O Fim Do Mundo Seguir história

dude Sofia Macedo

E se um dia você acordasse, e tudo que você fez, viesse para te atormentar, levando sua família e sua vida junto. O que você faria? O que você acha que aconteceria?


Horror Horror teen Impróprio para crianças menores de 13 anos.
Conto
0
541 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

E se de repente...

E se de repente, você um dia acorda, e se e olha no espelho. Você é um cientista famoso, que não crê em Deus, tem filhos que conhecem os avós e uma esposa linda e inocente, que não sabe o que você já fez, tenho até pena dela.

Você volta do trabalho, feliz por ter descoberto algo que vai fazer a diferença no humanidade. A comida já está na mesa, sua esposa e filhos o esperam sentar, para jantar. Você se senta na mesa, dão as mãos para rezar, mas porque você está fazendo isso? Você não crê em Deus, acha isso ridículo. Você faz isso, porque ama sua mulher, eu te admiro por isso.

Depois de tomar o seu banho, você se deita. Sua esposa entra no quarto, e com ela você faz amor, e no final um "Eu te amo, meu amor" (bonito... até parece).

Na manhã seguinte você acorda, é sábado. Você olha para o lado, para dar bom dia a mulher de sua vida, "Mas onde ela está?", você se pergunta. "Será que ela está lá embaixo?".

Talvez esteja, mas você não sente o cheiro de café que ela faz toda manhã. Você vai ao quarto dos seus filhos, eles também não estão lá. Você começa a se desesperar, pensando que foram embora, mas as roupas ainda estão no armário. Talvez estejam na casa dos seus pais. Você, então, liga para casa dos seus pais.

A linha apenas faz: "tu... tu... tu...", e cai na caixa de mensagens.

Você sai para fora de casa, as outras pessoas também, no mesmo estado de confusão que você. Seus vizinhos, ricos e arrogantes, choram pelo desaparecimento de seus filhos "perfeitos".

Um mendigo passa na rua, rindo da cena deplorável que seus vizinhos estão fazendo. Você chega perto dele e pergunta:

- O que está acontecendo?! Por que parece que eu não estou na minha casa?!

Ele olha para você, com um sorriso monstruoso, mostrando os dentes podres. Ele pega uma faca da sua roupa esfarrapada e responde:

- No inferno. Nós vamos nos divertir muito, minha querida alma putinha.

Você quer rir no começo, (no Inferno! HaHa! Tá de brincadeira, neh!), porque você não acredita nisso, inferno e céu, Deus e Lúcifer, eles não existem.

De repente, o mendigo vai na sua vizinha chorando no chão, e esfaqueia o seu pescoço. Ela tinha problema de pressão alta, então o sangue que saía de sua jugular, era como nos filmes de comédia de terror ruins, que tinha uma mangueira que jorrava o famoso "katchup", que os pais diziam aos filhos.

Mas o que você fazia ali? Por que estava ali? Acredite, todos nós merecemos estar lá, mas Deus perdoa, não todos, mas perdoa.

Você começa a se lembrar de todas as merdas e idiotices que você fez.

Vamos lá, fale o que você fez, ou eu vou falar... você escolheu... eu vou falar, então. Mas, apenas o que fez nesse ano.

Em Janeiro, causou um acidente de jovens e fugiu, estava dirigindo embriagado. Morreu 5 alunos de faculdade, que voltavam para casa. Não encontraram o culpado.

Em Fevereiro, foi caçar fora da época, com placas enormes dizendo para não caçar, por estar em época de reprodução. Você cagou para as placas, e foi caçar mesmo assim, matou filhotes de servos, fez as tartarugas morrerem com seu lixo que você jogava no chão, chegou a aparecer no noticiário. "Ano com maiores tragédias na Natureza.". Não encontraram o culpado.

Chegamos em março, onde estamos agora. Em primeiro de março, contratou uma nova assistente, que tem o apelido de "putinha" ou "vadiazinha" na família, por dar o corpo para o primeiro que vê ou passa, e o que você fez?

Nem pergunte... VOCÊ COMEU ELA TODO SANTO DIA, NAQUELA SUA MERDA DE MESA!

Sua mulher te perguntava, porque chegava tão tarde, ou como foi o seu dia... como você conseguia mentir para alguém tão doce e inocente, como ela? Se eu fosse você, eu já teria me matado, depois de tantas merdas, traições e mentiras que eu cometi.

Agora sua esposa e filhos te esperam, mas você nunca vai aparecer, porque você é um merdinha, mentiroso e assassino.

Você me dá nojo.

Espero que Deus consiga te perdoar um dia desses.

Todos merecem o perdão, como merecem ser castigados por suas merdas.

"Este é o primeiro e maior dos mandamentos. O segundo, semelhante a este, é: ‘Amarás o teu próximo como a ti mesmo’. A estes dois mandamentos estão sujeitos toda a Lei e os Profetas”. Jesus é o Senhor de Davi." - Mateus 22

Estou fazendo isso, mas esse aqui dificulta as coisas.

O mendigo se transforma em alguém com mais de 2 metros de altura, sua pele é vermelha como fogo e suas asas são negra como a escuridão. O seu chifre faz 3 voltas completas e suas orelhas são pontudas. Ele sorri maliciosamente para você, de novo.

Ele mostra todos os dentes, que são pontudos e afiados, capazes de rasgar a pele humana em segundos, como se fosse dentes de tubarão. Ele vem em sua direção, que no lugar dos pés, eram cascos de bode, e pernas tortas, como as de um bode.

Em sua mão, ele tem um tridente, pontudo, pronto para espetar alguém.

Chegando perto de você, ele lhe pega com seu rabo, e diz:

- Nós vamos nos divertir muito em meu quarto, minha putinha.

E... de mais nada você se lembra.

Sabe por quê?

Porque você acordou de um pesadelo, no meio de sua reunião, no trabalho.

Você acordou gritando, e todos olharam para você. Você pede desculpas e se retira.

Você chega em casa e encontra sua esposa e filhos, os abraça forte. Mais tarde, você se demite, e vive uma vida feliz com sua família.

Pena que era apenas um sonho, olhe para o lado, lá está o Diabo, aquele que te comeu.

Ele diz:

- Tarde demais para isso, não é mesmo putinha?

Tenha bons sonhos, querido amigo.

Viva feliz agora, com seu novo marido.


_________________________________________________________

Oii, espero que tenham gostado desse conto, irei trazer mais para vocês, só precisa vir a criatividade. KKK.

Tchau e até o próximo conto. <3

_________________________________________________________


20 de Março de 2019 às 23:36 0 Denunciar Insira 0
Fim

Conheça o autor

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Histórias relacionadas