Delicious Seguir história

machadorisos Machadorisos .

Naruto não imaginou que um dia tão cansativo como aquele poderia terminar de forma tão deliciosa. ~~Songfic de Sexy Love. #DesafioBugDoMilênioFNS


Fanfiction Anime/Mangá Para maiores de 18 apenas.

#naruto #naruhina #fns #naruto-uzumaki #hinata-hyuuga
Conto
0
3.5k VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Único

Trabalho.


Trabalho.


Mais trabalho.


Era tudo que a rodeava a mente de Naruto naquele momento. Ele chegou mais cedo para trabalhar e torcia para não ir embora muito tarde, mas quanto mais esforçava-se, mais parecia ter coisas a fazer. Fez três clones para assim tentar desafogar-se, mas não parecia tão útil dadas as circunstâncias. Com o crescimento da vila, seus dias seguiam-se sempre atarefados, e às vezes mal tinha tempo de comer, o que sempre preocupava sua esposa.


Quando os últimos raios solares passaram pela janela, atrás de sua cadeira, ele suspirou. Deveria manter o ritmo e não podia desistir. Teria folga no dia seguinte e prometeu que iria a um piquenique com sua família, e só de pensar neles sentia-se revigorado.


Escutou uma leve batida na porta e levantou os olhos do envelope que estava em sua mão. Shikamaru estava parado ao lado do batente e o fitou com o olhar cansado, nada de novo até então.

— Eu já vou indo, precisa de mais alguma coisa? — Falava de forma lenta.

— Não, pode ir. — Naruto respondeu voltando o olhar para o documento que agora lia.

— Não fique até tarde, se ficar muita coisa pendente podemos dar um jeito depois — Nara disse em tom de bronca — Lembre-se de curtir muito sua folga.

Viu quando o nanadaime finalmente o olhou, suas feições eram de quem havia lutado uma guerra, mas o sorriso era resplandecente.

— Devo ir em no máximo 2 horas! Corri o dia todo para dar conta de tudo! — Ele alongou-se e suspirou antes de continuar — Pode ter certeza que vou me divertir e descansar amanhã-tebayo.


Shikamaru deu um pequeno sorriso e assentiu. Saiu do escritório e fechou a porta sem fazer muito barulho.


***


Naruto sentiu seu ânimo ruir quando ao olhar para o lado, viu uma pilha de documentos. Podia ouvir Kurama resmungando em sua mente, pois a inquietude do Uzumaki o incomodava.


Estranhou quando o leve bater na porta foi ouvido. Não haveria ninguém por ali naquele horário, somente os anbu que faziam sua guarda. Naruto não os via, mas sentia seus chakras por perto e quando se atentou para quem estava na porta ele arregalou os olhos. Resmungou em suave "entre", a figura de Hinata apareceu na soleira da porta. Ela segurava um bentô e tinha um sorriso gentil, embora seu olhar fosse preocupado.


Naruto permaneceu calado e a viu virar-se para fechar a porta, logo encaminhando-se para sua mesa. Era incrível como os anos só a favoreciam. Hinata estava mais linda do que nunca e ele jamais se cansaria de a admirar.


— Boa noite, anata — Ela colocou o bentô na mesa — Você comeu algo que não fosse ramén hoje? - Ela tinha o olhar afiado, e Naruto soube que nem se quisesse conseguiria enganá-la.

— Hmmm... Na verdade.... — E como sempre, o Uzumaki era idiota ao extremo às vezes — Bem...

Ela permaneceu calada o olhando. Para quê mesmo que ele tentou mentir?

— Não, Hinata, eu só comi ramén instantâneo — Finalmente assumiu e jurava que ela poderia ativar o byakugan por se sentir irritada — Mas eu vou ter folga amanhã, então eu tive que correr para dar tempo de fazer tudo e...


Ela o calou com um beijo. Um simples selar de lábios. Naruto tentava lembrar quando foi que ela se aproximou e sentou em seu colo. Ele parou de refletir quando notou o olhar dela sobre si. Era malicioso. Ela o fitava de forma quente, e céus ele poderia chegar ao ápice do prazer sou de vê-la olhar para si daquela forma.


— Eu sei que está se esforçando, anata — Ela ciciou — Mas eu gostaria de ter sua atenção agora.

— Você pode ter tudo que quiser, Hime... — Soltou um gemido baixo quando Hinata rebolou em seu colo — Hinata... Hm... Não faz assim...

— Naruto-kun, eu estou com saudade — E para o pouco de sanidade que Naruto ainda possuía, aquele rebolar lento em cima de seu pau, que já estava endurecendo, foi o estopim para agarrar sua mulher.


Os clones que estavam na sala os olhavam com desejo. Eles beijavam-se com luxúria e fervor, Naruto parou o beijo e apontou para as persianas e a porta, e logo os clones entenderam que deviam fechar e voltar. Naruto a queria todo para si, não gostaria que ninguém presenciasse o corpo de sua deusa. Sim, deusa, era isso que Hinata era para si.


She makes the hairs on the back of my neck stand up

Just one touch and I erupt


Ela faz os pelos das minhas costas se arrepiarem

Apenas um toque... E eu entro em erupção


Seus pelos eriçaram-se quando Hinata beijou seu pescoço soltando a capa de Hokage. Naruto apertou sua cintura e Hinata gemeu e esfregou-se mais nele. Impaciente, Naruto começou a se despir. Fez com que a Hyuuga levantasse de seu colo e a fitou novamente.


Linda.


Os cabelos curtos levemente desarrumados pelos amassos de segundos atrás. Os lábios vermelhos do beijo recente, e as bochechas levemente coradas.


Deslumbrante.


Hinata era a mulher mais linda que Naruto já havia posto os olhos. Tudo nela era charmoso, desde o corte de cabelo até a forma que ela colocava a mão sobre a boca quando ria. Ele a encarou até que sorriu, puxou suas calças e ficou nu. Ali, sentado na cadeira do escritório do Hokage, Naruto Uzumaki estava nu, duro, e com um desejo ardente por sua esposa.


— Tira a roupa, Hime, daquele jeito que eu adoro. — Ele pediu com a voz rouca de cobiça.


Hinata levou as mãos até a barra de seu casaco e o tirou, a noite estava fria e ela havia o colocado antes de sair. Puxou a blusa que tinha por baixo e logo colocou as mãos no fecho da calça. Virou-se de costas e deslizou o tecido por suas pernas. Sentia o olhar de Naruto deixar seu corpo em brasa, e nossa, ela adorava essa sensação.


De calcinha e sutiã vermelhos, ela teve um sobressalto quando Naruto a encoxou já deslizando as mãos por sua barriga. E Hinata pode jurar ouvir um rosnado partindo de Naruto quando ele passou os dedos pela renda de sua calcinha.


— Puta que pariu, Hinata — Ele falou com avidez — Você me enlouquece sem nem me tocar — Naruto roçou seu membro já duro nas nádegas redondas de sua esposa — Eu poderia gozar só de te olhar — Beijo o pescoço alvo, se deliciou quando soltou o sutiã dela e seus seios, agora livres, tinham os mamilos entumecidos — Não há nada em você que não seja gostoso, porra.


Hinata virou-se e o beijou com ardor. Adorava quando seu marido elogiava cada parte sua, mas naquele momento ela só queria foder. Isso. Hinata queria foder e mostrar a Naruto que ela sentia falta de ser tomada por ele.


Ele a empurrou em direção a mesa e a sentou ali, desceu seus lábios para os seios e os chupou, Hinata gemeu, e Naruto apertou suas coxas. Continuou com as carícias e levou sua mão até a virilha dela, podia sentir o cheiro de sua excitação e sua boca salivou.


Com anseio, ele empurrou levemente o corpo de sua esposa para trás, deu pequenas mordidas no abdômen dela conforme ia de encontro a sua calcinha. E agradeceu ao seu autocontrole para não rasgar o pequeno tecido de renda, e sim tira-lo enquanto mantinha seus olhos no dela.


Sexy.


Hinata era extremamente sexy.


Passou a ponta da língua pelo clítoris de Hinata e a viu se contorcer. O chupou levemente e com o dedo indicador, Naruto alisou os pequenos lábios. Decaiu a língua até a entrada da vagina e a colocou ali. Hinata gemeu sôfrega e ele soube que estava no caminho certo. Com o indicador da mão direita ele alisava o ânus de sua esposa, e com o indicador e dedo médio da mão esquerda ele masturbava o ponto mais sensível dela. Hinata gemia e mordia os lábios para tentar se controlar, inconscientemente ela rebolava de encontro a boca de Naruto querendo mais de todo aquilo misto de sensações. Ficaram naquilo até seu corpo tremer pelo orgasmo.


Sua mente nublava.


Hinata fechou os olhos e sentiu seus membros ficarem mais leves.


Seu interior apertou-se e Naruto gemeu com a cena que via.


Puta merda, ela era sexy demais.


Uzumaki não quis esperar que a respiração dela se normalizasse. E em um pedido mudo ele a encarou com o pau na entrada de sua vagina. Hinata assentiu e ele inclinou seu corpo contra o dela. Um gemido por parte de ambos rasgou suas gargantas. Naruto tinha um ritmo lento, para que Hinata se habituasse com a penetração, e quando ela colocou suas pernas ao redor do quadril dele, Uzumaki soube que poderia ir mais rápido. O barulho dos corpos chocando-se era a música que adornava o momento. Naruto sentia o suor escorrer por suas costas, mas não diminuía o ritmo. Agradeceu por ser um Uzumaki, e por mais que estivesse cansado, sempre tinha tanto vigor para o sexo quanto tinha chakra. Quando Hinata gemeu mais manhosa do que o de costume, ele decidiu mudar de posição. Saiu dela e escutou um resmungo irritado. A puxou para um beijo apaixonado antes de lhe fazer um pedido.


— Hime, senta pra mim?


Não precisou de resposta quando ela colocou a mão no seu peito empurrando para a cadeira. Posicionou suas pernas uma de cada lado do corpo do nanadaime, e deslizou com facilidade no seu pau, tamanha era sua lubrificação. Sorriu colocando os braços ao redor do pescoço do esposo, enquanto o ouvia soltar um palavrão em meio a gemidos.


Ele sempre dizia quão gostosa ela era, mas se ele tivesse a remota noção do quão apetitoso ele se tornava quando tinha aquela expressão no rosto, mas no fundo preferia que ninguém pensasse em tirar a prova disso. Ela sentou com maestria. Rebolava durante o processo. Gemia e chamava o nome de seu amado, e soltou um pequeno grito quando ele estapeou sua bunda.


Em determinado momento do sexo, enquanto Naruto passou a estocar fundo por não conseguir mais se controlar, sentiu o interior de Hinata contrair, ele xingou, ela gemeu, o byakugan foi ativado, e Hinata viu o chakra de Naruto agitado tamanho era o prazer. Uzumaki apertou a carne de suas coxas, ela arranhou as costas em um pedido para que ele continuasse.


Uzumaki soube que gozaria logo, mordeu o mamilo de Hinata, com cuidado para não a machucar, o corpo dela respondeu quase que de forma imediata, ela chamou por seu nome.


Naruto derramou-se em Hinata.


O ápice veio com tamanha força que se ele não estivesse sentado, poderia cair.

Ele manteve os olhos bem aberto para presenciar o espetáculo que era sua molhar gozando, daquele jeito que ele adorava, cavalgando em cima de si, com as bochechas vermelhas e os lábios entreabertos, era a melhor visão que ele poderia querer.


I love

Making love to you

Baby girl you know your my

Sexy love


Eu amo
Fazer amor com você
Garota você sabe que é meu
Amor sexy


Permaneceram abraçados mesmo após o ato. Naruto agora queria ir para casa, tomar um banho, e dormir aconchegado ao lado de sua esposa. Deu um beijo no ombro dela, que murmurou algo ininteligível.


— Naruto-kun — Ela o chamou com a voz sonolenta — eu estava com tanta saudade.


Naruto beijou seus lábios, sentiu seu pau ganhar vida ao sentir a língua dela em sua boca.


— Hime, vamos logo, ou vou ter que te comer de novo — Disse com a voz abafada no pescoço dela. Escutou Hinata rir de sua afobação.


Por deus, a risada dela só completava o conjunto da obra.


— Por mais que eu ame você, acho que não aguento outra agora — Hyuuga comentou com voz de riso — Mas se for amanhã eu posso te garantir muito prazer...

— Puta merda, mulher, não fala assim... — Ele gemeu inconformado, e não pôde evitar fazer biquinho quando ela riu mais uma vez.

— Vamos para casa, anata — Ela sorriu de forma amorosa, e Naruto não pôde evitar de sorrir também.


Ele tinha a melhor mulher do mundo ao seu lado.


O que mais poderia querer?


Baby what we doing makes the sun come up

Keep on lovin' til it goes back down

And I don't know what I'd do if I would loose your touch


Baby o que estamos fazendo faz o sol nascer
Continue me amando até que ele se ponha
E eu não sei o que eu faria se perdesse o seu toque

19 de Maio de 2019 às 22:45 0 Denunciar Insira 1
Fim

Conheça o autor

Machadorisos . Aqui você vai encontrar de tudo um pouco, quase um mercadinho de fic. Sente, relaxe e aproveite, quem sabe não possa te tirar um sorriso com o que escrevo?

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~