Dadzawa Seguir história

ayzu-saki Ayzu Saki

Cinco vezes em que alguém chamou Aizawa de pai, e uma vez em que ele aceitou a sua sina. [Fanfic escrita para o desafio do dia dos pais do Ink]


Fanfiction Todo o público.

#Shisou #Eri #Class-1A #dadmight #dadzawa #fluffy #tiposdepai #bnha
Conto
8
5587 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Capítulo único

Notas inicias

Então, essa é minha segunda contribuição para as fics do dia dos pais.

Pai adotivo: Aquele que nem é seu pai, mas te trata como um filho.

Fandom: BNHA

Cinco vezes em que alguém chamou Aizawa de pai, e uma em que ele aceitou a sua sina.

Primeira vez

Tudo começou com Midoriya, e isso não devia surpreender Shouta. 

-Obrigado, pai!

Ele falou aquilo com um sorriso enorme e radiante que ninguém deveria ser capaz de dar aquela hora na manhã, e Shouta apenas piscou aturdido. Alguns alunos por perto, depois de alguns segundos surpresos começaram a segurar a risada.

Quando percebeu o que havia dito ele achou que a criança ia desmaiar na sua frente, o rosto vermelho, gaguejando tanto que não entendeu uma palavra que saiu da boca dele.

-Tudo bem, tudo bem. Vamos continuar a aula, criança problemática.

Os outros continuaram rindo até que ele os lançou ‘aquele olhar’, e Midoriya passou um bom tempo sem ter coragem de o fitar sem ficar mortificado.

Shouta tentou ignorar a sensação estranha em seu peito de satisfação ao ouvir aquela palavra.

Ninguém precisava saber.

Segunda vez

Surpreendentemente o segundo foi Iida. Estavam subindo no ônibus para um treino fora do campus, e o garoto estava como sempre tentando organizar a bagunça dos colegas, as mãos se movendo com tanta força que se perguntou curiosamente se ele já não havia deslocando algum osso do punho alguma vez fazendo aquilo.

-Aizawa-Sensei! – E lá vem ele, a coluna ereta, o rosto sério. – Todos os estudantes em seus devidos lugares e prontos para seguir!

-Aye aye. Agora vá para seu lugar. 

-Okay, pai!

Dessa vez ninguém estava lá para ouvir, e os dois ficaram se olhando por alguns segundos, até vir as desculpas exageradas, as mãos voando tão rápido que teve que desviar dos movimentos.

-Certo, certo. Está desculpado. Suba. Vamos logo.

Não precisou falar duas vezes, tinha certeza que o garoto tinha usado a quirk para fugir.

-Eu não ganho o suficiente para isso.

Ninguém viu seu pequeno sorriso, então não aconteceu.

Terceira vez

-Pai, o aquecedor do dormitório quebrou.

Todoroki, diferente dos outros não pediu desculpas, mesmo estando bem claro que ele percebera o que falara. Aizawa o encarou de forma intensa, e recebeu o mesmo olhar intenso de volta. 

Por fim suspirou.

-Certo, vamos lá.

Quarta vez

Shinsou havia treinado até cair. Isso era algo comum do garoto fazer. Mesmo sem o treino ele acabava dormindo em lugares inusitados, mas quem era Shouta para falar dele, afinal?

Já era um ritual acabar tendo que levar o garoto da área de treinos nas costas, por isso o ajustou e começou a caminhada, esperando apenas encontrar também algum canto para dormir em paz durante o restante da tarde.

-Obrigado, pai.

Olhou para trás, surpreso, encontrando o rosto ainda adormecido.

-Tsc.

Escondeu seu sorriso na scarf e continuou o caminho.

Quinta vez

Era comum Eri ter pesadelos, por isso já estava acostumado a checar na garotinha durante a noite, já que ela nunca o acordava, apenas ficava no escuro paralisada e chorando de forma silenciosa.

Naquela noite, pela primeira vez ao a checar ela estava dormindo em paz. O rosto relaxado entre os muitos animais de pelúcia que Mic havia lhe dado juntos com professores e alunos da UA. Ficou alguns minutos ali, apenas a fitando, e quando se preparava para dar meia volta ouviu a vozinha baixa e sonolenta.

-Papai?

Olhou sentindo seu coração acelerado, e encontrou os olhos vermelhos abertos e ainda enevoados pelo sono o fitando.

Seu coração acelerou em seu peito e não sabia o que responder por alguns instantes.

-Papai? – ela repetiu esfregando os olhos. – P.pode...pode ficar um pouco mais?

Seus ombros relaxaram e deu um suspiro resignado.

-Claro, Eri.

E a sexta

- Porque jovem Midoriya parece tão nervoso ao seu redor nos últimos dias?

Suspirou exasperado com o tom do outro, que estava entre curioso e um tanto protetor, de uma forma que talvez ele mesmo não percebesse.

Ignorou os olhos muito azuis no rosto emaciado enquanto procurava sua carteira para pagar o caixa.

Era o dia de fazer compras para os dormitórios, e mesmo que limitasse o número de alunos em rotação para 3 no máximo, ainda era demais quando incluía Uraraka e Bakugou. Nunca Midoriya ou Bakugou, aquela havia sido uma experiência que preferia não repetir.

Não ganhava o bastante para isso.

-Ele me chamou de pai sem querer e está envergonhado. – falou sem interesse, mantendo os olhos nas pestes perto da van com Mic, que também não ajudava muito.

-Ahhh. – o outro relaxou ao seu lado e quase revirou os olhos com isso. – Você também, hum? 

-Como assim eu também?

-Bem...aconteceu algumas vezes, alguns deles as vezes escorregam. – o homem pareceu levemente envergonhado e divertido, mas havia um sorriso satisfeito no rosto. – Jovem Midoriya com mais frequência, eu admito.

Claro que esse seria o caso com All Might, aqueles dois tinham pai e filho escrito na testa. Nem para disfarçar o favoritismo ele conseguia quando saia falando para todo mundo sempre que aquela criança problemática conseguia fazer alguma coisa.

-Apesar de jovem Todoroki não parecer fazer isso por acidente.

Então estava certo.

-E Jovem Bakugou sempre dar um pequeno...hum, escândalo quando acontece.

-Bakugou te chamou de pai? 

Até ele queria ter visto isso.

-É hahaha, algumas vezes. Deixa que eu pago. 

Não insistiu, e quando All Might abriu a carteira – com tema do All Might ‘jovem Midoriya me deu, haha’, ele viu. 

Piscou incrédulo, e o homem fechou rapidamente com o rosto vermelho, mas já era tarde demais.

-Você também tem foto deles na carteira?

-Claro que não, só estou as guardando por um tempo e...também?

-Também o que?

-Você disse também.

-Não, eu não disse.

-Disse sim.

-Claro que não.

Por via das dúvidas escondeu melhor sua carteira.

O outro o fitou por alguns segundos e então deu a sua risada irritante.

-Shoutaaa, suas crianças estão com fome.

O grito de Mic o salvou pela primeira vez e apressou o passo saindo do mercado e ignorando a risada do loiro idiota e os olhares curiosos das pessoas ao redor.

-As mande esperar. – Grunhiu quando estava perto o bastante.

Só dentro da van percebeu a que tinha respondido.

‘Suas crianças.’

Pelo o olhar do ‘outro’ loiro idiota na direção ele havia feito de propósito.

-Te odeio.

-Olha o mau exemplo, Shouta.

-Morra.

Se alguém viu seu sorriso negaria até a morte.

-Kirishima, coloque o cinto.

-Sim, pa..digo, Aizawa-sensei.

Aquela era a sua vida agora.

.......................................................................

15 de Agosto de 2018 às 02:57 19 Denunciar Insira 19
Fim

Conheça o autor

Ayzu Saki Detesto o tempo, sempre adianto meu relógio para nunca me atrasar, e ainda assim me atraso. Detesto o tempo, porque ele não cura as coisas, só passa. Queria domar o tempo mesmo, para viver todo o que quero viver e não pode caber na minha vida. Essa é a minha sina, e um monte de histórias não terminadas no fundo da gaveta.

Comentar algo

Publique!
Karimy Karimy
Olá! Escrevo a você por causa do Sistema de Verificação do Inkspired. Caso ainda não conheça, o Sistema de Verificação existe para ajudar os leitores a encontrarem boas histórias no quesito ortografia e gramática; verificar sua história significa colocá-la entre as melhores com relação a isso. A Verificação não é necessária caso não tenha interesse em obtê-la, então, se não quiser modificar sua história, pode ignorar esta mensagem. E se tiver interesse em verificar outra história sua, pode contratar o serviço através do Serviços de Autopublicação. Sua história foi colocada em revisão pelos seguintes apontamentos retirados dela: 1)Falta de vírgula em "Alguns alunos por perto, depois de alguns minutos surpresos começaram a segurar" em vez de "Alguns alunos por perto, depois de alguns minutos surpresos, começaram a segurar"; "Quando percebeu o que o aluno havia dito ele achou que a criança" em vez de "Quando percebeu o que o aluno havia dito, ele achou que a criança"; "Todoroki, diferente dos outros não pediu desculpas" em vez de "Todoroki, diferente dos outros, não pediu desculpas"; "pela primeira vez ao a checar ela estava" em vez de "pela primeira vez ao checá-la, ela estava"; "para dar meia volta ouviu a" em vez de "para dar meia volta, ouviu a". Vírgula desnecessária em "de forma intensa, e recebeu" em vez de "de forma intensa e recebeu"; "coração acelerado, e encontrou os olhos" em vez de "coração acelerado e encontrou os olhos" 2)"E lá vem ele" em vez de "E lá vinha ele", considerando o fato de a narração estar no pretérito. "juntos com os professores" em vez de "junto". "quando saia falando" em vez de "quando saía falando". Observar frase: "Apesar de jovem Todoroki não parecer fazer isso" aconselho: "Apesar de jovem, Todoroki não parece fazer isso"; "sempre dar um pequeno" em vez de "sempre dá um pequeno". Obs.: Após a palavra "certeza" pede-se o uso de "de": quem tem certeza, tem certeza "de" alguma coisa, "de" algo. Aconselho que procure um beta reader; é sempre bom ter alguém para ler nosso trabalho e apontar o que podemos melhorar e no que acertamos, assim como ajudar-nos com a gramática e ortografia. Caso se interesse, esse serviço também é disponibilizado pelo Inkspired através do Serviço de Autopublicação. Cara, eu simplesmente amei sua one! Achei tão fofa e cativante. Os sentimentos dos personagens me encheram de alegria. Parabéns! Bom... Basta responder esta mensagem quando tiver revisado a história, então farei uma nova verificação.
28 de Fevereiro de 2019 às 14:42
Ellen Chrissie Ellen Chrissie
Amo essa história! Acho que é a terceira ou quarta vez que leio... Pena que não dá pra dar coração toda vez...
3 de Novembro de 2018 às 22:35
Inkspired Brasil Inkspired Brasil
Que história mais fofa! Olha, senhora Ayzu, numa você acaba com o meu psicológico, na outra sobe o meu nível de diabetes, a senhora é destruidora mesmo! O carinho do Aizawa por suas crianças é uma fofura, quase me convenceu a assistir BNHA, só para ver como é! Professores muitas vezes são figuras paternas para seus alunos, e ele não deixa de ajudar eles quando precisam, seja no caso de um pesadelo, ou até mesmo umas palavras, colocar para dormir em lugares certos... se esse cara não é um paizão, yo no sei quem é! Portunhol rules. Bom, a narrativa muitas vezes passa corrida, o que acabou atrapalhando um pouco no desenvolvimento das crianças. Em alguns pontos, ficou confusa a troca entre eles. Aizawa só tem que parar de bobeira e abrir o coração dele logo de uma vez para a alegria da paternidade, comprar aquelas camisetas bregas de pares sabe The Father, e uma escadinha com as crianças son number one. GG ser feliz com os pimpolhos! ♥️ Até viajei aqui! Tá de parabéns pelo amorzinho! ♥️
4 de Setembro de 2018 às 00:32
Sonne Sonne
Ahhh que história mais soft! ): Eu vejo muito (na minha cabeça, ao menos) do Kakashi no Aizawa e aí eu acabo viajando nessas coisas dele se tornar um paizão pros heroizinhos catarrentos e fico toda boba. <3
25 de Agosto de 2018 às 18:19
One Nightmare One Nightmare
MAS OLHA QUE CUTE CUTE!!!!!!! AIZAWA PAI DA PO*** TODA!!!! All Might e Mic provocam >:v ADOREI \O/
23 de Agosto de 2018 às 07:56
Tali Uchiha Tali Uchiha
Eu estou realmente apaixonada por essa One, ela tomou meu coração de uma forma que, meu Deus, é a coisinha mais linda que já li
21 de Agosto de 2018 às 10:51

Alice Alamo Alice Alamo
Hahahahahaha que coisa mais preicosa!! Eu amo o Aizawa! É um dos meus proheros favoritos, aliás, acho que é o favorito. E uma coisa que me encanta é como ele lida com a turma e o modo como os alunos parecem não só o respeitar como também se apegar a ele. E isso desde sempre, ne? Na primeira invasão lá da UA é muito.incrível como todo mundo de repente só pensa que o Aizawa ta la lutando e que precisa de ajuda. Ah, amo demais esse homem! Não nego. Quanto à fic, adorei <3 A parte da carteira fechou com chave de ouro hahahahahaha. E mano deve ser muito bom o Bakugou chamando eles de pai, tadinho do meu Kaachan hahahaha. A melhor parte foi ele respondendo o "suas crianças". Deu aquele "ount" no coração sabe? Adorei! Obrigada por participar do desafio ;) Beijosss
20 de Agosto de 2018 às 05:31

  • Ayzu Saki Ayzu Saki
    Aizawa é um amor <3 Aqueles personagens durões que por dentro são coração mole. 21 de Agosto de 2018 às 19:37
Ellie Blue Ellie Blue
Ai meus deuses, que fofura! Eu amo muito a relação dos alunos e professores da U.A, principalmente, com o All Might e o Aizawa, eles são realmente pais daqueles adolescente, bom, quase. Adoro como o Shouto chama o Shouta (amo que os nomes são parecidos) de pai sem nenhum ressentimento "sim, falei pai, sim. e daí, bitch?" Eu realmente achei essa fanfic um amor!
19 de Agosto de 2018 às 09:02

  • Ayzu Saki Ayzu Saki
    Eles adotaram um monte de crianças, só tem que aceitar isso. 19 de Agosto de 2018 às 16:23
Ocarina Ocarina
Meu Deus que amor de fanfic! Amei! Aizawa é o paisão de todos com certeza! Adorei cada momento que ele foi chamado de pai e me diverti muito com o final (sobre o lance das carteiras). Você mandou muito bem no desafio! Parabéns pela criatividade! Gostei muito! <3
18 de Agosto de 2018 às 17:23

  • Ayzu Saki Ayzu Saki
    <3 Obrigada. Ele é mesmo, só falta se assumir haha 19 de Agosto de 2018 às 16:24
Katana Kuro Katana Kuro
O Aizawa daria um pai incrível ele é muito atencioso do jeito dele gente! Amo ele, e senhorita Ayzu quero ver de você uma fic All Might X Aizawa viu? Kissus
16 de Agosto de 2018 às 05:13

  • Ayzu Saki Ayzu Saki
    Não prometo nada hahaha 17 de Agosto de 2018 às 17:12
Alice Aguiar Alice Aguiar
eu to gritando muitooooo com o aizawa tentando esconder a pequena felicidade e ser chamado de pai. mds que amor <3
15 de Agosto de 2018 às 11:50

  • Ayzu Saki Ayzu Saki
    Ninguém pode me convencer de que isso não aconteceu em algum ponto hahaha <3 15 de Agosto de 2018 às 15:41
Di Angelo Di Angelo
O Aizawa tentando esconder a satisfação em ser chamado de pai foi uma das melhores coisas que eu li hoje. Isso parece tão certo que parece quase uma parte do mangá.
15 de Agosto de 2018 às 05:46

  • Ayzu Saki Ayzu Saki
    Obrigada <3 Dadzawa - e dadmight - é canon, e ninguém me tira isso da cabeça! 15 de Agosto de 2018 às 15:41
~