Querida Clara Seguir história

valdieblack Valdie Black

"Você nunca irá ler isto então eu posso ser honesta. É um pouco triste o fato de não ter podido ser sincera quando estive perto de você, mas sempre pensei que você sabia tudo sobre mim só de olhar para o meu rosto (qualquer um deles)."


Fanfiction Seriados/Doramas/Novelas Impróprio para crianças menores de 13 anos. © Doctor Who não me pertence, fanfiction escrita sem fins lucrativos.

#carta #fanfiction #doctor-who #whouffle #clara-oswald #thirteenth-doctor
Conto
3
4449 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Querida Clara

Querida Clara,


Você nunca irá ler isto então eu posso ser honesta. É um pouco triste o fato de não ter podido ser sincera quando estive perto de você, mas sempre pensei que você sabia tudo sobre mim só de olhar para o meu rosto (qualquer um deles). Algo em seus olhos me dizia que você sabia o que eu estava pensando. Nós sempre tivemos essa conexão assustadora que nos impedia de conversarmos sobre as coisas mais importantes.


Bem, agora não podemos mais conversar sobre nada. Seu corpo está sob as estrelas ou debaixo da terra. Essa dupla existência combina muito com você já que era tão tempestuosa e não se contentava com pouco. Estava sempre exigindo que eu fizesse o meu melhor e serei eternamente grata por isso. Eu agora sou o meu melhor e é por sua causa.


Gostaria muito de saber qual seria sua reação se me visse agora. É claro que para mim as mudanças de aparência não fazem diferença alguma, mas é divertido ver o choque nos rostos das pessoas. Desculpe, mas eu achei mesmo engraçada a sua reação ao ver o jovenzinho queixudo virar um senhor escocês. Depois tive medo que você fosse me deixar. Eu tinha me tornado tão dependente de você sem nem perceber! Desculpe se você sentiu-se enganada por mim de alguma forma. Ser um Senhor do Tempo me deixa distante da humanidade que você carregava com tanto orgulho.


Devia mesmo ter orgulho dela. Você sempre foi tão mais empática do que eu. Claro que eu ganho a fama por salvar o mundo o tempo todo, mas você fazia algo muito mais difícil que era salvar uma pessoa. Às vezes essa pessoa era eu.


Só estou aqui por sua causa, e você não está aqui por minha causa. O destino compõe poesias cruéis. Eu quis tanto protegê-la mas ninguém nunca escapa do fim. Isto é, o nosso fim. Você e eu, juntas na TARDIS. Tivemos a história mais longa de todas e ainda assim acabou. Sei que ainda a verei novamente. Estou vendo você agora mesmo enquanto escrevo isto, mas quando preciso escutar sua voz nada acontece.


Eu roubei seu sotaque (desculpe) e tenho um corpo feminino agora. Dá pra acreditar? Isso nunca aconteceu antes, pelo menos não que eu me lembre. Acho que você estaria orgulhosa de mim. Ainda fico me culpando por coisas que estão fora do meu controle, isto não mudou, mas o resto está bem diferente.


Me pergunto o que você faria no meu lugar ou se aprovaria o que eu faço. Às vezes penso que você era melhor nisso do que eu. Mentira, eu penso isso sempre. Penso em você sempre...


Já lhe disse uma vez que eu nunca a esqueceria e é verdade. Não importa o que aconteça comigo estou sempre voltando para a Garota Impossível mesmo que ela nunca mais volte para mim. Acho que eu a amei de verdade. É difícil para mim dizer isso porque não sei bem o que é amar. De onde eu venho ninguém me ensinou a amar, mas eu a amei da maneira que eu pude.


Vou deixar esta carta dentro do seu livro favorito, assim quando você for ler vai se deparar comigo. Gosto de surpreendê-la, você já sabe. Se quiser respondê-la eu estarei debaixo daquela árvore durante o outono, faça uma folha cair e eu saberei que é você.


Sinceramente,


A Doutora.


P.S.: Por que você nunca me disse que calças femininas não têm bolsos? Como vou carregar minhas coisas agora?!


P.S.²: Tudo bem. Já resolvi.

6 de Setembro de 2018 às 17:45 0 Denunciar Insira 3
Fim

Conheça o autor

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~