Photografh Seguir história

erdeath ErDeath

Tudo que eu tenho hoje, são essas fotografias. Malditas fotos que me fazem voltar no tempo, na época em que eu era feliz e nem sabia. Tudo que eu eu tenho é a dolorida lembrança do que a gente era, e a esperança de que a gente um dia possa... Tudo que me resta, é a maldita memória do seu sorriso iluminando meu dia.


Fanfiction Anime/Mangá Para maiores de 18 apenas.

#bnha #eijirou #krishima #angst #drama #carta #bakugou #katsuki #bakushima #kiribaku
0
3041 VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo A cada 15 dias
tempo de leitura
AA Compartilhar

Prólogo - Carta


Amar pode machucar. Amar pode machucar às vezes 

Loving can hurt. Loving can hurt sometimes 
Mas é a única coisa que eu sei 
But it's the only thing that I know 
Quando fica difícil. Você sabe que pode ficar difícil às vezes 
When it gets hard. You know it can get hard sometimes 
É a única coisa que nos faz sentir vivos
It is the only thing makes us feel alive



Eu não sei como começar uma carta. Me perdoe, mas é a primeira vez que faço isso. Eu nem sei se você irá ler, eu espero que sim. Porque esta carta é mais uma tentativa desesperada em te trazer de volta pra mim.

Eu sei que não sou bom com palavras, principalmente as ditas, é por isso que aqui e agora, você lerá todos os meus sentimentos jamais ditos, através dessa palavras escritas. E por Deus, eu espero que você entenda esse meu garrancho.

Seria muito clichê da minha parte eu dizer que sinto sua falta? Acho que sim, né? Mas é algo que não é do meu feitio, mas ando fazendo coisas absurdas desde o dia em que você partiu.

Realmente, o amor muda as pessoas, mas também, igualmente machuca, não é verdade? Eu sei que você sofre também. Acredito que sofra mais ainda por ter partido. Não é fácil abrir mão de algo que ama, assim como também, não é fácil ser visto deixado para trás, pela pessoa que ama.

A dor é mútua, assim como o amor é recíproco. Mas essa culpa e a porra dessa saudade machuca.

E muito.

Eu não sei por onde começar. Não sei organizar esse turbilhão de sentimentos dentro de mim, e por eles de forma compreensiva nessas míseras folhas de papéis.

Eu gostaria, do fundo do coração, que você pudesse sentir o que eu sinto, com um simples olhar. Seria tão mais fácil, não é mesmo?

Mas a vida não é fácil, e está longe de ser. E eu aperendi isso na pior forma com você. Não pense que estou te culpando, você não fez nada de errado, meu anjo. Fui eu que me tornei o demônio de nosso relacionamento.

Enquanto você representava o céu, eu era pior que o próprio inferno.

Deus, não sei como você me aguentou por tantos anos. E eu o amo, e te admiro por isso. Você foi o único a me olhar de verdade. Me decifrou como um enigma em suas mãos, e mesmo depois de lidar com o pior de mim, você abriu seu coração e me acolheu.

Você me salvou.



Nós mantemos esse amor em uma fotografia 

We keep this love in a photograph 
Nós fizemos essas memórias para nós mesmos 
We made these memories for ourselves 
Onde nossos olhos nunca estão fechando 
Where our eyes are never closing 
Corações nunca são quebrados 
Hearts are never broken 
E o tempo está para sempre congelado
And time's forever frozen still



Eu me pego olhando nossas fotografias. Malditos pedaços de papéis que me fazem chorar como um bebê.

Ver seu sorriso através da lente da minha câmera, era meu maior prazer. Que saudade desse seu maldito sorriso desgraçado. De tão lindo que era, virou o principal alvo de meus “flash”.

Ele iluminava meus dias, que antes de você surgir, eram cinzas. Você me coloriu, Kirishima. Deu vida à um corpo mórbido que apenas existia no piloto automático, como uma máquina velha e sem propósito.

Esse era eu antes de você aparecer em minha vida.

Você lembra o que você disse quando me conheceu? Acredito que não lembre, pois para você foram simples palavras grotesca cuspidas em minha cara. Mas para mim, foi o choque da realidade e o espanto súbito que suas palavras ocasionaram em todo o meu ser.

Sua sinceridade ingênua foi algo que me surpreendeu, me pegou desprevenido e me nocauteou. Algo que você consegue fazer até os dias de hoje. Você sempre fala tudo que pensa. Tudo que sente. De forma tão liberal e inocente. Sem medo de nada.

Tão...

Você.

Mas aquelas palavras, elas sim me marcaram. Você disse elas olhando em meus olhos. Lembra? Pois eu lembro de cada vírgula:

Esse aí? Desculpe, mas não perco tempo com pessoas que estão vivas, mas ignoram a própria existência por um orgulho ilógico e egoísta. Prefiro admirar as flores mortas daquele vazo do fundo do estúdio, que mesmo caindo aos pedaços, eu consigo enxergar a vida.” “É um desperdício ter a tela branca em sua frente, as tintas nas suas mãos, e não ousar pintar, rabiscar ou fazer uma mísera marca qualquer na tela em branco que chamamos de vida.”

Cada palavra sua foi um soco no meu estômago, e o pior, você era um completo estranho que eu havia conhecido naquele mesmo dia. E se tornou o completo desconhecido, que em quatro horas de trabalho, soube exatamente como era a minha essência. Que olhou para mim, dentro de mim e não através, e enxergou o Bakugo Katsuki que eu tanto escondia.

Tudo isso em quatro horas, porra!

Até hoje eu me pergunto: como você consegue olhar o mundo de tal forma? Como você consegue ver beleza em dias nublados, e tristeza nos pores-do-sol alaranjados?

Você Kirishima, é o verdadeiro enigma.

Naquele dia, você pegou as tintas em minhas mãos e jogou na minha tela em branco. Me marcou sem intenção, fez sua obra de arte, mas não deixou sua assinatura.

Quem era você? Eu não sabia nada além do seu nome artístico.

Red Riot.

Motim vermelho.

Achei ridículo quando eu li. Realmente patético. O que um moleque de cabelos avermelhados, mirrado e com olhar perdido sempre como se estivesse em outro mundo, queria transmitir com aquilo?

Quatro horas mais tarde eu descobri que fazia totalmente sentido.

Motim. Rebelião ou rebeldia.

Nunca alguém se descreveu tão bem em uma única palavra.

Você é a rebeldia que ninguém compreendia e que ninguém jamais conseguiria entender, mas que sempre chamava atenção, e atraía olhares admirados por onde ia mostrando sua arte.

Você é uma pessoa incompreensível e ao mesmo tempo tão transparente. Como uma tela em branco, você de repente surge todo colorido, com cores jamais vistas pelos olhos humanos, às vezes em total desordem, mas às vezes em completa harmonia.

E eu não sei como expressar a gratidão que eu sinto, por ter te conhecido, e por você ter me transformado em um homem novo.

Você trouxe suas cores quentes às minhas cores frias. Você se tornou o maior e único artista da minha vida. Misturou tudo de um jeito estranho que só você faz, transformou a frieza em mim e me mostrou uma paleta de tons vividos jamais vistos por mim. E hoje posso afirmar a ti, que isso que eu sou, e o meu amor por você, é sua verdadeira obra prima.

E o máximo que fiz, foi te gravar nessas minhas fotografias. Espero que você não as queime, pois elas são a prova de que aquele tempo realmente existiu, e que não passou de uma simples fantasia.

Por favor, as guarde. Nem que seja dentro de uma caixa velha que fique guardada no fundo do seu armário, sem ser aberta por anos.

Mas as guarde. Por favor, não se esqueça de mim, assim como eu nunca esquecerei de você.

E eu espero, no fundo do coração, que eu possa voltar a te gravar mais em mim. Mas não serei infantil, sei que isso pode não voltar a acontecer, e não te cobrarei por isso.

Mas por favor, não descarte essas fotos no lixo, e guarde está carta. Não me importo que seja junto de documentos velhos que você nunca use.

Guarde cada pedaço de papel que você receber de mim. Pois é neles que contém meus mais profundos sentimentos e medos.



Então você pode me manter 

So you can keep me 
Dentro do bolso do seu jeans rasgado 
Inside the pocket of your ripped jeans 
Me segurando mais perto até nossos olhos se encontrarem 
Holding me closer 'til our eyes meet 
Você nunca estará sozinho, espere eu voltar para casa
You won't ever be alone, wait for me to come home



Eu sei que pedir desculpas nunca será o suficiente, e dizer que sinto muito, não valerá de nada.

Mas o que eu posso falar se é isso que sinto?

Arrependido.

Arrependimento é uma dor excruciante que rasga o peito de dentro para fora. Todos os dias e todas as horas, desde o momento em que abro os olhos, até no momento que enfim deito na cama, e adivinha! Eu sempre sonho com você. A mesma cena se repete em minha mente como um filme ou a droga de uma fita cacete, que vai inundando minha cabeça com lembranças tão nítidas daquele dia, de você me dizendo adeus chorando e seguindo um caminho oposto do meu.

Para longe de mim.

Todo os dias eu acordo com os olhos pesados, eu venho chorado até quando estou dormindo, e acordo sentindo sua falta mais ainda.

Eu te amo, Eijirō, como nunca amei ninguém e como nunca amarei novamente. Porque eu só penso em você, meu coração só aceita você. Ele é seu por inteiro sem tirar qualquer pedaço.

E na mesma intensidade que te amo, eu me odeio.
Inutilmente, ou talves nem tanto assim, eu me flagro segurando as lagrimas dentro de mim. Que brigam umas com as outras, pela liberdade, para serem soltas da prisão sem grade, que são meus olhos, nesse exato momento, enquanto escrevo essas palvras.

Não sei exatamente onde errei, nunca fui bom nisso, mas eu o amo, é a única certeza que eu tenho. Não sei como fui permitir perder a única pessoa que me importava nessa droga de mundo, que aos poucos desmorona completamente encima de mim.

Eu comenti um erro, o pior deles, eu sei. Eu nunca deveria ter dito que nunca te amei. Eu errei. E me odiei por isso.

Ainda me odeio.

Eu estava com medo e vergonha. Vergonha de mim. E por conta desse maldito medo, você se foi para longe de mim. E com razão.

Céus, eu tinha tanto medo de te perder, que foi justamente esse meu medo que fez você partir. Malditas ironias da vida.

Sabe o que eu mais temo? Que você encontre alguém melhor que eu. Que encontre uma tela mais cheia de cores que a minha, mais delicada ou mais atrativa.

Tenho medo que você comece a sorrir para um outro alguém. Medo que você comece a fazer seu delicioso café da manhã esperando um outro alguém acordar para fazer-lhe a surpresa.

Medo que você chore no colo de outro alguém, e que beije os lábios de outro alguém.

Medo que você ame outra pessoa que não seja eu.

Eu sei. É um puta egoísmo, mas eu sou a pessoa mais egoista do mundo, eu admito. E não nego, se tratando de você, por mim eu te esconderia do mundo.

Minha insegurança me fez cria um monstro, que crescia com os dias e se tornou feroz com os anos.

Eu me odeio por isso.

Meu pior problema, sou eu mesmo. Meu maior machucado, foi causado por mim, e somente você é a cura, mas estas tão distante que não sei se vou aguentar tudo isso. 



Amar pode curar, amar pode consertar sua alma 

Loving can heal, loving can mend your soul 
E é a única coisa que eu sei, sei 
And it's the only thing that I know, know 
Eu juro que vai ficar mais fácil 
I swear it will get easier 
Lembre-se que com cada pedaço de você 
Remember that with every piece of you 
Hm, e é a única coisa que levamos conosco quando morremos
Hm, and it's the only thing we take with us when we die



Eu sinto falta. Falta do seu cheiro, da sua cara de sono e das suas birras de criança. Sinto falta dos seus pensamentos originais e únicos. Sinto falta do seu olhar e o jeito que você encara o mundo.

Sinto falta dos nossos beijos, dos nossos abraços e maldito seja, eu sinto falta do nosso sexo. A forma que você faz eu baixar a guarda, e me entregar completamente aos seus domínios.

Sinto falta do seu toque. Da macies da sua pele. Da delicadeza de seus atos. Da sua presença singela. Sinto falta do seu mal humor, e do jeito que você fica quando entro encharcado dentro de casa.

Sinto falta de dormir com você e acordar ao seu lado. Sinto falta de acordar de madrugar, e te espiar em seu ateliê, tão lindo concentrado pincelando suas telas, com movimentos que fazem meus olhos se encantarem.

Sinto falta da sua boca; dos sussurros ditos ao cinema; dos tapas gentis que me dava quando eu tentava dedilhar as panelas enquanto você cozinhava.

Sinto falta do que eu era quando estava ao seu lado.



Então você pode me manter 

So you can keep me 
Dentro do bolso do seu jeans rasgado 
Inside the pocket of your ripped jeans 
Me segurando mais perto até nossos olhos se encontrarem 
Holding me closer 'til our eyes meet 
Você nunca estará sozinho
You won't ever be alone



Com você descobri o amor. Descobri que amar não é somente querer o bem de alguém, mas também é se machucar por ela, se doer por ela, e se preciso, até gritar por ela.

Eu descobri que amor, é quando você enxerga alguém. Quando você vê a pessoa em tudo que faz, até nos atos mais simples. Quando você ama a pessoa, a pessoa se tornar parte de quem você é. Você se tornou parte de mim, Eijirou. Se fundiu a mim de tal maneira, que jamais poderá separar. Mesmo indo embora, você permanece gravado em mim.

Você se tornou o ar que respiro, a água que eu bebo, o chão que eu piso e o sangue que correr pelas minhas veias. Seu toque está gravado em mim, assim como a sua voz ecoa pela minha mente, como música, permanecendo nos meus ouvidos, que me encanta toda vez que eu ouço-a. Você se tornou cada pensamento do meu dia. Cada movimento que eu faço, você está de alguma forma refletido neles, e em todos os meus atos.

Você conhece o meus sonhos, assim como eu conheço os seus. Eu sei os teus medos, porque eles também se tornaram os meus. Seus pesadelos horríveis não assusta somente a si, mas também a mim, assim como meus melhores sonhos também são seus.

Você não é perfeito, nem eu. Ninguém é, mas é nessa sua imperfeição que você se torna a mais perfeita obra de Deus. Pois conheço todos os seus defeitos, manias, suas verdades mais profundas e obscuras, e todos os segredos que você carrega, mas adivinha, eles não me assustam. Muito pelo contrário, cada imperfeição sua o torna mais humano, e me faz te querer mais e mais. Eu não procuro perfeição, eu só procuro você, e seu maldito sorriso.

Eu só quero você, e toda essa sua bagagem que vem acompanhada.

E desejo que você ainda queira as minhas trouxas de roupas e entulhos, que são muitos e pesam de um jeito que quase nem eu suporto.

Eu espero que possamos nos encontrar novamente e sorrir um para o outro, mas não quero te encontrar na rua como um ex no qual um dia já amei. Quero andar ao seu lado, de mãos dadas na calçadas. Quero ver você novamente se distraindo com as vitrines e olhando o céu tão apaixonantemente. Eu quero te gravar mais em mim, porque todos esses cinco anos que passamos juntos, ainda não foi o suficiente.

E jamais será. Porque a cada dia que passa, eu te quero mais e mais.

Então por favor, responda essas minhas palavras, nem que seja para dizer “você perdeu Katsuki.”, mas por favor, me dê um sinal.



E se você me machucar 

And if you hurt me 
Tudo bem, baby, apenas palavras sangram 
That's okay baby, only words bleed 
Dentro dessas páginas você apenas me abraça 
Inside these pages you just hold me 
E eu nunca vou deixar você ir 
And I won’t ever let you go 


Já fazem mais de três meses que tudo acabou. Três meses que vivo diante da completa agonia e dor. Três meses que meus dias se tornaram cinzas. Três meses que não exergo mais nenhuma maldita cor.

Além do preto, branco e cinza.

Nem mais o vermelho consigo enxergar. E olha, que até meu próprio sangue fiz jorrar e nada de eu ver aquela cor vívida que tanto me lembra seus olhos.

Eu quase desisti, sabia? Patético até pra mim, pois é. Mas é como você disse, eu sou uma pessoa sem vida, fui tentar me matar, mas como que se mata algo que já está morto?

Que ironia.

Mas me diga, como você está? Como tem passados os seus dias? Pitando muito suas telas coloridas? Espero que sim, pois elas são lindas.

Espero que você esteja se sentindo bem, agora que está longe dessa coisa errante que sou.

Espero que você tenha voltado a sorrir, e que não tenha chorado todos os dias.

Me desculpe por fazer você ter que escolher por isso.

Eu sinto muito.

Queria pode te abraçar como sempre fazia, te envolver em meus braços e te acolher. Fazer você dormir e mostrar que você não está sozinho.

Mas dessa vez não posso fazer, pois eu sou justamente o motivo da sua dor.



Espere eu voltar para casa 

Wait for me to come home
Espere eu voltar para casa 
Wait for me to come home 



Eu queria poder te falar o quanto você é especial para mim, antes que seja tarde demais. Quer dizer, acho que já é tarde demais....

Você é especial. Espero que continue sempre assim, sorrindo para o mundo e o enxergando em sua verdadeira essência, como ninguém jamais faz.

Continue espalhando essa sua rebeldia por onde passa. Continue traçando linhas coloridas e telas escuras. Continue trazendo vida e espalhando essa sua energia que tanto contagia.

Que tanto me fez sentir vivo.

Faça isso, eu prometo que sempre me manterei vivo.

Por você, Kirishima.



Você pode me encaixar 

Oh, you can fit me 
Dentro do colar que você tem quando tinha dezesseis anos 
Inside the necklace you got when you were sixteen 
Próximo ao seu batimento cardíaco onde eu deveria estar 
Next to your heartbeat where I should be 
Mantenha-se profundamente dentro de sua alma
Keep it deep within your soul



Será que eu posso ter a ousadia de lhe pedir um favor? Você faria isso?

Peço que você mantenha essas fotografia, gravadas em ti. Olhe bem elas e lembre de cada momento que eu registrei. Por mais que tenhamos terminados, essas lembranças são verdadeiras.

Por mais que eu tenha errado. Aqueles momentos foram reais.

Por favor, não esqueça isso.

Não esqueça de cada beijo que demos, de cada vez que eu te fiz sorrir ou chorar.

Aqueles sentimentos foram e são reais. Não deixe esse momento de dor apagar os dias de alegria que passamos juntos.

Será que você pode fazer isso por mim?

Não esqueça da gente.

Eu não me importo de me tornar uma lembrança na qual você classifique como algo que você se arrepende, apesar não ser isso que eu quero, ainda sim eu preferido ser lembrado do que cair no esquecimento.

Não se esqueça e se possível, não deixe morrer esse amor que você sente por mim.

Por que eu não vou deixar esse sentimos se esvair de dentro de mim.

Eu te amo e espero que você volte para mim.



Quando eu estiver longe, vou lembrar como você me beijou 

When I'm away, I will remember how you kissed me 
Sob o poste de luz na sexta rua 
Under the lamppost back on Sixth street 
Ouvindo você sussurrar pelo telefone 
Hearing you whisper through the phone 
"Espere eu voltar para casa"
"Wait for me to come home"



Mas se você não quiser mais dividir seus dias comigo, eu te entendo.

Afinal, a culpa foi toda minha.

Mas saiba que estarei aqui, te esperando. Não me importa se você demorar anos. Ainda sim, serei seu, pois como eu disse, você coloriu minha tela branca, e me fez seu.

Por mais que você possa não querer me ter, ainda sim serei seu.

Pois é o seu nome que está escrito no final da minha tela.

É a sua assinatura que está aqui, em meu peito.

Red Riot. O amor da minha vida, que agora não está mais comigo, mas sim gravado eternamente em mim.

Kirishima Eijirō.

Te peço desculpas por tudo que fiz, e muito obrigado, por tudo que você fez a mim.


Com amor,


Bakugo Katsuki 

21 de Outubro de 2018 às 19:24 0 Denunciar Insira 0
Continua… Novo capítulo A cada 15 dias.

Conheça o autor

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~