0
509 VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo A cada 15 dias
tempo de leitura
AA Compartilhar

a visita

"era uma vês uma garota que vivia entre dois mundos e não sabia qual era o real"

já estamos no inverno da para ouvir o vento zumbindo em meus ouvidos e mim avisando que talvez essa não era a melhor hora para eu mim aventura pela grande e perigosa floresta de espinhos em busca de flores,mais algo que sempre tive foi teimosia mesmo sabendo que este meu vestido branco já em farrapos com as bordas mais sujas que o chão não iria mim proteger da grande tempestade que vinha a frente ,eu continuei o meu caminho segurando firmemente a sesta simples de palha que eu mesma avia feito no ultimo inverno o inverno aqui em bad dream sabia ser impetuoso .

-e apenas uma floresta ,vamos la você consegue- eu musmurrava para mim mesma tentando mim convencer que era corajosa, mesmo morando nesta floresta a mais de 16 anos ela parecia mudar a cada momento .

minha respiração parecia pouca eu suspirava a todo momento com esperanças de conseguir mais ar olhava levemente aos arredores querendo ver algo que mim intimidasse a voltar para casa o caminho era simples e calmo já havia andado por esta floresta varias e varias vezes ,conhecia cada sombra que as arvores poderiam refletir e cada planta que ali poderia conter,

por instantes senti minha atenção tomada por uma bela e linda flor que eu nunca havia visto antes ela era simplesmente magica aos meus olhos

- você não pertence a este lugar certo? -mim pus a pegar aquela flor por minutos sem a arrancar do chão pois ela era tão bela que eu não poderia machucá-la nem por um instante

-talvez você que não pertença a este lugar.-uma voz feminina falou levemente em meu ouvido, um arrepio tomou conta do meu corpo subindo cada pedaço dele eu sentir a minhas pernas congelarem por segundos mais sabia que teria que ser rápida então saltei rapidamente pra traz largando a minha sesta ao lado da bela flor . olhei rapidamente para traz e la estava a dona dos sussurros uma bela moça com um sorriso um pouco suspeito em seus lábios .

-quem e você?- perguntei com a esperança de que fosse apenas uma garota perdida na flores mais seu visual mim demonstrava algo de diferente botas de couro ,calças masculinas porem justas ao corpo e uma facha enrolada pelo seu corpo que simbolizava algo que deveria ser a parte de cima de seu traje.

-desculpe- me eu lhe vi sentada ali achei que estava perdida- a garota tinha uma voz firme porem doce dava para ver que sua fala parecia sincera.

- perdida..não ..não esta e minha propriedade eu moro proximismo daqui -eu sorri levemente para ela esperando que minhas palavras faze-se com que fosse embora o quanto antes eu não costumava ter minhas terras invadidas e o fato de morar sozinha no meio de uma floresta não tornava visitas inesperadas tão agradáveis.

-ah então foi melhor que eu poderia imaginar - falou a garota mim olhando rapidamente nos olhos ,eu não queria parecer grosseira ou que não tinha educação então apenas peguei minha sesta do chão e comecei a caminha em direção a minha casa .

-espere... eu estava lhe procurando-a garota vinha andando atras de mim como se realmente quisesse mim dizer algo importante porem ela mim assustava sua aparência o modo como agia tudo parecia novo para mim.

virei me rapidamente na direção dela fechando o meu sombrante como se ela realmente estivesse mim em comodando

- oque você quer de mim?- eu não era tão boa com palavras mais esta frase parecia ter saído mais limpa do que nunca.

-bom ,calme eu tenho que conversar algo realmente importante com você-respondeu a garota colocando as mãos na cintura , neste momento mim perguntei oque poderia ser mesmo que ela estivesse vestindo roupas estranhas ela parecia alguém importante talvez uma princesa ou algo assim ,mais a pergunta que não saia da minha mente e porque alguém como ela estaria aqui em um lugar como este,então percebi que talvez deveria dar a chance dela se explicar,olhei no fundo de seus olhos e esperei para ver oque ela falaria em seguida.

- Eu sou Elisa Baldrick ,A primeira princesa de bad dream ,

aquelas palavras que havia acabado de presenciar entrou em meus ouvidos tão rapidamente que eu realmente mim assustei não por ela ser uma princesa mais pelo modo que havia a tratado, em bad dream todos sabiam bem oque acontece com quem afronta alguém da realeza ainda mais alguém como ela,todas as opções do que fazer em seguida vieram em minha mente e realmente pesou minha consciência ,então fis oque deveria ser feito...

-mim perdoe vossa alteza ..-mim coloquei em reverencia de ante dela pois sabia que era a unica coisa que poderia ser feita apos o modo como agir ,agora era torcer que o lado dócil da moça falasse mais alto do que o seu orgulho.

-por favor ,não e necessário mim reverenciar, eu não sou tão orgulhosa assim -neste momento mim segurei para não dar um suspiro pois havia acabado de mim sentenciar em pensamento dos piores modos possíveis. eu voltei a posição original e assumir outra postura diante da princesa.

-em que posso ser útil alteza- eu mal consegui olhar novamente em seus olhos pois a vergonha tomava conta dos meus pensamentos então foquei minha visão nos arbustos e arvores que estavam arredor de mim.

-não precisa se preocupar,não fique se punindo atoa,eu realmente não pretendo fazer nada com você- enquanto a princesa mim tranquiliza eu percebi que as falas dela parecia uma reflexão da minha mente ,a todo momento mim dava a impressão que ela estava lendo meus pensamentos,mais de ante de tudo não falaria tal groseira a ela ,então simplesmente sorri em sinal de agradecimento,e ela do mesmo modo sorriu para mim.

-vossa alteza mim acompanharia a minha casa -eu realmente queria que ela respondesse não pois eu não havia muito luxo para oferecer a ela, como ela estava acostumada.

-não sera necessário, oque tenho que lhe dizer e rápido- Elisa olhou para os lados como se algo a incomodasse e deslizou a mão levemente nos cabelos-pensando bem talvez devêssemos ir la uma visitinha não fara mal-mesmo não entendendo sua repentina mudança de opinião e eu não tendo muita vontade de a receber em casa voltei a fazer oque era propicio a situação .

-sera um prazer te receber em minha casa .vamos -eu dei um sorriso falso de canto de boca ,era o melhor que poderia fazer eu realmente esperava que ela não demorasse muito.

-não irei demorar muito.- e outra vez ela parecia ler a minha mente ,seguimos em direção a minha velha casa de madeira que o único charme que poderia oferecer era um posso de pedra a sua frente,a princesa olhava estranhamente para o topo das arvores e sua expressão não era das melhores .

-algum problema alteza-perguntei pois aquele olhatorio já estava mim agoniando e eu nunca fui muito corajosa porem era bastante curiosa.

- não ,não querida ,e pode mim chama de Elisa,-Elisa voltou seu olhar rapidamente para a casa ela parecia surpresa ,como se suas expectativas tivessem sido atordoadas,- e uma bela casa ,vou ter que admitir esperava algo menos rustico mais mesmo assim e bela-eu não entendi poque ela estava tão entesada em analisar a minha casa então apenas falei o que qualquer um diria

-obrigado voss.....Elisa.- eu não era acostumada tratar um nobre tão intimamente então apenas tentei não engolir tanto as palavras .

-de nada querida - porem ela parecia mais interessada no que poderia haver nas copas das arvores do que na casa em si ,parecia que algo realmente a incomodava..

-vamos entra? - eu segurei a porta tentando mostrar o máximo e educação possível pois não era sempre que recebia alguém desse nível em minha casa ,ou nunca.

Elisa entrou na casa antes que terminasse de falar ela olhava cada detalhe da casa como se fosse um critico de arte,ela reparou desde a lareira de pedra a escada de madeira . a casa era simples mais agradável havia poucos comados mais todos eram o mais confortável o possível.

- se sinta a vontade Elisa - sorri levemente pra ela apontando a mão para a velha poltrona de couro que enfeitava a sala ,torcendo para que ela não repare no buraco abaixo a almofada.

a princesa se sentou na poltrona e continuou sua analise visual da casa-então vou direto ao assunto- a garota pegou um envelope em seu bolso e colocou sobre a mesa de madeira de pinha que sacolejava ate com o vento pois suas pernas estavam excepcionalmente desgastadas.

antes que pode-se abrir a boca para saber os detalhes do envelope ela começou a falar o seu proposito- o rei mim mandou aqui ,porque ele tem interesses em suas terras .ou seja ele vai ou comprar ou toma-la de você ,ai você quem decide.-ela havia sido bem direta ao assunto eu estava perplexa toda a minha boa educação se tornou em ódio ,aquela garota não parecia mais tão dócil assim,perdi o controle de minhas ações .-eu quero que saia da minha propriedade -eu sabia que não deveria tratar uma princesa assim mais eu não era muito racional em momentos de ódio,minhas mão estavam tremulas mais mesmo assim não mim impediram de abrir a porta e apontar a saída a princesa.

-como quiser mais saiba ,que eu não serei a ultima a vir aqui- Elisa se levantou e saiu da casa -leia a carta esta tudo que precisa saber nela-antes que ela terminasse de mim aborrecer fechei a porta de madeira em sua cara .

- ai meu deus oque farei agora - eu simplesmente joguei meu corpo na poltrona e chorei por minutos segurando a tal carta em mãos tomando coragem para ler la.







12 de Junho de 2019 às 18:10 0 Denunciar Insira 0
Continua… Novo capítulo A cada 15 dias.

Conheça o autor

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Histórias relacionadas