Pista ABS Seguir história

taehyungie  angel

Porque a barriga de Jeongguk parecia perfeita para Taehyung brincar com seus carrinhos.


Fanfiction Bandas/Cantores Para maiores de 18 apenas.

#vkook #taekook #kookv #fluffy
Conto
2
4771 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Carrinhos

Taehyung mordeu o lábio inferior enquanto acabava de montar a Pista de Corrida Elétrica que havia comprado para o seu irmão mais novo. Em uma de suas ligações com sua família, o menor tinha comentado consigo como queria aquelas pistas radicais para poder brincar com sua coleção de carrinhos, mas os seus pais não dariam pelo fato dele já ter quebrado e perdido as peças de duas outras que tinha ganhado.


E o Kim mais velho, como um bom hyung, não resistiu em ir em uma das melhores lojas de brinquedos do país e ter comprado a melhor e mais radical Pista de Corrida Elétrica para o seu irmão. Recentemente tinha dado de presente à sua irmãzinha uma televisão nova para que ela pudesse assistir os seus desenhos e filmes favoritos no próprio quarto, e para o outro havia dado apenas alguns jogos novos, já que ele não estava precisando de nada no momento. Então por que não dar o seu querido brinquedo?


Taehyung sorriu ao ver o brinquedo completamente bem montado e logo tratou de colocar dois carrinhos em seus devidos lugares, em seguida pegando o aparelhinho que os controlaria e daria a tal magia em tudo. Não era porque iria dar de presente ao seu irmão que não podia brincar um pouquinho, poderia usar a desculpa de que estava apenas testando e vendo se não tinha algum defeito para poder trocar. Não era por ser adulto que não podia ter o seu lado infantil às vezes.


Quase deu um pulo, mesmo estando sentado no chão, ao ver o brinquedo funcionando da forma mais perfeita possível. Os carrinhos corriam rapidamente pela pista e isso arrancava risinhos baixos seus. Se ele tinha adorado, com certeza seu irmão amaria. Era a melhor, maior e mais cara Pista de Corrida da loja, não tinha como alguém não gostar.


Ouviu um barulho de porta se abrindo e ergueu a cabeça, vendo Jeongguk entrar no quarto vestindo apenas uma típica calça de moletom folgada e com o troço desnudo. Sabia que o mais novo tinha o costume de tirar a camisa enquanto dormia, hábito que não mudou com o passar do tempo, e por isso dormia várias vezes sem essa peça de roupa. Taehyung não sabia como o maknae conseguia dormir vestido assim quando o inverno estava no auge e congelando até mesmo seus dedos dos pés que estavam cobertos por meias bem grossas. Tudo bem que o aquecedor estava ligado, mas mesmo assim achava estranho.


Enquanto ele vestia o seu pijama super confortável, grande e quentinho, o Jeon vestia apenas essa simples peça mesmo com todo aquele frio. Porém, o Kim não se importava,  cada um tinha seu jeito de se vestir e muitos também já acharam estranho o seu estilo.


E, também, não poderia negar que adorava vê-lo sem camisa, o mais novo tinha um corpo de dar inveja. Cintura tão fina quanto a sua, braços um pouco fortes e abdômen malhado na medida certa, onde tinha aqueles famosos “gominhos”. Gostava do fato de apenas ele poder encarar e babar por aquele ser perfeito, de apenas ele poder encarar e até mesmo beijar cada parte daquele corpo.


Levou um susto ao ouvir um barulho estranho e desviou a atenção de Jeongguk para a Pista de Carrinhos que havia montado no quarto do mais novo, afinal, ele não se importava e até mesmo disse que também gostaria de brincar depois. Olhou para o brinquedo e viu que um dos carrinhos havia saído da pista por causa de um dos obstáculos. Bufou levemente irritado e se levantou para ir buscar o pequeno brinquedo que, infelizmente, havia ido parar pouco longe de onde estava.


Pegou o carrinho de cor preta com alguns detalhes vermelhos e desviou seu olhar para o Jeon, este que soltou um riso baixo de si enquanto se jogava na cama e pegava o celular para fazer sei lá o que. Acabou por fazer uma careta, voltando a olhar o brinquedinho em sua mão e logo olhando para o outro esticado na cama de novo, não deixando de observá-lo completamente a vontade com suas costas apoiadas um pouco na cabeceira da cama e usando travesseiros para ficar mais confortável.


E, como se estivesse pensando mas coisas mais bizarras do mundo, acabou tendo uma ideia um tanto infantil e engraçada, que envolvia o seu carrinho e o corpo perfeito de Jeongguk.


— Gukkie? — Chamou ao que andava calmamente em direção a cama.


— Sim? — O mais novo “respondeu”, sem desviar sua atenção do celular.


— Posso brincar com você? — Perguntou em um tom um pouco hesitante, se sentando sobre as coxas fartas do namorado e deixando com que cada uma de suas pernas ficassem de cada lado do corpo deste.


— Brincar? — Jeongguk olhou por cima do celular para o mais velho sentado em si, vendo ele assentir e morder o lábio inferior numa tentativa de segurar um sorriso. Suspirou ao encarar aquela carinha do Kim, deixando o celular na cama ao seu lado. — Tudo bem. Do que vamos brincar?


— Você não entendeu, Jeonggukie. — Disse com a voz levemente manhosa, vendo o Jeon franzir o cenho e lhe confuso. Soltou um riso soprado, traçando um caminho com dois de seus dedos pelo abdômen dele como se fosse um bonequinho que estivesse andando. — Eu quero brincar com você, literalmente.


Jeon desfez a expressão confuso, logo deixando com que um sorriso malicioso formasse em seus lábios. Taehyung sentiu o exato momento em que o mais novo passou os braços ao redor da sua cintura e o puxou mais para cima, fazendo com que ficasse inclinado sobre o outro de acordo com a posição deste.


Não precisou demorar nem um segundo para que Jeongguk juntasse os lábios com os seus, fazendo o Kim dar um pequeno sobressalto antes de soltar um riso baixo entre o início do beijo e deixar com que o carrinho que ainda estava em suas mãos fizesse companhia ao lado do celular do namorado. A boca do mais novo tinha um gostinho e frescor de creme dental, se perguntava o porquê dele já ter escovado os dentes sendo que demorava a dormir e com certeza comeria algo na madrugada.


Talvez tenha sido proposital escovar logo os dentes para ficar com um hálito bom para poder beijar o namorado.


Ou talvez seja apenas uma de suas manias.


Taehyung arfou quando sentiu uma mordida no canto do seu lábio superior ao mesmo tempo em que o Jeon enfiou uma de suas mãos por baixo do seu pijama e apertava sua cintura com os dedos ainda um pouco gélidos por conta do banho recente e o frio de inverno. Aquilo foi o suficiente para que abrisse levemente a boca e permitisse que o namorado passasse a língua entre os seus lábios, antes de intensificar o beijo de forma desejada.


De uma coisa que o Kim não duvidava era o fato do mais novo ser bom em tudo, principalmente em fazê-lo suspirar de prazer em meio aos beijos.


Jeongguk sabia as partes e pontos exatos em seu corpo que fazia com que se arrepiasse, ele sabia exatamente onde tocar para atiçá-lo. O mais novo sabia deixá-lo perturbado apenas com beijos que faziam sua sanidade ir por água abaixo em poucos segundos.


Taehyung sentiu o mais novo chupar sua língua com vontade, fazendo com que um som excitante ecoasse pelo quarto e mordeu o lábio inferior do Jeon com força quando sentiu as mãos fortes dele que segurava sua cintura fazer o pequeno impulso para que se movesse em seu colo. Ele estava ficando excitado e não pôde segurar um riso baixo ao que segurava o rosto de Jeongguk e o impedia de seguir com os beijos para o seu pescoço, ouvindo um resmungo de reprovação vindo do namorado.


— Jeonggukie, eu quero brincar com você. — Deixou mais alguns selares na boca do mais novo, se afastando um pouco para poder ver os lábios cheinhos em uma.tonalidade rosada por conta do recente beini intenso.


— E já não estamos brincando? — O Jeon se inclinou para retomar o beijo, mas o Kim apenas voltou a sua posição inicial - sentado sobre o corpo do namorado - e soltou um riso enquanto balançava a cabeça negativamente, observando o outro voltar com a expressão confusa.


— Não é esse tipo de brincadeira. — Taehyung revirou os olhos, mordendo o lábio inferior em sinal de constrangimento. — Eu quero brincar usando o seu corpo.


— Tudo bem, eu deixo você ficar sob o controle e abusar de mim, agora-


— Jeongguk… — O mais velho choramingou, cobrindo o rosto com as mãos. Seu namorado era tão lerdo assim ou o que dizia tinha duplo sentido? — Você não está entendendo.


— Então me explica! — Pediu, bufando baixinho.


Taehyung tirou as mãos do seu rosto e olhou para o rosto do garoto abaixo de si, vendo ele de braços cruzados enquanto lhe olhava esperando a suposta explicação. Acabou fazendo um biquinho involuntário ao ver que ele parecia estar um pouco irritado e confuso. Deveria ser também pelo que o mais novo estava ficando excitado, o Kim podia sentir perfeitamente pelo fato de estar sentado bem em cima do pênis do outro.


Enfim, para explicar qual era realmente sua intenção, pegou o carrinho que estava próximo ao celular do mais novo e mostrou à ele, vendo os olhos escuros lhe observarem com certa curiosidade.


— Quando digo que quero brincar usando o seu corpo é por causa disso. — Explicou e colocou o carrinho no meio do peitoral desnudo do mais novo, vendo o carrinho descer rapidamente por ele e cair para fora do corpo quando passou pelo seu abdômen definido. 


— Finja que o seu corpo é uma pista de corrida. — Murmurou, voltando a colocar o brinquedo na posição inicial. — Aqui é a largada. — Soltou o objeto, deixando com que ele deslizasse pelo troço nu novamente e caísse ao chegar no famoso ABS. — E o seu abdômen com esses “gominhos” são as lombadas da pista, ou os obstáculos que o impede de seguir o percurso.


Taehyung ergueu a cabeça para olhar o mais novo, vendo ele com uma de suas sobrancelhas erguidas e lhe olhar como se fosse a pessoa mais louca do mundo. Cruzou os braços e virou a cabeça para o outro lado, já imaginando como o Jeon o chamaria de bobo e idiota por pensar em algo desse tipo e, pior, por ser um adulto e ainda brincar de carrinhos.


Aliás, ele não tinha direito de reclamar.


Não quando era viciado vídeo game.


— Eu não acredito nisso, Taehyung! — Jeongguk exclamou e o Kim fechou os olhos pronto para ouvir reclamações, mas para sua surpresa, o que ouviu foi a risada alta do maknae ecoar pelo quarto.


Aish! Esqueça isso, sabia que iria me achar um idiota. — Disse bufando, tentando se levantar de cima do corpo do mais novo. Porém, o Jeon foi mais rápido e se sentou devidamente correto, passando os braços em volta do corpo magro do Kim para impedi-lo de se soltar.


— Primeiro… — Deixou um selar rápido nos lábios do mais velho, o apertando mais ainda em seus braços. — Eu nunca te achei um idiota e não vai ser por isso que vou achar, pelo contrário, isso foi muito inteligente. — Taehyung franziu o cenho, encarando o Jeon. — Você pensou em algo surpreendente envolvendo carrinho, pista de corrida e o meu corpo. — Soltou um riso soprado, deixando um beijo delicado na bochecha de tez levemente acobreada. — E a única coisa que eu posso dizer é que sou a pessoa mais sortuda do mundo por ter um namorado tão inteligente e esperto.


Aigoo… — O mais velho se sentiu constrangido com os elogios e tentou virar o rosto para o lado contrário novamente, mas teve ele segurado pelo namorado que não poupou em deixar vários selares em seus lábios e arrancar risinhos baixos de si.


— Pegue. — O Jeon se afastou, pegando o carrinho e colocando ele na mão do mais velho, logo voltando a ficar parcialmente deitado na cama. — Pode me usar como sua pista de corrida especial.


Taehyung gargalhou baixo, não acreditando que o dongsaeng havia mesmo deixado brincar com o seu corpo. Mas notou no olhar e no sorriso que lhe lançava que ele estava falando mais que sério.


Jeongguk faria qualquer coisa para agradar o seu namorado.


Se aconchegou ao lado do corpo do mais novo, deitando sua cabeça sobre o braço esticado que lhe serviria como travesseiro improvisado e jogou uma de suas pernas por cima das do Jeon, ficando quase que como em um meio abraço. Um de seus braços ficou quase imobilizado por conta da posição em que estava, então usou seu braço livre para para brincar com sua Pista ABS e o seu carrinho, que na verdade era do seu irmão.


— Eu amo muito você, Gukkie. — Taehyung disse em tom baixo, ouvindo Jeongguk rir pela provável cócegas que as pequenas rodinhas do carrinho lhe causava. O mais novo o puxou para mais perto de si e pegou o celular para registrar aquele momento. Não era segredo algum que amava fotografar o namorado.


— Também amo muito você, meu piloto de corrida favorito.

7 de Julho de 2018 às 23:15 0 Denunciar Insira 1
Fim

Conheça o autor

 angel i love kim taehyung so much

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~