Eu Perdi Seguir história

uchihamiyko1_ M O R G I A N A F A N A L I S

Eu a conheci em uma das minhas noitadas com o Naruto, nós fizemos uma aposta caso eu conseguisse conquistá-la. Tinha tudo para dar certo mas, também tinha tudo para dar errado, por exemplo, ela pode acabar descobrindo e tudo ir por água a baixo. Mesmo ela sendo aquele tipo de garota que não faz meu tipo, algo nela me chama atenção. Quem diria que Sasuke Uchiha, iria se sentir atraído justamente pela pessoa que faz parte de uma aposta? O meu alvo, quer dizer. Minha vítima, é Sakura Haruno, minha aproximação pode acabar me fazendo perder, mas não darei esse gosto ao Naruto.


Fanfiction Anime/Mangá Para maiores de 18 apenas.
2
4839 VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo A cada 15 dias
tempo de leitura
AA Compartilhar

Capítulo I

Estou aqui, em mais uma noite bebendo minha terceira dose de Tequila, após um longo dia na Faculdade e no trabalho, eu só pensava em curtir com o Naruto do que assistir aulas e depois trabalhar, nós saíamos sempre juntos todas as sextas-feiras, pois era o melhor dia para nós, como todas as sextas, nós matávamos aulas, as vezes faltávamos no serviço e iamos para baladas e saíamos com quem nos desse na telha, algumas vezes até apostávamos e difícilmente eu e ele perdíamos.


Bastava apenas que o Naruto chegasse em mim no balcão e batesse uma nota de dinheiro que começávamos nossas apostas loucas, as vezes eram umas piores que as outras e quando voltávamos para os dormitórios já eram quase seis horas da manhã. Enquanto todos acordava, ou nós iamos dormir ou aproveitávamos as garotas com quem dormíamos.


...


Justamente nessa sexta-feira, decidi que não mataria aula e fui assistir uma das aulas, eu odiava administração mas fazia só para não virar um escravo da vida e do meu trabalho, queria ter tempo para os dois e as vezes isso dava certo, como também não dava. Naruto e eu eramos da mesma turma, quando ele conseguia se sentava comigo e quando não conseguia ele sentava longe mas vez ou outra nos comunicavamos ou por celular, ou por bilhetes.


Sim isso parece infantil para dois caras de 23 anos.


Mas, era a forma que encontrávamos de sair do tédio daquelas aulas. Ele me passou um pequeno envelope branco com uma espécie de "Flyer" de uma nova boate que abriu próxima a faculdade, estava inaugurando justamente hoje. Não resisti pegar aquele pequeno papel e escrever algo.


"Você vai?" 


Logo amassei o papel e joguei esperando a resposta dele, ele me olhou revirando os olhos e acabou falando alto.


- Claro que eu vou idiota. 


Quando percebeu, todos estavam olhando para ele, eu virei o rosto fingindo que ele não havia falado comigo e que ele tomasse a bronca sozinho, afinal ele gostava de ser posto pra fora da sala por seja lá qual for o motivo.


- Vai aonde senhor Uzumaki? -perguntou Kakashi.


- Ao banheiro. -ele respondeu rindo.


Naruto se levantou indo para o banheiro, por mais que eu quisesse não contive minha risada. Eu odiava rir por qualquer coisa, mas o Naruto sabia a hora de ser idiota, todos ali estavam rindo dele, eu podia jurar que alguém ali estava me observando, mas era coisa da minha cabeça, todos voltaram seus olhares para o Kakashi. Mas aquela sensação de ter sido observado por alguns minutos havia me incomodado pra caralho e eu odiava sentir que tinha alguém me vigiando daquele jeito. Primeiro porque eu não gostava, segundo porque essa porra realmente me incomoda pra caralho.


Antes que acabasse a aula, eu me levantei e saí dali antes de todos sem nem olhar para trás, hoje eu não queria trabalhar e decidi não ir. Acredito que a empresa já esteja de saco cheio das minhas desculpas e das minhas faltas costumeiras, só não me mandam embora porque não falto meses e sim apenas um dia, um dia a cada quinze dias.


Para variar, o Naruto já devia estar se agarrando com alguém nos corredores ali. Coloquei minhas mãos nos bolsos e segui ao dormitório, eu tiraria o resto do dia para dormir e não faria mais nada além disso. Entrei no quarto trancando a porta, apenas joguei minhas coisas em qualquer lugar e tirei meus sapatos e abri os botões da minha camisa social branca, me joguei na cama e liguei a caixinha de som ao lado da minha cama, deixei tocando a música Asleep do The Smiths.


Um clássico que certamente me incentivaria a dormir um pouco, mas enquanto eu não dormia, fiquei a encarar o teto e ouvindo a música.


"Cante pra eu dormir, Eu estou cansado e eu, Eu quero ir pra cama, Cante pra eu dormir"


Conforme a música tocava, meus olhos foram pesando. É, eu precisava daquele sono até chegar a noite.


"Cante pra eu dormir, E então me deixe sozinho, Não tente me acordar pela manhã, Porque eu terei partido"


Fui fechando meus olhos lentamente, mas fui despertado pelo meu celular que estava tocando. Maldito seja quem esteja me ligando agora. Quando vi o número do Naruto, aquilo deixou uma veia na minha testa de nervoso.


- O que foi agora droga? -falei.


- Você tá mal-humarado? -respondeu ele rindo.


- Fala logo, quero desligar e aproveitar meu sono.


- Vai se arrumar, vamo pra inauguração lá da boate. -ele disse empolgado.


Estranhei pelo horário, ainda estava cedo para uma boate abrir, ele deveria estar brincando com a minha cara só podia ser.


- Naruto, ainda são meio-dia, não viaja cara.


- Sasuke, hoje é sexta-feira cara.


- Por isso mesmo, as oito horas da noite, eu saio daqui, agora eu não vou para boate nenhuma. 


Desliguei o celular antes que ele me respondesse e deixei no mudo, assim não ouviria tocar e nem vibrar. Fechei novamente meus olhos e dormi o dia todo.


                           ♣


Por Deus, eu queria chegar no dormitório feminino depois daquela vergonha que o Naruto passou na sala de estar falando alto com aquele insuportável do Sasuke. Na verdade, os dois eram insuportáveis, tanto o Sasuke quanto o Naruto, eram dois baladeiros e baderneiros também, para o meu azar eles faziam o mesmo curso que eu o que reforçava a falta de desempenho da turma quando se tem dois idiotas alí para atrapalhar a aula.


Eu encarei o Sasuke por alguns minutos com uma vontade tão grande de enforcá-lo, ele podia ser lindo como fosse, mas estava atrapalhando a aula e eu não estava gostando disso nem um pouco. Felizmente ele não me viu, ele saiu minutos antes da aula acabar e não olhou nem para trás, para o Kakashi isso era até normal já que ele fazia isso todos os dias juntos com o Naruto ou sozinho.


Algumas pessoas pensavam que eles eram Gays, até sair as fofocas no campus sobre a lista de garotas que ficaram com eles em apenas uma noite nas baladas. Como alguém poderia ficar com eles? Eram idiotas, bebados e baderneiros que não queriam nada com nada. 


- Sakura!! -Ino gritava no meio de todos.


Me virei para olhá-la e ela estava vindo numa correria louca e atropelando todo mundo.


- Você vai na boate nova não vai?


- Eu tenho cara de quem gosta dessas coisas?


- Aah vamos Sakura, por favor. -ela me implorou.


Mesmo se eu dissesse não ela iria insistir, mas meu silêncio também era uma resposta bem dura com ela.


- Prometo que se você não gostar de lá, você pode ir embora.


- Ta... -revirei meus olhos.


- Venho te pegar as oito. -ela correu.


Ainda tinhamos muito tempo e eu, precisava de uma roupa, eu vou aproveitar e sair para comprar uma.


                            ♣


Abri os olhos ao ouvir o som de batidas fortes na minha porta, seja lá quem fosse, ia derrubar o meu quarto se eu não levantasse, o dia não passou, voou. Meu celular tinham 40 ligações do Naruto e 3 da Ino, o que esses dois querem comigo?


- Abre logo, nervosinho Uchiha, você está atrasado para a sexta-feira.


A voz do Naruto estava abafada e do lado de fora, afastei meus cabelos dos olhos quando prestei atenção na hora, eu realmente estava atrasado.


- Abre logo ou eu vou sem você. -ele insistiu.


Me levantei e abri a porta.


- Que cara é essa? Pela roupa você nem tomou banho, vai assim?


- Eu acabei de acordar não enche. Entra logo. -dei passagem.


Ele entrou e se jogou na minha cama rindo.


- Vai sem tomar banho mesmo.


- Eu não sou você, Naruto. Eu gosto de estar limpo.


Peguei minha toalha com um sorriso de lado, entrei no banheiro trancando a porta e fui tomar um banho. Tempo depois eu saí vestindo uma cueca box preta, uma camisa vermelha com uma jaqueta, a calça jeans preta e um all star, finalizei passando um perfume e ajeitando os cabelos. 


Saímos rumo aquela boate, confesso que até me animei depois do banho, eu entrei e segui direto para o balcão e logo pedi uma dose de uísque. Fiquei olhando o lugar encher com o pessoal da faculdade.


- E ai, vai uma aposta hoje?


- Não tem ninguém que me interesse, achei que viriam garotas novas. -falei entediado.


- Ooh, parece que tem duas novas ali. -ele apontou.


Olhei na direção que ele apontava, realmente tinham duas ali que eu nunca tinha visto em nenhum dos lugares que a gente costumava ir nas sextas-feiras, vieram acompanhadas da Ino, mas aquela de cabelos rosas não me era estranha nem um pouco, eu tinha a sensação de já ter visto em algum lugar.


- A Sakura também veio. -ele sorriu.


- Que Sakura? 


- Ela faz o curso com a gente cara, é da mesma turma.


Na minha cabeça ele estava falando em outra língua, eu realmente não me recordava dela, em nenhum lugar da sala. Foi quando ouvi um tapa na mesa.


- Vamos fazer uma aposta.


- O que? -olhei surpreso


- É isso mesmo.


- Mas tão cedo?


- Aceita logo, vai rejeita essa? Estou estranhando hein.


Revirei os olhos e aceitei apenas afirmando com a cabeça.


- Se você conseguir pegar a Sakura, eu te pago o que você quiser nas sextas feiras. -ele riu.


Pegar alguém que eu nunca nem sequer vi na vida? Ele devia estar virado na bebida, ou era eu quem estava entendendo e ouvindo tudo errado. Olhei novamente para ela e arqueei uma sombrancelha.


- Ela não faz o meu tipo. -respondi seco.


- Ah qual é, vai amarela?


- Tsc, não é isso, eu nunca nem falei com ela, Naruto. -suspirei bebendo um gole do uísque. - Qual seria a chance disso dar certo? 1%? 


Ele não segurou a risada e bebeu a cerveja que tinha na mão ainda rindo da minha cara.


- Então quer que eu mude? Deixo você conhecer ela e tudo mais, tenta conquistar para ter essa brecha. Se você conseguir isso...


- Se eu conseguir, vai dançar por aí só de calcinha e sutiã.


- O que? -ele me olhou assustado. - Sasuke, você ta pegando pesado dessa vez, não poderia ser a aposta de sempre? Pagar bebidas?


- Não. Vai ser essa. -rebati.


Logo ficamos em silêncio e eu fiquei a encarar aquela garota, eu tenho uma péssima reputação junto ao Naruto e a Sakura, seria um desafio já que eu não a conheço e não sei nada sobre ela, eu já podia sentir um arrepio em ter que conquistar alguém que não faz o meu tipo e não desperta meu interesse e quanto mais eu olho, mais eu perco meu interesse, mas aposta era aposta.


- Essa aí vai ser uma guerra.


11 de Junho de 2018 às 00:21 0 Denunciar Insira 0
Leia o próximo capítulo Capítulo II

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 3 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!