I'm giving up on you Seguir história

mkfelicity25 Kelly Nunes

Despindo-se de seu orgulho, caiu de joelhos e olhando para os olhos azuis de seu amado, suplicou: Por favor, dê-me uma chance, Naruto! – lágrimas vertiam por seu rosto – Por favor, não me expulse de sua vida! Ignorando o fato de seu marido estar de joelhos, olhou-o firmemente e enfatizou: Tu és contraditório, Sasuke, pois, em dez anos de casamento dei-te inúmeras chances e você nunca as valorizou. – cerrando os punhos, perguntou: E porque eu devo aceitar tuas palavras? Pois, ao que me consta, nos últimos anos, você ignorou os meus sentimentos e fingiu não enxergar o quanto sua atitude me machucava. – lágrimas caiam por seu rosto e tristemente, confessou: Amo-te, mas, você me fez perceber que o amor nem sempre é o suficiente. – secou as lágrimas que teimavam em verter por seu rosto e concluiu: Foi difícil desistir do homem que eu amava, porém, foi o melhor para mim e para o Menma, Pois, o meu filho não merece alguém com o coração quebrado. No fim, o amor será o suficiente?


Fanfiction Anime/Mangá Para maiores de 18 apenas.

#sasunaru #Relacionamentos-Que-Ferem #Naruto-Sendo-Um-Bom-Pai #Naruto-Machucado
3
3.5mil VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Estou desistindo de você

Capítulo 1 - Estou desistindo de você

Naruto olhava tristemente para o jardim de sua casa e chorou ao concluir que o amor nem sempre era o suficiente.

Na adolescência pensara que tal sentimento fosse o mais importante, mas, após dez anos de casamento, aprendeu da pior forma que amar machucava e podia destruir o seu coração.

Amava-o, porém, não suportava estar tão distante do outro. Existia uma barreira invisível que os separava e lutar por seu carinho, rasgava sua alma.

Tão frio quanto o inverno e tão distante quanto os seus sonhos. Era assim que se sentia em relação ao Uchiha e embora o amasse, a conduta do moreno destruiu o vínculo que forjaram.

Sentia-se como um cristal quebrado, porém, mascarou sua tristeza e tentou fazer aquele relacionamento dar certo.

Mas, como salvar algo que somente ele dava valor? E de que forma explicar que um pedaço de papel dizendo que o Sasuke era seu, não era o suficiente para si?

Precisava de seus beijos, de seus toques e de seu amor, entretanto, Naruto percebeu que não teria o afeto de sua pessoa preciosa.

Seus amigos notavam que uma parte de si morria a cada despedida, no entanto, cansou-se de implorar para que o outro permanecesse.

E conforme o seu marido continuava com sua busca por redenção, ele decidiu encontrar algo que o completasse como pessoa.

Viajou. Estudou. Conheceu outras culturas. Fez novas amizades, mas, isso não tapou o buraco em seu peito.

Nos poucos momentos que o tinha, tentou contar suas experiências, contudo, calou-se ao ouvi-lo dizer que o seu comportamento era imaturo.

Pois, na opinião do moreno, Naruto deveria fazer algo útil, como, por exemplo, seguir seus estudos para ser o próximo hokage.

Mas, se o escutasse por um minuto sequer, saberia que aquele sonho morreu no dia em que perdeu o seu padrinho.

E a frieza daquele que amava, dilacerou sua alma e o fez soterrar a necessidade de tê-lo ao seu lado, bem como, forçou-o a seguir com sua vida.

Manteve-se forte por seu filho e criou-o com todo o amor existente em seu coração.

Menma tornou-se sua lua e Sasuke passou a ser somente o pai de seu amado filho.

Fora retirado de seus pensamentos, ao ouvir: – Naruto, eu estarei saindo em alguns minutos. Você e o Menma irão comigo até a entrada da Vila?

E apesar de sentir-se abandonado, escutá-lo dizer que irá partir novamente não o machucava como antes e deu-lhe o impulso necessário para tomar uma decisão.

Segundos depois, secou suas lágrimas, olhou-o gentilmente e falou: – Nosso filho irá acompanhá-lo, infelizmente daqui a pouco, eu terei uma reunião com o Kakashi-sensei.

Isso era uma mentira, mas, Naruto queria conversar com o seu sensei e informar-lhe que resolveu aceitar a proposta de seu amigo.

Ao vê-lo assentir, aproximou-se, olhou-o nos olhos e disse: – Sasuke, eu espero que encontre o que tanto procura.– abraçou-o e ao perceber que nem fora correspondido, ignorou as lágrimas que verteram por seu rosto, afastou-se, caminhou em direção à porta e antes de sair da sala, desejou: –Tenha uma boa viagem!


Sasuke estranhou o comportamento do marido, porém, não tinha tempo para conversar com o outro e apesar de amá-lo, sua prioridade sempre será realizar suas missões.

E embora fosse visível o distanciamento entre eles, preferiu ignorar o aperto que sentia em seu peito e forçou-se a sair de sua casa.




***

Quarenta minutos depois

Menma era uma criança inteligente e mesmo que sua mãe tentasse esconder seus sentimentos, ele notava a tristeza contida em seus olhos azuis.

Sua mama era a pessoa mais doce e amorosa que conhecera e, por mais que amasse o seu pai, o menor não podia perdoá-lo por abandoná-los e por fazê-los sofrer.

Família era o bem mais precioso, mas, o seu pai priorizava suas missões.

Ser ninja era mais importante que tê-los ao seu lado e embora desejasse que os seus pais continuassem juntos, Menma não queria que sua amada mama fosse infeliz.

Após se despedir de seu pai, voltou para casa e jurou para si que sempre estará ao lado de sua mãe, pois, apesar das adversidades, cuidou de si e amou-o com todo o seu coração.






[...]

Três dias depois

Kakashi alegrou-se ao ouvir a decisão tomada pelo filho de seu sensei e apoiava-o incondicionalmente, visto que, se existia alguém que merecia ser feliz era o Naruto.

E apesar de entristecê-lo ficar longe de seu afilhado, consolava-o saber que Menma viveria em um lugar onde não ter o seu pai ao seu lado, não o tornava melhor ou pior que ninguém.

Crianças poderiam ser cruéis e o afastamento de Sasuke alimentava as más línguas e, machucava justamente aqueles que o Uchiha tentava proteger.

Seu ex-aluno amava o Menma e o Naruto do jeito dele, mas, ambos precisavam daquilo que lhes era negado, ou seja, amor, carinho e atenção.

Ao olhar para o relógio que estava em cima da mesa, percebeu que era a hora de se despedir de seus "monstrinhos”.

Com o coração apertado em seu peito, levantou-se da cadeira, caminhou em direção à porta e saiu de sua casa.

Minutos depois, o hokage chegou aos portões de Konoha e embora usasse sua máscara, sorriu ao avistar seus ex-alunos e seu afilhado.


Sakura passou os últimos dez anos vendo seu melhor amigo sofrer, por estar em um relacionamento em que somente ele dava valor.

Naruto era precioso, porém, seu ex-companheiro de equipe tratava-o como segunda opção e apesar de tê-lo perdoado por tentar matá-la, ela não esquecia as lágrimas que o loiro derramara ao ser deixado grávido.

Sim, o Uchiha teve a audácia de alegar que tal estado não era uma doença e que sua vida não podia parar em virtude daquela gravidez.

O desgraçado não acompanhara a gravidez do marido e por estar longe perdeu o nascimento de Menma, bem como, nunca esteve presente em nenhum de seus aniversários.

Era incrível a capacidade que o Sasuke tinha de não valorizar aqueles que o amavam e de abandoná-los na primeira oportunidade que surgia para sair de Konoha.

E ainda que quisesse socá-lo, decidiu que ele não merecia nem seus pensamentos.

Segundos depois, sorriu amplamente ao ver o seu sensei e cumprimentou-o: – Bom dia, Kakashi-sensei! – puxou-o para um abraço e ao se separarem, prosseguiu: – Pensei que não viria se despedir de nós.


O hokage olhou-os gentilmente e afirmou: – Claro que eu viria, afinal, não perderia a oportunidade de ver os meus monstrinhos!


Naruto irá sentir saudades de Konoha, mas, não se arrependia de sua decisão. Pois, após anos de abandono e desamor, compreendeu que ele e o seu filho precisavam recomeçar.

E por mais que quisesse se despedir de seus amigos, resolveu sair da vila sem contar-lhes sua decisão.

Detestava despedidas e queria poupar-se de outro desgaste emocional, porém, posteriormente, explicará os seus motivos para as pessoas que sempre o ajudaram e o amaram.

Forçando-se a esquecer-se dos problemas, fixou os olhos em suas pessoas preciosas e pôs-se a dizer: – Estou feliz em vê-lo Kakashi-sensei, mas, temos que partir antes que alguém nos veja.– ao vê-lo assentir, aproximou-se, abraçou-o e sussurrou em seu ouvido: – Obrigado por tudo, Kakashi-sensei!


Afastaram-se e quando o ninja de cabelos prateados iria dizer-lhe algo, fora interrompido por Menma que se jogou em seus braços. 




Minutos depois, Naruto utilizou o Hiraishin no Jutsu e os três desapareceram.



______________

Notas Finais

Sinceramente, gostei de escrever esse capítulo e tentei fazer com que minha escrita mostrasse que nem sempre o amor é o suficiente em um relacionamento.



Sugestões, críticas, observações e elogios é só enviar um comentário.

Bjos e até o próximo capítulo😉

8 de Janeiro de 2019 às 23:15 1 Denunciar Insira 4
Leia o próximo capítulo Amar-te despedaçou o meu coração

Comentar algo

Publique!
MF Mirla Fernandes
Ai que raiva do Sasuke! Poxa se fosse pra casar e viver abandonando sua família para fazer missão, antes nem ter casado. Ao menos, o Naruto resolveu seguir com a sua vida, pois, se vivesse esperando pelo Uchiha, iria continuar sem receber seu amor. Bjs e continua logo, por favor!
15 de Janeiro de 2019 às 12:03
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 3 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!