O meu senpai de outro planeta. Seguir história

dayhyuuga Ingrid Hyuuga

Doce como mel, carinhosa como um ursinho que acabou de comprar, mas mataria um simples deus com apenas um espirro. Benny era uma menina que pensava que o amor que sentia fosse apenas um defeito que iria levar ela a perder uma batalha, sempre que a mesma avistava aquele android seu coração pulava a mil. "Não acredito que ele é minha fraqueza. Não vou conseguir lutar com esse android aqui, sempre que ele aparece minha vontade muda completamente"


Fanfiction Anime/Mangá Impróprio para crianças menores de 13 anos.

#217 #117 #332 #258 #239 #comédia
1
4.0mil VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo Todos os Sábados
tempo de leitura
AA Compartilhar

A família de Benny

 A menina não tinha feito um mês de vida quando Bills a encontrou em destroços. Naquele planeta tinha acabado de ter uma guerra e os únicos que haviam sobrevivido eram os mais fortes. Whis estava se perguntando como aquela bebê ainda estava viva, ao contrario de Whis, o deus da destruição estava com o olhar fixo naquela menina.

-Hellou, senhor Bills? Você não ia destruir esse planeta para podermos ir bater uma boquinha?

Whis presenciou uma coisa impossível ser feita bem ali na sua frente. Bills estava com a menina em seus braços, ele não tirava os olhos dela, era como se fosse alguma coisa importante para ele. Após destruírem aquele planeta e irem para casa, Whis colocou a menina para dormir e se dirigiu ate Bills que estava sentado em uma cadeira.

Whis— Senhor Bills, por acaso você a trouxe por que sentiu aquele poder incrível enterrado em algum lugar do corpo dela?

Bills— Ele ainda não está perdido, Whis!

Whis: Ele olhou tão diferente para aquela menina... será que o grande deus da destruição resolveu ter um coração com sentimentos de verdade?

Bills— VAMOS WHIS ME TRAGA ALGUMA COISA PARA BEBER!

Whis— Seu desejo é uma ordem.

Horas depois

A menininha de cabelos cinzas começa a chorar em alto.

Bills— O QUE É ISSO? WHIIIIIIS!

Whis se levanta de sua cama e vai até o quarto que havia deixado a menina e ver Bills com cara de assustado olhando para a menina. Whis solta uma risadinha.

Whis— Ela deve está com fome..

Bills— COMO ASSIM COM FOME? ESSA HORA DA MADRUGADA?

Whis— Para de gritar senhor Bills, vai assusta-la! Vamos pegue-a no colo e traga para cozinha!

Bills— Por que eu?

Whis— O senhor que teve a grande ideia de traze-la para cá! vou preparar alguma coisa para os dois comerem.

O mesmo se retira do quarto e vai ate cozinha. Bills olha para a menininha que ainda chorava muito e a pega no colo.

Bills— Vamos Benny... pare de chorar sua pestinha!!!

Bills olha ainda assustado para a menor, ao ver aquela expressão de terror no rosto de Bills a menina solta risadas.

Bills— OH WHIS ELA PAROU DE CHORAR!!

A menina volta a chorar ao escutar os gritos de Bills, o mesmo começa a se estressar.

Bills— OLHA AQUI MENINA SE VOCÊ NÃO PARAR DE CHORAR EU IREI LHE TRANSFORMAR EM PÓ!

Whis— PRONTO SENHOR BILLS, A COMIDA ESTA AQUI NA MESA, VENHA JUNTO A MENINA.

Bills vai ate a sala com a menina nos braços, Whis pega a menor e coloca em seus braços dando sua comida enquanto Bills comia doces.

Bills— Isso aí Benny, coma tudo! assim você não acorda de novo.

Whis— O senhor deu o nome dela de Benny?

Bills— Sim! o nome é bonito e parece com o meu!

Whis— Você está agindo como um pai senhor Bills.

Whis termina de falar e ri junto a Benny, Bilis olha para Whis e começa a gritar.

Alguns anos depois

Whis— Está tendo uma guerra no planeta 34 azul.

Bills— Vou destruir-lo!

Whis— Ainda temos que ir no guardião de plantas sagradas hoje...

Bills— Sei disso....!

Uma sombra aparece atrás de Bills e o mesmo desvia antes que ela o chute, a menina caí no chão e olha para Bills.

Benny— Você tlapaceou papai!

Whis— É trapaceou!

Bills— E você errou seu chute de novo!

A menina de cabelos cinzas e olhos verdes se levanta do chão dando uma pisada forte com seu pé direito e fazendo bico com as mãos cruzadas.

Bills— Sua nanica!

Ele sorri para a menina e coloca uma rosquinha na boca.

Benny— Onde achou essa rosquinha?

Bills— O Whis trouxe lá do planeta que fomos ontem.. lembra?

Benny— PADRINHO WHISSS, EU QUERO!!

Whis começa a rir e da duas tapinhas na cabeça da menor.

Whis— Temos que ir! ha Benny, vamos deixar-la com o Guardião, ele gosta muito de crianças...

Benny abaixa a cabeça e deixa cair algumas lagrimas.

Whis— Ele tem uma filha... você vai gostar dela.

As lagrimas da menina caem mais rápido, ela fecha sua mão com força. Bills se aproxima dela e coloca sua mão no ombro da menor, se abaixa.

Bills— Eu o deus da destruição, o seu pai, prometo voltar para lhe buscar!

Benny levanta a cabeça e olha para Bills vendo o mesmo soltar um sorriso. Whis fica surpreso ao ver tanto sentimento vindo de Bills, o deus da destruição.

Whis— Vou sentir falta dessa auria positiva vindo do senhor Bills...

Bills— Pare de falar besteiras! e Benny treine muito pois quando eu voltar eu e você iremos lutar e o ganhador ganha quantas rosquinhas quiser!

24 de Outubro de 2018 às 16:15 0 Denunciar Insira 1
Leia o próximo capítulo Meu sensei esperado era um homem!

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 1 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!

Histórias relacionadas