O cara que mora comigo Seguir história

tiakookmin

Park Jimin estava a procura de um apartamento para morar em Seul, já que havia saído de Busan para conquistar independência na cidade grande. Jeon Jungkook era um estudante de fotografia que procurava um apartamento próximo a sua faculdade e o mais longe possível da casa de sua família. Vidas diferentes se cruzam, um apartamento em comum, algo pode surgir a partir disso?


Fanfiction Bandas/Cantores Impróprio para crianças menores de 13 anos.

#jikook
1
3.7mil VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo Todos os Sábados
tempo de leitura
AA Compartilhar

Cidade grande

Jimin pov.

Estou em Seul a duas semanas, meu novo emprego começa no próximo mês e eu ainda não encontrei um apartamento... Ah é mesmo, vim para Seul para trabalhar como professor em uma academia de dança, a dona da academia foi a mulher que me ensinou a dançar, então quando terminei o ensino médio, ela perguntou se queria ajudá-la na sua nova academia em Seul - uma das centenas espalhadas pelo país -, e aceitei sem pensar duas vezes, meus pais apoiaram e me deram dinheiro tanto para a passagem, quando para a entrada no apartamento e etc.

Depois de uma semana do seu convite, me mudei para a casa do meu melhor amigo que estava morando aqui a um tempo, vulgo Kim Taehyung, somos melhores amigos desde que eu tinha uns 7 anos, mas então a família dele teve que se mudar por conta do emprego de seu pai, então ele terminou o ensino médio aqui, nunca perdemos o contato, então quando falei a ele que viria, ele falou com seus pais para que eu ficasse na casa deles até encontrar um apartamento, e como os pais do Tae sempre me acharam uma boa influencia para seu filho, permitiram e me aceitaram de bom grado em sua residência - falei bonito.

Recapitulando, faz duas semanas que estou em Seul, morando com os Kim's, procurando um apartamento faltando apenas um mês para o início do meu emprego, está tudo sob controle, mas em alguns instantes eu posso perder o controle...

– Taehyung e se eu não vou achar uma casa? Eu vou acabar morando na rua! - nesse momento estava almoçando com meu melhor amigo em um restaurante qualquer no centro.

– Jiminie, fique calmo, você não vai morar na rua - falou manso - pode morar comigo o tempo que for necessário.

– Tae, você já me disse isso, mas eu vim buscar independência eu não...

– Você não pode morar com minha família, porque assim você não vai ser independente - falou me interrompendo - você também já me disse isso.

– Exato, eu PRECISO ser independente, e viver com sua família, por mais tentador que seja, não vai ajudar em nada.

– Tá bom então Jimin, vamos almoçar em paz, que depois vamos em outro apartamento que tem aqui perto, ok?

– Ok.


Jungkook pov.

Estava indo ao encontro do Hoseok em uma lanchonete perto da casa dos meus pais, o mesmo estava me ajudando a encontrar um apartamento próximo da faculdade e longe da casa dos meus pais -bem longe mesmo-, não me levem a mal, eu amo meus pais, porém, a superproteção deles já encheu o saco, não tenho mais 10 anos, já sou grandinho, e não, não pensem que sou aquele tipo de adolescente que sai pra beber e só volta no outro dia, não, definitivamente não, eu saio para a casa de amigos sim, porém sempre volto totalmente - ou parcialmente - sóbrio, enfim, eu quero ter minha própria casa, e por incrível que possa ser, meus pais apoiaram isso, falaram que vão me ajudar com as despesas até que eu termine a faculdade, querem que eu me concentre nos estudos, então vão pagar uma mesada para as despesas de casa, e sim, minha família é rica, não sou filhinho de papai se quiser saber, ok? Sempre gostei da ideia de independência, ou seja, quando arranjar o lugar, vou pagar com meu próprio salário, esqueci de falar, trabalho como fotógrafo para um amigo meu, ele é dono de um restaurante e me paga para tirar fotos dos pratos dele, e essas coisas, meus pais não sabem ainda, mas logo saberão.

Cheguei ao restaurante que havia marcado com o Hoseok, e como esperado, ele já me esperava sentado em uma mesa mexendo no celular, possivelmente trocando mensagens com o tal namorado - que eu ainda não conheci, porque o estrupicio que eu chamo de amigo ainda não me apresentou.

– Quando vai me apresentar ele? - falei me aproximando - será que ele realmente existe?

– Claro que existe seu besta - falou revirando os olhos - ele só 'tá meio ocupado ajudando um amigo a encontrar um apartamento, que é exatamente a mesma coisa eu 'to fazendo aqui com você!

– Engraçado, faz mais de um mês que vocês namoram, e eu pedi ajuda com o apartamento semana passada - falei encarando o mesmo - tá me enrolando pra apresentar seu namorado porque? Não sou seu amigo é isso?

– Me poupe, Jeon Jungkook. Quer tanto assim conhecer ele?

– Claro! Ele é seu namorado, e você é meu melhor amigo, como não vou conhecer o cara que conquistou seu coraçãozinho? - falei brincando.

– Tá então, sexta a gente sai, eu, você e o Tae.

– Aleluia, até que enfim viu!

– Pare de besteira, vamos comer alguma coisa e procurar sua casa que a gente ganha mais.

– Tá bom, tá bom.

3 de Abril de 2019 às 21:25 0 Denunciar Insira 1
Leia o próximo capítulo Capítulo 2

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 1 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!