IML Seguir história

niccax Neeca Ashcar

Num cenário apocalíptico. A cidade de São Paulo é subjugada em um amargo jogo de sobrevivência. Ninguém será o vencedor e você é o próximo…


Pós-apocalíptico Impróprio para crianças menores de 13 anos. © As histórias aqui postada são de exclusividade minha, Plágio é crime conforme a LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998 e Art. 184 do Código Penal – Decreto Lei 2848/40. IML – 2018 – Nicca X Keehl

#Cidade-de-São-Paulo #universo-apocalíptico #mortos-vivos #Zumbi #295 #drama
Conto
14
6.0mil VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Arranha-céus

"Almost all the population.
Was zombified since the mayor to the last whore
Since they receveid their condemnation.
They made their own headquarters in the morgue” — Plastique Noir, IML.*

📷

Corri o quanto podia, o oxigênio se tornou escasso, minhas pernas fraquejaram e quase tombei. O que me mantinha ainda à espreita e viva era a adrenalina correndo em minhas veias.

Os aterrorizantes sons indicavam o pior: uma horda de mortos-vivos cercara-me.

Seus lentos passos me alcançavam cada segundo mais próximos de mim.

Gemidos horrorosos vindos de todos os lados e vez ou outra apunhalava-os certeiro em suas cabeças, deixando os cérebros podres para longe. No momento apenas galgava em meus passos a solução para meus problemas em perdurar.

O cheiro pútrido alcançou todo meu aparelho respiratório, tomou minha garganta e uma forte ânsia me abateu.

Ao fundo os ruídos dançantes de sirenes fariam tudo parecer menos terrível, se soubesse não ser minha imaginação ou algum carro de resgate caído pelos mesmos monstros em meu encalço.

Em meio à fumaça caótica, apenas um único pensamento me tomou, mediante as imagens lúcidas de corpos estirados e cadáveres andantes, era: nos puseram ali num amargo jogo de sobrevivência.

Podia sentir em minha nuca o vento constante e o barulho infernal do helicóptero militar, o instinto obrigara-me não olhar para trás. Tal fato me dava a certeza do maldito jogo.

Um movimento em falso me faria cair como uma fácil presa, sem abrigo, sem transporte e horrorizada ao lembrar que fui atacada por aqueles que antes eram minha família.

Vi uma chance de fuga daquele inferno ao alcançar o que algum dia fora a Avenida Paulista, a fumaça devastada em meio a um montante de cadáveres em minha busca, uma caminhonete quatro por quatro surgiu próximo, fez menção em parar ao meu resgate, me identificara como uma sobrevivente, talvez pela velocidade que sobrepunha meus passos.

Nunca fui alguém de sorte e já acreditava em minha salvação, até um bradar repugnante romper minha audição:

— ATRÁS DE VOCÊ!!!

No meu tempo de reação não consegui ser rápida o bastante, golpear as três criaturas a minha vigilância se tornou impossível, por fim, o enlaço cadavérico me fez de refém, arranhando-me a cintura com unhas podres e mordendo a carne de meu ombro arrancando-a com voracidade irracional.

Via todas as cores desfalecer em visão turva, enquanto sentia ser devorada, numa dor dilacerante e crescente, um berro em agonia deixou os lábios increpados pela dor, o sangue escuro e denso escorria sobre pele suada e suja na altura do meu peito.

Entretanto o horror ocorreu por um curto período de tempo, até a dor desaparecer, o ar não se tornou mais necessário, as luzes desvaneceram, assim como a visão dos grandiosos arranha-céus da cidade que um dia amei.

***

* Quase toda a população foi zumbificada, desde o prefeito até a última puta, desde que eles receberam sua condenação fizeram seu quartel-general no necrotério

+

10 de Abril de 2018 às 14:54 12 Denunciar Insira 8
Fim

Conheça o autor

Neeca Ashcar Escrevo uma par de coisas voltado ao publico LBGTQI+. De romances bonitinhos ao que der na telha, cheio de dor e sangue. Não espere constância! ;) Já ouviu a palavra de kakaGai hoje? Mama NagaIta. Best da Sata Nath! Melhor pessoa desse universo! <3 Perfil no Wattpad e no Nyah. ;)

Comentar algo

Publique!
RA Rafael Amaral
Sua história PARECE ser legal, mas para mim - e digo que somente para mim - ela parece forçada em suas palavras. Muitas palavras difíceis restringem alguns públicos que ainda não tem idade suficiente para ter aprendido ou ter chegado a aprender tais palavras ma escola. Sua concordância parece de alguém que escreveu em outra língua e traduziu para o português. Seu texto tem muitos, muitos erros gramaticais e ele poderia ser mais interessante e ir mais longe se os mesmos fossem consertados. Infelizmente nem tudo é elogio, mas uma boa crítica construtiva pode engrandecer o indivíduo. Espero ter ajudado.

  • Neeca Ashcar Neeca Ashcar
    Caro Rafael. Muito obrigada por todos os pontos que você comentou, se você não sabe o significado de enlaço ou outra palavra difícil em meu texto, recomendo algo bem bacana e tecnológico chamado dicionário. Agora sobre a acusação de plágio é algo seríssimo meu rapaz e tudo está protocolado e encaminhado para meu advogado. Tomei a devida liberdade de encaminhar para os embaixadores do inkspired também, e denunciei devidamente essa sua crítica construizissima parabéns pela empatia meu caro rapaz. 2 hours ago
Álisson Lima Álisson Lima
Bom!
15 de Setembro de 2019 às 05:37
Jenny Blanc Jenny Blanc
Uau!
12 de Janeiro de 2019 às 10:24
Camy <3 Camy <3
Olá! venho em nome do Sistema de Verificação do Inkspired. Sua história está marcada como "em revisão". Para que ela seja verificada, por favor corrija os seguintes apontamentos: 1) Há diversos erros de plural. "aterrorizantes sons indicava", "seus lentos passos me alcançava", "os ruídos dançantes de sirenes faria". 2) Crase no primeiro parágrafo; o correto é "ainda à espreita e viva". Mais para o meio do texto há outro erro de crase; deveria ser: "em meio à neblina" 3) A expressão "neblina caóticas" ficou confusa. 4) O terceiro parágrafo está confuso e muito longo. Minha dica é que o separe em três frases: primeiro falando sobre os ruídos, depois sobre a pessoa acertá-los e, por último, sobre sua tentativa de sobreviver. 5) O oitavo parágrafo, que fala sobre a camionete, também está longo e confuso. Seria bom separá-lo em frases menores. Além disso, há erro de concordância em "caminhonete quatro por quatro surgiu próximo"; deveria ser "próxima". 6) A letra está muito grande. Cole o texto novamente dando um enter antes; sua letra só ficou grande assim porque a caixa de textos do site a reconheceu como título e subtítulo, não como conteúdo em si. Uma revisão mais aprofundada no texto seria uma boa ideia, porque ele também contém erros de vírgula. Quando você conseguir revisá-lo, me avise por este comentário para que eu possa analisar sua história novamente e verificá-la ;)
18 de Setembro de 2018 às 16:56

  • R A Rafael Amaral
    Comecei a rir de nervoso vendo todos esses erros e já iria comentar as correções, de graça. 3 hours ago
FW Fábio Weiss
É uma história promissora e me inspirou a ler os próximos capítulos. Parabéns.
26 de Julho de 2018 às 19:30
EB Erika Bravo
Estuvo genial
12 de Abril de 2018 às 09:48

Lady Giovanni Lady Giovanni
Adorei, amore! Gostei da tensão que vc criou e como descreveu os momentos. Parabéns! Beijos
10 de Abril de 2018 às 13:31

  • Neeca Ashcar Neeca Ashcar
    Ainnn que alegria receber você aqui, meu bem <3, ahh fico feliz que tenha gostado, sério tava louca para saber cê você gostaria... 😍 10 de Abril de 2018 às 21:37
  • Lady Giovanni Lady Giovanni
    Eu amei!!!!! *-* 10 de Abril de 2018 às 22:08
~