Stand By Me Seguir história

mkfelicity25 Kelly Nunes

Após descobrir a verdade sobre a morte de seus pais, Naruto jura vingança aos que destruíram a sua chance de ser feliz. Nada o impedirá de alcançar seu objetivo e seus algozes sofrerão por todo o mal que lhe causaram. (FANFIC DE MINHA AUTORIA E POSTADA NO SS E NO WATTPAD)


Fanfiction Anime/Mangá Para maiores de 18 apenas.

#sexo #narusasu #sasunaru #violência #homossexualidade #nudez #tortura #vingança #insinuação-de-sexo #linguagem-imprópria #mutilação #Dark-Naruto #Naruto-Poderoso #Sasuke-Protetor #Gravidez-Masculina-MPreg
3
4.6mil VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo Todas as Sextas-feiras
tempo de leitura
AA Compartilhar

PRÓLOGO

Completara quinze anos, no entanto, não tinha absolutamente nada a comemorar.

Sua vida era repleta de sofrimento e em determinado momento, a dor que consumia o seu coração começara a sufocá-lo.

Mas, apesar dela, esforçou-se para seguir em frente.

Mesmo que fingir estar bem, o matasse por dentro.

Entretanto, as feridas que carregava em sua alma desde a tenra infância, lentamente destruíram qualquer possibilidade de recuperação.

Bem como, faziam-no recordar dos acontecimentos mais traumáticos que vivenciara.

Não querendo pensar no que acontecera naquela noite chuvosa, ele decidiu que era a hora de descobrir a verdade sobre a morte de seus pais.

E depois de encerrar esse capítulo, sairá de Konoha sem olhar para trás.

— Feliz aniversário, Kit. – A voz gentil de Kurama retirou-o de seus pensamentos sombrios.

— Obrigado. – Naruto agradeceu-o mentalmente, enquanto secava uma lágrima solitária que escorrera por sua face bronzeada.

Afinal, emocionou-o perceber que aquela Raposa rabugenta se importava consigo.









***

Os membros da equipe 7 tiveram que arrastá-lo até o Ichiraku e embora estivessem preocupados com o comportamento apresentado pelo loiro, optaram por não questioná-lo.

Visto que não queriam aborrecê-lo no dia de seu aniversário.

Minutos se passaram e não aguentando o silêncio mortal que se instaurara, Kakashi se pôs a falar: — Faz tempo que não comíamos juntos.

— Talvez devêssemos fazê-lo mais vezes. — Indagou ao olhá-lo de soslaio: — Não concorda, Naruto?


— Na verdade, eu não me importo. – Disse de modo gélido.

— Uma vez que, somos apenas uma equipe ninja que trabalha junto e nada mais. – Pontuou com os olhos azuis tristes e sem vida.


— Somos teus amigos e nos preocupamos contigo. – Sakura interveio, sentindo o coração se apertar no peito, pois, ainda que tivesse um temperamento difícil, ela se importava com o loiro.


— Não minta para si, Haruno! — O Uzumaki riu em escárnio. — Afinal, me bater e me humilhar foi à única coisa que fizeste.

— E-eu n..... – A Gennin de cabelos rosáceos tentara se justificar, mas, as palavras morreram em sua boca ao vislumbrar a desesperança nos olhos do mais novo.


— Tudo o que quero é comer em paz! — A voz de Naruto ecoou pelo ambiente e o trio arregalara os olhos depois que o outro reagiu daquela forma. — Pois, desejo passar o resto do dia sem nenhum de vocês azucrinando a minha existência.


— Tu és importante pra mim e tenho certeza de que a Sakura se arrepende por suas explosões. — Sasuke comentou ao mesmo tempo em que se aproximava de seu Dobe. — Pare de ser tão difícil.

— Não nos afaste de ti. — Pediu com os olhos marejados enquanto tocava gentilmente o rosto do loiro. — Por favor, nos diga o que está acontecendo?

Todavia, o seu coração se partira em milhares de pedaços ao lembrar-se das vezes que ignorara a dor contida nos orbes azuis da pessoa que amava.


Passara frio e fome, mas, ninguém estendera a mão para si.

Fora desprezado, humilhado e espancado pelos aldeões, e em momento algum, a Força Policial formada pelo “Grandioso Clã Uchiha” viera lhe defender.

Quando implorou por uma palavra de conforto, a “estimada” equipe 7 ignorara a sua existência e tratavam-no como um alguém que vivia para aborrecê-los.

E, justamente, no instante em que cansara de correr atrás do carinho e do apoio deles, o Sasuke e a Sakura fingiam se importar com a dor que destroçava a sua alma.

Hipócritas! – Vociferou mentalmente ao rememorar-se do que acontecera em seu aniversário de quatorze anos.

— Não importa mais. — Proferiu com a voz embargada ao afastar-se do moreno, esforçando-se para não derramar uma lágrima sequer em frente ao trio. — Pois, nada do que fizerem mudará o que aconteceu.


— Pague o que consumimos, Sakura. – Kakashi ordenou após jogar a carteira para a adolescente.

— Nós estamos indo para o meu apartamento. – Avisou com falsa impassibilidade, porém, as batidas frenéticas de seu coração aumentavam o desespero que surgira dentro de si.

Afinal, temia pensar no significado de tal declaração.


— Me solta! – O loiro exigiu, sem perceber as grossas lágrimas banhavam a face de Sasuke.


— Não estou perguntando, Naruto. — O jounnin de cabelos prateados ressaltou ao segurar o braço do filho de seu sensei.

— E, sim, mandando! – Exclamou de forma contida antes de utilizar o Shunshin.




Instantes depois, os integrantes da equipe 7 desapareceram diante dos olhos de Ayame, deixando inúmeras perguntas sem resposta.

________________________

Notas Finais

Espero que tenham gostado do capitulo.


Sugestões, comentários, críticas ou elogios é só deixar um comentário.


OBS.: Fanfic postada no SS - user: KellyNunes25 e no Wattpad - user: mkfelicity25


Bjos de Nutella e obrigada por acompanharem a minha fic <3

19 de Novembro de 2018 às 07:26 0 Denunciar Insira 1
Continua… Novo capítulo Todas as Sextas-feiras.

Conheça o autor

Kelly Nunes Sou uma pessoa que faz inúmeras coisas ao mesmo tempo. Adoro ler livros voltados para a área jurídica e escrever minhas estórias no pouco tempo livre que tenho me ajuda a relaxar. Trabalho no Tribunal de Justiça do meu Estado, sou bacharel em Direito e faço pós graduação. Em minha opinião, a vida é muito curta para que percamos tempo pensando "E se"..... faça o que deseja e não se importe com a opinião dos outros ao seu respeito.

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~