A Herança da Deusa Seguir história

niccax Neeca Ashcar

Ele não apenas herdara o nome da Deusa do amor, como tinha a capacidade de fazer até mesmo Deathmask, um degenerado, amar.


Fanfiction Anime/Mangá Impróprio para crianças menores de 13 anos. © As histórias aqui postada são de exclusividade minha, Plágio é crime conforme a LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998 e Art. 184 do Código Penal – Decreto Lei 2848/40. A Herança da Deusa – 2018 – Nicca X Keehl

#deathfic #viajaink #grécia #gay #yaoi #angst #drama #câncerxpeixes #afrodite #deathmask #universoalternativo #saintseiya #cdz
Conto
11
5.0mil VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

A Herança da Deusa e outras histórias.

Olá, amores. ^^

Tudo joinha?


Fanfiction criada para o desafio Mapa-múndi, do Inkspired. Ai cê vê Grécia e já plota cdz, super normal.

Gente eu gostaria muito que a fic tivesse docinha, mas não tá. Foram devidamente avisados. ^^


Boa Leitura!



***



O sol estalou alto e forte. O calor atingiu as costas escuras cobertas do homem que ali pelas ruelas estreitas e ornamentadas em pedras caminhava despreocupado e alheio. Quase todas as imagens rodeava-o como um borrão.

O caminho um tanto difícil, não apenas pelo fluxo de pessoas que se espremiam na rua movimentada, assim como dividiam espaço com o único meio de locomoção que não fosse as pernas e que ainda sim era seguro para escorar os mais longínquos pontos rochosos de Atenas, os burros.

Tudo era observado do mesmo jeito por ele desde as crianças gesticulando alto o idioma difícil de compreensão, até belas mulheres desfilando nos seus vestidos coloridos e recatados.

O homem ali coberto numa bermuda larga e Flórida, usava pelo torso uma camisa de botão preta fechada até o penúltimo buraco. Nos olhos, óculos aviador com as lentes tão prateadas quando os fios de seus cabelos desgrenhados. Uma expressão impassível e indiferente. Nada condizente com o interior vazio e melancólico.

Deathmask como era conhecido na Sicília, região italiana onde nascera. Usava o tempo seco e quente como desculpa pelo acessório cobrindo os olhos carmesins inchados, pelo pranto angustiado desde a noite anterior ao desembarcar em terras gregas.

Fazia um mês que ele se fora, um mês se passou, mesmo assim era inundado de sentimentos melancólicos e hesitação referente aquela viagem tão bem planejada durante o último ano.

Aos poucos conforme caminhava em direção a Acrópole, era banhado de corpo e alma nas lembranças felizes, o intuito de mantê-las frescas, cada aspecto de Afrodite era recordado no passeio.

Mask, sabia que o panteão de Atenas fora construído no ano V antes de Cristo?

O sorriso largo estampava no rosto tão amado pelo italiano, recordou-se junto ao cheiro floral dos fios encaracolados e louros. Na memória, Afrodite virava-se em sua direção, beijando com delicadeza o rosto escuro.

Sì! Mia bella Fiore¹. — Respondeu encantado.

Observou-o bater uma palma estalando na outra, depois Afrodite se voltou para ele e os dedos caminharão delicados pelo peito nu e o másculo queixo de Paollo ser selado pelos lábios cor-de-rosa.

Quero ver a estátua de Atena. — Ele suspirou profundo e sonhador.

Afrodite levava o nome da Deusa do amor, contudo seu encanto era pela divindade que representava a guerra justa e a inteligência.

Contava histórias de que a filha preferida de Zeus, era invejada por todos no Olimpo, inclusive pela irmã que herdara o nome. Afrodite sempre o abençoava com histórias mitológicas. E isso era o elixir que abastecia o amor dos dois.

Os olhos azuis e cristalinos, como o mar mediterrâneo, abriam-se grandes, tal expressão ganhava vida de forma adorável e adornado com os longos cílios claros, sempre quando estava prestes a contar uma novidade.

Pegasus era o filho bastardo de Poseidon com uma mulher mortal. — Fez uma pausa performática. — O imperador dos oceanos não o aceitava como sua prole. Culpava a criança pela morte de sua amada.

Poi²?!

Em um jantar com todos os Deuses reunidos no retiro do soberano dos oceanos — A voz mansa saia sem pausas, deixando o clima tenso pelo cunho que narrava de forma dramática. — Atena viu como o menino era tratado pelo pai. Então com toda a sua misericórdia, Mask, ela implorou para Poseidon libertá-lo.

O que Poseidon fez?

Matou o menino ali na frente de todos. Atena chorou, chorou e clamou a misericórdia da alma do garoto. Depois da cena comovente, suas lágrimas fizera-o voar aos céus em forma de constelação e até os dias de hoje Pegasus zela pela humanidade ao lado da Deusa.

Paollo sorriu próximo do amado, os dentes amarelados coloridos pela nicotina foram avistados. Lembrou da súplica de Afrodite para ir até o Panteão em sua viagem minutos antes de começar sua narrativa.

Tudo bem, te me convenceu! Nostro primeiro dia na Grécia será destinado ao Panteão, amore mio³!

Voltou a si encarando as residências construídas com pedras tão típicas da região, paredes branquinhas cercava seu caminho. Como poderia aceitar ir para aquele lugar sem ele, sem seu amado, sem Afrodite? Era como se o traísse.

Esse pensamento machucou o peito corroído pela saudade.

Recobrou a consciência sobre a marca grossa impressa no seu rosto pela lágrima, a vergonha tomou por inteiro. Um homem como ele não demonstra sentimentos em público, respirou e inspirou.

Tentou de todas as formas escondê-las, tornando uma tarefa difícil, as lágrimas avançavam agora contínuas como na noite anterior não mais sendo barradas pelo óculos de sol.

Por que Afrodite partiu daquela maneira? Por quê?

Mesmo com toda dor assolando o peito e o cansaço tomando seu corpo. Alcançou de perto o mar mediterrâneo cercado de rochas, mais antigas que a própria humanidade, tão belo.

Os turistas se banhavam colorindo as águas calmas. Ele quase rompeu o percurso para tocar aquele lugar paradisíaco, não porque estava hipnotizado pela beleza natural de cores tão intensas, isso já não fazia sentido para Paollo, contudo aquela cor lembrava os belos olhos azuis de Afrodite.

Suspirou fundo ao pensar que o amado com toda a certeza se estivesse ali se jogaria nas águas, esquecendo por completo o Panteão. Foco não era uma das qualidades do parceiro.

O rosto de Afrodite voltou a mente com clareza assim como suas últimas lembranças em vida.

Comprei algumas roupas de banho! — Os lábios coloridos em batom rosa mexiam-se sorridentes.

Deathmask encarou a tez pálida entusiasmado.

Te está molto animado mia bella fiore! Io amo te ver assim!*

Afrodite colocou para trás os cachos dourados com as pontas dos dedos, piscando algumas vezes o par cerúleo que Paollo tanto amava, alcançou parado próximo a bancada de mármore e beijou a ponta do nariz do noivo.

Desde criança sonho em ir para a Grécia em lua de mel, amore mio.

Ele viu o sorriso mais lindo estampado nos lábios cheinhos.

Gosto quando te* fala de Deuses e do país em geral.

E eu gosto de falar com você sobre essas coisas. Estou animado Mask, muito animado. Desde que meus pais contaram que meu nome era uma homenagem a Deusa Afrodite que pesquiso sobre a Grécia e saber que você vai ao me lado me deixa mais contente.

Piscou outra vez os olhos bonitos desaparecendo de sua mente uma vez mais.

O amor muda! Quando conheceu Afrodite não imaginária que descobriria sabores nunca experimentados, aromas inimagináveis, conhecimento não desperdiçado. Que amaria aquele país da mesma formar como amava a Itália, passara quase um ano ansioso pela viagem.

Mas aconteceu, logo sabia tudo sobre a Grécia, ou buscava por informações, correndo e contando para Afrodite. Não era apenas o berço da humanidade, como também rico de belezas naturais e um país repleto de pluralidade cultural.

Os gregos eram os pais do frapucchinos; da filosofia; da literatura; do teatro e até as olimpíadas vieram de lá. Passou a ter o mesmo pensamento que qualquer cidadão patriota possuía: tudo veio da Grécia.

Sua população vista como um dos mais felizes do globo terrestre. Tradições de séculos escorriam pelas veias de cada mulher, homem e criança sorridente que Paollo ali encontrava.

E todo aquele conhecimento devia a uma única pessoa Afrodite. Ele não apenas herdara o nome da Deusa do amor, como tinha a capacidade de fazer até mesmo Deathmask um degenerado amar.

O passeio só fizera Paollo contemplar a certeza, seu amor nunca morreria. Se hoje era um homem de bem, era pelo noivo.

Mesmo que Afrodite tão jovem, alegre e vivo. Cheio de tantos defeitos, contudo com qualidades maravilhosas fora ceifado de forma tão brusca e tirado de sua vida para todo o sempre. Ainda sim manteria seus sonhos como os seus e seu amor não seria esquecido com facilidade.

Paollo esqueceu a vergonha causada pelo choro. Agora encarava pedras sobre pedras nas escadarias que davam acesso ao templo imaculado de Atena, ele não deixou de conter as lágrimas por lembrar do amado. Esqueceu a vergonha.

O silêncio era rompido pelos soluços fortes e os passos firmes no caminho de calcário e terra alaranjada adentro. As imagens se tornaram lúcidas.

Alcançou a estátua imponente da Deusa, com a dor e a saudade esmagando seu peito, comprimindo. O ar escasso já faltava aos pulmões em forte emoção. Observou por longos minutos ou talvez fossem horas, o tempo havia esquecido de contar, a Deusa que Afrodite tanto amava.

Em uma oração para que a alma de seu amado atravessasse o submundo de Hades em segurança. Paollo fez encarando o busto esculpido tão bonito e antigo.

Mask eu te amo! — O tom mansinho invadiu a memória.

Lembrou com exatidão a última vez que ouviu Afrodite recitar seu nome depois das três palavras. Cada aspecto do cheiro de rosas grudados no corpo Cada aspecto do cheiro de rosas grudados no corpo dele, até os olhos estupidamente azuis alegres, o sorriso doce e o caminhar ereto. Eram memórias que guardaria para sempre.

Apenas encarando o busto de Atena, pronunciou rouco e embargado:

— Io ti amo mia bella Fiore!

"..."


Notas:

¹ Sim, minha bela flor

² Então?

³ Nosso e meu amor.

* Você, muito, minha bela flor e Eu.






17 de Novembro de 2018 às 20:29 24 Denunciar Insira 8
Fim

Conheça o autor

Neeca Ashcar Escrevo uma par de coisas voltado ao publico LBGTQI+. De romances bonitinhos ao que der na telha, cheio de dor e sangue. Não espere constância! ;) Já ouviu a palavra de kakaGai hoje? Mama NagaIta. Best da Sata Nath! Melhor pessoa desse universo! <3 Perfil no Wattpad e no Nyah. ;)

Comentar algo

Publique!
MiRz Rz MiRz Rz
Olá, eu sou a MRz e venho pelo Sistema de Verificação do Inkspired. Sua história está “em revisão”, pois há alguns lugares com erro de vírgula, onde se separou sujeito do predicado. Há alguns erros de digitação na escrita, como na parte que narra qual a roupa do personagem e há lugares que faltam algumas palavras para maior compreensão do texto. São errinhos pequenos, que acredito que uma revisão já ajuda. Depois de corrigido esses erros, é só responder esse comentário para que eu faça uma nova verificação. De resto, a história está maravilhosa, parabéns!
28 de Fevereiro de 2019 às 16:41

  • Neeca Ashcar Neeca Ashcar
    Olá, MRz, tudo bem? Eu agradeço pelo feedback, amo o sistema de verificação do ink, justamente para me situar nos meus erros e poder melhorar com isso. :) Eu corrigir todos os erros citados! Espero que agora esteja nos conformes! ;) Gracias pelos elogios feitos a minha história! <3 Beijinhos ;* 20 de Março de 2019 às 14:16
  • MiRz Rz MiRz Rz
    Olá querida, ainda há alguns errinhos nos "porques". Na sua frase" Por quê Afrodite partiu daquela maneira" está errado, vez que o "por quê" só se usa ao final da frase quando é imediatamente seguido pela interrogação. O correto é tirar o acento circunflexo e mantê-lo separado. Em "Como poderia aceitar ir [...]", você encerrou com um ponto final, mas talvez ficasse melhor com um acento de interrogação. Adorei ler essa história pela segunda vez, novamente trouxe lágrimas aos meus olhos em ver esse Afrodite tão doce e que partiu tão cedo. Lembrando que é só responder esse comentário novamente para eu verificar sua história! ;) 22 de Março de 2019 às 08:37
  • Neeca Ashcar Neeca Ashcar
    Olá, de novo MRz! ^^ AH, porques. Por quê? hahaha Só te dando trabalho, bom eu fiz as alterações que foram solicitadas, nem sei como aquele por quê foi entrar ali, eu tava com a minha colinha de diferenças abertas, escapou hahaha. Acontece nas melhores famílias. AAA obrigada pela indicação, era exatamente uma interrogação que faltava ali! <3 Você é muito amor com tantos elogios lindos sobre a minha fic, obrigadinho! <3 27 de Março de 2019 às 15:51
  • MiRz Rz MiRz Rz
    Não é trabalho nenhum, boas histórias são lidas e apreciadas sempre! Estamos aqui para ajudá-los. A história foi verificada! Beijinhos de megawatts de luz! 30 de Março de 2019 às 14:09
Inkspired Brasil Inkspired Brasil
Olá! Primeiramente, gostaríamos de nos desculpar pela demora para postarmos este comentário, faremos o possível para que esse atraso não se repita. Ficamos muito felizes que você tenha participado mais uma vez dos nossos desafios! O romance entre seus dois personagens foi muito bem apresentado e deu a dorzinha no coração em saber que Afrodite não pôde ir à Grécia com seu amado </3 Em relação ao tema, você foi muito bem! Apresentou o país escolhido e conseguiu interligá-lo como sendo um local de muita importância para Afrodite e que acabou influenciando Deathmark com esse amor. Além disso, seu texto está muito bem escrito, com alguns desvios pequenos que são os que sempre passam batidos durante a revisão. A história está maravilhosa e esperamos te ver nos outros desafios! Até mais!
22 de Fevereiro de 2019 às 10:18
E C E C
Ah <3 Uma das coisas que adoro nas fics CdZ é o poder de dar história a algo tão pouco explorado no original. Grécia é um lugar incrivel e tão rico. Adorei como conseguiu passar a essência do país aqui <3
2 de Dezembro de 2018 às 17:09

  • Neeca Ashcar Neeca Ashcar
    Ahhhh eu também amo isso nas fics de cdz, já que nada é muito explorado no anime e os personagens são tão amorzinho e o universo era para ser lindo, fazer o que... Fico feliz de ter trazido a essência deste pais tão amor! Gracias pelo comentário lindo! <3 Beijinhos :* 3 de Dezembro de 2018 às 16:08
Yasu Wada Yasu Wada
Quando eu era mais nova assisti alguns episódios de CdZ, mas nunca consegui gostar da história e da trama. Mas essa fic consegui aquecer o meu coraçãozinho e destruir no mesmo momento, estou devastada. E que lugar lindo é a Grécia! <3
2 de Dezembro de 2018 às 08:57

  • Neeca Ashcar Neeca Ashcar
    Cdz tem história? O.o Achei que fosse um monte de imagens aleatórias e metade dos episódios com o Seiya no chão. Hahaha Então realmente o anime é muito ruim, ainda mas se vc começou pela batalha galática, é muito no Sense. Mas eu cresci assistindo e tudo mais então por isso tenho essa paixão, sei as falas de cor, quando eu caiu eu falo que tô fazendo cosplay de Seiya, hahahahah. Vários problemas aqui! Mas a Saga de Hades é linda e eu choro do começo ao fim. Fico feliz que vc gostou dessa minha fic, ainda mais pelo histórico ruim com o anime, quem sabe com o remake ele não fique melhor, né? Sorri pela tristeza, plotei errado! Obrigada de verdade pelo comentário lindo! Realmente a Grécia é linda! 💚 Beijinhos 😘 2 de Dezembro de 2018 às 11:17
 Noctis Noctis
Quem vem ler, sobre algo que nem sabe do que se trata? Eu. CdZ? Mas enfim, não acho que me atrapalhou à leitura, porque consegui ler calmamente, sentido a tristeza do pobre coitado que perdeu o amor de sua vida, e ainda assim permanece com a memória dele bem viva. A escolha do lugar ficou belíssima, sou suspeita a falar, pois Grécia é um dos tops na minha lista de lugares a conhecer. Me bateu uma tristezinha saber que Afrodite sequer teve a chance de ir ao lugar preferido no mundo, sem a companhia do amado, e vice-versa. Mas olha que lindo o gesto dele, indo ali para honrar o desejo do amado <3 Meus parabéns pela história!
30 de Novembro de 2018 às 06:53

  • Neeca Ashcar Neeca Ashcar
    Acontece, eu leio várias dicas que nem sei o fandom! Mas como tá em universo alternativo, fica mais fácil a leitura! Cdz; no Brasil Cavaleiros do Zodíaco. É um anime de 80 e poucos que se passa na Grécia com deuses gregos. Como vc disse que gosta da Grécia, se nunca viu, vale a pena ver! 💚 Ano que vem a Netflix vai lançar o remake das primeiras temporadas do clássico. 😊 Eu amo a Grécia também, o que facilitou muito escrever essa história! 💚 Como é UA eu tentei ser o mais ditatica sobre os personagens o possível. 😊 Fico feliz que tenha achado o gesto do DM bonito, mesmo sofrendo para cacetinha, ele acabou cumprindo a promessa! Eu fiquei radiante com o seu comentário, obrigada por ler e comentar! Beijinhos 😘 💚 30 de Novembro de 2018 às 13:17
  •  Noctis Noctis
    Céus! Nunca liguei a abreviação à Cavaleiros do Zodíaco, nossa, que anta (eu, claro). Mas eu vi quando pequena, um vizinho meu tinha tudo em dvds, Mas eu lembro de algo? Não, consigo lembrar de muitos outros que vi quando pequetucha, mas esse me foge à memória como diabo foge da cruz. Talvez mereça o famosinho, Vale a pena ver de novo. Enfim, mais uma vez, parabéns pela história concluída! Amando o desafio e a 'família' Inkspired ;) 30 de Novembro de 2018 às 17:58
  • Neeca Ashcar Neeca Ashcar
    Hahaha, normal. Eu lembro muito de várias series e animes que assistia quando criança se vc perguntar sobre, não vou saber uma vírgula. Mal lembro o que comi ontem 😂 Eu tenho que assistir uma vez por ano, para conseguir recordar da coisas, mas sou viciada! Hahaha Olha que notícia ótima, ouvir alguém falar sobre essa família cheirosa que é o Ink, fico super feliz que esteja gostando! 😉 2 de Dezembro de 2018 às 11:11
Ayzu Saki Ayzu Saki
E assim eu fiquei triste lendo sobre um casal que nem conheço hahaha Parabéns pela escrita, meu sonho é aprender a descrever lugares assim. Um dia eu aprendo também!
23 de Novembro de 2018 às 14:35

  • Neeca Ashcar Neeca Ashcar
    Sorry, apesar que foi bem dissimulado, nos primeiros minutos do desafio já tinha esboçado o capítulo. Hahahahah Como se você não escrevesse lindamente do seu jeito! Obrigada e beijinhos 😘💚 30 de Novembro de 2018 às 13:06
Zen Jacob Zen Jacob
AAAAAAAAAAAAAAAA meus deuses!!!!!!!!!! Eu tô seriamente assustado: ontem mesmo eu estava conversando com meu namorado sobre esse ship e como ele foi meu primeiro ship mesmo não sabendo nada de CdZ, que sincronia do universo é essa??? Minha (pré)adolescência inteira foi passada no Fanfiction.Net/Nyah! lendo as fics que a Pipe escrevia do Dite com o MdM aka "melhor casal de Saint Seiya ever". ;_; Bom, deixando de lado as histórias obscuras desse fandom (:v me empolguei demais, sry), sobre a sua história: sofrência. Li mais de uma vez as histórias que você contou porque wow gregos. :v Você descrevendo o local me deu a impressão de até sentir o sol na pele enquanto descia por aquelas escadinhas que levam às residências no litoral. Acho que isso contribuiu por tornar a situação toda mais triste para o Paollo, já que quando pensamos em alguém de luto imaginamos logo um tempo frio e chuvoso, não uma cena tão bonita e brilhante... :/ Até eu fiquei com saudade do Dite enquanto lia, bateu uma bad e não queria chegar no final - aí voltei do início e li tudo de novo pra aliviar um pouco. (funcionou durante uns 15 segundos :v) Afrodite e Máscara da Morte é um dos meus casais preferidos justamente pelo contraste de personalidade entre os dois, e ao mesmo tempo como eles parecem ser tão sincronizados. Acho que você conseguiu expressar direitinho o Dite e o jeito mais luminoso e empolgado dele; o MdM/Paollo (adorei esse nome) relembrando dele ficou tão fofo e ao mesmo tempo bucólico que me deu vontade de abraçá-lo e confortá-lo. Foi bad ending, mas eu gostei (masoquista porque sim) - e coincidentemente começou a tocar "Wish I Knew You" do The Revivalists, que é trilha sonoro oficial de gente perdida pra mim, enquanto eu lia e foi aí mesmo que eu chorei. Parabéns, moça, não é todo dia que me derrubam, tá muito bom mesmo. :')
17 de Novembro de 2018 às 16:15

  • Neeca Ashcar Neeca Ashcar
    HAHAHA, rindo alto de nervoso, acertei seu pensamento. O.o Eu entendo essa empolgação é CDZ e, CDZ é amorzinho, não é a toa que já dedico essa vida de fanfiqueira pelo menos metade dela foi por causa de CDZ, lendo e escrevendo. Quando sai do outro site que eu escrevia implorei para cambada vir para cá, mas ninguém veio só alguns leitores meus. Quem perdeu foram eles, o ink é amor! U.U Ahhhhhhhhh, meu santo Jah, olha isso ele leu mais de uma vez minha fucking fic Máscara da Morte e Afrodite!!! Berrando aqui. Confesso que antes de responder também li seu comentário mais de uma vez porque ele é lindo, estou xonadinha, mostrei para minhas amigas e quero grudar na testa, gracias de coração. ^^ Na verdade eu fugi de maneira proposital do esteriótipo dor, solidão e frio. Um porque não tenho juízo mesmo e dois porque Grécia tem que ter um solzinho a beira da praia comendo um churras. Okay eu sei que em Atenas por exemplo, até nevar em alguns pontos mais altos, neva. Mas conhecendo o Afrodite como eu conheço mais de 20 anos, ele não ousaria em perder a oportunidade de pegar um bronze a beira do mar mediterrâneo. Se ele planejou essa viagem era no verão tipicamente grego e com o sol estalando. Gente eu já sofri no verão é pior que qualquer tempo ruim com chuva, coitado do DM. Gracias, novamente por elogiar minha descrição, porque eu já li duas histórias suas e pelamor de Dadá, você é o muso das descrições em narrativa, me adota? HAHAHA Eu ficou muito contente, de saber que você sofreu (rs) com essa fic, tão atípica do que venho escrevendo no último ano, e ainda mais porque acabei de sair de um mega bloquei e tô superinsegura ainda, de verdade. E também porque gostou do nome do meu Paollo, já é marca registrada, toda fic minha ele se chama Paollo, na verdade esse é o verdadeiro nome dele, Kuramada-sama confirmou num sonho uma vez. Surtei junto. Beijinhos. :* 17 de Novembro de 2018 às 19:01
  • Zen Jacob Zen Jacob
    Eu nunca me senti confiante pra escrever CDZ por nunca ter assistido nada, mas nossa, sou viciado em fanfic desses dois. Inclusive fui procurar e aqui no Ink parece que só tem a sua com esse casal; ou seja, escreva mais, por favor. :v Realmente, o Ink é muito amorzinho, quero morar aqui o máximo de tempo possível! Aaaawn, fico feliz que tenha gostado do comentário, eu tô meio lerdo hoje, então achei que ia ficar meio aleatório, que bom que agradou. ^_^ E sim, com certeza o Dite escolheria no calor pra poder ir na praia com uma sunga daquelas enquanto o Paollo ficaria de olho nos "gajos" e espumando. kkkk Não sabia dessa que nevava em Atenas, essa fic é cultura até nos comentários, gente! "Muso da descrição em narrativa": se eu merecesse mesmo esse elogio até faria um crachá com ele pra poder dar "crachazada" nos outros. uhauhahuah Mas posso te adotar sim, só acho que acabaria sendo um pai merda igual o do Edward e Alphonse do FMA. :vvvv Bloqueio criativo é uma merda mesmo, cara... :/ Mas é normal acontecer às vezes. Se você tiver problemas com isso de novo, recomendo dar uma olhada na parte de Writing Prompts do Reddit, aparecem umas ideias bem legais pra trabalhar - já me ajudou pacas. =) Eita, ia morrer sem saber que o Kuramada-sensei confirmou o nome dele. O_O Gostei, combinou legal. Enfim, é isso, transformando seus comentários em fórum, sry :v xoxo 17 de Novembro de 2018 às 19:39
  • Neeca Ashcar Neeca Ashcar
    Deveria assistir pelo menos, nem falo para ler os mangás porque é do tempo que minha avó era gostosa. Hahaha. Nem é tão longa a série clássica tem uns 100 ep. Ano que vem a Netflix vai lançar o Remake, cruzando os dedos para que não façam caquinha, Pelo menos CDZ serve para rir: Buracos na história, personagens wtf e a sensação de que o mestre Kuramada escreveu tudo a base de crack e o povo da Toei estavam mais loucos ainda quando transformaram toda a brisa no anime. Mas, pelo menos, não passa a cada 3 ep o mesmo flash Back do massacre ao clã Uchiha. E, quase não tem fillers. Apesar de uma saga inteira ser filler, Hasgard, essa não passa de 12 ep e só existe para fazer o Shiryu ser cego de novo, o que não faz o menor sentindo. Ai poderia me dar fics. Sou carente de fics de cdz. *-* Eu achei uma fic dos dois aqui no site, depois que você falou, chama P.S. Eu Te amo. Não li ainda então não posso falar se é boa ou não. Fica a recomendação. HAHAHA, o Dite é o meu segundo personagem preferido, tanto que ele é o principal de quase todas as minhas fics e quando não é rouba a cena. E o Paollo meu príncipe. O rei é o Shura porque eu amo muito ele, tipo muito mesmo, mas ele não apareceu aqui T.T. Gosto de pensar que foi ele que convenceu o DM a ir viajar depois que o Dite morreu. Até ia abordar isso. Mas achei que perderia o clima da fic, então ficou nas entrelinhas da minha cabeça. Eu tenho algumas pesquisas que eu deixo prontas para ajudar a escrever sobre outros países, quando não é o Brasil e quando não se passa em SP ou MG (que são os estados que morei), ao descobrir que na Grécia nevava, fiquei chocada. Tenho uma fic que trabalho nela desde o início do ano, mas que procrastino muito para escrever, por isso não passei para cá, gigante, tipo umas 3 temporadas na minha cabeça e eu parei no cap 3 da primeira, hahaha, que em uma das cenas narra sobre nevar em Atenas. Isso é um fato que me deixou muito maravilhada com o país, e talvez por isso sonho em um dia ir viver uns meses na Grécia. É mesmo, muso da descrição em narrativas, gente que foi aquela maravilha que você escreveu em Ouroboros, tipo foi muito amor. Eu mandei até o mozão ler e ele ficou UAU. E tipo ele é maior nerd e chatão com Sci-fi. Papis ^^ Tadinhos do Al e do Ed. Japoneses, porque tem que fazer tudo triste. T.T Ahhh, meu problema com bloqueio é sempre causado pela ansiedade, quando começo a ter crises, não consigo me concentrar, manter o foco e tudo sai do controle. Essa merda ferra até com escrita e leitura. Passo dias evitando pessoas e jogando pokemon como se não houvesse amanhã. Mas vou fazer isso da próxima vez, quem sabe pelo menos umas bad ou histórias de terror saia. Hahaha. Acho que ficou muito grande >.< me empolguei falando da Grécia e de Cdz rs. 18 de Novembro de 2018 às 10:48
Rita Gomez Rita Gomez
Meu Deus! Faz tanto tempo que não leio nada desse ship, aí vem você e me destrói dessa maneira! Socorro! Que história linda, triste mas linda sim! Amei o enredo, amei a escrita, enfim, amei tudo! 😍 Parabéns pela fic! 😘
17 de Novembro de 2018 às 16:14

  • Neeca Ashcar Neeca Ashcar
    Eu tava morrendo de saudades de Cdz, são raras as fics nesse site. Apesar que trouxe as minhas para cá, mas queria ler um monte. Hahaha 😢 Entao reviver meu segundo Otp da vida pq sim, sou dessas. 😂😂😂 Fico feliz por cada linha bonita que você escreveu sobre minha fic, principalmentr que amou o enredo, foi daqueles que a ideia vem e vc corre... Hahaha. Muchas gracias 😘💚 17 de Novembro de 2018 às 17:27
Di Angelo Di Angelo
Olha eu aqui deixando o comentário nosso de cada dia. Primeiro parabéns pela escrita que só melhora. Segundo, eu não acho certo você ficar me deixando triste com uma fic de personagens que eu nem conheço. Terceiro, olha o relacionamento deles que lindo. A estória tá demais Nicca, parabéns mais uma vez. PS.: alguém traz o Afrodite de volta, coitado do Paollo.
17 de Novembro de 2018 às 15:01

  • Neeca Ashcar Neeca Ashcar
    Ahhhhh Olha eu aqui conseguindo responder sem atrasos, hahaha. O esforço vai compensar algum dia com a escrita, mesmo que depois que eu tenha postando vários erros me saltou, mas ninguém é perfeito, depois eu corrijo com carinho e atenção. ^^ HAHAHA, tadinho do Paollo, ele é meu e dou o nome que quiser, uma vez Paollo, para sempre será. Mas pelo menos está em universo Alternativo, e agora cê conhece. Sorry a bad, não contive o plot. Só ploto coisas tristes com esses dois, fazer o que. Obrigada mais uma vez pelo comentário carinhoso. Ps. Vai assistir CDZ e ver que não sou só eu que dou essa sina para os dois. Beijinhos :* 17 de Novembro de 2018 às 15:27
~