Se apaixonar é como estar em um oceano Seguir história

exostorm Nathália Prado

Quando eu me dei conta, estava me afogando em você, me deixando levar pelas suas ondas. Eu estava permitindo que você me levasse para longe.


Conto Impróprio para crianças menores de 13 anos.

#paixão #metáfora #paixão-
Conto
0
4455 VISUALIZAÇÕES
Em progresso
tempo de leitura
AA Compartilhar

Eu estava me afogando em você.

Se apaixonar é como nadar no oceano.

Você acredita que está indo bem e quando percebe, está se afogando, mesmo que saiba nadar.

Você é meu oceano e quando eu me dei conta, eu estava me afogando em você, me deixando levar pelas suas ondas.

Eu estava permitindo que você me levasse para longe.

Mas eu não queria ser levada por você, porque você não nadaria comigo, só iria me ver afogar, sem poder de fato, fazer algo.

Somente eu poderia fazer algo.

Somente eu poderia me livrar do afogamento.

Então, eu cheguei no limite da minha paixão por você.

Eu pedi ajuda e me agarrei a boia, tentando me salvar.

E todos os dias eu mal consigo segurar a boia, às vezes eu simplesmente quero me afogar em você.

Mas eu tenho que ser forte, porque eu conheço suas ondas e elas vão me derrubar.

E eu não quero morrer na praia.


22 de Outubro de 2018 às 15:14 0 Denunciar Insira 2
Continua…

Conheça o autor

Nathália Prado — Melhor escrever para si mesmo e não ter público, do que escrever para o público e não ter a si mesmo. - Cyril Connolly

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Histórias relacionadas