Pássaro sem asas Seguir história

hellemgzr Hadassa

Livre. Se pudesse descrever em uma palavra qual a sensação, seria essa. Livre. [Drabble • 100 palavras]


Conto Todo o público. © Direitos totalmente reservados

#original #originais #conto #social #dark #depressão #setembroamarelo #suicidio #drabble #drabbles
Conto
6
4.9mil VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Liberdade

Passara a vida inteira numa gaiola, debatendo-se e gritando por ajuda, mas ninguém parecia ouvir. Por entre as grades, costumava direcionar seu olhar vazio para o horizonte, almejando abrir as asas para voar em direção ao azul infinito do céu.

Seu desejo se realizara. Abriu os braços e voou.

O sol brilhava intensamente, o vento soprava seu ouvido enquanto ganhava velocidade. Havia um sorriso singelo em seu rosto, uma sensação de paz que jamais sentira antes. As pessoas que trabalhavam no prédio mal perceberam o vulto pela janela.

Com um baque seu corpo encontrou o chão.

Finalmente, estava livre

28 de Setembro de 2018 às 19:52 3 Denunciar Insira 11
Fim

Conheça o autor

Hadassa Finjo que sei escrever e demoro séculos pra atualizar as fics. Sigam no Social Spirit~ @hellemgzr

Comentar algo

Publique!
Rita Gomez Rita Gomez
Olá! Confesso que a sinopse passa a ideia de algo diferente, mais leve... fui enganada. Nossa, essas forma as 100 palavras mais tristes que já li! Falar sobre depressão e suicídio sempre é algo pesado. Não gosto muito de ler histórias com essa temática, mas me senti impelida a ler a sua. Não sei se dizer que gostei da drabble seja certo, porém gostei da poesia envolta nessas 100 palavras. A sutileza que você usou para escrever essas pequenas palavras foi significativa. O texto, além de triste, é reflexivo em demasia. Parabéns!
8 de Dezembro de 2018 às 15:35
Saah AG Saah AG
Putz, pesadão. A temática do suicídio é sempre meio assim pra mim... Já conheci duas pessoas que se suicidaram e levaram metade da vida de muitas pessoas junto com elas... Essa drabble ficou ótima, aliás.
6 de Dezembro de 2018 às 18:26
Kaline Bogard Kaline Bogard
Quanta tristeza em 100 palavras! Poxa, pela sinopse eu imaginava alguma coisa totalmente diferente. Vim pela visão otimista de que liberdade seria o escape de uma prisão no sentido figurado sim, mas não de modo tão definitivo. Acho que o texto tem todo um tom de quebrar correntes mesmo, é sutil e delicado, a ponto de fazer o leitor pensar "Oh, não, espero que não seja..." mas é. Creio que muitas pessoas se sintam assim, aprisionadas, a tal ponto que só enxergam uma alternativa. É tão triste... tão triste quanto conseguiu fazer seu texto ser. Parabens.
20 de Novembro de 2018 às 08:22
~