godyugy nai

[Jaebeom/Jinyoung] Na famosa revista Flawless publicada pela editora Motion Reports, existe uma coluna muito popular chamada 'Total Coverage', uma seção sobre artistas bonitos e bem sucedidos. Park Jinyoung tem trabalhado na Motion Reports por dois anos e um dia seu sonho se torna realidade, ele recebe a chance de escrever um artigo para Total Coverage. Jinyoung fica ainda mais animado quando descobre que vai escrever sobre Im Jaebeom um famoso e misterioso músico. Durante o tempo que passa com ele Jinyoung se apaixona por um JB que todos desconhecem, um lado que ele só mostra quando está com ele. Jinyoung conseguirá lidar com a vida pública do seu amor ou abrirá mão da sua felicidade pelo sucesso de sua carreira?


Fanfiction Impróprio para crianças menores de 13 anos.

#bambam #yugyeom #markson #jacksonwang #marktuan #jaebeom #bnior #jjp #jinyoung #got7
0
570 VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo Todos os Domingos
tempo de leitura
AA Compartilhar

Capítulo 1

— Tudo bem, está... bom, mas você pode apenas mudar isso? Precisa ser enviado até amanhã.

O homem sorrindo para Jinyoung é Son Hyunwoo o editor chefe da Flawless, famosa revista feminina da editora Motion Reports umas das maiores editoras da Coreia do Sul. Esta era a terceira vez que ele pedia isso com o mesmo sorriso.

— Claro, mas só porque você tem esse sorriso tão incrível.

Jinyoung deixou seus sentimentos escaparem por um instante correndo o risco de parecer um idiota.

— O que você disse?

— Oh! Nada hyung! Vou arrumar isso de novo agora mesmo.

— Muito bom, obrigado Jinyoung-ah!

Ele lançou outra vez um maravilhoso sorriso e saiu em direção a sua sala.

Jinyoung olhou a pilha de papéis na sua mão e suspirou. Ele estava muito orgulhoso daquele artigo, mas não havia tempo para pensar sobre isso.

Vou reescrever e desta vez ficará perfeito.

Sentindo-se motivado caminhou de volta para sua mesa, encostado na bancada ao lado estava Mark Tuan seu colega de trabalho.

— Você já soube? Flawless vendeu muito bem esse mês. A 'Total Coverage' estava incrível.

Mark contava sua novidade com um sorriso enigmático no rosto. Jinyoung desviou do seu colega e sem olhar para ele afundou na cadeira atrás da mesa.

Mark havia começado na editora ao mesmo tempo, que Jinyoung e acabaram se tornando melhores amigos chegando a dividir apartamento por alguns meses.

— Você não disse que escrever para uma coluna principal como a 'Total Coverage' era seu sonho quando começamos aqui?

Mark passou a mão nos seus cabelos loiros arrumando algumas mechas que cobriam a testa e cruzou os braços em frente ao seu corpo mudando de posição na bancada em que estava encostado.

— Sim, mas eu continuo cometendo erros e tenho que voltar e mudar quase tudo — Jinyoung sacudiu no ar os papéis que ainda segurava — Preciso trabalhar mais, preciso ser perfeito.

Ele suspirou fundo jogando os papeis na mesa e se ajeitando na cadeira.

— O-Olá!

Jinyoung se assustou com a voz que os cumprimentava.

Seu colega Choi Youngjae, um adorável rapaz que havia começado há poucos meses na editora os olhou como se fosse chorar a qualquer momento.

— Eu não sei o que vou fazer — disse com a cabeça baixa — O estúdio para as fotos de amanhã não está confirmado.

— O que?

— Eu sinto muito hyung!

Jinyoung olhou para Youngjae e ele era a face do terror, estava apavorado, incapaz de ser rude com ele, respirou fundo tentando se concentrar no problema.

— Bem, então vamos achar outro estúdio.

— Sim! — disse aliviado.

— Não se preocupe. Eu vou ajudá-lo.

Mark tocou o ombro de Youngjae, e lançou um sorriso para o amigo tentando tranquiliza-lo. O dia já estava agitado o suficiente com o prazo para o fechamento da edição se aproximando e agora ele não podia se preocupar com Youngjae.

Jinyoung considerava seu trabalho quase sempre difícil, mas era muito gratificante. O desafio de escrever para uma revista feminina o fazia querer se superar a cada artigo. Toda aquela agitação e até mesmo os problemas que surgiam durante a produção de um novo número era prazeroso, e ele se considerava privilegiado de trabalhar naquilo que ama.

Aos vinte e cinco anos de idade ele morava sozinho era independente, bonito, inteligente e tinha um bom emprego. Sempre fazia escolhas responsáveis, sua vida é organizada e nunca teve fortes emoções. Ele gostava das coisas assim na maior parte do tempo.

Às vezes Mark o tirava da sua zona de conforto fazendo com que ele saísse com ele para dançar e ficar bêbado, e ele era grato a isso também, o fazia lembrar da época da faculdade. Se permitir cometer algumas loucuras durante uma noite era saudável na sua opinião.

//

No fim do dia Jinyoung ainda estava perdido no meio daquele artigo que ele precisava entregar para o dia seguinte. Não havia quase ninguém na redação quando se deu conta do adiantado da hora. O barulho e a correria que havia mais cedo haviam diminuído bastante. Agora só se podia ouvir o som de teclas de computador e algumas conversas em voz baixa.

Uau, está ficando bem tarde. Preciso terminar isso agora mesmo.

O problema de Youngjae já estava resolvido graças a Mark, e de alguma forma ele havia conseguido escrever o artigo a tempo. Levantou da cadeira e imediatamente sentiu as costas doerem por ter ficado na mesma posição o dia inteiro, nem mesmo almoçou aquele dia, Mark trouxe café algumas vezes e se manteve determinado a acabar o que estava fazendo. Endireitou sua postura e caminhou devagar até a sala do seu editor, bateu de leve na porta e logo escutou sua voz mandando que entrasse. Ele estava concentrado em alguma coisa no computador, mas assim que o viu passar pela porta redirecionou toda sua atenção para ele. Em silêncio entregou a ele os papéis e esperou nervoso que ele dissesse algo. Permaneceu em pé, mesmo quando seu chefe fez sinal para que sentasse, os braços cruzados em frente ao seu corpo mordendo os lábios em antecipação.

— Está ótimo. As leitoras vão amar isso.

Quando ele finalmente falou Jinyoung sentiu seu coração dar um pulo. Seu chefe olhou para ele e sorriu satisfeito.

— Muito obrigado hyung!

A sensação de alívio tomou conta do seu cérebro e ele sentiu como se estivesse voando. Finalmente ele havia aprovado o artigo depois de Jinyoung ter reescrito três vezes. Suspirou fechando os olhos por um momento. Ainda olhando para Jinyoung Hyunwoo soltou uma pequena risada.

— Esse é seu segundo ano aqui, certo?

— Sim.

— Eu estava pensando sobre a 'Total Coverage'…

Jinyoung prendeu a respiração por um instante.

— Nós precisamos achar alguém para escrever sobre o próximo tema da coluna em breve. Você gostaria de dar uma chance?

Ele não conseguiu falar nada e não sabe por quanto tempo permaneceu calado encarando seu chefe. Puxou o ar para os pulmões de uma vez quando sentiu necessidade de respirar. O coração batia tão forte no peito que ele tinha certeza que ele também podia ouvir.

Sem perceber começou a se segurar na borda da mesa procurando apoio.

— Eu posso fazer isso. Deixe comigo!

Declarou começando a ficar muito animado.

— Isso é exatamente o que eu queria ouvir. Conto com você Jinyoung-ah!

E outra vez ele lançou aquele sorriso radiante.

Jinyoung foi para casa aquela noite flutuando.

Eu encarregado da 'Total Coverage'? É um sonho que se torna realidade. Sobre quem eu vou escrever? Vou fazer esse artigo ser o melhor que eu já escrevi.

Seu peito vibrava de felicidade. Apertou os punhos com força. Essa era a chance que ele esteve esperando. Ele só precisava que Hyunwoo achasse a pessoa perfeita e que fosse fácil de lidar para cobrir sua rotina. Mas também precisava ser alguém que tivesse algo mais embaixo de uma boa imagem para tornar o artigo mais interessante.


//


Chegando ao seu apartamento ele não conseguiu relaxar mesmo depois de um banho, ele estava ansioso demais para começar. Quem ele iria entrevistar? Deitou no sofá da pequena sala vestindo apenas a calça do seu pijama e um capuz cinza cobrindo seus cabelos ainda molhados, pegou uma taça de vinho para tentar acalmar seus nervos e começou a olhar as notícias do dia no celular, e então uma nota chamou sua atenção. JB ou Im Jaebeom, um famoso músico e produtor musical estava prestes a lançar seu novo álbum, Jinyoung leu a matéria no site rapidamente e parou diante da foto dele.

Ele era realmente muito bonito. Na foto ele usava uma jaqueta de couro preta, seu sorriso era discreto e tinha algo de misterioso em seu olhar. Im Jaebeom se tornou muito popular principalmente entre as mulheres nos últimos anos após lançar suas músicas que fizeram um sucesso absurdo. É sempre destaque em algum jornal ou revista relacionado a música e está sempre com um ar entediado em todas as entrevistas que concede. Relatos dizem que ele é educado e tranquilo com todos apesar de não gostar da atenção que recebe da mídia. Ainda encarando a foto ele observou os detalhes, cabelo comprido na altura dos ombros, piercings em seu rosto e uma maquiagem que lhe dava um ar misterioso e até mesmo perigoso. Mas o que Jinyoung queria saber, era o que havia sob aquela imagem de bad boy.

Aquele homem seria perfeito para a 'Total Coverage'. Ele quase podia ver a capa da revista.

Jinyoung dormiu aquela noite com esse pensamento, e mais tarde, bem mais tarde ele concluiu que às vezes é preciso ter cuidado com o que deseja.


//


Park Jinyoung finalmente iria começar a trabalhar na coluna aquele dia, e mal podia conter sua empolgação. Hyunwoo disse que daria mais informações naquela manhã e ele esperava ansioso na sua mesa se perguntando sobre quem ele pediria que Jinyoung escrevesse. Ele estava preparado, sentia-se tão confiante e satisfeito que não se importava com quem fosse o artigo ele faria o seu melhor para ser perfeito, de jeito nenhum ele iria perder essa oportunidade. Sentado na sua cadeira ele cruzava as pernas sem parar e alisava sua calça preta esperando pelas suas instruções, ele acreditava que estava pronto para tudo.

— Ei, Jinyoung! Aí está você.

Escutando a voz do chefe arregalou os olhos.

— Bom dia!

Virou-se girando a cadeira e deu de cara com aquele sorriso. Mas havia muito mais que um sorriso bonito no seu chefe, naquele rosto também havia seus olhos castanhos intensos, Hyunwoo era alto, forte e tinha uma postura confiante, é um homem bonito e educado. Aos vinte e oito anos de idade já era famoso e bem sucedido, mesmo jovem já havia ganhado prêmios por seu trabalho em outras editoras, ele tinha uma carreira brilhante até agora.

— Certo, vamos falar sobre o artigo.

Jinyoung levantou-se da cadeira tentando conter a excitação.

— Okay, quem eu vou cobrir dessa vez?

— Coloquei você em cargo deste artigo com um famoso músico. Seu nome é JB.

— Uau, isso é... JB? Im Jaebeom? Uau!

Isso era uma estranha coincidência, há poucos dias Jinyoung estava pensando que esse homem seria perfeito para 'Total Coverage'. Sentiu uma estranha sensação pelo seu corpo, mas ignorou e manteve a postura diante do seu chefe.

— Sim, eu o conheço da época da faculdade, nós tínhamos amigos em comum. Longa história. Oh... por acaso, ele acabou de chegar aqui.

Hyunwoo olhou rapidamente a tela do celular e novamente olhou para Jinyoung.

— Devemos ir encontrá-lo juntos?

Jinyoung piscou depressa algumas vezes enquanto ele o encarava esperando uma resposta. Era muita informação de uma vez só. Sentiu a redação girar diante dos meus olhos.

— C-Claro!

I'm Jaebeom era muito popular, suas músicas vendiam milhões. Seus três álbuns haviam ficado durante meses em primeiro lugar. Jinyoung chegou a escutar algumas de suas músicas antes, e era realmente incrível. E ele iria entrevistar aquele homem no trabalho mais importante da sua carreira até agora. Isso era muito mais do que ele esperava para uma primeira vez. Seguiu Hyunwoo até a sala de reuniões caminhando com cuidado para não tropeçar nos próprios pés, ele precisava manter a calma quando finalmente estivesse frente a frente com ele. Se perguntava no que ele estava trabalhando e não via a hora de fazer todas as perguntas que passavam pela sua mente.

Hyunwoo abriu a porta devagar segurando-a para que seu empregado passasse. Oh merda! Pensou quando seus olhos o alcançaram. Na sua frente estava o mesmo Im Jaebeom que ele via na TV. E ele era muito bonito, vestindo um casaco escuro e com o cabelo arrumado para trás deixando sua testa exposta. Jinyoung sempre o achou atraente quando o via na TV. Mas na vida real, ele era bem melhor!

Jinyoung sacudiu a cabeça tentando tirar esses pensamentos de lá, se Mark pudesse dar uma opinião agora diria que isso é resultado de abstinência. Jinyoung não tem um encontro sexual decente há meses e talvez isso esteja realmente começando a afetar seu juízo.

Começou a ficar nervoso outra vez apenas de imaginar trabalhar com aquele homem. Abriu um pouco os lábios puxando o ar e tentando manter a compostura. Não teve tempo de ir ao banheiro e conferir seu visual, não fazia ideia se seu cabelo estava comportado ou se sua camisa branca estava suja ou amassada de mais.

O JB das entrevistas que ele assistiu estava sempre sério e sempre educado e apesar do seu ar superior ele dava boas entrevistas. Ele não precisava se preocupar, seu trabalho não seria tão difícil. Ele tinha certeza que tudo ia ficar bem, o homem parecia ser muito gentil pessoalmente.

Jaebeom notou a presença dos dois homens que entraram na sala, virou-se na direção da porta e inclinou a cabeça para o lado, analisando o novo rosto da pessoa que acompanhava seu antigo amigo.

— Jaebeom-ssi, esse é Park Jinyoung. Ele é a pessoa que irá trabalhar no artigo.

A voz de Hyunwoo fez Jinyoung despertar de seus pensamentos, limpando a garganta temendo que sua voz falhasse cumprimentou o homem.

— Olá. É um prazer conhecê-lo. Estou ansioso para começar a trabalhar com você.

Falou orgulhoso do tom confiante que conseguiu colocar na saudação. Caminhou em direção a ele e estendeu a mão para cumprimentá-lo, Jaebeom fez o mesmo apertando com força.

— Im Jaebeom, prazer em conhecê-lo também.

Sua voz era sexy. Profunda e baixa. Mas bem diferente do tom que ele usava pra cantar. E mesmo com todo seu esforço para manter a calma Jinyoung sentiu seu coração bater forte no peito sentindo o efeito do contato com aquele homem.

— Jaebeom-ssi, eu escutei seu último álbum. É maravilhoso.

— Verdade? Obrigado.

— Estou mesmo ansioso para trabalhar com você.

— O prazer será todo meu.

Ele sorriu novamente. Jinyoung seria capaz de escrever um artigo maravilhoso sobre aquele homem, ele se sentia muito confiante sobre isso.

E com isso sua coluna 'Total Coverage' tinha começado.

8 de Julho de 2020 às 00:09 0 Denunciar Insira Seguir história
0
Leia o próximo capítulo Capítulo 2

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 3 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!

Mais histórias

Para os Homens da Minha Vida Para os Homens da Mi...
Ki - Olhares Ki - Olhares
A Máscara da Lebre (SasuSaku) A Máscara da Lebre (...