Conto
1
1.1mil VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Mil Sóis

O passado passou, tudo o que passará

O aço assou, minha cor começou a mudar

O laço laçou, a lança se perderá

O compasso parou, com o passo a se parar


Cem Sóis passam sobre minha cabeça

Sensor sempre para de tentar achar

Sem cor, a pupila começa a virar

Sem Sóis, do avesso o mundo perece ao girar


Muito mais de 500 Sóis ficam no centro

A porta que queima apenas com o vento

Não consigo mais ver o que vem de dentro

Justas cinzas que pairam no ar conforme o tempo


E no templo, 399 Sóis

Eu e você, sempre a sós

E o tempo então? Por que não é veloz?

Vivendo e queimando em fogo feroz


Um segundo é uma hora

Um segundo espere... sempre demora

Em segundo, sempre a um passo da vitória

Em segundo sempre, um passo sem memória


Se gun doer, há apenas um Sol pra fazer valer.

21 de Setembro de 2019 às 17:41 0 Denunciar Insira 5
Fim

Conheça o autor

Eduardo Kendy Apenas uma pessoa que gosta de criar histórias

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~