Fear Seguir história

foreverevril ForeverEvril

Quando tudo esta perdido. Quando não se tem saída? Quando o mundo não para de girar. Quando não tem mais volta?


Conto Impróprio para crianças menores de 13 anos.

#tristeza #musica #conto #depressao
Conto
0
571 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Saída

Saída?

Então você olha para uma pessoa na sua frente e acha que o que vê por fora também esta por dentro?


Eu não sei mais quem eu sou, eu não sei mais como seguir a minha vida, olho as pessoas ao meu redor e todas parecem felizes, ninguém parece notar o que eu sinto por dentro, será que alguém se sente por dentro como eu me sinto?

O mundo é feito de pessoas de todos os tipos, pessoas boas, pessoas más, pessoas que valem à pena, e pessoas que jamais valerão, e é por uma pessoa que eu me sinto assim.
Sozinha, sem amigos, sem irmãos, sem ninguém para dividir meu sofrimento e minha dor, as pessoas fingem escutar, mas na verdade elas não escutam uma única palavra, elas falam coisas reconfortantes, mas a sua dor é maior do que qualquer coisa que ela possa te dizer, quem pode entender isso? Quem vai saber realmente o que você esta sentindo?

Uma dor, seu coração acelerado, uma angustia, um terror, um medo, é assim que eu me sinto desde que você foi embora, será que alguém esta notando a minha ausência ou sentindo a minha falta?
Eu quero gritar trancada em meu quarto. A dor não cessa, a angustia dentro de mim não some, o medo esta atingindo o meu limite o vazio esta tomando conta do meu coração. Por mais que eu tente explicar, por mais que eu fale, jamais conseguirei realmente expressar todas as coisas que sinto. Rodo meu whatsapp várias e várias vezes atrás de alguém com quem eu possa desabafar, mas há alguém? Sim, há pessoas, há pessoas maravilhosas que tentam nos ajudar e por mais que tentem não é o suficiente, o que se pode fazer para curar isso? Imaginar mil formas de morrer?
A música triste ao fundo não irá te incentivar ao suicídio, o que te leva ao suicídio é o desespero e a agonia de tentar parar todos esses sentimentos e frustração de não conseguir. Por que você se foi? Por que você me deixou tão só? Prometeu que nunca me deixaria, e agora?

Bem, agora eu estou morrendo aos poucos, não com drogas ou bebidas, não me cortando com uma gilete, mas sim com a depressão que esta me matando aos poucos de dentro para fora. Por isso eu sempre digo: Você pode ver o exterior impecável, enquanto o interior esta podre, sem a menor chance de ser concertado, sem a menor chance de ter uma segunda chance, ou não, acho que estou me precipitando, talvez tenha chance de ser curado sim, mas nesse momento não vejo nenhuma.
O desespero ainda me consome, respiração ofegante e sentimentos a mil. Escrevendo um ultimo verso, talvez? O mundo não me pertence, nunca me pertenceu, sou mais um ser fraco, sem vida, sem animo, sem nada, sou mais uma marionete da morte que brinca de estar vivo, sou mais uma vitima da depressão.

Mas por que você foi embora mesmo? Foi embora levando tudo que tinha de bom dentro de mim, tudo que tinha de vivo. Meu Deus e esse desespero que não passa, onde eu vou parar? Quando isso vai parar? Quando essa música vai parar? Eu não aguento mais procurar pessoas para dizer o que eu sinto, eu não aguento mais explicar sempre as mesmas coisas, mas nunca me sentir satisfeita com isso.
Não vou parar nunca, sabe por quê? Porque eu sei o que me falta, me falta você, esse desespero, esse aperto no peito, esse nó na garganta, essa falta de ar que me consome, essa vontade de gritar e essas imagens que passam em minha cabeça me mostrando como eu posso morrer, essas coisas só irão parar quando eu contá-las para você sim, para você. Eu sou forte? Não, eu não sou forte, essa roupa preta que uso significa que eu estou em uma defensiva? Não, apenas significa que eu estou de luto, sim, de luto, luto pela minha vida que se foi junto a você, luto pelas incontáveis vezes que eu tenho chorado durante os dias, luto pela forma como você me deixou, onde está você? Volta por favor, esse mundo é tão animal, esse mundo é tão cruel. Pelo amor de Deus, tirem essa música, eu não agüento mais. De onde vem essa maldita música?

Alguém me ajuda, por favor, eu estou implorando, eu preciso, eu não aguento mais, como eu posso fazer para isso parar? Quando esse vazio vai ser preenchido? Avril, seja forte. Eu sou forte, eu estou sendo forte, eu sou tão contraditória, eu não sou forte, eu não aguento mais ser forte. Continuo sorrindo para as pessoas como se tudo estivesse bem, como se por dentro, dentro do meu ser, em meu peito, em minha cabeça não existisse um conflito. Eu preciso de ajuda, tem alguém ai? Alguém pode me ajudar? Alguém vai conseguir fechar esse buraco que foi aberto? Alguém pode segurar minhas mãos que tremem junto ao medo, a angustia e a tristeza? Alguém pode secar as minhas lágrimas? Não? Não! Não há ninguém aqui.

Para que ficar assim? Para que ficar sofrendo enquanto ela esta bem? Para que ficar chorando enquanto ela pode estar esperando por mim? Meu mundo pode ser melhor? Por que você me deixou? Eu queria esta resposta, será que eu posso ir atrás dela? Será que eu a encontrarei? Será que assim que eu contar a ela como eu me sinto eu me sentirei melhor? Será que toda essa dor finalmente vai cessar? São tantos porém, são tantos por quês, são tantas interrogações, é tanta dor, eu não quero viver assim, quem consegue viver assim? Preciso de ajuda, quem irá me ajudar? Apenas você irá me ajudar, eu quero ir ao seu encontro, eu sei que serei feliz com você, eu quero ser feliz com você e finalmente fazer a dor parar, finalmente a angustia passar, a vontade de gritar ir embora, o nó na garganta se desfazer, a dor em meu peito curar e a minha pergunta for respondida, por que você me deixou? Eu quero ir com você, eu vou com você. Isso é um Adeus para o mundo e um olá a eternidade.

1 de Setembro de 2019 às 16:26 0 Denunciar Insira 0
Fim

Conheça o autor

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~