Gift Seguir história

ya-young1554031536 Ya Young

Uma proposta tentadora para ganhar dinheiro facil pode ser o começo de algo novo na vida de Lim Jaebeom.


Fanfiction Bandas/Cantores Para maiores de 18 apenas.

#got7 #JB #LimJaebeom #ChoiYoungjae #2jae #crossdresser
Conto
0
56 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Sex


Seu corpo se movimentava seguindo as batidas do meu coração no compasso marcante da musica, olhei meu corpo meu membro pulsava dento da calça, meu peito suava só de ver aquele corpo exuberante a minha frente.

A pouca luz não permitia de ver seu rosto mais o corpo compensa qualquer coisa, sedutora até no nome... Sou tirado da minha dança particular por uma silhueta de dar inveja até na dançarina, a mulher a minha frente esta usando um vestido vermelho bem decotado, sinto ela se encaixando em meu corpo.

– Gostaria de beber algo comigo? - ela sussurra em meu ouvido.

– Com certeza. - ela faz um aceno para alguém e logo estamos brindando com um vinho.

– Bom agora que já bebeu, vamos aos negócios. - ela se inclina no meu colo me fazendo arfar com o atrito de nossas intimidades. – Quer recebe um milhão para transar?

– Com você até de graça,mas...

– Cuidado com o que fala. - ela me cala com um beijo. – Pode acaba se arrependendo, vai querer aceitar mesmo por essa quantia?

– Vou. – digo começando a acariciar seu corpo.

– Calma ai apressadinho, primeiro temos que sair daqui depois brincamos.

Acompanhei ela de perto, a cada passo os homens que estavam naquele lugar se encantavam com seu poder natural, ela é um fenômeno único da natureza. Na entrada ela joga a chave para o manobrista que logo estaciona um Lamborghini Veneno Roadster, o manobrista lhe devolve a chave e ela o entrega pra mim.

– Pode brincar primeiro com esse. - ela se senta no banco do passageiro. – Vamos ou vai ficar ai?

Sai cantando os pneus, ela me guiava até uma enorme mansa afastada do centro agitado de Seul, os portões se abriram e alguns seguranças cercaram o carro, ela fez um sinal e logo pudemos seguir até a entrada daquele imensa construção.

– Vamos brincar agora? - ela diz saindo do caro e caminhando até a entrada, ela se vira e sorri doce.

Sigo para dentro e a vejo sumir no alto da escada, logo um mordomo me guia para um escritório no andar de baixo, ele me indica a cadeira e eu sento ali. Logo ela entra com alguns papeis em mão, fecha a porta atrás de si e caminha até se sentar na mesa a minha frente, ela estende o que tem na mão.

– Não é tão complexo é apenas um contrato que se cumprir com o sexo terá o dinheiro, fácil não? - ela morde o lábio inferior, passei os olhos pelo papel e assinei no local indicado. – Nossa sem questiona nada? Acho que sabe que se não cumprir não tem dinheiro não é, e sabe também que haverá um pequeno castigo.

A mulher a minha frente se levanta, passando a mão sobre minha gravata e me puxando daquele ambiente, caminhamos até o andar de cima ela me joga com certa força para dentro de um quarto e me faz sinal para esperar. Em poucos minutos posso ouvir vozes do outro lado da porta, a mulher que me trouxe aqui entra com um rapaz, vestindo apenas uma lingerie.

– Amor fica quietinho aqui ok. - ela fala para o homem a sua frente que esta vendado. – Vamos aproveitar bem à noite. - quando escultor aquilo minha vontade é de ir embora, me levanto, mas ela acaba por sacudir o contrato na minha frente.

– Youngjae este é o meu presente de casamento, como sabia do seu desejo em ter relação com um homem, e sabendo do seu gosto, acho que acertei no presente. – diz ao retirar a venda dele.

📷

Seus olhos abrem lentamente se encontrando com os meus, ele apenas sorri de canto, desvia completamente sua atenção de mim e vai direto a pessoa que organizou tudo.

– Como poderei te retribuir? - ele a beija, sinto um arrepio quando seu olhar se fixa em mim mesmo ele estando com aquela mulher tão sensual em seus braços. – Obrigado Amanda por esse presente, agora eu só preciso abri-lo.

O rapaz caminha em minha direção posso ver o volume do seu membro por baixo do pano fino de sua calcinha, ele adentra suas mãos por meu terno retirando aquela peça de mim, deixando cair ao chão, depois retira minha gravata e por fim puxa de uma vez minha camisa fazendo os botões voarem pelo local.

– Vou deixá-lo apro... - o rapaz segura Amanda pela cintura. – Não eu preciso da sua boca. - ele me empurra na cama.

Sinto suas mãos abrindo meu cinto e por fim o zíper da minha calça, já não sei se desisto ou se vejo até aonde aquilo pode me levar, o menor a minha frente retira sua calcinha e olha para a pessoa atrás dele.

– Use sua língua. - como uma voz tão masculina pode ser tão excitante, tão convidativa. – E você meu bem, não goze rápido.

Meu membro foi envolto por sua boca, me fazendo sentir o corpo arrepiar, suas mãos estimulavam meus mamilos, e só de encarar aqueles olhos pretos luxuriosos, me esqueci até do meu nome.

– Divirta-se Jae. - a mulher sai deixando nos a sós.

Posso ver ele se encaixando melhor ao meu corpo na cama, sua mão firme segura meu pênis e o ajuda a deslizar para dentro do seu interior, apertado ele é quente e muito apertado, suas mãos vão para o meu peito e seu copo começa uma dança sensual sobre o meu.

– Como pode ser tão bom isso. - pego em sua nuca o puxando para um beijo, ele tenta se soltar, mas acaba cedendo.

Seguro em sua cintura estocando fundo em seu interior, a voz dele ecoa pelo ambiente, seu gemido é baixo e um pouco rouco me excitando ainda mais, com um pequeno impulso inverto aquela posição ficando por cima, meu ritmo aumenta e posso arrancar mais gemidos daquela boca.

– Diga seu no... nome. – ele pede entre gemidos.

– Lim Jaebeom. - meu sémem o preencheu por completo. – E o seu?

– Choi Youngjae. - ele se vira na cama empinando a bunda. – Quero mais.

Mordo meu lábio olhando aquilo, um homem tão sexy em sua roupa feminina, um rapaz capaz de me deixa sem rumo com um só olhar, me afundei novamente nele, senti seu aperto e ouvindo seu doce chamado, ele sussurra meu nome com prazer ao dizer tais letras.

Minhas mãos vão para o seu membro o estimulando, ele se segura como pode nos lençóis da cama, gozo mais rápido dessa vez, cai por sobre seu corpo, ele me beija e se levanta, recolhendo minhas roupas do chão.

– Obrigado por essa aventura senhor Lim Jaebeom, vou mandar trazerem um terno e algo para comer, tenha uma ótima vida.

Ele sairia assim sem eu poder ter aquilo outra vez, me levantei correndo até a porta dando de cara com Amanda, ela me entregou uma mala com o dinheiro do contrato, não queria aquilo sem ter outra noite com ele.

– Quero mais uma noite! - ela apenas me da as costas. – Me de uma...

– Uma o que senhor Lim? Acha que eu vou me curvar a você facilmente, que eu me sinto só sem você dentro de mim? Não me faça rir.

– Eu aceito ser seu, quando quiser pode me chamar e eu te darei a melhor noite que pode ter, incluo Amanda nisso.

– Não ache que minha esposa aceitaria assim tão fácil, não sei o que eu ganho nessa proposta. - me aproximo dele segurando forte seu copo contra o meu e beijando-o, posso sentir seu corpo estremecer com aquilo.

– Sua vantagem é ter isso a qualquer momento, sem precisar achar outros por ai, senti que estremece ao ser tocado por mim, já é uma grande vantagem.

Choi Youngjae me empurrou na parede com força, seus olhos fixos no meu, ele lambeu os lábios, e aproximou seu rosto do meu.

– Ok, mas não ache que vai poder me toca assim tão abertamente. - ele me soltou e saiu, Amanda me puxou para o escritório novamente, após algumas horas eu seria o mais novo empregado sexual daquela casa.

28 de Setembro de 2019 às 11:24 0 Denunciar Insira 0
Fim

Conheça o autor

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~