esquadrão da Revisão”. Caso você estiver interessada em uma nova verificação, após corrigir os erros de todos os capítulos, basta comentar aqui, que eu farei uma nova releitura. No mais, a história está muito boa. Eu lamentei junto da personagem ver alguém tão querido cometer suicídio. É uma situação muito triste e você caprichou bem no drama da situação, parabéns! Tenha uma boa semana. :)
21 de Outubro de 2019 às 15:25

  • MiRz Rz MiRz Rz
    Oi Marcela. Há algumas coisinhas erradas ainda. Na frase “carros de policias”, o plural está apenas em “carros”, pois polícia só se utiliza no plural se estivermos falando de mais de um tipo, como “polícias militares e civis”, caso contrário, a palavra permanece no singular: “polícia”. Há alguns “porques” juntos em perguntas, principalmente nos quatros últimos parágrafos, onde também há vocativo, como “meu amor” que não estão separados com vírgula na frase. Caso ainda esteja interessada em uma nova verificação, após a correção do texto, responda esse comentário novamente, que farei uma nova releitura. Tenha uma boa semana. :) 4 weeks ago
  • Marcela Sezini Marcela Sezini
    Irei fazer todos os ajustes agora. Obrigado. 21 de Outubro de 2019 às 16:35
  • Marcela Sezini Marcela Sezini
    Olá tudo bem? Corri os erros que falou, mas peço que avise caso algum detalhe tenha passado despercebido por mim. Obrigado. 21 de Outubro de 2019 às 17:00
~