Treat You Better Seguir história

sakuu-chan Sakuu-chan Oficial

Sua vida estava correndo de acordo com seus planos. Aos vinte e oito anos, Sakura Haruno estava montando seu próprio escritório de advocacia, estava se tornando conhecida no ramo e estava prestes a se casar. Tudo estava indo perfeitamente, até descobrir que ele, o homem que virou sua cabeça e coração na adolescência, estava de volta, fazendo-a duvidar de tudo em relação ao seu casamento que aconteceria em menos de uma semana. - Não estava em seus planos bagunçar tudo, muito menos voltar para a cidade e descobri que a mulher que amava estava noiva de outro e prestes a se casar. Ao encontrar aquele envelope branco com detalhes em dourado na casa de Naruto fez algo dentro dele revirar e ele nem havia bebido aquele dia. Ele não sabia o que fazer, mas estava disposto a não perder a mulher que amava para outro, mesmo tendo a perdido há anos.


Fanfiction Anime/Mangá Todo o público.

#fanfic #naruto #sasusaku #sasuke-uchiha #sakura-haruno #shawn-mendes
2
4713 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Prólogo

PROLOGO

-

Eu não vou mentir para você

Eu sei que ele não é o certo para você

E você pode me dizer que estou enganado

Mas eu vejo isso em seu rosto

Quando você diz que ele é o que você quer

E você está desperdiçando todo o seu tempo

Nessa situação errada

E no momento em que você quiser que isso pare

 

-

-

Sorriu quando as amigas colocaram a tiara de “noiva”, que consistia em uma tiara com um véu branco indo ate os ombros, sobre sua cabeça e ergueram as taças de champanhe em sua direção enquanto gritavam “A nossa noiva favorita”, bateram as taças e finalmente consumiram o líquido levemente dourado e alcoólico.

Vinte e oito anos de idade, uma advogada de sucesso com seu escritório ficando pronto e noiva. Sua vida estava caminhando do jeito que ela sempre sonhou. O emprego dos sonhos, o sucesso que tanto almejava e agora, o casamento dos sonhos com o homem ideal. Sakura Haruno não poderia estar mais feliz.

Tudo era muito diferente de dez anos atrás, onde era apenas uma estudante do último ano do colegial apaixonada por seu namoradinho de adolescência, agora ela era uma mulher, uma grande mulher, segundo seu noivo. Vendo suas amigas rindo e bebendo a sua frente a fez recordar-se do tempo de escola.

Era apenas uma garotinha que tinha muitos sonhos, um dele, casar-se com seu amor de infância que na época era seu namorado, Sasuke Uchiha. Ele era um garoto bonito, alias, o mais bonito de toda a escola, muitos ficaram escandalizados quando descobriram que eles estavam namorando, já que ela era apenas uma garota de cabelos estranhamente rosados e testa grande, mas no mar de tantas garotas bonitas, ele a enxergou no primeiro ano, e estavam juntos desde então.

Dos quinze aos dezoito anos, três anos de relacionamento. Era feliz, não negava isso a ninguém e era impossível não ser, pois Sasuke, apesar de parecer fechado a pessoas que não eram de seu ciclo de amizade, era um rapaz carinhoso e atencioso, bem mais do que ela esperava que ele fosse.

Mas tudo veio a ruína quando chegaram à época dos vestibulares, seus pais queriam mandá-lo para fora do país, e ela, não poderia ser contra, até chegou pensar na hipótese de ir junto, mas essa ideia foi descartada quando ele a descartou.

Jamais esquecia as palavras dele e quanto aquilo a dilacerou por dentro, mas doloroso foi vê-lo se afastar, como se eles não tivessem tido nada, como se ele não tivesse sido seu primeiro beijo ou o primeiro a tocar o seu corpo, aquilo sim, foi à parte dolorosa, mas doeu mais ainda quando ele foi embora, deixando-a para trás.

Porém, levou consigo as palavras dolorosas que ele lhe disse para seguir em frente e gozar a vida como queria e desejava, por mais que algo ainda doesse dentro de si.

“Eu não vejo um futuro ao seu lado, Sakura.”

Foi com esse mantra que ela finalmente superou, depois de dois anos, a partida dele, quando teve a certeza que Sasuke não voltaria, entrou na faculdade de direito e focou-se no seu futuro, demorou mais um ano para poder, finalmente, deixar-se envolver com alguém, e foi uma surpresa geral, principalmente para Itachi, seu ex-cunhado, quando ela apareceu namorando Sasori Akasuna, um de seus amigos.

Para ela também havia sido uma grande surpresa ao se ver namorando com Sasori, mas era algo inevitável, já que, apesar de ter demorado a admitir, o ruivo de olhos castanhos a havia conquistado aos poucos, pois ele esteve ao seu lado desde o momento que Sasuke terminou o relacionamento, aguardando e conversando. De um conhecido, Sasori se transformou em um amigo, de um amigo a um namorado e de um namorado para seu noivo, e dali a três dias, de seu noivo para esposo.

Tal pensamento a fazia sorrir feliz. Quando era apenas uma adolescente, ela acreditava que o homem da sua vida era Sasuke, mas com o passar dos anos, pode perceber que o homem da nossa vida, é aquele que esta a seu lado, em todos os momentos, que te faz feliz e é feliz em lhe ter na sua vida, e Sasori era esse homem de sua vida.

Cinco anos de namoro e dois anos de noivado, totalizando sete anos ao lado de um homem que jamais pensou que poderia ser sua felicidade.

— Beba noivinha! – Riu quando Hinata, a mais comportada dentre suas amigas, lhe ofereceu um shot de tequila.

— Aproveita que é a sua despedida de solteira, testuda! – Tomou a bebida enquanto sentia Ino a abraçar, nem ela conseguia acreditar que a Haruno estava se casando. – Meu Deus, você vai casar.

É, realmente, nem ela conseguia acreditar que finalmente se casaria, poderia até não ser com aquele que achou que fosse o amor de sua vida na adolescência, mas era com o homem que ela havia escolhido para ser eternamente dele, e isso bastava.

§-§

Dois meses. Esse era o total de tempo que estava de volta na cidade natal, onde deixou tudo, ou melhor, a mulher que amava, para trás, para cumprir as exigências de seu pai, se formar em administração e tomar pose da presidência da filial da empresa da família em outro país.

Voltar para aquele lugar trazia uma nostalgia enorme, ainda mais quando se encontrava com Naruto, como naquele momento. Toda vez que olhava para o loiro, a imagem da garota de olhos verdes e cabelos estranhamente rosados vinha a mente. Ela era uma flor escondia em um mar de pessoas e ela lhe atraiu de uma maneira inexplicável.

Quando viu Sakura pela primeira vez, ele ficou sem palavras, ela era linda, pequena e delicada, não soube o que o tinha atraído na garota, não sabia se eram os olhos verdes e curiosos ou o sorriso, ficou observando-a de longe por um longo período, até chegar ao colegial. Sakura Haruno era linda e acabou se tornando o sonho de consumo de todas as turmas de rapazes do colegial, para seu desespero.

Sem medo, foi atrás e a conquistou, mesmo sem precisar muito, já que a garota parecia ser interessada nele assim como ele era interessado nela. Foram três anos, os melhores de sua vida na escola, havia encontrado na Haruno uma paz que não encontrava em lugar nenhum, ela havia sido a primeira e única garota que ele havia amado e ainda amava.

Ele tentava, mas não conseguia esquecê-la, o motivo era obvio, não tinha como tirar alguém da cabeça quando seu coração não se despedia dela. Quando seu pai propôs que ele fosse para fora do país, seu primeiro pensamento havia sido ela e como resolveria a situação, entretanto, ele não poderia fazê-la sacrificar sua vida e sua família apenas para acompanhá-lo.

Foi uma decisão dura e difícil, ainda mais para seu coração apaixonado. Viu-se dizendo que não a via em seu futuro, sendo que a única certeza que tinha na vida era que ela era a sua vida e o seu futuro. Deixou-a partir e com ela, foi seu coração, não aguentou vê-la sofrer e partiu antes do esperado. Não aguentaria vê-la sofrer sem fazer nada.

Não teve outra mulher em sua vida, em sua cama, teve várias, mas em sua vida e em seu coração, nenhuma era digna para ocupar o lugar que pertencia unicamente a ela, a Sakura. Só que a vida não é como planejamos, quando ele menos esperava, três anos após sua partida, veio a notícia que o abalou a ponto de fazê-lo beber por uma semana direta sem sair de casa, mostrando-se um irresponsável, tanto que seu irmão teve que vir para intervir.

Ela estava namorando. Ela havia seguido sua vida. Ela o tinha esquecido. Isso sim, foi doloroso.

O ar lhe faltou, o chão se abriu e ele se viu caindo em um abismo de escuridão. Ninguém conseguia entendê-lo, pois, cada um estava com a pessoa que amava, diferentemente dele, Naruto tinha Hinata e Itachi tinha Izumi e ele acabara de perder a única que ele queria.

Demorou, mas ele saiu da fossa como dizia Naruto, evitava saber sobre a Haruno, por mais que sua mente pregava-lhe peças procurando sobre a mesma em redes sociais. Foram anos e mais anos a admirando e acompanhado pelas redes sociais, de Naruto.

Ela estava feliz e ele não era o causador daquela felicidade e isso era doloroso, mas ele mantinha-se firme, manteve-se no lugar até finalmente conseguir o que tanto queria, o seu retorno para a antiga cidade.

Assim que seus pés tocaram o aeroporto e seus olhos caíram sobre Naruto a sua espera, ele vasculhou o local atrás de um ponto rosa, mas não encontrou, ele sabia que não teria como voltar atrás de mudar tudo o que tinha acontecido, mas ele não desistiria, tinha muito que concertar e para isso, bastava tempo.

Tempo. Estava ali uma coisa que ele não tinha mais. Tudo veio abaixo na noite anterior quando Naruto o convidou para jogarem alguma coisa em sua casa, passou no mercado comprou alguns petiscos e sua cerveja favorita e rumou em direção ao apartamento do Uzumaki.

Seu amigo loiro estava casado há dois anos com a garota que ele namorava desde o colegial, Hinata. Seu plano com Sakura era quase o mesmo quando eram dois jovens adolescentes, mas a vida adorava pregar-lhe peças.

— Entra aí, cara. – Naruto falou assim que abriu a porta. – Só vou terminar uma coisa ali e já voltou, você pode colocar a cerveja na geladeira.

Fez como o amigo pediu e foi em direção à cozinha, mas um envelope branco parecendo renda com detalhes em dourado atraiu sala atenção. Sasuke não era do tipo curioso, mas algo o alertava sobre aquele envelope, então, colocando a cerveja sobre a mesa pegou o envelope e abriu.

E foi naquele momento, que seus olhos leram as palavras douradas grifadas em uma caligrafia elegante que tudo a sua volta pareceu não ter mais sentido. Poderia recitar aquelas palavras eternamente, de tão gravadas em sua cabeça que estavam.

Você está convidado para ser padrinho/madrinha de casamento de:

Sakura Haruno

&

Sasori Akasuna

No dia: 30/11/2018*

No Hotel Cosmopolitan Konoha

Não soube quanto tempo ficou com aquele papel na mão, o encarando, nem ao menos percebeu Naruto falar com ele após entrar na cozinha, encontrando-o em choque. Estava concentrado naquele maldito papel. Sakura ia se casar e não era com ele.

Ela havia ido embora. Ela finalmente havia ido embora e ele não poderia fazer mais nada.

Naquele momento, a única coisa que ele precisava era encher a cara.

30 de Novembro de 2018 às 00:58 0 Denunciar Insira 0
Leia o próximo capítulo Capítulo Um

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 5 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!