A Espera Seguir história

fellurian Nany Lopes

Temari e Tenten já estão juntas há cinco anos. Namoraram, foram morar juntas, casaram e, como todo casal, querem dar um passo além na relação: ter um filho.


Fanfiction Anime/Mangá Todo o público.

#yuri #gravidez #shikamaru #tenten #temari #tematen #naruto
8
4.7mil VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo Todas as Sextas-feiras
tempo de leitura
AA Compartilhar

"How I met your mother"

Olá a todos. Esta fic é uma love story tranquila entre duas mulheres. Ela contará um pouco da trajetória do casal e do futuro de ambas. Os capítulos serão curtos e poucos. O intuito da fic é que vocês se divirtam e consigam relaxar um pouco o stress do dia-a-dia.Muito obrigada a todos, espero que gostem. 


♀❤♀

— Então, como vocês se conheceram? — A profissional sentada na poltrona da frente sorriu, enquanto batia sua caneta em sua caderneta.

Um riso nervoso e delicado inundou a sala no exato momento em que Temari e Tenten cruzaram os olhos, a primeira colocando a mão no joelho da segunda.

— Já faz muito tempo… — Disse a morena, sorridente.

— Não faz não! Não é como se fôssemos velhas, querida — Respondeu Temari — Bom, nós estávamos na faculdade…

                                                           ♀❤♀

Era o início do sexto semestre de Temari na faculdade. Ela amava os primeiros dias. O olhar de desespero dos calouros e o olhar de ainda mais desespero dos graduandos a divertiam. Fazia um esforço tremendo pra não rir nos calouros todos engomadinhos, com um estojo cheio de canetinhas e maquiagem completa.

Como de costume ela andava muito devagar pelo corredor para tornar o momento mais longo, seu riso interno contrastava com a cara fechada que apresentava ao mundo. Não era uma mulher realmente mal humorada, mas as pessoas não precisavam saber disso. “O respeito vem do medo”, pensava, era assim que tinha aprendido em casa.

Bastou um momento de distração. Um passo dado mais lentamente e a próxima cena que viu foram livros e papéis aos ares e uma pela de uma mancha em sua blusa nova.

— MAS QUE MERDA VOCÊ PENSA QUE ESTÁ FAZENDO?! — Vociferou Temari, que sequer percebeu quando todo o corredor ficou em silência para entender o ocorrido.

— Escuta aqui, pra começar, quem VOCÊ pensa que é pra gritar comigo? — Respondeu Tenten, que levantava do chão com seus cadernos recuperados — Eu estou bem na sua frente e não estou nem perto de ser surda.

— O-o que? — A loira não estava acostumada a ser encarada. Na verdade, sequer se lembrava da última vez que alguém batia de frente consigo. Não disse nada enquanto a garota a sua frente a olhava desafiadora no fundo dos seus olhos.

— O gato comeu sua língua? — Disse Tenten, sem desviar o olhar — Bom, da próxima vez não pare no meio do caminho — Começou a seguir seu rumo, com uma pequena pausa — Ah! Você precisa controlar essa raiva, senão vai ter um infarto antes dos trinta. Bye, bye!

Temari demorou algum momento para conseguir sair dali.

♀❤♀

— ... Então foi assim que ela se apaixonou por mim! — Tenten ria da expressão aborrecida da esposa.

— Não foi bem assim que aconteceu! — Respondeu Temari, fingindo raiva — Esse foi só o começo da história, nessa parte eu só queria te dar uns bons tabefes!

♀❤♀

Semanas se passaram  e Temari não conseguiu tirar aqueles olhos da sua cabeça. Passa noites e mais noites acordada, pensando na intensidade daquele olhar, na forma como foi desafiada. Todos os dias observava aquela que agora sabia que se chamava Tenten pelo corredor, mas seu olhar nunca era correspondido.

— Convida a garota logo pra festa, Tema! — Shikamaru dizia, irritado em ter de ouvir a mesma história pela milésima vez — Para de complicar as coisas, parça. Chama a mina no canto, convida e boa. O que tem a perder?

— Reputação, não é óbvio? — Bufou — Mas acho que você talvez possa ter sua razão. Estou ficando louca, não é como se você não fosse meu único amigo então… realmente não tenho nada a perder.

— Estou com tanta preguiça que vou fingir que não ouvi isso. — O rapaz se deitou para fazer o que fazia de melhor: nada.

Temari levantou cedo, arrumou os cabelos, trocou de roupa dezenas de vezes, passou na floricultura Yamanaka para comprar um buque de rosas e, por fim, chegou a frente da casa da morena (informação esta que devia a Shikamaru, estagiário na administração da faculdade). Tocou a campainha.

— B… Bom dia, Tenten! —  A loira engasgou ao ver o cabelo desarrumado da morena a sua frente. Sentiu seu rosto esquentar rapidamente até as orelhas.

— Você está bem? — Perguntou Tenten, confusa, passando pela batente da porta — O que são essas flores?

— V-você quer ir à festa de formatura comigo? — Perguntou Temari, que no ápice de sua tensão, se ajoelhou e ergueu as flores.

O que se seguiu foi um largo sorriso de Tenten, seguido de um estrondoso sim e um longo abraço.

♀❤♀

— Você nem titubeou em aceitar! — Disse Temari, gargalhando.

— Eu estava triste porque todo mundo ia nessa bendita festa acompanhada, menos eu — Tenten fingiu irritação ao cruzar os braços — Mas eu admito que já queria te dar uns beijos — Sussurrou.

A médica se levantou e as entregou um formulário pra cada.

— Acho que está tudo bem, meninas. Podemos seguir em frente — Sakura sorriu — Vocês tem um doador ou vai ser do banco?

— Elas tem um doador — O garoto sonolento do outro lado da sala falou e bocejou — Eu.

— Tema… — Tenten se aproximou de Temari para sussurrar — Você tem certeza que quer os genes do Shikamaru no nosso filho?

9 de Novembro de 2018 às 00:38 2 Denunciar Insira 4
Continua… Novo capítulo Todas as Sextas-feiras.

Conheça o autor

Nany Lopes Tamo aí né

Comentar algo

Publique!
brener Silva brener Silva
mano que capítulo perfeito adorei o dinamismo do texto e ficou perfeito os cortes de cena, nany eu tô gritando muito obrigado por essa maravilha.
8 de Novembro de 2018 às 18:41

  • Nany Lopes Nany Lopes
    Muito obrigada pelo comentários! Eu fico muito feliz que você tenha gostado, especialmente porque foi quem propôs a fic pra começo de conversa, e que tenha curtido o dinamismo da escrita. Vamos ter muitos mais flashbacks pra conhecermos mais a história dessas duas. Obrigada pela leitura! 9 de Novembro de 2018 às 06:57
~