Pelas Ruas de São Paulo Seguir história

lonerpoet Plutao .

Conforme caminho por entre avenidas e vielas tortas, eu desvendo toda a poesia que você me ensinou a ver nesta cidade. |original| |oneshot| |poesia|


Conto Impróprio para crianças menores de 13 anos.

#oneshot #poesia #original #short-chapter
Conto
0
5177 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Único

   São Paulo.

   Megalópole. Selva de concreto. Não se sabe o que é mais duro, o cimento de seus arranha-céus ou o coração de seus cidadãos. Uma cidade tão cinza quanto seu céu. Dizem que aqui não existe amor, raiva ou tristeza. Só uma sensação de dormência que parece nunca acabar.

   Mas sabe... Eu vejo mais. Consigo visualizar uma resistência a essa dormência crescente, pois encontrei você. Nesse imenso labirinto de pessoas, prédios e automóveis eu encontrei você.

   Sob a noite estrelada e iluminada em um bairro boêmio qualquer, conforme o álcool era despejado em minha corrente sanguínea, contemplei o Inferno na Terra. Seu sorriso. Algo naquela porra de sorriso foi capaz de fazer bater um coração que se encontrava como esta cidade. Mórbido. Parado. Dormente.

   Diga-me o que fez comigo? Além de me manter andando por avenidas e vielas tortas procurando por algo que eu pensei não existir. Você me fez encontrar amor e poesia na cidade cinza.

   Mas foi tudo momentâneo. Você desapareceu tão rápido quanto o efeito do álcool na cabeça de alguém. Deixando para trás apenas a fumaça do que eu acreditava ser algo. Mas o que exatamente?

   Você apenas jogou a arte paulistana na minha cara e fugiu, que porra foi essa afinal? Foi apenas uma demonstração do quanto você gosta dessa cidade e queria que outros a vissem da mesma forma? Bom, se era, então você conseguiu.

   E conforme caminho por avenidas e vielas tortas, eu desvendo toda a poesia que você me ensinou a ver em São Paulo. E quando chegar naquele apartamento mórbido que chamo de casa esta noite, deixarei com que a vodca escorra do copo diretamente para meus lábios. Apenas uma tentativa falha de deixar-te ir junto com a minha sanidade nunca existente e aquele filete de bebida que insiste em sair de minha boca até o queixo.

   Quem sabe em uma das minhas caçadas por arte, amor e poesia pelas ruas de São Paulo eu não a encontre fazendo o mesmo?

17 de Junho de 2018 às 00:16 6 Denunciar Insira 6
Fim

Conheça o autor

Plutao . Epifania é geralmente uma manifestação súbita ou percepção do significado essencial de algo.

Comentar algo

Publique!
Karimy Karimy
Cara, você conseguiu descrever a visão que tenho de São Paulo tão bem que me senti dentro desse texto. Todo o movimento, todas essas pessoas diferentes, de diferentes nacionalidades, pensamentos, e entre outras coisas mais, todos indo e vindo de todos os lugares e de lugar nenhum, a cabeça lotada de problemas, realidades distorcidas de mentes conturbadas, cálculos mentais para se manter de pé em um lugar que só te suga e, ao mesmo tempo, que pode muito lhe dar muito, e, mesmo assim, encontrar um amor nesse lugar gigantesco pode ser mais complicado do que se parece. Todo esse cinza, todos esses arranha-céus, tudo em São Paulo ocupa demais, ocupa tanto que as pessoas podem se tornar paisagem, lugar, mas não para se viver, só para passar mesmo. Ainda assim, por mais contraditório que isso possa parecer, sem um amor, amar um lugar como esse pode ser duro, assim como as cores do lugar já denotam, mas o amor é amor, né! Nem sempre a gente escolhe. Aí, a bebida ajuda! Amei seu texto, guria!
16 de Agosto de 2018 às 21:15

  • Plutao . Plutao .
    A cidade por si só me inspira. Analisar todos os aspectos que você mencionou, as cores, os sons; tudo isso é agradável aos meus olhos e foi o que tentei transmitir neste texto. Fico muito contente que você tenha captado a essência deste texto e até um pouco mais. Obrigada pelo carinho <3 10 de Setembro de 2018 às 14:26
Camy <3 Camy <3
Hei! Então, eu não sou de São Paulo, mas sou apaixonada pela minha cidade Natal e pelo meu Estado de forma geral (sou gaúcha), então consegui me identificar muito com o sentimento que você colocou no texto. E essa ideia de se apaixonar pelo lugar por causa de uma pessoa é bastante forte, porque na verdade as pessoas influenciam muito em nós gostarmos ou não de determinado ambiente e tal. Parabéns mesmo, você conseguiu passar muito bem os sentimentos do personagem e na verdade o texto inteiro está muito poético. Depois que eu percebi que você colocou poesia nas tags, e eu entendi o porquê; teu texto inteiro tem um ritmo gostoso de rima e tal. Parabéns e continua assim <3
13 de Agosto de 2018 às 21:47

  • Plutao . Plutao .
    São Paulo tem uma coisa meio poética na minha concepção, por isso tanto sentimento. E realmente, a influência das pessoas sobre gostarmos ou não de um lugar é grande. Obrigada mais uma vez pelo carinho <3 16 de Agosto de 2018 às 15:18
Neeca Ashcar Neeca Ashcar
Acho que sou a pessoa daí, sempre dizendo o quanto amo São Paulo, sempre mostrando a magia na cidade de pedra e sumindo no final. Cara isso refletiu tanto em mim, as ruas, as cores que passam quase despercebidas aos habitantes que aqui correm de um lado ao outro, que me inspirou, que tocou meu coração. Eu vejo diferente a correria de um lado ao outro, sabe, mas isto foi honesto e lindo. E gosto do honesto. Parabéns, está impecável!
25 de Junho de 2018 às 08:16

  • Plutao . Plutao .
    Eu fico extremamente feliz que a história tenha te tocado e inspirado tanto assim. Obrigada pelo carinho, me deixa mais confiante para continuar <3 25 de Junho de 2018 às 15:30
~